Hipertensão arterial
Diagnóstico
O diagnóstico da HAS consiste na média aritmética da PA maior ou igual a 140/90mmHg,
verificada em pelo menos ...
Classificação arterial para adultos
maiores de 18 anos
Fluxograma de rastreamento e
diagnóstico de HAS
Indivíduo > 18 anos verificar PA na UBS:
>> PA < 130/85mmHh NORMOTENSÃO Or...
>> PA entre 140/90 a 150/99mmHh
- Realizar duas medidas de PA com intervalo de uma a duas semanas
>> PA >160/100 mmHh
- Co...
Consulta de enfermagem
Orientação das medidas que comprovadamente reduzem a pressão arterial:
-> hábitos alimentares adequ...
Para a estratificação de risco cardiovascular recomenda-se a utilização do escore
de Framinghamtem:
>> Objetiva estimar o ...
O processo de estratificação possui três
etapas:
>> 1º etapa coleta de informações sobre fatores de risco
prévio
• Tabagis...
Se o usuário apresenta apenas um fator de risco baixo/intermediário, não há
necessidade de
calcular o escore, pois ele é c...
>> 3ª etapa, em que se estabelece uma pontuação e, a partir dela, obtém-se o
risco percentual de evento cardiovascular em ...
Diuréticos –> hidroclorotiazida 25mg/ furosemida d.d.alça 40mg
- Hipopotassemia
- Hiperuricemia
- Intolerância à glicose
-...
Antiadrenérgicos de ação central ou inibidores adrenegicos-> Metildopa 250mg e 500mg
-Sonolência, sedação, boca seca, fadi...
Antagonistas de receptores de angiotensina II-> Losartana 50mg, 25mg e 100mg
-tontura e, raramente, reação de hipersensibi...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Hipertensão arterial

386 visualizações

Publicada em

hipertensão

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
386
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Hipertensão arterial

  1. 1. Hipertensão arterial
  2. 2. Diagnóstico O diagnóstico da HAS consiste na média aritmética da PA maior ou igual a 140/90mmHg, verificada em pelo menos três dias diferentes com intervalo mínimo de uma semana entre as medidas, ou seja, soma-se a média das medidas do primeiro dia mais as duas medidas subsequentes e divide-se por três.
  3. 3. Classificação arterial para adultos maiores de 18 anos
  4. 4. Fluxograma de rastreamento e diagnóstico de HAS Indivíduo > 18 anos verificar PA na UBS: >> PA < 130/85mmHh NORMOTENSÃO Orientar prevenção primária e reavaliação em 2 anos >> PA entre 130/85 a 139/89mmHh PA LIMÍTROFE Consulta de enfermagem para MEV e Estratificação de RCV : - RCV Baixo Prevenção primária e reavaliação em 1 ano - RCV Intermediário retorno em 6 meses para reavaliação - RCV Alto Retorno em três meses para reavaliação * Confirma PA> 140/90mmHh- sim encaminhar para o médico /não Consulta de enfermagem para MEV
  5. 5. >> PA entre 140/90 a 150/99mmHh - Realizar duas medidas de PA com intervalo de uma a duas semanas >> PA >160/100 mmHh - Consulta médica na crise hipertensiva Sintomas de crise hipertensiva – Cefaleia (dor de cabeça) – Alterações visuais – Déficit neurológico (diminuição da força muscular/dormência) – Dor precordial (dor no peito) – Dispneia (falta de ar)
  6. 6. Consulta de enfermagem Orientação das medidas que comprovadamente reduzem a pressão arterial: -> hábitos alimentares adequados para manutenção do peso corporal e de um perfil lipídico desejável -> estímulo à vida ativa e aos exercícios físicos regulares -> redução da ingestão de sódio, -> redução do consumo de bebidas alcoólicas -> redução do estresse e abandono do tabagismo
  7. 7. Para a estratificação de risco cardiovascular recomenda-se a utilização do escore de Framinghamtem: >> Objetiva estimar o risco de cada indivíduo sofrer uma doença arterial coronariana nos próximos dez anos; >> Baseia-se na presença de múltiplos fatores de risco, como sexo, idade, níveis pressóricos, tabagismo, níveis de HDLc e LDLc; >> A partir da estratificação de risco, selecionam-se indivíduos com maior probabilidade de complicações, os quais se beneficiarão de intervenções mais intensas
  8. 8. O processo de estratificação possui três etapas: >> 1º etapa coleta de informações sobre fatores de risco prévio • Tabagismo • Hipertensão • Obesidade • Sedentarismo • Sexo masculino • História familiar de evento cardiovascular prematuro (homens <55 anos e mulheres <65 anos) • Idade >65 anos BAIXO RISCO/INTERMEDIARIO Acidente vascular cerebral (AVC) prévio • Infarto agudo do miocárdio (IAM) prévio • Lesão periférica – Lesão de órgão-alvo (LOA) • Ataque isquêmico transitório (AIT) • Hipertrofia de ventrículo esquerdo (HVE) • Nefropatia • Retinopatia • Aneurisma de aorta abdominal • Estenose de carótida sintomática • DIABETES MELLITUS RISCO ALTO
  9. 9. Se o usuário apresenta apenas um fator de risco baixo/intermediário, não há necessidade de calcular o escore, pois ele é considerado como baixo RCV. Se apresentar ao menos um fator de alto RCV, também não há necessidade de calcular o escore, pois esse paciente já é considerado como alto RCV. O cálculo será realizado quando o usuário apresentar mais de um fator de risco baixo/intermediário. >>> 2ª etapa, será avaliada a idade, exames de LDLc, HDLc, PA e tabagismo
  10. 10. >> 3ª etapa, em que se estabelece uma pontuação e, a partir dela, obtém-se o risco percentual de evento cardiovascular em dez anos para homens e mulheres. O escore de Framinghan classifica os indivíduos por meio da pontuação nos seguintes graus de risco cardiovascular e auxilia na definição de condutas: Baixo-> anual Intermediário-> semestral Elevado-> trimestral Reavaliações
  11. 11. Diuréticos –> hidroclorotiazida 25mg/ furosemida d.d.alça 40mg - Hipopotassemia - Hiperuricemia - Intolerância à glicose - Aumento do risco de aparecimento do diabetes mellitus - Aumento de triglicerídeos em geral, dependendo da dose. Betabloqueadores-> propranolol/atenolol 40mg -Broncoespasmo - Bradicardia distúrbios da condução atrioventricular, - Insônia, pesadelos
  12. 12. Antiadrenérgicos de ação central ou inibidores adrenegicos-> Metildopa 250mg e 500mg -Sonolência, sedação, boca seca, fadiga, hipotensão postural e disfunção sexual. Bloqueadores seletivos dos canais de cálcio-> Nifedipino 20mg,40mg e 60mg -Cefaleia, tontura, rubor facial e edema Agentes que atuam no músculo liso arteriolar (Vasodilatadores diretos)-> hidralazina 25mg e minoxidil -Pela vasodilatação arterial direta promovem retenção hídrica e taquicardia reflexa. Inibidores da enzima conversora de angiotensina (Ieca)-> Captropil 25mg /150mg e Enalapril 5mg, 10mg, 20mg -Tosse seca, alteração de paladar e, mais raramente, reações de hipersensibilidade, com erupção cutânea e edema angioneurótico.
  13. 13. Antagonistas de receptores de angiotensina II-> Losartana 50mg, 25mg e 100mg -tontura e, raramente, reação de hipersensibilidade cutânea (Rash). As precauções para seu uso são semelhantes às descritas para os Iecas. Agentes poupadores de potássio -> Espirinolactonas 25mg

×