Estudo das Folhas- Biologia

6.053 visualizações

Publicada em

Estudo das folhas...

Publicada em: Ciências
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.053
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
90
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Estudo das Folhas- Biologia

  1. 1. Partes das Plantas A folha: local da fotossíntese
  2. 2. A folha é um órgão laminar, provido de clorofila e especializado na realização da fotossíntese. Nesse sentido, se torna um dos mais importantes órgãos vegetais, pois é a folha que realiza os processos vitais para as plantas, como fotossíntese, respiração, transpiração e gutação.
  3. 3. Uma folha normalmente apresenta limbo, pecíolo e bainha. O limbo é a região laminar na qual se encontram os tecidos clorofilianos. O pecíolo é uma das partes que se prende ao caule, facilitando a movimentação das folhas e, consequentemente, melhorando as condições de iluminação e arejamento da planta. A bainha é a porção basal do pecíolo que se prende ao caule.
  4. 4. Tipos de limbo O limbo pode ser simples (não-dividido) ou composto, dividido em dois, três ou mais folíolos. Caso os folíolos de um limbo composto partam todos de um mesmo ponto do pecíolo, dispondo-se como os dedos de uma mão, a folha é chamada de palmada.
  5. 5. ● Uma folha é sempre originada a partir de um gema lateral do caule. Existem dois tipos básicos de folhas quanto ao tipo de nervura que apresentam: as paralelinérveas, típicas das monocotiledôneas, e as reticulinérveas, comuns em eudicotiledôneas.
  6. 6. Algumas estruturas foliares especiais● Em algumas plantas, principalmente monocotiledôneas, não há um tecido propriamente dito, mas um estrutura conhecida pelo nome de bainha, que serve de elemento de ligação da folha à planta. É o caso, por exemplo, da folha de milho. Já em eudicotiledôneas, próximas aos pecíolos existem estruturas de formatos diversos – podem ser pontiagudas, laminares ou com a forma de espinhos – conhecidas por estípulas.
  7. 7. ● O formato e a cor das folhas são muito variáveis e algumas delas chamam a atenção por sua estrutura peculiar. É o caso por exemplo, das folhas modificadas presentes em plantas carnívoras, cuja adaptação auxilia na captura de insetos. Também é especialmente interessante a coloração de certas brácteas, pequenas folhas modificadas na base das flores, apresentam: de tão coloridas, elas atuam como importante elemento para atração dos insetos.
  8. 8. Classificação das folhas ● As folhas podem ser classificadas de diversas maneiras: de acordo com a sua disposição no caule, a forma do limbo, a forma da borda etc. ● Filotaxia é o modo como as folhas estão arranjadas no caule. Existem três tipos básicos de filotaxia: oposta, verticilada e alternada. ● A filotaxia é oposta quando existem duas folhas por nó, inseridas em regiões opostas. Quando três ou mais folhas inserem-se no mesmo nó, a filotaxia é chamada verticilada. Quando as folhas se inserem em regiões ligeiramente deslocadas entre si, em nós sucessivos, descrevendo uma hélice, a filotaxia é chamada alternada.
  9. 9. → Folha oposta Folha Verticilada ↓
  10. 10. Obrigada... Fim. Por: Marta Gislayne

×