Introdução ao Windows Azure - Sessão 1 (mais teórica)

2.362 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

Introdução ao Windows Azure - Sessão 1 (mais teórica)

  1. 1. Windows Azure Giovanni Bassi Arquiteto de Software giggio@giggio.net
  2. 2. Giovanni Bassi Arquiteto de software Consultoria, gestão, mentoring Treinamento C#, VB, J#, F#, etc... .Net de Beta a Beta Dezenas de artigos na .Net Magazine Editor técnico da .Net Magazine Palestrante Professor universitário Líder e fundador do .Net Architects (1º grupo de arquitetura de software com .Net do Brasil)
  3. 3. Online @: Email: giggio@giggio.net Blog técnico: http://unplugged.giggio.net Site: http://giovannibassi.com Fórum: http://forum.giggio.net .Net Architects: Grupo: http://dotnetarchitects.net Online: http://tinyurl.com/DotNetArch
  4. 4. Agenda Sessão 1 (1h20min) Porque Computação na nuvem O que é o Azure História Arquitetura do Azure FAQ Q&A Intervalo (15 minutos)
  5. 5. Agenda Sessão 2 (1h20min) Hosting Services Storage (blobs, tables e queues) .Net Services (service bus) Q&A
  6. 6. Cenário PORQUE COMPUTAÇÃO NA NUVEM
  7. 7. Quinta geração da computação
  8. 8. Cenário inicial • Ambiente inicial focado em atender usuários internos – Profissionais capacitados • Infra-estrutura • Desenvolvimento – Virtualização
  9. 9. Cenário começa a mudar • Passamos a atender clientes externos – Demanda bem maior – Maior interatividade – Altas expectativas por parte dos usuários – Demandas em fins de semana, feriados, não para nunca
  10. 10. Adequando... • Maior quantidade profissionais • Maior escalabilidade • Maior resistência a falhas
  11. 11. O que temos feito... • Implantamos outro(s) datacenter(s) – Aumento da complexidade – Quantos? Dois são o suficiente? • Um por localidade / continente? – E a latência? – E os dados? – E a segurança? – E a gestão deste ambiente?
  12. 12. Impactos na gestão • Sistemas para atender esse cenários são diferentes? – Sim – Expertises diferentes • profissionais diferentes – Suporte diferente – Custos maiores
  13. 13. Consistência ou disponibilidade? • Dan Pritchett: http://queue.acm.org/detail.cfm?id=1394128 • Teorema CAP de Eric Brewer (escolha 2 de 3): – Consistency – Availability – Partition tolerance
  14. 14. Consistência ou disponibilidade? • Base – Basically Available – Soft state – Eventualy consistent • Acid – Atomicity – Consistency – Isolation – Durability.
  15. 15. Internamente na Microsoft... • Microsoft já estava muito experiente em software como serviço – Live Messenger – Office Help – Passport/Live Id – Xbox – Windows Update – Hotmail – Microsoft.com – Foruns – Etc, etc, etc...
  16. 16. Resultado na Microsoft... • Ganhou: – Escalabilidade – Pessoal – Experiência – Infra-estrutura – Software de gestão
  17. 17. Mas... • Não estava preparado para um cliente usar, era muito customizado • Caro demais para vender
  18. 18. Plano de ação Já fazemos isso bem, vamos empacotar e vender!
  19. 19. Camadas Surge uma nova camada na arquitetura computacional
  20. 20. 1: Você
  21. 21. 2: A corporação
  22. 22. 3: A web
  23. 23. A terceira camada • Formada de computação, armazenamento, rede e serviços • Desenvolvidos como capacidade infinita • Consumidos como serviço
  24. 24. Para isso foi criado...
  25. 25. Microsoft nas nuvens WINDOWS AZURE
  26. 26. Windows Azure: Microsoft nas nuvens • Nova plataforma do Windows – Windows Vista, Windows Mobile, Windows Server • Fundação para computação na nuvem • Windows nas nuvens
  27. 27. Funcionalidades básicas • Computação virtualizada • Armazenamento escalável • Sistema de gerenciamento automático (fabric controller) • Ambiente de desenvolvimento integrado e emulado
  28. 28. Lembrando que... • Não é software que você roda no ambiente da sua empresa • Você não instala o Azure • Disponível inicialmente nos Estados Unidos e depois no mundo todo • Ainda em estágios iniciais de desenvolvimento
  29. 29. Infra-estrutura • Dezenas de datacenters ao redor do mundo • US$ 500 milhões cada um • Fala-se de 5, fala-se de 20...
  30. 30. Servidores • Totalmente virtualizados • Máquinas Dell customizadas • Máquinas “pequenas” e simples • Em cada máquina virtual: – OS: 64-bit Windows Server 2008 – CPU: 1.5-1.7 Ghz x64 equivalent – Memória: 1.7GB – Rede: 100Mbs – Disco local: 250GB – Windows Azure Storage: 50GB
  31. 31. Datacenter Azure
  32. 32. Microsoft runs Azure • A própria Microsoft vai começar a colocar suas aplicações SaaS e S+S no Azure – Windows Live – Office Live – Exchange Online – Sharepoint Online – Dynamics CRM Online
  33. 33. História COMO SURGIU O AZURE
  34. 34. História • Em desenvolvimento a alguns anos • Projeto “Red Dog” • Nem os VPs sabiam direito o que o time fazia • Liberdade total
  35. 35. Time • Os melhores da casa(best and brightest) – Amitabh Srivastava (Corporate Vice President) – Dave Cutler (Technical Fellow - pai do NT e do VMS) – Brad Calder (Director – especialista em armazenamento) – Yousef Khalidi (Distinguished Engineer, antigo Sun utility computing expert) – Hoi Vo (especialista de SO e ferramentas de desenvolvimento) – G.S. Rana (engenheiro); – Hunter Hudson (Expert de provisionamento de datacenters) – Manuvir Das (Developer evangelist) • A maioria com mais de 10 anos de casa
  36. 36. Como foi feito • “Não vamos copiar o Google ou a Amazon” • A idéia era criar um sistema operacional, uma abstração • Foco em serviços • Foco em facilidade de gestão
  37. 37. Arquitetura DO QUE É FEITO O AZURE
  38. 38. Sistema operacional para a nuvem • Processador, memória, disco • Servidores, virtualização • Rede, tráfego • Múltiplos datacenters • Comunicação • Dados, backup
  39. 39. Sistema de gerenciamento automatizado • Atualização da aplicação • Atualização do sistema operacional • Substituição de máquinas que falham • Abstração do servidor
  40. 40. Modelagem dos serviços, não dos servidores • Grupos e papéis • Canais e endpoints • Interfaces • Configurações
  41. 41. Alta disponibilidade • Falhas em servidores não derrubam um serviço • Dados são replicados pelo menos 3 vezes • Sem intervenção do usuário • Sem intervenção da própria Microsoft
  42. 42. Ambiente de desenvolvimento emulado • Ambiente de desenvolvimento totalmente familiar • Ainda assim, novo • Diferente de um servidor comum
  43. 43. Experiência rica de desenvolvimento • Desenvolva localmente • Teste localmente • Utilize: – Visual Studio 2008 – ASP.Net – C#/VB – C++ (futuro)
  44. 44. Plataforma aberta • REST • XML • Código Nativo e gerenciado • Outros?
  45. 45. Azure Services Platform ™
  46. 46. http://www.microsoft.com/azure/sdk.mspx
  47. 47. Não espere • Busque uma chave logo, porque demora a chegar: http://www.microsoft.com/azure/register.mspx
  48. 48. FAQ QUANTO, QUANDO, ETC...
  49. 49. Quando • Lançado em CTP no PDC de 2008, em Outubro • Espera-se algum lançamento ainda este ano – Não se sabe o escopo • Não sabemos quando chega ao Brasil
  50. 50. Quanto? • Não há nenhuma palavra da Microsoft a respeito • Possibilidades de cobrança por: – Tráfego de rede – Armazenamento – Computação – Número de servidores • SLA, multa, bônus?
  51. 51. aws.amazon.com/ec2
  52. 52. godaddy.com
  53. 53. Links úteis • Site do Azure (inglês) – http://www.microsoft.com/azure • Channel 9 Brasil (vídeos do time de arquitetura) – http://channel9.msdn.com/brasil/ • Blog Waldemir Cambiucci – http://blogs.msdn.com/wcamb/archive/tags/Windows+ Azure/default.aspx • Sessões PDC 2008 (inglês) – https://sessions.microsoftpdc.com/public/sessions.aspx • .Net Unplugged – http://unplugged.giggio.net/category/Azure.aspx
  54. 54. Q&A
  55. 55. Obrigado! Giovanni Bassi Arquiteto de Software giggio@giggio.net
  56. 56. Online @: Email: giggio@giggio.net Blog técnico: http://unplugged.giggio.net Site: http://giovannibassi.com Fórum: http://forum.giggio.net .Net Architects: Grupo: http://dotnetarchitects.net Online: http://tinyurl.com/DotNetArch

×