Comunicando com efetividade com Comunicação não violenta

11.046 visualizações

Publicada em

Palestra ministrada no AgileBrazil 2013.

Publicada em: Negócios

Comunicando com efetividade com Comunicação não violenta

  1. 1. Comunicando com efetividade com Comunicação não violenta Uma introdução à comunicação não violenta Giovanni Bassi giovanni@lambda3.com.br @giovannibassi
  2. 2. Giovanni Bassi • Trouxe a Scrum.org, PSM e PSD pro Brasil • Palestrante nacional e internacional (gestão, agile, engenharia e arquitetura de software) • Programador • tecnoretorica.com.br, blog.lambda3.com.br, dotnetarchitects.net • Escalador e ciclista • Não gerente
  3. 3. Tenha cuidado, posso ser eu na sua frente
  4. 4. http://bit.ly/lambda3democracia
  5. 5. Disclaimer: O fato de eu estar aqui palestrando não significa que eu sou um mestre em comunicação não violenta, mas só que eu conheci o assunto antes de vocês, comecei a estudá-lo e submeti uma palestra ao evento que foi aprovada. Também não significa que eu sempre me comunico sem violência. Aliás, um das coisas que me motiva a estar aqui palestrando e estudando e divulgando o assunto é que eu me lembro de ser menos violento nas minhas comunicações.
  6. 6. Agenda NVC Necessidades Sentindo Comunicando
  7. 7. Non Violent Communication (NVC) • Idealized by Marshall Rosenberg • Started his work with NVC in 1960 • Center for NVC: www.cnvc.org Marshall Rosenberg
  8. 8. Expressar honestamente Receber empaticamente Duas partes no CNV
  9. 9. Não temos um problema de comunicação
  10. 10. Nós não vemos a violência ... porque vivemos em uma cultura de violência
  11. 11. Física
  12. 12. Moral
  13. 13. Constantemente procuramos soluções no lugar errado
  14. 14. Quando tratadas com compaixão em algum momento as pessoas correspondem www.flickr.com/photos/dave77459/2795439787 Mindset
  15. 15. O processo NVC Necessidades Sentindo Comunicando
  16. 16. http://www.flickr.com/photos/terremonto/2218142483
  17. 17. É a milionésima vez que eu vejo as meias sujas jogadas no meio da sala! Pegue imediatamente e coloque pra lavar! Mentira Ordem
  18. 18. Isso é ineficiente
  19. 19. Fato Sentimento Necessidade Pedido Eu me sinto irritado Filho, quando eu vejo meias sujas jogadas no meio da sala Porque eu preciso de mais organização na sala Será que você poderia colocar as meias para lavar?
  20. 20. Comunicando
  21. 21. É muito difícil expressar o que sentimos com palavras
  22. 22. Palavras podem ser...
  23. 23. = criticismo observação + avaliação
  24. 24. “O Márcio é péssimo programador” “O Márcio entregou os últimos cinco trabalhos com bugs” “Se você não fizer testes seu código vai ficar ruim” “Temo pela qualidade do seu código se você não fizer testes”
  25. 25. Cuidado com “sempre”, “nunca” e outros advérbios ou expressões de tempo exagerados e/ou imprecisos
  26. 26. Quando separamos avaliação de julgamento as pessoas ouvem as nossas necessidades no lugar de demandas
  27. 27. Ela demanda muito sua atenção: carente Ela demanda pouco sua atenção: ausente
  28. 28. “Valorizo sua presença duas horas por dia”
  29. 29. Julgamento de valor Julgamento moral
  30. 30. Somos ensinados desde crianças a punir: - Os maus - Quem não atende nossas necessidades e valores - Os errados
  31. 31. Expressando sentimentos
  32. 32. Expressar os nossos sentimentos é difícil Muitos de nós não foram treinados pra isso
  33. 33. Expressar nossas vulnerabilidades também é difícil, mas pode ser muito produtivo
  34. 34. “Eu sinto que sou um programador ruim” “Eu me sinto frustrado enquanto programador” impaciente desapontado
  35. 35. “Eu sinto que sou ignorado” “Me sinto pouco valorizado” “Me sinto incompreendido” Não misture o que você acha que os outros pensam com seus sentimentos
  36. 36. Quando expressamos nossos verdadeiros sentimentos as pessoas podem nos compreender melhor e simpatizar conosco
  37. 37. Negando Responsabilidade Sendo julgado em Nuremberg: “Eu nunca fui um anti-semita. ... Eu, pessoalmente, não tinha nada a ver com isso. Meu trabalho era observar e relatar sobre ele.” Em um campo de concentração, repassando uma ordem: “O Führer ordenou o extermínio físico [dos judeus].” Adolf Eichmann, Tenente Coronel da SS Nazista
  38. 38. “Eu sou obrigado a bater cartão todos os dias.” “Eu bato cartão todos os dias porque eu quero manter meu emprego.”
  39. 39. “Ninguém escreve testes de software então também não escrevo.” “Eu não escrevo testes porque eu tenho medo do que meus colegas vão pensar se eu escrever .”
  40. 40. “Ninguém escreve testes de software então também não escrevo.” “Eu não escrevo testes porque eu tenho preguiça, e já que ninguém escreve ninguém vai cobrar.”
  41. 41. “Eu gostaria de parar de fumar, mas sou viciado.” “Eu gostaria de parar de fumar, mas porque eu não quero passar pela luta que é vencer o vício eu não vou tentar.”
  42. 42. Tudo que fazemos é nossa responsabilidade Lembre-se de dizer sempre “porque eu quero” no final da frase http://bit.ly/responsa
  43. 43. Ouvindo uma mensagem negativa
  44. 44. Nós somos responsáveis por nossos sentimentos
  45. 45. O que os outros fazem pode ser estímulo para nossos sentimentos, mas nunca causa
  46. 46. Quantas vezes você colocou sobre o outro seus medos, tristezas, alegrias e expectativas?
  47. 47. Você é a pessoa mais EGOÍSTA que eu já conheci!!!!
  48. 48. 4 opções ao receber msgs negativas 1. Culpar a si mesmo 2. Culpar os outros 3. Avaliar nossos sentimentos e necessidades 4. Avaliar os sentimentos e necessidades do outro }motivados por culpa, vergonha ou medo
  49. 49. Você é a pessoa mais egoísta... 1. Culpar a si mesmo “Eu devia ter sido mais sensível” 2. Culpar os outros “Você me exige demais! Você não tem direito de dizer isso, eu sempre estou presente quando posso.”
  50. 50. Você é a pessoa mais egoísta... 3. Avaliar nossos sentimentos e necessidades “Quando você diz que acha que sou a pessoa mais egoísta que conhece me sinto frustrado porque preciso que meus esforços para te ajudar sejam reconhecidos”
  51. 51. Você é a pessoa mais egoísta... 4. Avaliar os sentimentos e necessidades do outro “Você está se sentindo magoado porque não estou atendendo suas preferências?”
  52. 52. Utilize “eu sinto...” “porque eu...” “Você me desaponta quanto ignora os procedimentos de segurança” “Quando você ignora os procedimentos de segurança me sinto desapontado porque tenho medo que você se machuque e já tentei de todas as formas que conheço te explicar a importância dos procedimentos”
  53. 53. ... e volte sempre aos seus sentimentos “Me sinto mal porque ela cancelou a reunião” “Quando ela cancelou a reunião eu me senti irritado porque eu já havia me preparado muito para aquela reunião”
  54. 54. Se você não valorizar seus sentimentos, ninguém mais vai
  55. 55. Da mesma forma: nós não somos responsáveis pelos sentimentos alheios
  56. 56. O que fazemos pode ser estímulo para os sentimentos alheios, mas nunca causa
  57. 57. flickr.com/photos/unitedwaystl/6334381843 Pedindo
  58. 58. Peça o que quer, não o que não quer • “Não quero você me dando ordens” • “Não quero ter que chegar às 9 horas” • “Não quero ter um gerente controlador” • “Não quero que implantemos uma política que proíbe testes”
  59. 59. Seja específico ao pedir • “Quero ser tratado com justiça” • “Quero ser capaz de escrever código com mais qualidade” • “Quero ser mais respeitado” • “Quero ganhar mais”
  60. 60. Reclamamos demais (e não pedimos) • “Essa empresa é muito burocrática...” • “O Marcos está sempre atrasado...” • “Esse cliente não entende nosso modelo de trabalho...”
  61. 61. Quando você não pede claramente a chance de você receber o que queria é muito menor
  62. 62. Quando você não acompanha seu pedido com seus sentimentos o pedido parece uma ordem
  63. 63. Diferença entre demanda e pedido É um pedido se a outra pessoa não é obrigada a fazer o que foi pedido Se nosso pedido não é atendido e então respondemos mal, então era uma demanda, não um pedido
  64. 64. Duas opções diante da demanda Ao serem demandadas as pessoas tem apenas duas opções: se submeterem à demanda ou se rebelar – Nenhuma das duas atitudes é positiva As consequências de longo prazo são desastrosas violência
  65. 65. Nós não conseguimos fazer com que as pessoas façam nada Quando agimos dessa forma estamos criando mais um muro
  66. 66. Empatia é a chave. Sempre que pedir algo a alguém tente compreender profundamente a resposta e a pessoa em vez de tentar controlá-la
  67. 67. Não coloque a toalha molhada em cima da cama!
  68. 68. Quando você coloca a toalha molhada em cima da cama me sinto irritado porque depois vou ter que trocar o lençol. Você poderia colocar ela no banheiro?
  69. 69. Recebendo empaticamente
  70. 70. Vai ficar para uma próxima palestra • Dicas: – Não tente resolver todos os problemas do mundo – Procure entender as necessidades do outro quando ele se comunica com você – Busque empatia constantemente (Há bem mais sobre CNV do que vimos aqui )
  71. 71. Obrigado! Giovanni Bassi giovanni@lambda3.com.br @giovannibassi
  72. 72. www.lambda3.com.br

×