Os anos rebeldes

953 visualizações

Publicada em

Nas décadas de 1960 e 1970 os jovens queriam mudar o mundo... E contestaram...
Embalados pela experiência socialista cubana sonhavam com o fim do capitalismo e com uma sociedade igualitária... Procuravam à sua maneira fazer uma revolução política: - panfletos, jornais, milícias, guerrilhas, etc...

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Os anos rebeldes

  1. 1. TOMAR O PODER PARA MUDAR A REALIDADE Nas décadas de 1960 e 1970 os jovens queriam mudar o mundo... E contestaram... Embalados pela experiência socialista cubana sonhavam com o fim do capitalismo e com uma sociedade igualitária... Com pôster de Che Guevara procuravam à sua maneira fazer uma revolução política: - panfletos, jornais, milícias, guerrilhas, etc...
  2. 2. A REVOLUÇÃO CUBANA Em 1959 tem inicio a Revolução Cubana de caráter nacionalista e socialista pôs fim ao caudilhismo. A ilha era produtora de cana-de-açúcar e exportava para os EUA, aos poucos os revolucionários e líderes do movimento, Fidel Castro e o médico Che Guevara ganharam adesão popular e tomaram conta de capital depondo Fulgêncio Batista (ditador)
  3. 3. NO CONTEXTO DA GUERRA FRIA Cuba teve proteção da URSS que via no país a oportunidade da disseminação comunista e como represália os EUA decretou embargo econômico tornando-a peça de um jogo das superpotências. A Revolução trouxe melhorias na vida da população, porém a situação de embargo econômico dura até hoje e prejudica o país. No plano político há perseguição e repressão aos opositores. Prova de que uma população pode derrubar um governo injusto.
  4. 4. UM NOVO MODO DE VIDA: A CONTRACULTURA Neste período no qual os jovens estavam atacando os governos no campo politico outros pretendiam transformar o mundo por meio de novos comportamentos, propondo uma revolução cultural (valores, mentalidades e atitudes). No lugar da cultura oficial propunham uma contracultura. O que os revolucionários da contracultura defendiam? Não se deixar dominar pelo consumo, acumulação de bens ou propriedades, ou seja pelo capitalismo. Eles queriam uma vida simples em contato com a natureza, com o prazer e a alegria.
  5. 5. As forças das armas e das máquinas contrapunham o poder da flor, esse movimento ficou conhecido como “ hippie”, iniciou-se nos EUA e se espalhou... A geração dos anos 1960 se embalou ao som de bandas como The Doors, The Beatles e The Rolling Stones que contestavam os costumes estabelecidos e procuravam quebrar tabus. Fazendo críticas ao sistema se apresentavam em festivais ao ar livre que duravam dias. Atividade - págs. 131 e 132
  6. 6. RESPOSTAS a) Contrária. Não acredita nessa estratégia de luta b) A ideia de que você precisa dos outros, como os outros precisam de você. c) Reflexão do que levam em consideração quando se relacionam com os outros. O humanismo definido por Cacá Diegues como se entender em um mundo em que existem os outros está ou não presente em nossa sociedade? Nossas motivações e ações consideram as opiniões e necessidades alheias ou apenas as vontades e interesses individuais?
  7. 7. A ESPERANÇA DE UM MUNDO MELHOR O que aproximavam os jovens que admiravam o processo revolucionário cubano daqueles que gritavam “Paz e Amor”? Embora tivessem divergências sobre os meios – os primeiros queriam mudar a estrutura politica e as pessoas e o segundo o caminho inverso, mas os fins eram os mesmos: TRANSFORMAR O MUNDO
  8. 8. A GERAÇÃO DE 1960 ABRAÇOU DIVERSAS CAUSAS.
  9. 9. 50 ANOS DEPOIS, O QUE PENSAM OS JOVENS NO BRASIL? Pesquisa entre jovens brasileiros de 15 a 19 anos. “Adolescentes e jovens no Brasil: participação política social”. São conscientes dos problemas, mas não tem iniciativa para mudar essa realidade (individualismo e hedonismo) Atividade – pág. 135 Em Casa – págs. 136 e 137
  10. 10. RESPOSTAS – ATIVIDADES – PÁG. 135 a) Porque os movimentos ocorreram em vários países do mundo. Havia motivações locais e também um senso igual em todos de contestação e novos valores b) A forma tradicional seria a tomada do poder para implantação de um novo modelo socioeconômico como fez a Revolução Cubana c) Os jovens dos anos 1960 queriam revolucionar os costumes, as práticas cotidianas. Desafiavam qualquer forma de autoridade, o consumismo, as guerras. Propunham uma atitude mais fraterna, maior integração com a natureza, maior valorização do amor e do prazer.
  11. 11. EM CASA – PÁG. 136 1 a) O pacifismo, a fraternidade, o repúdio ao consumismo e a esperança de um mundo melhor. b) Resposta pessoal 2 a) Como semelhança a preocupação com questões sociais que afetam a coletividade. b)Combate ao racismo e a corrupção e a preocupação com a educação. c) Concordar afirmando que os valores individualistas sobrepõe dos sociais ou discordar afirmando que não se pode generalizar e que na década de 1960 nem todo mundo era humanista e que há uma série de lutas em curso: contra o racismo, homofobia, desvalorização das mulheres, etc.

×