Texto brincadeiras cantadas

4.330 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Texto brincadeiras cantadas

  1. 1. 1 BRINCADEIRAS CANTADAS Profª Drª Gisele Franco de Lima Santos Universidade Estadual de Londrina/Pr Na maioria das vezes, os materiais (impressos e CDs com músicas) apresentam o título "Brincadeiras Cantadas e Cantigas de Roda", mas afinal qual é a diferença? Temos várias formas de classificar as Brincadeiras Cantadas: por melodia, por conteúdo da letra; pela formação; dentre outros. Quando falamos em Cantigas de Roda, nos referimos às Brincadeiras Cantadas que são realizadas na formação de roda (em círculo), ou seja, se minha intenção é sistematizar as Brincadeiras Cantadas pela formação, eu colocaria como Brincadeiras Cantadas em círculo, em fileira, distribuídos pelo espaço, em duplas, em colunas, etc. Eu prefiro sistematizar as Brincadeiras Cantadas pelo conteúdo da letra: ANIMAIS; OBJETOS; SEGMENTOS CORPORAIS; PESSOAS; MEIOS DE TRANSPORTE; PLANTAS; SONS DIVERSOS; dentre outros. Nas aulas de Educação Física as Brincadeiras Cantadas, normalmente, são utilizadas como conteúdo curricular, no qual meu aluno vai aprender o significado, a classificação, as diferentes músicas, os gestos habituais e propor novos gestos. Assim, a Brincadeira Cantada não é apenas uma mera atividade que deve ser realizada pela criança, mas pensada e vivenciada, a partir de suas experiências e de conhecimentos que ainda irá construir. Outra possibilidade, tanto nas aulas de Educação Física, quanto em outras disciplinas, é o uso das Brincadeiras Cantadas enquanto recurso pedagógico. A música e os gestos passam a ser um meio de ensino para outro conteúdo específico, dependendo do objetivo pedagógico estabelecido pelo professor. A seguir algumas sugestões. ANIMAIS 1. A COBRA NÃO TEM PÉ 2. BORBOLETINHA 3. FUI NA FEIRA 4. CONHEÇO UM JACARÉ O SAPO NÃO LAVA O PÉ 5. NÃO ATIRE O PAU NO GATO 6. CARANGUEJO NÃO É PEIXE 7. O CÃO ENTROU PELA COZINHA 8. CINCO PATINHOS 9. A CARROCINHA 10.SOU O SAPO E LAVO O PÉ 11.BARATA DIZ QUE TEM 12.O ELEFANTE QUERIA VOAR 13.ESTA É A HISTÓRIA DA SERPENTE 14.DONA ARANHA 15.O SAPO CURURU 16.ELEFANTE DE BICICLETA 17.LÁ VEM O CROCODILO 18.CAVALO GULOSO 19.SOBE, SOBE MACACO
  2. 2. 2 20.LÁ EM CASA TEM UMA GALINHA 21.PINTINHO AMARELINHO 22.POMBINHA BRANCA 23.PAPAGAIO LOURO 24.BOI DA CARA PRETA 25.FAZ 3 NOITES QUE EU NÃO DURMO 26. AGÁ, AGÁ A GALINHA SEGMENTOS CORPORAIS 1. MEU BONECO DE LATA 2. CABEÇA, OMBRO, JOELHO E PÉ 3. DANÇO ROCK POP 4. MEUS DEDINHO OBJETOS 1. BALAIO MEU BEM 2. A JANELINHA FECHA 3. QUANDO O RELÓGIO BATER 4. BATE MARTELO NO PILÃO 5. LÁ EM CIMA DO PIANO 6. CAI CAI BALÃO 7. CIRANDA CIRANDINHA 8. A CANOA VIROU 9. FUI MORAR NUMA CASINHA 10.SERRA, SERRA, SERRADOR 11.PIRULITO QUE BATE BATE 12.ERA UMA CASA 13.AH, AH, AH MINHA MACHADINHA PLANTAS 1. TOMATINHO VERMELHO 2. PÉ DE CANA É CANETA 3. SOBE NO COCO 4. DA ABÓBORA FAZ MELÃO 5. O CRAVO BRIGOU COM A ROSA 6. A ÁRVORE DA MONTANHA PESSOAS 1. PINTOR DE JUNDIAÍ 2. NO VELHO OESTE 3. UM, DOIS, TRÊS INDIOZINHOS 4. SEU LOBATO 5. FOI NA LOJA DO MESTRE ANDRÉ 6. TEREZINHA DE JESUS 7. MOTORISTA 8. MARINHEIRO SÓ 9. ESCRAVOS DE JÓ
  3. 3. 3 MEIOS DE TRANSPORTE 1. JIPE DO PADRE 2. TREM DE FERRO 3. EU SOU A MÁQUINA 4. EU VOU ANDAR DE TREM SONS DIVERSOS 1. EPO, ITAI, TAEIE 2. TOC, PA, TOC 3. TUM, TUM ESCATUNGARÁ 4. PEQUERETE 5. MINUÊ, MINUÊ 6. LENGA, LA LENGA LUGARES 1. SE ESTA RUA FOSSE MINHA 2. EU FUI PRA NOVA YORK 3. FUI AO HARLEY 4. O REI MANDOU ME CHAMAR
  4. 4. 4 ANIMAIS A COBRA NÃO TEM PÉ A cobra não tem pé A cobra não tem mão Como que ela sobe no pezinho de limão Ela sobe, Ela desce Ela tem o corpo mole Ela sobe, Ela desce Ela tem o corpo mole Vai limão, vai limão, vai limãozinho Vai limão, vai limão, vai limãozinho BORBOLETINHA Borboletinha, tá na cozinha Fazendo chocolate para a madrinha Poti, poti, perna de pau Olho de vidro e nariz de pica-pau FUI NA FEIRA Fui na feira, comprar café E a formiguinha subiu no meu pé E eu sacudi, sacudi, sacudi Mas a formiguinha não parava de subir Fui na feira, comprar batata-roxa E a formiguinha subiu na minha coxa E eu sacudi, sacudi, sacudi Mas a formiguinha não parava de subir Fui na feira, comprar feijão E a formiguinha subiu na minha mão E eu sacudi, sacudi, sacudi Mas a formiguinha não parava de subir CONHEÇO UM JACARÉ O SAPO NÃO LAVA O PÉ Conheço um jacaré, que gosta de comer Esconde seus olhinhos, se não o jacaré Come seus olhinhos e o dedão do pé Conheço um jacaré, que gosta de comer Esconde sua barriga, se não o jacaré Come sua barriga e o dedão do pé
  5. 5. 5 SEGMENTOS CORPORAIS MEU BONECO DE LATA Meu boneco de lata Bateu a cabeça no chão Levou mais de uma hora, pra fazer o operação Desamassa daqui pra ficar bom, OBA! Meu boneco de lata... CABEÇA, OMBRO, JOELHO E PÉ Cabeça, ombro, joelho e pé; joelho e pé (2X) Olhos, ouvidos, boca e nariza Cabeça, ombro, joelho e pé; joelho e pé DANÇO ROCK POP Eu danço, rock pop Eu danço, rock pop Eu danço, rock pop Assim é bem melhor! Ei! Eu ponho o braço direito dentro, Eu ponho o braço direito fora, Eu ponho o braço direito dentro Eu sacudo, ele agora... Eu danço.... Eu ponho... MEUS DEDINHOS Meus dedinhos, meus dedinhos, onde estão, aqui estão Eles se saudam e se vão, e se vão Polegares, polegares, onde estão, aqui estão Eles se saudam e se vão, e se vão Indicadores... Dedos médios... Anelares... Dedos mínimos...
  6. 6. 6 OBJETOS BALAIO Balaio meu bem, balaio sinhá Balaio do coração Moça que não tem balaio, sinhá Bota a costura no chão A JANELINHA FECHA A janelinha fecha se está chovendo A janelinha abri se o sol está aparecendo Pra lá, pra cá, pra lá, pra cá, pra lá A florzinha fecha quando está chovendo A florzinha abre se o sol está aparecendo Pra lá pra cá pra lá pra cá pra lá O guarda chuva abre quando está chovendo O guarda chuva fecha se o sol está aparecendo Pra lá pra cá pra lá pra cá pra lá A janelinha fecha quando está chovendo A janelinha abre se o sol está aparecendo Pra lá pra cá pra lá pra cá pra lá Pra lá pra cá pra lá pra cá pra lá Pra lá pra cá pra lá pra cá pra lá QUANDO O RELÓGIO BATER Quando relógio bate a uma, todas as caveiras saem da tumba; Tumbala catumbala, catum bala Quando o relógio bate as duas, todas as caveiras saem a rua; Quando o relógio bate as três, todas as caveiras jogam xadrez Quando o relógio bate as quatro, todas as caveiras pintam quadro Quando o relógio bate as cinco, todas as caveiras apertam os cintos; Quando relógio bate as seis, todas as caveiras falam chines Quando o relógio bate as sete, todas as caveiras mascam chiclete Quando o relógio bate as oito, todas as caveiras comem biscoito; Quando o relógio bate as nove, todas as caveiras cantam rock Quando o relógio bate as dez, todas as caveiras fritam pastéis; Quando o relógio bate as onze, todas as caveiras andam de bonde Quando o relógio bate as doze, todas as caveiras fazem pose Quando o relógio bate as uma, todas as caveiras voltam pra tumba.
  7. 7. 7 PLANTAS TOMATINHO VERMELHO Tomatinho vermelho Pela estrada rolou – rolou Veio um caminhão grande E o tomatinho esmagou Coitadinho do tomatinho Pobrezinho do tomatinho Catchup virou Catchup virou PÉ DE CANA É CANETA Pé de cana é caneta Pé de buxo é buxexa No forró da tiririca Tem pimenta, pipoca, pitanga e pita Ele(a) errou (acertou) a letra (4X) SOBE NO COCO Sobe no coco, pega o coco, tira o coco, desce coco Pega o toco, quebra o coco Pro coco a gente comer DA ABÓBORA FAZ MELÃO Da abóbora faz melão, do melão faz melancia (2X) Faz doce sinhá, faz doce sinhá, faz doce, Sinha Maria Se você quiser dançar, vai na casa do(a) XXXXX. Ele pula, ele dança, ele dá requebradinha (2X)
  8. 8. 8 PESSOAS PINTOR DE JUNDIAÍ Tum tum tum quem bate aí Tum tum tum quem bate aí Sou eu minha senhora o pintor de Jundiaí Sou eu minha senhora o pintor de Jundiaí Pode entrar e se sentar Pode entrar e se sentar Conforme as pinturas nós iremos conversar Conforme as pinturas nós iremos conversar Na cozinha quero um pé de bananeira Na cozinha quero um pé de bananeira Só para alegrar o coração da cozinheira Só para alegrar o coração da cozinheira Na varanda quero frutas vermelhinhas Na varanda quero frutas vermelhinhas Só para alegrar o coração da mamãezinha Só para alegrar o coração da mamãezinha Lá no portão quero um grande cachorrão Lá no portão quero um grande cachorrão Só para espantar a cara feia do ladrão Só para espantar a cara feia do ladrão Seu pintor o que eu queria Seu pintor o que eu queria É que você pintasse um pouquinho de alegria É que você pintasse um pouquinho de alegria NO VELHO OESTE No velho Oeste ele nasceu, E entre bravos se criou, Seu nome lenda se tornou, Bat Masterson, Bat Masterson. Sempre elegante e cordial, Sempre o amigo mais leal, Foi da justiça um defensor, Bat Masterson, Bat Masterson. É o mais famoso dos heróis, Que o velho oeste conheceu, Fez do seu nome uma canção, Bat Masterson, Bat Masterson. Seu nome lenda se tornou, Bat Masterson, Bat Masterson. UM, DOIS, TRÊS INDIOZINHOS 1, 2, 3 indiozinhos 4, 5 , 6 indiozinhos 7, 8, 9 indiozinhos Todos num pequeno bote Iam navegando pelo rio abaixo Quando o jacaré se aproximou O pequeno bote dos indiozinhos Quase, quase virou Mas não virou
  9. 9. 9 MEIOS DE TRANSPORTE JIPE DO PADRE O Jipe do padre fez um furo no pneu O jipe do padre fez um furo no pneu O jipe do padre fez um furo no pneu Consertamos com chiclete Cleck, cleck Vai tirando uma palavra de cada vez, até que no final fica só os gestos. TREM DE FERRO Trem de ferro, quando sai de Pernambuco, vai fazendo chique, chique Até chegar no Ceará Rebola pai, rebola mãe, rebola filha, eu também sou da família, Também quero rebolar EU SOU A MÁQUINA Piuí Piuí Piuí Coloca a mão no meu ombro Piuí Piuí Piuí Não deixa o trem descarrilhar Eu sou a máquina E vocês são os vagões E os passageiros São os nossos corações EU VOU ANDAR DE TREM Eu vou andar trem, Você vai também Só falta comprar a Passagem do velho trem Passagem do velho trem PAROU ! todos: PAROU! MÃOZINHA PRÁ FRENTE tchu tchu tcha tchu tchu tchá tchu tchu tchá tchá tchá DEDINHO PRÁ CIMA PEZINHO PRÁ DENTRO JOELHINHO DOBRADO CABECINHA PARA O LADO BUNDINHA PRÁ TRAS
  10. 10. 10 LUGARES SE ESTA RUA FOSSE MINHA Se essa rua Se essa rua fosse minha Eu mandava Eu mandava ladrilhar Com pedrinhas Com pedrinhas de brilhante Só pra ver Só pra ver meu bem passar Nessa rua Nessa rua tem um bosque Que se chama Que se chama solidão Dentro dele Dentro dele mora um anjo Que roubou Que roubou meu coração Se eu roubei Se eu roubei teu coração Tu roubaste Tu roubaste o meu também Se eu roubei Se eu roubei teu coração Foi porque Só porque te quero bem EU FUI PRA NOVA YORK Fui à Nova York visitar a minha avó”, Minha avó me ensinou a dança do chepe-chepe A dança do chepe-chepe A dança do chepe-chepe A dança do chepe-chepe Chepe-chepe auê! U! FUI AO HARLEY Fui ao Haulley, saber o que era Haulley, todos eram haulley, lingue-lingue haulley Fui a China nana, saber o que era china nana, todos eram china nana, lingue-lingue china nana Fui ao clips, saber o que era clips, todos eram clips, lingue-lingue clips Fui ao Haulley, saber o que era china, todos eram clips. Lingue-lingue china nana

×