EXISTE SIM DEPRESSÃO NA CRIANÇA

821 visualizações

Publicada em

Enganam-se as pessoas que acreditam que crianças não ficam deprimidas porque não têm problemas. E quem disse que precisa de problemas para ter depressão? Os problemas trazem tristeza, ansiedade e angústia. É claro que as vivências podem agravar nosso estado de humor, mas depressão é outra coisa. É uma doença, um transtorno do afeto, é um desarranjo cerebral funcional e tem uma base bioquímica.

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
821
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
32
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

EXISTE SIM DEPRESSÃO NA CRIANÇA

  1. 1. Existe sim depressão na criança
  2. 2. Enganam-se as pessoas que acreditam que crianças não ficam deprimidas porque não têm problemas. E quem disse que precisa de problemas para ter depressão? www.gntechtestes.com.br
  3. 3. Depressão é uma doença, um transtorno do afeto, é um desarranjo cerebral funcional e tem uma base bioquímica. Existe sim depressão na criança, porém, trata-se de um quadro atípico. O Transtorno Depressivo Infantil é um quadro sério e capaz de comprometer o desempenho, o desenvolvimento e a maturidade psicossocial. www.gntechtestes.com.br
  4. 4. A criança com essa doença não tem autoestima, sente-se permanentemente incapaz, não enfrenta desafios. www.gntechtestes.com.br Na criança a depressão é completamente diferente. Como é mais difícil desistir do que tentar, vai sofrendo um afunilamento das atividades.
  5. 5.  Criança deprimida logo demonstra que não se interessa por nada e não há brincadeira que a faça sentir-se melhor.  Fica parada o tempo todo e quer sempre alguém em que confie por perto. www.gntechtestes.com.br
  6. 6.  insônia,  choro,  baixa concentração,  irritabilidade,  rebeldia,  tiques,  medos,  lentidão psicomotora,  problemas de memória,  desesperança,  ideações e  tentativas de suicídio. A tristeza pode ou não estar presente. www.gntechtestes.com.br A Depressão na Infância e Adolescência costuma se manifestar por:
  7. 7. SINAIS E SINTOMAS SUGESTIVOS DE DEPRESSÃO INFANTIL • Mudanças de humor significativa • Diminuição da atividade e do interesse • Queda no rendimento escolar, perda da atenção • Distúrbios do sono • Aparecimento de condutas agressivas • Auto depreciação www.gntechtestes.com.br
  8. 8. • Perda de energia física e mental • Queixas somáticas • Fobia escolar • Perda ou aumento de peso • Cansaço matinal • Aumento da sensibilidade (irritação ou choro fácil) www.gntechtestes.com.br
  9. 9. • Negativismo e Pessimismo • Sentimento de rejeição • Ideias mórbidas sobre a vida • Enurese e encoprese (urinar ou defecar na cama) • Condutas antissociais e destrutivas • Ansiedade e hipocondria www.gntechtestes.com.br
  10. 10. • Cerca de 30% dos pacientes deprimidos apresenta diminuição de apetite e • 30% refere aumento, principalmente nas meninas • 60% dos pacientes apresenta insônia inicial (dificuldade para começar a dormir). www.gntechtestes.com.br
  11. 11. O passo mais importante é a certeza do diagnóstico. Depois de diagnosticada a depressão infantil é necessário avaliar o grau da doença e sua origem. O tratamento da criança deprimida deve ser iniciado o mais precoce possível, antecedido por avaliação do grau da depressão e possível definição do tipo e tempo do tratamento. www.gntechtestes.com.br
  12. 12. Portanto, pais, professores e responsáveis: Fiquem atentos. Porque cada CRIANÇA é única! www.gntechtestes.com.br
  13. 13. Teste Farmacogenético Antidepressivos e Antipsicóticos www.gntechtestes.com.br (48) 3028 9788

×