Plano de curso de teatro Ensino Médio

18.131 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação

Plano de curso de teatro Ensino Médio

  1. 1. COL. EST. LOURIVAL BAPTISTA 2013 PLANEJAMENTO ANUAL PARA O ENSINO MÉDIO DA DISCIPLINA DE ARTES CÊNICASPROFESSORA: GLICIANE SILVEIRA ARAGÃO OLIVEIRA.Justificativa Shechtman (2009) afirma que a mediação pedagógica é um procedimentocomunicacional, conversacional, de construção de significados, cujo objetivo é ampliar aspossibilidades de diálogo e ampliar a negociação significativa de processos e conteúdos aserem trabalhados nos ambientes educacionais, bem como incentivar a construção de umsaber relacional, contextual, gerado na interação professor aluno. A mediação pedagógica pressupõe, dessa forma, a ação de um docente que ajuda adesenvolver no aluno a curiosidade, a motivação, a autonomia e o gosto pelo aprender. E é por meio desta mediação que será desenvolvido este plano de ensino, poisdesta forma os alunos participarão de maneira mais aberta para realização do jogo. Faz-se necessário saber que Jogos Teatrais é a designação dos jogosimprovisacionais desenvolvidos pela diretora teatral norte-americana Viola Spolin, para finsde preparação de atores profissionais ou na utilização do teatro para iniciantes ou mesmo nasatividades escolares. Segundo a autora não é qualquer jogo que é um jogo teatral, para tanto énecessário que o mesmo tenha um foco específico, desenvolvido a partir de instruções eregras que levam o jogador a desenvolver formas da arte teatral. E em nosso caso específico,temos a necessidade de uma maior compreensão por parte da criança do lúdico,proporcionando a mesma uma maior concentração, criatividade e interesse pelaaprendizagem, logo que passa, a saber, que até nas brincadeiras poderá aprender.Objetivo Geral: Desenvolver habilidades que proporcionem aos alunos uma maior concentração ecriatividade.Objetivos Específicos: Realizar atividades que propicie ao educando, maior agilidade no pensar, bem como no expressar destes pensamentos; Identificar os motivos que promovem a falta de concentração dos discentes; Desenvolver atividades que envolvam os alunos e que permita aos mesmos navegar no mundo da imaginação; Estimular a concentração dos alunos por meio do jogo teatral;
  2. 2. Despertar o interesse pela criação de Histórias; Ampliar a capacidade da oratória, eliminando a timidez e o medo de expressar os seus pensamentos. Estimular o raciocínio em expressar a criatividade, o vocabulário e a atenção com rapidez.1ºAno EMObjetivos: Compreender a ideia de intervenção em Arte; Articular imagens, ideias e sentimentos por meio da especificidade dos processos de criação nas linguagens das artes visuais, música, teatro ou dança, gerando projetos de intervenção na escola; Observar o lugar – espaço – escola como modo de fazer uma leitura – sondagem em questões propositoras para intervenção; Apresentar a ideia da intervenção em artes na escola por meio de projetos individuais ou colaborativos visando à mediação cultural na escola.Conteúdo: Arte circense; circo tradicional; famílias circenses; circo contemporâneo; escola de circo; palhaço clown e a tradição cômica; folia de reis; palhaços de hospital. Artistas e coletivos de artistas que trabalham com ações de intervenção; Modos de intervenção artística e seus processos de criação em modalidades da Arte; Ações de intervenção e mediação cultural por meio de projetos poéticos individuais e colaborativos. O corpo como Suporte Físico na dança e no teatro; Suportes, ferramentas e procedimentos técnicos e inventivos; o corpo como suporte físico na dança e no teatro; Relatos – temas – espaços; estilos – transformações na dança; Corpo espetacular; intervenção em espaço não convencionais; Texto, temas de intervenção cênica; Música, som da palavra, timbre; Visualidade da forma- conteúdo em conexão com a materialidade e com os processos de criação.2º Ano EM
  3. 3. Objetivos: Dominar das linguagens através do processo de criação, análise das modalidades da Arte e interpretação crítica. Investigar o encontro entre Arte e público na dimensão da mediação cultural, como experiência estética a ser compartilhada; Conhecer e valorizar os espaços e as formas de integração entre Arte e público; Perceber a dimensão cultural como abertura de possíveis canais de interação comunicativa e de diálogo entre o público e as modalidades das artes; Esboçar projetos individuais ou colaborativos como condutores de espaço para apresentação do fazer artístico da comunidade escolar e/ou do seu entorno.Conteúdos: Espaços expositivos, modos de expor, salões de Arte, bienais, feiras de Artes; Festivais de teatro, espaço promotores de leituras dramáticas, mostra universitária; Festivais de dança em mostra universitária, espaço alternativos de dança; Festivais de música, espaços de concerto, espaços alternativos de música. Potencialidade e a singularidade poética nas linguagens artísticas; Poética nascida de processos coletivos e/ou colaborativos; Invenção de pré – projetos e elaboração de sua escrita; A construção de jingles; Improvisação teatral; A dança e suas modalidades; O festival e o salão como possibilidade de mostrar a produção dos alunos.3ºAno E.MObjetivos: Discutir em grupo sobre cultura de massa e o consumismo; Refletir a Indústria cultura pós e contra; Trabalhar seminários discutindo aportes da cultura da sociedade contemporânea; Identificar as diferenças entre culturas e a influência da mídia. Discutir sobre música e dança nos dias de hoje e seu contexto histórico: Funk, pop, sertanejo, etc.;
  4. 4. Apresentar cultura de massa em forma de teatro; Enriquecer as relações com o mundo e consigo mesmo; Conteúdos: História do teatro. Estudo sobre cultura de massa: dança, música, etc.; Cultura Visual; Arte de elite x Arte popular; Cinema; Moda hoje; Teatro e Instalação; Performance; vídeo – arte; Arte do Corpo (body Art); Teatro político.Metodologia: Aulas expositivas “imagens, vídeos, música”; Discussões reflexivas em grupo; Apresentações em grupo – Seminário; Processos de criação; Aulas expositivas; Jogos dramáticos e teatrais; Oficinas de atuação e expressão corporal; Montagem de espetáculo.Recursos: Apostilas; Projetor, Data show, TV/DVD; Celular (música, fotografia, filmagem); Materiais diversificados no processo de criação de cenários e figurino; Ventilador;
  5. 5. Maquiagem cenográfica; Som com cd player;Avaliação:Os alunos serão avaliados durante todo o andamento do processo, sua participação como umtodo e não apenas as finalizações dos resultados, mas também o interesse, o esforço e oenvolvimento dos educandos. Será respeitada a individualidade e conhecimentos prévios decada estudante assim como suas competências e habilidades.Referências:- CAMARGO, Robson. Teatro e fragmentos: construindo emoções, pensamentos e razões. In:Sensibilidade e Sociabilidades - editora da UCG 2008. 55 a 62. Acessado em:http://ufg.academia.edu/RobsonCamargo/Papers .- CHACRA, S. Improvisação para o Teatro. São Paulo: Perspectiva, 1983.- COURTNEY, R. Jogo, Teatro e Pensamento. São Paulo: Perspectiva, 1986.- DESGRANGES, Flávio. Pedagogia do teatro: provocações e dialogismo. São Paulo:Hucitec, 2006.___________________. Pedagogia do Espectador. São Paulo: Hucitec. 2003.- HARTMANN, Luciana; FERREIRA, Taís. Módulo 16: História da arte-educação paralicenciatura em teatro. Brasília: Estão Gráfica LTDA, 2010.- PUPO, Maria Lucia Souza Barros (org.) Dossiê Teatro Educação. In Revista Sala Preta(USP), São Paulo, v. 2. Acessado em http://www.eca.usp.br/salapreta/sp02.htm.- SPOLIN, Viola. Jogos Teatrais: o fichário de Viola Spolin. Tradução e introdução porIngrid Koudela. São Paulo: Perspectiva, 2001.- ____________. Jogos Teatrais na Sala de Aula. Tradução e introdução por IngridKoudela. São Paulo: Perspectiva, 2007.

×