Membrana e transportes

6.673 visualizações

Publicada em

Publicada em: Esportes, Turismo
1 comentário
4 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.673
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
290
Comentários
1
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Membrana e transportes

  1. 2. ENVOLTÓRIOS CELULARES MEMBRANA PLASMÁTICA Funções Proteção Permeabilidade Seletiva Composição Química Lipídeos Proteínas Propriedades Elasticidade Regeneração
  2. 3. SINGER NICHOLSON Proteína Lipídeos MODELO MOSAICO FLUÍDO MEMBRANA PLASMÁTICA  glicocálix
  3. 4. Aumentam a superfície de absorção Aumentam a superfície de absorção MICROVILOSIDADES Célula do canal renal com invaginações de base. INVAGINAÇÕES MICROVILOSIDADES INVAGINAÇÕES DE BASE Célula do epitélio intestinal Com microvilosidades. ESPECIALIZAÇÕES MEMBRANA PLASMÁTICA
  4. 5. Meio extracelular Desmossomo Interdigitação Espaço intercelular Desmossomo ESPECIALIZAÇÕES Demossomos Interdigitações MEMBRANA PLASMÁTICA Aumentam a aderência
  5. 6. A MEMBRANA PLASMÁTICA ESTRUTURA O modelo do mosaico fluido afirma que moléculas protéicas estão em dupla camada lipídica, mas com livre movimentação. FUNÇÃO Permeabilidade seletiva e reconhecimento celular. ESPECIALIZAÇÕES Microvilosidades Ocorrem no epitélio intestinal e servem para aumentar a superfície de absorção. Invaginações de base Promovem o transporte de água nos canalículos renais. Desmossomos e interdigitações Servem para promover a adesão entre as células epiteliais. R E S U M O MEMBRANA PLASMÁTICA
  6. 7. NÃO GASTA ENERGIA GRANDES MOLÉCULAS GASTA ENERGIA TRANSPORTES MEMBRANA PLASMÁTICA
  7. 8. OSMOSE Perde Ganha Hipo Hiper ISOTONIA SOLV ENTE M.S.P TRANSPORTE PASSIVO MEMBRANA PLASMÁTICA
  8. 9. MEIO HIPERTÔNICO vacúolo núcleo vacúolo núcleo Célula plasmolisada CÉLULA VEGETAL EM SOLUÇÃO HIPERTÔNICA. MEMBRANA PLASMÁTICA
  9. 10. VACÚOLO NÚCLEO MEIO HIPOTÔNICO Célula túrgida CÉLULA VEGETAL EM SOLUÇÃO HIPOTÔNICA. MEMBRANA PLASMÁTICA
  10. 11. RESUMO plasmólise meio hipertônico deplasmólise meio hipotônico protoplasma retraído PLASMÓLISE E DEPLASMÓLISE. MEMBRANA PLASMÁTICA
  11. 12. MEMBRANA PLASMÁTICA TRASPORTE EM QUANTIDADE ENDOCITOSE EXOCITOSE FAGOCITOSE PINOCITOSE CLASMOCITOSE GRANDES MOLÉCULAS ENGLOBAMENTO ELIMINAÇÃO RESÍDUOS LÍQUIDOS SÓLIDOS
  12. 13. Englobamento de micropartículas ou gotículas líquidas A partícula englobada será, posteriormente, digerida pelos lisossomos . PINOCITOSE MEMBRANA PLASMÁTICA Canal de pinocitose Partícula líquida pinossomo
  13. 14. Englobamento de partículas sólidas . Posteriormente a partícula será digerida pelos lisossomos. FAGOCITOSE MEMBRANA PLASMÁTICA Fagossomo Lisossomos Pseudópodes Partícula sólida
  14. 15. É a eliminação dos resíduos da digestão intracelular. CLASMOCITOSE MEMBRANA PLASMÁTICA RESÍDUOS Vacúolo resídual
  15. 16. RESUMO DIFUSÃO SIMPLES MEMBRANA PLASMÁTICA M.P S U B S T Â N C I A S MEIO MEIO ] [ ] [
  16. 17. RESUMO TRANSPORTE ATIVO MEMBRANA PLASMÁTICA M.P S U B S T Â N C I A S MEIO ] [ MEIO ] [
  17. 18. RESUMO DIFUSÃO FACILITADA MEMBRANA PLASMÁTICA M.P M O L É C U L A S PERMEASE MEIO INTERNO MEIO EXTERNO
  18. 19. SÓLIDOS FAGOCITOSE LÍQUIDOS PINOCITOSE RESÍDUOS CLASMOCITOSE TRANSPORTE EM QUANTIDADE RESUMO MEMBRANA PLASMÁTICA

×