Mudanças tecnológicas na leitura e escrita

140 visualizações

Publicada em

Sobre o trabalho que realizei para pós em Mídia de Educação na UFOP, a respeito da entrevista no programa Roda Viva com o historiador Robert Dako.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
140
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mudanças tecnológicas na leitura e escrita

  1. 1. ESPECIALIZAÇÃO EM MÍDIAS NA EDUCAÇÃO DISCIPLINA: MATERIAL IMPRESSO PROFESSOR: MAGNA CAMPOS TUTORES: TELES REGINA SAVERGININI BIANCHI PRISCILA SANTIIAGO LINHARES ALUNO: GISLAINE DOMINGUES MATRÍCULA: 01389455866 MOMENTO DE MUDANÇAS TECNOLÓGICAS NA ESCRITA gislaine domingues Introdução Trataremos sobre mudanças tecnológicas realizando a democratização do conhecimento através da leitura e escrita. Com uma entrevista com o Historiador Robert Dako falando sobre a escrita, seu desenvolvimento, como esta representada no mundo atual no programa Roda Viva da TV Cultura. Como democratizar e guardar esses acervos para que não se percam através do tempo como aconteceu com a maioria do cinema mudo. Desenvolvimento: Resumo Estamos vivendo momento de mudanças tecnológicas tão grandes quanto na época de Gutemberg. 4000 A.C a invenção da escrita. 1000 A.C a invenção do alfabeto. Por volta do ano de Cristo a invenção do Codex livros que podiam folhear em vez de enrolar. 1450 Gutemberg. As mudanças estão cada vez mais rápidas. 1974 a internet. 1991 a world wide web 1990 ferramentas de busca Google. Redes sociais. Democratização ao acesso do conhecimento espetacular. Potencialmente a internet pode abrir um mundo de conhecimentos. Atualmente tem-se a monopolização de acesso tecnológico ao conhecimento. Para Robert o bem público tem que estar em primeiro lugar. Google digitalizou todos os livros da biblioteca dos EUA Em 1º de outubro de 2010 representantes de grandes fundações privadas dos EUA foram convidados para irem a Havard, líderes de bibliotecas e cientistas da computação para formarem uma biblioteca pública digital gratuita.
  2. 2. Economistas chamam de free beer versus free speech. Uma grande preocupação é a preservação da memória digital. Os websites duram no mundo cerca de 44 dias. Um gênio chamado Brewster Kahle criou inovações tecnológicas. Para preservação de websites ele inventou a chamada wayback machine, ele tira foto de todos os websites e preserva sendo o início de uma solução e não o final. Os meios de comunicação a 200 e 300 anos foram cruciais na história. A difusão de informação é uma das coisas mais fascinantes que podemos fazer na história. Por exemplo a canção de rua em Paris era uma espécie de jornal em uma época que não havia jornal em Paris. E isso foi reconstruído através da internet chegou-se ao mundo do som a 200 anos atrás. Para Robert os jornalistas são o sal da terra. Para trabalhar com notícia: Em 1º lugar – notícia envolve treinamento. É uma profissão pré determinada como construir narrativas Em 2º lugar –filtrar a notícia. Historiadores tem que ser céticos quanto aos jornais como fonte do que acontece. Atualmente vivemos uma crise do jornal impresso, por questão econômica, como pequenos anúncios migraram dos jornais impressos para a internet. Jornal impresso custo alto. O blog substitui o jornal. Os alunos utilizam blogs em busca de informação. A blogosfera é superficial, não é um substituto ideal para o jornal impresso. Robert é um admirador da Wikipédia, por ser uma enciclopédia colaborativa. A biblioteca de Harvard quer atingir pessoas comuns em especial faculdades comunitárias. A informação deve ser gratuita para todos. Para o Brasil deve apresentar os estudantes a emoções do arquivo de pesquisa. Recebendo fotocópia indo aos arquivos. Debatendo sobre o significado dos documentos. Palestras com power – point. Investimento em tecnologia de computadores, física, química e medicina e em história para os brasileiros compreenderem sua história dando uma nova dimensão na vida. É preciso que haja debates, diálogos e discordâncias assim teremos uma saúde cívica. Um país deve entender sua origem e com isso o ministro da educação ao e cultura perceber que isso é uma força vital. Estamos vivenciando um período de crescimento econômico e prosperidade intelectual. Um novo mundo onde o conceito de comunidade é crucial.
  3. 3. Posição Realmente concordo com o Historiador Robert quando ele coloca que estamos vivendo momento de mudanças tecnológicas tão grande quanto na época de Gutemberg. Quando ele cita que o bem público tem que estar em primeiro lugar concordo mas atualmente não é isso que vivemos, pois ainda estamos longe de o bem público estar em primeiro lugar, porque a utilização da internet não é gratuita. Concordo com a preocupação de preservar a memória digital que é bem mais difícil que os livros impressos. Mas em nosso país ainda encontramos muita dificuldade em incentivar os alunos a escrita e leitura, temos um trabalho árduo pela frente. Não vejo o blog como informações superficiais sim com tipo específicos de informação e com facilidade do leitor interagir com o jornalista colocando os seus comentários. Acho também que é de extrema importância o brasileiro entender sua origem dando uma nova dimensão em sua vida. Concordo quando ele diz que escrever é um grande exercício intelectual e com clareza é uma grande virtude. Conclusão O tema abordado nos mostra que vivemos um momento de mudanças tecnológicas tão grandes quanto na época de Gutemberg. E a grande preocupação é democratizar o conhecimento com a biblioteca de Haverd aberta para todos e principalmente para faculdades comunitárias. Com isso se tem também uma preocupação em preservar o acervo digital. Tendo informações gratuitas para todos. A escrita colaborativa é uma nova maneira de escrever livro aonde um feedback de leitores é uma experiência viva hoje para os escritores. Na realidade hoje estamos interagindo com os escritores através da era digital. Sendo de grande relevância essa mudança de comportamento dos leitores. Atualmente utilizamos os blogs para obtermos informações pelo custo mais barato e por interagir com o escritor. Termino aqui relatando que a comunicação digital esta abrindo novos horizontes para cidadãos comuns. .

×