SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
UNIFEV – CENTRO UNIVERSITARIO DE VOTUPORANGA
GIOVANA REGINA DA SILVA CRISTANTE
Psicologia da Saúde II – Prática Baseada em Evidências
Votuporanga/SP
2017
Prática Baseada em Evidências
A prática baseada em evidências, tem interessado diversas áreas como a Psicologia e
demais áreas da saúde, como a fisioterapia e a odontologia. É interesse destas áreas citadas, por
um conjunto de fatores científicos, sociais, econômicos e políticos, tais como: interesse de
comprovação dos resultados e serviços prestados pela categoria, demanda dos consumidores
em ter assegurados a eficácia do serviço recebido, emprenho das agências governamentais em
defender o direito do consumidor e interesse dos planos de saúde em maximizar o custo-
benefício, entre outros fatores. (LEONARDI & MEYER, 2015 aput BUETLER, 1998).
Segundo Couto (2011), as práticas em psicologia são avaliadas principalemente com
dois critérios em PBE (prática baseada em evidências): eficácia e utilidade clínica. A busca de
evidências deve ser feita utilizando diversos métodos de pesquisa. Entre eles: observações
clínicas; estudos de caso; pesquisas qualitativas; estudos em contextos naturalisticos; estudos
com grupos; ensaios clínicos randomizados, entre outros.
De acordo com Sampaio & Sabadini (2014), a prática baseada em evidências se sustenta
sobre dois princípios fundamentais, sendo (1) as melhores evidências procedem de revisões
sistemáticas dos estudos avaliativos e (2) é preciso que se articule canais de comunicação que
cumpram o papel de informar corretamente e de forma rápida o público em geral sobre os
resultados evidenciados.
Analisar evidências e aplicar técnicas de estatísticas para a medição de resultados já é
uma prática amplamente difundida no meio acadêmico de pesquisadores e docentes
especialmente na área de saúde. Entretando é uma questão muito nova para a Psicologia, em
especial no Brasil. A implementação de técnicas baseadas em evidência é de extrema
importância para validar os resultados obtidos e ser capaz de uma generalização. Com esta
prática a psicologia vai cada vez mais se tornando uma ciência, passível de medições e
ganhando o respeito da comunidade acadêmica e da comunidade em geral.
REFERÊNCIAS
COUTO, Aline. Psicologia baseada em evidências. Disponível em:
http://www.comportese.com/2011/07/psicologia-baseada-em-evidencias. Acesso
em: 27.04.2017
LEONARDI, Jan Luiz; MEYER, Beatriz. Prática baseada em evidências em
Psicologia e a história da busca das provas empíricas da eficácia da
psicoterapia.USP. PSICOLOGIA: CIÊNCIA E PROFISSÃO, 2015, 35(4), 1139-
1156.
SAMPAIO, Maria Imaculada; SABADINI, Aparecida Angélica. Psicologia
baseada em evidências: conhecimento científico na tomada de decisão. USP.
Revista Costarricence de Psicologia. Jul-dic 2014, Vol. 33, N.º 2, p. 109-121.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (10)

Psicologo hospitalar
Psicologo hospitalarPsicologo hospitalar
Psicologo hospitalar
 
Capacitação dos profissionais da rede: transformação com as PICs
Capacitação dos profissionais da rede: transformação com as PICsCapacitação dos profissionais da rede: transformação com as PICs
Capacitação dos profissionais da rede: transformação com as PICs
 
Vencendo a Tuberculose
Vencendo a TuberculoseVencendo a Tuberculose
Vencendo a Tuberculose
 
Plano de aula alfa
Plano de aula alfaPlano de aula alfa
Plano de aula alfa
 
Psicologia e pediatria
Psicologia e pediatriaPsicologia e pediatria
Psicologia e pediatria
 
Trabalho conic
Trabalho conicTrabalho conic
Trabalho conic
 
Abeno poster-2015-1
Abeno poster-2015-1Abeno poster-2015-1
Abeno poster-2015-1
 
0103 1104-sdeb-38-101-0338
0103 1104-sdeb-38-101-03380103 1104-sdeb-38-101-0338
0103 1104-sdeb-38-101-0338
 
Artigo bioterra v16_n1_01
Artigo bioterra v16_n1_01Artigo bioterra v16_n1_01
Artigo bioterra v16_n1_01
 
Psicologia e uti ii
Psicologia e uti iiPsicologia e uti ii
Psicologia e uti ii
 

Semelhante a Psicologia por evidencia

Aula 1 Introdução a Epidemiologia & Estatística 05.02.2024.pptx
Aula 1 Introdução a Epidemiologia & Estatística 05.02.2024.pptxAula 1 Introdução a Epidemiologia & Estatística 05.02.2024.pptx
Aula 1 Introdução a Epidemiologia & Estatística 05.02.2024.pptxFábio Rogério De Oliveira Da Cunha
 
Práticas integrativas e complementares com ênfase em acupuntura no sus um e...
Práticas integrativas e complementares com ênfase em acupuntura no sus   um e...Práticas integrativas e complementares com ênfase em acupuntura no sus   um e...
Práticas integrativas e complementares com ênfase em acupuntura no sus um e...AbenaNacional
 
790-Texto Artigo-3124-1-10-20160706.pdf
790-Texto Artigo-3124-1-10-20160706.pdf790-Texto Artigo-3124-1-10-20160706.pdf
790-Texto Artigo-3124-1-10-20160706.pdfJosivaldoQueiroz2
 
Metodologia de pesquisa quali em medicina
Metodologia de pesquisa quali em medicinaMetodologia de pesquisa quali em medicina
Metodologia de pesquisa quali em medicinagisa_legal
 
Metodologia de pesquisa quali em medicina
Metodologia de pesquisa quali em medicinaMetodologia de pesquisa quali em medicina
Metodologia de pesquisa quali em medicinagisa_legal
 
Metodologia de pesquisa quali em medicina
Metodologia de pesquisa quali em medicinaMetodologia de pesquisa quali em medicina
Metodologia de pesquisa quali em medicinagisa_legal
 
Aula praticas integrativas
Aula praticas integrativasAula praticas integrativas
Aula praticas integrativasjoice mendonça
 
Akerman 2004 aval_pol_pub
Akerman 2004 aval_pol_pubAkerman 2004 aval_pol_pub
Akerman 2004 aval_pol_pubmarcosgmaciel1
 
Texto 2 - ACONSELHAMENTO PSICOLOGICO
Texto 2 - ACONSELHAMENTO PSICOLOGICOTexto 2 - ACONSELHAMENTO PSICOLOGICO
Texto 2 - ACONSELHAMENTO PSICOLOGICOPsicologia_2015
 
Psicologia da saúde e psicologia positiva: Perspectivas e Desafios
Psicologia da saúde e psicologia positiva: Perspectivas e DesafiosPsicologia da saúde e psicologia positiva: Perspectivas e Desafios
Psicologia da saúde e psicologia positiva: Perspectivas e Desafiosellen1066
 
Capacitacao dos profissionais da Rede: informação para sensibilização
Capacitacao dos profissionais da Rede: informação para sensibilizaçãoCapacitacao dos profissionais da Rede: informação para sensibilização
Capacitacao dos profissionais da Rede: informação para sensibilizaçãocomunidadedepraticas
 
revisão integrativa metodologia FASES 2010.pdf
revisão integrativa metodologia FASES 2010.pdfrevisão integrativa metodologia FASES 2010.pdf
revisão integrativa metodologia FASES 2010.pdfJoilaneAlvesPereiraF
 
Figlie; Guimarães: Entrevista motivacional-conversas-sobre-mudanças
Figlie; Guimarães: Entrevista motivacional-conversas-sobre-mudançasFiglie; Guimarães: Entrevista motivacional-conversas-sobre-mudanças
Figlie; Guimarães: Entrevista motivacional-conversas-sobre-mudançasFlora Couto
 
A fitoterapia no âmbito da atenção básica no sus 2
A fitoterapia no âmbito da atenção básica no sus 2A fitoterapia no âmbito da atenção básica no sus 2
A fitoterapia no âmbito da atenção básica no sus 2Nayara Dávilla
 
apresentacao-analise-se-situacao-saude-go.ppt
apresentacao-analise-se-situacao-saude-go.pptapresentacao-analise-se-situacao-saude-go.ppt
apresentacao-analise-se-situacao-saude-go.pptjoselematoscastro
 

Semelhante a Psicologia por evidencia (20)

Maria Helena Larcher Caliri
Maria Helena Larcher CaliriMaria Helena Larcher Caliri
Maria Helena Larcher Caliri
 
Aula 1 Introdução a Epidemiologia & Estatística 05.02.2024.pptx
Aula 1 Introdução a Epidemiologia & Estatística 05.02.2024.pptxAula 1 Introdução a Epidemiologia & Estatística 05.02.2024.pptx
Aula 1 Introdução a Epidemiologia & Estatística 05.02.2024.pptx
 
Práticas integrativas e complementares com ênfase em acupuntura no sus um e...
Práticas integrativas e complementares com ênfase em acupuntura no sus   um e...Práticas integrativas e complementares com ênfase em acupuntura no sus   um e...
Práticas integrativas e complementares com ênfase em acupuntura no sus um e...
 
790-Texto Artigo-3124-1-10-20160706.pdf
790-Texto Artigo-3124-1-10-20160706.pdf790-Texto Artigo-3124-1-10-20160706.pdf
790-Texto Artigo-3124-1-10-20160706.pdf
 
Metodologia de pesquisa quali em medicina
Metodologia de pesquisa quali em medicinaMetodologia de pesquisa quali em medicina
Metodologia de pesquisa quali em medicina
 
Metodologia de pesquisa quali em medicina
Metodologia de pesquisa quali em medicinaMetodologia de pesquisa quali em medicina
Metodologia de pesquisa quali em medicina
 
Metodologia de pesquisa quali em medicina
Metodologia de pesquisa quali em medicinaMetodologia de pesquisa quali em medicina
Metodologia de pesquisa quali em medicina
 
Aula praticas integrativas
Aula praticas integrativasAula praticas integrativas
Aula praticas integrativas
 
12
1212
12
 
Akerman 2004 aval_pol_pub
Akerman 2004 aval_pol_pubAkerman 2004 aval_pol_pub
Akerman 2004 aval_pol_pub
 
Texto 2 - ACONSELHAMENTO PSICOLOGICO
Texto 2 - ACONSELHAMENTO PSICOLOGICOTexto 2 - ACONSELHAMENTO PSICOLOGICO
Texto 2 - ACONSELHAMENTO PSICOLOGICO
 
Psicologia da saúde e psicologia positiva: Perspectivas e Desafios
Psicologia da saúde e psicologia positiva: Perspectivas e DesafiosPsicologia da saúde e psicologia positiva: Perspectivas e Desafios
Psicologia da saúde e psicologia positiva: Perspectivas e Desafios
 
Capacitacao dos profissionais da Rede: informação para sensibilização
Capacitacao dos profissionais da Rede: informação para sensibilizaçãoCapacitacao dos profissionais da Rede: informação para sensibilização
Capacitacao dos profissionais da Rede: informação para sensibilização
 
revisao sistematica
revisao sistematicarevisao sistematica
revisao sistematica
 
revisão integrativa metodologia FASES 2010.pdf
revisão integrativa metodologia FASES 2010.pdfrevisão integrativa metodologia FASES 2010.pdf
revisão integrativa metodologia FASES 2010.pdf
 
Figlie; Guimarães: Entrevista motivacional-conversas-sobre-mudanças
Figlie; Guimarães: Entrevista motivacional-conversas-sobre-mudançasFiglie; Guimarães: Entrevista motivacional-conversas-sobre-mudanças
Figlie; Guimarães: Entrevista motivacional-conversas-sobre-mudanças
 
Conceções sobre hipnose
Conceções sobre hipnoseConceções sobre hipnose
Conceções sobre hipnose
 
SAUDE COLETIVA
SAUDE COLETIVASAUDE COLETIVA
SAUDE COLETIVA
 
A fitoterapia no âmbito da atenção básica no sus 2
A fitoterapia no âmbito da atenção básica no sus 2A fitoterapia no âmbito da atenção básica no sus 2
A fitoterapia no âmbito da atenção básica no sus 2
 
apresentacao-analise-se-situacao-saude-go.ppt
apresentacao-analise-se-situacao-saude-go.pptapresentacao-analise-se-situacao-saude-go.ppt
apresentacao-analise-se-situacao-saude-go.ppt
 

Psicologia por evidencia

  • 1. UNIFEV – CENTRO UNIVERSITARIO DE VOTUPORANGA GIOVANA REGINA DA SILVA CRISTANTE Psicologia da Saúde II – Prática Baseada em Evidências Votuporanga/SP 2017
  • 2. Prática Baseada em Evidências A prática baseada em evidências, tem interessado diversas áreas como a Psicologia e demais áreas da saúde, como a fisioterapia e a odontologia. É interesse destas áreas citadas, por um conjunto de fatores científicos, sociais, econômicos e políticos, tais como: interesse de comprovação dos resultados e serviços prestados pela categoria, demanda dos consumidores em ter assegurados a eficácia do serviço recebido, emprenho das agências governamentais em defender o direito do consumidor e interesse dos planos de saúde em maximizar o custo- benefício, entre outros fatores. (LEONARDI & MEYER, 2015 aput BUETLER, 1998). Segundo Couto (2011), as práticas em psicologia são avaliadas principalemente com dois critérios em PBE (prática baseada em evidências): eficácia e utilidade clínica. A busca de evidências deve ser feita utilizando diversos métodos de pesquisa. Entre eles: observações clínicas; estudos de caso; pesquisas qualitativas; estudos em contextos naturalisticos; estudos com grupos; ensaios clínicos randomizados, entre outros. De acordo com Sampaio & Sabadini (2014), a prática baseada em evidências se sustenta sobre dois princípios fundamentais, sendo (1) as melhores evidências procedem de revisões sistemáticas dos estudos avaliativos e (2) é preciso que se articule canais de comunicação que cumpram o papel de informar corretamente e de forma rápida o público em geral sobre os resultados evidenciados. Analisar evidências e aplicar técnicas de estatísticas para a medição de resultados já é uma prática amplamente difundida no meio acadêmico de pesquisadores e docentes especialmente na área de saúde. Entretando é uma questão muito nova para a Psicologia, em especial no Brasil. A implementação de técnicas baseadas em evidência é de extrema importância para validar os resultados obtidos e ser capaz de uma generalização. Com esta prática a psicologia vai cada vez mais se tornando uma ciência, passível de medições e ganhando o respeito da comunidade acadêmica e da comunidade em geral.
  • 3. REFERÊNCIAS COUTO, Aline. Psicologia baseada em evidências. Disponível em: http://www.comportese.com/2011/07/psicologia-baseada-em-evidencias. Acesso em: 27.04.2017 LEONARDI, Jan Luiz; MEYER, Beatriz. Prática baseada em evidências em Psicologia e a história da busca das provas empíricas da eficácia da psicoterapia.USP. PSICOLOGIA: CIÊNCIA E PROFISSÃO, 2015, 35(4), 1139- 1156. SAMPAIO, Maria Imaculada; SABADINI, Aparecida Angélica. Psicologia baseada em evidências: conhecimento científico na tomada de decisão. USP. Revista Costarricence de Psicologia. Jul-dic 2014, Vol. 33, N.º 2, p. 109-121.