25 MITOS SOBRE REDES

483 visualizações

Publicada em

Um programa interativo de investigação, para desvendar 25 MITOS comuns sobre as redes sociais. Você acredita em algum desses mitos?

Publicada em: Ciências
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
483
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
242
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

25 MITOS SOBRE REDES

  1. 1. x Êyeç $3.44* xx. ,i1 , .á¡)É, ¡ / ' t; , $› A . Í esta** «i
  2. 2. à ' o A FACEBOOK E TWITTER SÃO I-IOJE AS PRINCIPAIS REDES SOCIAIS
  3. 3. I AS REDES TÊM QUE SER DESCENTRALIZADAS
  4. 4. REDES SOCIAIS SAo PARTICIPATIVAS
  5. 5. REDES SOCIAIS SAo RDDERDSAS FERRAMENTAS TEcNoLoGicAS
  6. 6. #O61 E IMPORTANTEIDEFINIRA o PROPOSITO DE uiviA REDE
  7. 7. i t* 13"' K / / / / / / x / j e . EM REDE TODOS DEVEM SER IGUAIS
  8. 8. '%› Eivi REDE TuDD DEvE SER GRATUITO
  9. 9. !-, .~'~ _É_ E A 4553** S** , . mms l EM REDE NINGUEM PODE LIDERAR
  10. 10. . ivo¡ r' - s n . n ' I' 't N' ' 'u h”. II Í ' n 'l Í l 1 r Í a. t _- ' a 'l _A _ * DECISÕES EM UMA RDE TÊM QUE SER TOMADAS POR CONSENSO
  11. 11. A uiviA BOA REDE E AQUELA CDM/ RDSTA RDR PESSOAS CONSCIENTES E ETICAS
  12. 12. DAS PESSOAS AIND NAO ESTAO PREPARADAS PARA VIVER EM REDE
  13. 13. #73 'VI * Piva tvi* *v NÃO SE RDDETDRÍSAKIIZTAR NADA SEM UM MINIMO DE HIERAROUIA
  14. 14. #74 REDE E UMA ID/ EIA SUPER LEGAL, MAS MUITO UTOPICA
  15. 15. REDE EUM ixioo TIPO DE ORGANIZAÇAO É
  16. 16. n 47, Ca¡ 5° ; Êgxg ôf, '~_¡, , 5 o v" AU “'13 x§í D SEGREDO E COMBINAR REDE COM HiERARouiA NA DDSE CERTA
  17. 17. #77 REDES SAO BOAS, MAS PARA SEREM ÚTEIS E PROVEITOSAS, DEVEM SER MONITORADAS
  18. 18. #78 t» &Fã; , ,a NAS REDES D MAIS iMRDRTANrE ÉSABER SEPARAR O CONTEÚDO BOM DO CONTEÚDO RUIM
  19. 19. #79 O PROBLEMA _DAS REDES E QUE ELAS NAO DURAM . i cI'*s. ,___ I _. - _r Q _| . . ›. __ _ _f - ' A' I »
  20. 20. A REDE E UM INSTRUMENTO PARA REALIZAR A MUDANÇA
  21. 21. m. .. u¡ _Ç , _ lMiLLENNrAtsI , jr , 4 U lj" 'l . _ a _ ; J'Ii'r›%gf'l:
  22. 22. l , PRIMEIRO EXISTEM OS INDIVIDUOS E DEPOIS, QUANDO ELES SE RELACIONAM, SURGE A REDE
  23. 23. “Z T EXISTE R AS E REDE (POR EXEMPLO, AL QAEDA)
  24. 24. _i 7*¡ , a #24 _--. - _VA . ;n T V_ RIÊIITTÍVX, “í 'TW-Ê 2 " õ* 7”~ u , l ~ , t i IP. . ' a . “ 'I S' 'I , ' - L - _ . . , ,. /lrz/ /j _ i 'v “ iv ; x ' l a i . r / - r_ i e - ; ,. I b¡ j. › f . _ ' ç - 1 : ›- I ' x; - f L' x¡ Il “ f l_. r l yi-«f - Q a? _i ' s "C ' 'É', "-" - l . _ __ y l ¡q! M / _._. ~ A¡ (KW _r s _ ' . v.'i*_. ›_. .:: ~a›_e= › ' = , «f» *i Ni, z_ A QUALIDADE DA REDE E MAIS IMPORTANTE DO QUE O NUMERO DE MEMBROS
  25. 25. #35 C >« UMA BOA REDE DEPENDE DA QUALIDADE DAS CONEXOES

×