A crise mundial de 1929

600 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
600
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Professora Virgínia Costa Feliciano
  • A crise mundial de 1929

    1. 1. Professora Virgínia Costa Feliciano
    2. 2. Introdução Esta aula vai abordar a crise mundial de 1929 ou a Grande Depressão, que é considerada a pior crise do capitalismo no século XX, contextualizando os anos de 1920 nos Estados Unidos, a quebra da Bolsa de Valores de Nova York e o New Deal. Destina-se aos alunos do 9º ano do ensino fundamental.
    3. 3. O mundo no pós-guerra  Após o final da Primeira Guerra Mundial, a Europa atravessava grandes dificuldades, com cidades destruídas, sem indústrias e reduzida produção agrícola. Os Estados Unidos, por outro lado, se tornaram a maior potência econômica mundial, respondendo por 42% da produção industrial mundial. Fábrica da Ford nos Estados Unidos nos anos 20
    4. 4. Os anos 20 Os Estados Unidos emprestaram dinheiro para a reconstrução dos países europeus, tornando-se o maior credor mundial. Nos anos 20, o crescimento econômico que ocorria no país proporcionou um período de prosperidade e melhoria na qualidade de vida dos norte-americanos. Difundiu-se o american way of life, modo de vida predominante nas classes média e alta dos EUA.
    5. 5. A febre dos investimentos em ações O consumismo exagerado dos norte-americanos nos anos 20 contagiou a Bolsa de Valores de Nova York, fazendo as ações se valorizarem num ritmo alucinante. Muitas pessoas acreditavam ter encontrado a fórmula de ganhar dinheiro sem precisar trabalhar, porém no final dos anos 20 o valor das ações subia artificialmente, não correspondendo ao crescimento real da economia e aos lucros das empresas.
    6. 6. A crise de superprodução A partir da metade da década de 20, a recuperação das economias europeias tornou os países europeus menos dependentes das importações dos Estados Unidos. Houve a diminuição dos salários pagos as trabalhadores, diminuindo o consumo interno. As indústrias continuaram produzindo no mesmo ritmo, gerando estoques que ficavam encalhados, pois a oferta era maior do que a demanda. Desencadeou-se uma crise de superprodução.
    7. 7. A quebra da Bolsa de Valores de Nova York A economia norte-americana estava em crise em 1929, porém a especulação financeira no mercado de ações, impulsionada pelos empréstimos bancários, valorizavam as ações de forma artificial. Em outubro daquele ano, cresceram os rumores sobre empresas que poderiam entrar em falência, levando os investidores a correrem para vender suas ações, mas já não havia compradores e o preço delas despencou. A Bolsa de Valores de N. York quebrou no dia 24 de outubro. Era o crash da Bolsa.
    8. 8. A Grande Depressão Foi o período de recessão econômica que durou de 1929 até o final da década de 1930. Nos Estados Unidos, mais de 9 mil bancos faliram e cerca de 85 mil empresas fecharam, deixando mais de 12 milhões de desempregados. Foi um período de pobreza e fome.
    9. 9. O ciclo vicioso da crise Diminuição da procura de produtos Falência de empresas Desemprego Diminuição do poder de compra
    10. 10. Os efeitos da crise pelo mundo A crise afetou quase todos os países capitalistas, principalmente na Europa e na América Latina, onde havia grande dependência dos empréstimos e investimentos dos Estados Unidos. Os credores norte-americanos cortaram os investimentos externos e as importações e cobraram os empréstimos de curto prazo. Há uma grande retração do comércio mundial. Países como Alemanha, França e Inglaterra tiveram um significativo aumento do desemprego e grande queda da produção.
    11. 11. O New Deal (Novo Acordo) Em 1932, Franklin Delano Roosevelt foi eleito presidente dos EUA com a enorme missão de recuperar o país da pior recessão econômica da sua história. Lançou um programa que rompia com o liberalismo econômico e que se caracterizava pela forte intervenção do Estado na economia. Era o New Deal. O plano consistia em investimentos maciços feitos pelo governo em obras públicas (hidrelétricas, estradas, pontes, hospitais, etc) com o objetivo de reduzir o desemprego generalizado do país. O governo promoveu o financiamento da produção agrícola e industrial, controlou e limitou a produção de mercadorias, a fim de evitar novas crises de superprodução. Estabeleceu medidas trabalhistas como a fixação do salário mínimo, o seguro-desemprego, redução da jornada de trabalho e ajuda aos idosos. O programa foi bem sucedido.
    12. 12. Imagens da Crise de 1929
    13. 13. Atividade para os alunos A sala será dividida em grupos de 4 alunos, que pesquisarão sobre o seguinte tema: Bolsa de Valores O que é Funcionamento Tipos de ações Riscos do investimento em ações A Bolsa de Valores no Brasil O trabalho deverá ser feito no PowerPoint
    14. 14. Bibliografia VICENTINO Cláudio e DORIGO Gianpaolo. História Geral e do Brasil, vol.3. 1ª ed. São Paulo, Editora Scipione, 2011. CAMPOS Flávio de e MIRANDA Renan Garcia. A escrita da História. 1ª ed. São Paulo, Editora Escala Educacional, 2005. PELLEGRINI Marco, DIAS Adriana Machado e GRINBERG Keila. Novo Olhar História. 1ª ed. São Paulo, Editora FTD, 2010.

    ×