ggvvpas~
o . ._. ,z. 

  À  nos falam dem
í , 

Solidariedade
A
fadfas

nos falam de. ..

 

Solidariedade  

l reíéüotecz sscous. 
j  ;  Eniac Vmlssjr 2
U Éiíàjzaea 5*_

&uadaâcdlaul
r .  › Ir . nllnl1'ñ| :V^ ~x . nr-u. 
:: num-nn~:1:. u'I^1=I-W= . -.  - ^. 
:: nar mena:  ~ : ur-vl- : iãmwtl: 
Mallmann. ...
/ . 

. Iv“/ ___ n,  'XI '

I I _A_ v 
. ff.  .I v ix;  ,á/ J» r; 
› »4 l I( . « a» "X,   

 _à ' ) , 

DESDE PEQUENA,  IS...
ISABELA TINHA GRANDE VITALIDADE E ENERGIA
PARA TRABALHAR NO CAMPO.  GOSTAVA TANTO DE
TRABALHAR ALI QUE,  ÀS VEZES,  ESQUEC...
QUANDO A FADA HORTENSIA A ENCONTROU. 
ALERTOU A TODOS E AS FADAS VOARAM
RAPIDAMENTE ATÉ O CAMPO DE TRIGO.  ELAS
OLHAVAM IS...
W 1' f  “ii
X -*  __ A
. l- > É. (
o _ o'x . 
«F7 
I V r
. -I « _i 4,/  “
 _g/ I
N. ; ; WN
mai) 1/

 

ENTÃO.  ANGELICA RE...
LL_
- PEÇA AJUDA Aos PÁSSAROS!  - FALOU ANE.  TAMBÉM
SUGERIU A DANI QUE REUNISSE UMA REVOADA DE PÁSSAROS
PARA QUE AS LEVASSEM ...
A»
,  *bs
N-n ¡ ¡v- 'F
»os "a. 
x › *| 
L A¡
.4-  k t" -I
*' /  0
A *J
na A a*
u* › d- _H d' q y_

   

Ihbhum.  I m In hm...
ENQUANTO ISSO,  HORTÊNSIA EXPLICAVA A
ABELHA-RAINHA QUE NECESSITAVAM DE PÓLEN
DE JASMIM. 

- NÃO SE PREOCUPE - AFIRMOU A A...
DO OUTRO LADO DO OCEANO,  SOBRE AS ESCARPAS. 
OS PÁSSAROS RECOLHIAM COM CUIDADO AS FLORES
GIGANTES E COMEÇAVAM O VOO DE VO...
.. um . u -vm

I "Vilñlhh rw I

11:¡ ¡: ›~ « 1 I Il ; I 1:I: I
: r-x m >. ›vr, ›- q * mnun z 1m¡ 1''I' ^
*WI III ' :  x* T...
“ 9_
AS ABELHAS FORAM AS PRIMEIRAS A CHEGAR.  UMA
A UMA,  FORAM SACUDINDO O PÓLEN DAS PATAs PARA
QUE CAÍSSE DENTRO DA PANELA.  ...
RAOUI I MLXEU A POÇAO ATE OBTER UUIA UNICA
GOTA DO NÉCTAR VITAL

- ESTÁ PRONTO - DIssE ANE. 

A FADA DOS REMÉDIOS COLOCOU ...
hr. , 1¡ ¡udst 11v' mam.  n.3,',  I: :Inlzlzve-MUIIVIIOPBIIFIH u: 
_N›_, ,_¡¡¡¡_ ¡¡¡¡¡¡. ..: IB›: <@III:  :I:  I'¡I. I:II....
.v.  p . mA

N›IIIIII. '›I N›0IEIVIIIAPIHHIIIIIIITI'

Í-IIIIIIIINII'II UIIIIII I In I. 

¡IIANIAM I»,  AI-OIIIIIIIXIAIAI-....
É:  T; 

v t j"
, ayuda : Ncouvmuo '
.  , A
V.  .. .v , 
' _p ' Ç;  o ouvowo nos mu; 
.. ;.¡': ~§:  :RA '
174. Px' "
 r.  ...
É R* ~ T
1'  ' / l
   I -': '-I~
íx q). ..
l

 

um/ 

 

 

"t .  CL . 

I

I

II

I AS ? ARTES DA FLOR

fu: 

A ; Log E ...
GINECEU (PISTILO)

FECUNDAR o OVULO,  OUE SOMENTE ASSIM
cREScERA E SE CONVERTERÁ EM UM FRUTO
como Os ÓRGÃOS MASCULINOS E F...
SOLIDARIEDADE

/ .› u:  ._ _.
VOCE NÃO É SOLIDÁRIO QUAJNDO. ..
FAZ Os DEVERES PARA UM COLEGA DE CLASSE. 

REPARTE SEU CAFE DA MANHÃ E FICA SEM NADA
DEIX...
AS rAaAs nos uu M. , m, 
s°uuknun '
An:  -
As Fadas Falam sobre Solidariedade
As Fadas Falam sobre Solidariedade
As Fadas Falam sobre Solidariedade
As Fadas Falam sobre Solidariedade
As Fadas Falam sobre Solidariedade
As Fadas Falam sobre Solidariedade
As Fadas Falam sobre Solidariedade
As Fadas Falam sobre Solidariedade
As Fadas Falam sobre Solidariedade
As Fadas Falam sobre Solidariedade
As Fadas Falam sobre Solidariedade
As Fadas Falam sobre Solidariedade
As Fadas Falam sobre Solidariedade
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

As Fadas Falam sobre Solidariedade

815 visualizações

Publicada em

As Fadas falam sobre Solidariedade.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
815
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
59
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
31
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

As Fadas Falam sobre Solidariedade

  1. 1. ggvvpas~ o . ._. ,z. À nos falam dem í , Solidariedade
  2. 2. A fadfas nos falam de. .. Solidariedade l reíéüotecz sscous. j ; Eniac Vmlssjr 2 U Éiíàjzaea 5*_ &uadaâcdlaul
  3. 3. r . › Ir . nllnl1'ñ| :V^ ~x . nr-u. :: num-nn~:1:. u'I^1=I-W= . -. - ^. :: nar mena: ~ : ur-vl- : iãmwtl: Mallmann. , ã ~ : x | :4:| I1I1''I^ 4.1: @Rum : :r : :c-mw ; L u( y-hnl. " . nr-ue "WIP m: ~ . l 1:1nr-1:y~ l ml: Hiei: 1.5' ü = vma 1:33: : N-x @H NI: M¡ III: : 1:;
  4. 4. / . . Iv“/ ___ n, 'XI ' I I _A_ v . ff. .I v ix; ,á/ J» r; › »4 l I( . « a» "X, _à ' ) , DESDE PEQUENA, ISABELA ERA MUITO TRABALHADORA, A MAIS APLICADA DE TODAS AS FADAS. ERA A PRIMEIRA A FAZER OS DEVERES E DEPOIS AJUDAVA ONDE FOSSE NECESSÁRIO, SOBRETUDO DURANTE O SEMEIO E A COLHEITA DAS FRUTAS. Bubhnnr. ; I E. .I E F M
  5. 5. ISABELA TINHA GRANDE VITALIDADE E ENERGIA PARA TRABALHAR NO CAMPO. GOSTAVA TANTO DE TRABALHAR ALI QUE, ÀS VEZES, ESQUECIA-SE DE BEBER, COMER E DESCANSAR. ATÉ O DIA QUE. NUMA CALOROSA TARDE DE VERÃO, ESQUECEU-SE DE RESPIRAR E SUA LUZ SE APAGOU.
  6. 6. QUANDO A FADA HORTENSIA A ENCONTROU. ALERTOU A TODOS E AS FADAS VOARAM RAPIDAMENTE ATÉ O CAMPO DE TRIGO. ELAS OLHAVAM ISABELA COM MEDO E TRISTEZA E NENHUMA SE ATREVIA A DIZER NADA. - NÃO ESTÁ MORTA - TRANQUILIZOU-AS A FADA ANE. QUE SABIA MUITO DE DOENÇAS E REMÉDIOS -, MAS NECESSITA COM URGÊNCIA DO NÉCTAR VITAL. m, x “L A
  7. 7. W 1' f “ii X -* __ A . l- > É. ( o _ o'x . «F7 I V r . -I « _i 4,/ “ _g/ I N. ; ; WN mai) 1/ ENTÃO. ANGELICA REVISOU O LUGAR COM O TELESCOPIO E LOCALIZOU MAGNÓLIAS EM UMA CISTANTE MONTANHA. ELA LOGO PROTESTOU: - DEMORAREMOS MUITOS DIAS PARA TRANSPORTAR “I _ A ESSÊNCIN NÃO SOMOS FORTES O SUFICIENTE NEM I J TEMOS ASAS GRANDES O BASTANTE. .. I
  8. 8. LL_
  9. 9. - PEÇA AJUDA Aos PÁSSAROS! - FALOU ANE. TAMBÉM SUGERIU A DANI QUE REUNISSE UMA REVOADA DE PÁSSAROS PARA QUE AS LEVASSEM ATÉ A MONTANHA. PARA FACILITAR o DESLOCAMENTO. A FADA MAIsA DIRIGIU TODAS As CORRENTES DE AR PARA O MESMO SENTIDO.
  10. 10. A» , *bs N-n ¡ ¡v- 'F »os "a. x › *| L A¡ .4- k t" -I *' / 0 A *J na A a* u* › d- _H d' q y_ Ihbhum. I m In hm- 'fmssuun F. I E. F. ItlmcIuxI Bncnmun 'Íuimbo Jc IDENTIFICAÇÃO
  11. 11. ENQUANTO ISSO, HORTÊNSIA EXPLICAVA A ABELHA-RAINHA QUE NECESSITAVAM DE PÓLEN DE JASMIM. - NÃO SE PREOCUPE - AFIRMOU A ABELHA - MINHAS FILHAS IRÃO PROCURA-LO EM TODOS OS LUGARES E O LEVARÃO PARA VOCÊS. 14-, .Sím-
  12. 12. DO OUTRO LADO DO OCEANO, SOBRE AS ESCARPAS. OS PÁSSAROS RECOLHIAM COM CUIDADO AS FLORES GIGANTES E COMEÇAVAM O VOO DE VOLTA. POR UM MOMENTO. PARECIA QUE TODO O PRADO SE LEVANTAVA E QUE O CÉU DO ENTARDECER HAVIA FLORESCIDO. : ul-hum: Lx ' ' F. M. E, F. Inu Onmbu d: ID. ..
  13. 13. .. um . u -vm I "Vilñlhh rw I 11:¡ ¡: ›~ « 1 I Il ; I 1:I: I : r-x m >. ›vr, ›- q * mnun z 1m¡ 1''I' ^ *WI III ' : x* Tlm# Ilml 3 : IZII 'SPV/ WW Í M¡ “l 'N - w: :m: | FÍÃFV/ “ÍIW PWII . IfPWlÍ vI = :v ' manu -L-m- Jul: l m ›: ums-mam ' "I Í'. .N I IUIISI .
  14. 14. “ 9_
  15. 15. AS ABELHAS FORAM AS PRIMEIRAS A CHEGAR. UMA A UMA, FORAM SACUDINDO O PÓLEN DAS PATAs PARA QUE CAÍSSE DENTRO DA PANELA. LOGO, OS PÁSSAROS DERRUBARAM AS MAGNÓLIAS CHEIAS DE ESSÊNCIA. lIIbIInIrIa Iwl . ~ . I.. F. M.F, I Iaxuahd EI (hnmIm J- IDILINTIII
  16. 16. RAOUI I MLXEU A POÇAO ATE OBTER UUIA UNICA GOTA DO NÉCTAR VITAL - ESTÁ PRONTO - DIssE ANE. A FADA DOS REMÉDIOS COLOCOU UMA GOTA NOS LABIOS DE ISABELA. POUCO A POUCO. ELA FOI ILUMINANDO-SE ATE ABRIR OS OLHOS. 1 VII/ I
  17. 17. hr. , 1¡ ¡udst 11v' mam. n.3,', I: :Inlzlzve-MUIIVIIOPBIIFIH u: _N›_, ,_¡¡¡¡_ ¡¡¡¡¡¡. ..: IB›: <@III: :I: I'¡I. I:II. 'Á III-mu: : ~ WEIÍIIVH 74;. .., :y: ._y. ¡¡; ..a: ,v, u¡r: «:< r-vak ~1'4:I1I'III: I.. - : :uma u- , ma; IIIHIIM-ÍOILIZ, mw: :I<I: I:ImuInIo. -I-Iuanirl: : ; _ . .çyu-: mun-I: : «T1:I: 'c1u HI: rmu: . ' "Ur
  18. 18. .v. p . mA N›IIIIII. '›I N›0IEIVIIIAPIHHIIIIIIITI' Í-IIIIIIIINII'II UIIIIII I In I. ¡IIANIAM I», AI-OIIIIIIIXIAIAI-. IrIçAI. I›I I ocIIrIIAnIII IIPOIIT II IIHI NUUNIJI Im I. - SAIBA ÍVIAIS SOBÇ o ? OMAR DAS' FADAS' A PRIMAVERA OFERECE: '-/ F_/ I f l I ~ _. , . ) _ MORANGO &_/ ' mesmo r - / »-~ ~r"'x J T e BATATA PEssEGO . ..E cx N( . IV-I , CEREJA
  19. 19. É: T; v t j" , ayuda : Ncouvmuo ' . , A V. .. .v , ' _p ' Ç; o ouvowo nos mu; .. ;.¡': ~§: :RA ' 174. Px' " r. .i R¡ I I I I ' 1 / / « n ? ERA A' 'ERA F GC o INVERNO E A EsrAçÀo DE: -. -~«
  20. 20. É R* ~ T 1' ' / l I -': '-I~ íx q). .. l um/ "t . CL . I I II I AS ? ARTES DA FLOR fu: A ; Log E Agsmun R-REFRODLIIÓRA ms PLANTAS KEL-'x ENCONTRAMOS o ARG-xo REPRODUTLTR MASCUI : NO MNDROLTLI ou CONJUNTO DE EsTAx-Es» E o FEVINNO IGINECELI ou PISIILOI “,505 ; gm FORMA DE FILAMENTO E sr FNÇDNTRALI m¡ PARTE CENTRAL DAFLOR _J os l sTAws sL I NC-RRI GM' m mas. : w c POLEN QUI A PRI~'I'IRA IST-x PAR( c: L'›: sv: ;; N "O AIUIIONNLT -IIND-AIUX mu: : . Tuma spu- GRAUS UIWNIIIQ; QUANDO! SS! s . z-çw¡ VM¡- NO PISIIIO LWTLTpQHN: ¡T¡ ›1~! I: S¡ NOCLNIRUHAFLQI; mu, _M MR _m o zxcox' '-'~ ” N( D:
  21. 21. GINECEU (PISTILO) FECUNDAR o OVULO, OUE SOMENTE ASSIM cREScERA E SE CONVERTERÁ EM UM FRUTO como Os ÓRGÃOS MASCULINOS E FEMININOS DA FLOR SAO MUITO DELIcADOS. AO SEU REDOR ExIsTEM ESTRUTURAS PROTETORAS. o CONJUNTO DE PETALAS (COROLA) E O CONJUNTO DE SEPALAS (CALICE). As VEZES, ELES TAMBÉM FUNcIoNAM cOMo ATRATIvo PARAALGUNS INSETOS E CONTRIEUEM PARAA PoLINIzAçAO DA FLOR. / IHIIIUICI I) H/ IIJJIJIIIU UI I 'JAMI ÍII E STAME OvULo IIIIIIIUITIA I unh¡ 1,, I M I. HDMI. : . mu, (Ínmxhn . Ie IDLNII uma ~ IWMHIII
  22. 22. SOLIDARIEDADE / .› u: ._ _.
  23. 23. VOCE NÃO É SOLIDÁRIO QUAJNDO. .. FAZ Os DEVERES PARA UM COLEGA DE CLASSE. REPARTE SEU CAFE DA MANHÃ E FICA SEM NADA DEIXA OUE Os OUTROS FAÇAM TODO O TRABALHO QUANDO DEVERIAM FAZEFLO FM TOLIIPF n u I:
  24. 24. AS rAaAs nos uu M. , m, s°uuknun ' An: -

×