Diamond Projects     S.A                   Projeto:                    Implantação de PMO                            em   ...
Diamond Project - ProspectoA Diamond Project é uma empresa com a Excelência na implantação dePMO – Project Management Offi...
Principais ClientesComo uma das melhores empresas em gerenciamento de portfolio,programas e projetos, segue abaixo alguns ...
Diamond Project – Estrutura OrganizacionalGuilherme Melo - Diretor PresidenteJuliana Chemite – Diretora ComercialLorena Go...
ObjetivoEssa proposta tem como objetivo apresentar um plano de gerenciamento deportfolio, baseado nos objetivos apresentad...
Projetos IdentificadosBaseado nos objetivos fornecidos pela equipe do Planejamento Estratégicodo Lisarb foram identificado...
Projetos IdentificadosITEM                 OBJETIVO ESTRATÉGICO                   PROJETOS IDENTIFICADOS                  ...
Categorização dos Projetos IdentificadosAs categorias dos projetos foram criadas para abrigar projetos semelhantese de mes...
Categorização dos Projetos Identificados Segurança – projetos que assegurem a população uma justiça mais  rápida e eficaz...
Categorização dos Projetos Identificados                                      EDUCAÇÃO /                   SAÚDE          ...
Processo de Avaliação                                             Impacto – A nota será diretamente            CRITÉRIOS ...
Processo de SeleçãoPROJETOS ÁREA DA SAÚDE
Processo de SeleçãoPROJETOS ÁREA DA EDUCAÇÃO / CULTURA
Processo de SeleçãoPROJETOS ÁREA DA INFRAESTRUTURA
Processo de SeleçãoPROJETOS ÁREA DA SEGURANÇA
Processo de SeleçãoPROJETOS ÁREA DA SUSTENTABILIDADE
Processo de SeleçãoPROJETOS ÁREA DA ALIMENTAÇÃO
Priorização1 Sustentabilidade Projeto 5 – Carona Amiga NOTA 9,262 Educação Projeto 1 – Eduque + Ação NOTA 8,23 Educação Pr...
Priorização11 Segurança Projeto 1 – Speed Justiça NOTA 6,712 Segurança Projeto 5 – Todos Por Um e Um por Todos NOTA 6,6413...
Balanceamento do Portfolio               Anos                                                                        Categ...
Nível de Maturidade LISARB – Pesquisa de                                      Maturidade em Gerenciamento de ProjetosCRITÉ...
Nível de Maturidade LISARB – Pesquisa de                                         Maturidade em Gerenciamento de Projetos  ...
Nível de Maturidade LISARB – Pesquisa de                                              Maturidade em Gerenciamento de Proje...
Nível de Maturidade LISARB – Pesquisa de                                        Maturidade em Gerenciamento de Projetos   ...
Nível de Maturidade LISARB – Pesquisa de                  Maturidade em Gerenciamento de ProjetosVerifica-se a necessidade...
Nível Hierárquico              PMO Estratégico – Presidente de LISARB ePMO Nível 3              ministros              PMO...
Nível HierárquicoO nível hierárquico adotado foi o PMO Nível 3, visando atingir o país comoum todo e garantindo que os obj...
PMO Foco Foco adotado será no PMO 3 porque:    Maior nível hierárquico. A implementação deve partir dos maiores níveis  ...
PMO Função MÉTODOS E PROCEDIMENTOS porque:    Organização possui baixo nível de maturidade em GP    PMO implementado no...
PMO Modelo TORRE DE CONTROLE porque:    Como apresenta baixa maturidade o processo de estabelecimento de     padrões. Gu...
Profissionais Envolvidos LISARB      Presidente (1)      Ministros (13)      Governos Estaduais (24)      Prefeituras...
Profissionais Envolvidos Equipe Diamond (continuação)    Diretor Comercial (1)    Gerente Comercial (1 para cada 3 proj...
Etapas de Implementação
Métricas de Sucesso                       Indicadores                       de Sucesso                       200 pontos   ...
Fatores Críticos de Sucesso Comprometimento do governo Estabelecer objetivos alinhados com as estratégias do governo Re...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Implantação de PMO em LISARB

623 visualizações

Publicada em

Titulo: Implantação de PMO em LISARB
Alunos:Raoni Meira Gabriel,Guilherme Volpato Melo,Zeli Rosa,Paula Moraes Hipolito,Lorena Da Silva Gomes,Juliana David Chemite Savi,
Cidade: Curitiba
Disciplina: PMO
Turma: GP22
Data:24-07-2012
Hora:21:35
Comentarios:Raoni Meira Gabriel
Guilherme Volpato Melo
Zeli Rosa
Paula Moraes Hipolito
Lorena da Silva Gomes
Juliana David Chemite Savi
Publico até ápos a correção

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
623
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Implantação de PMO em LISARB

  1. 1. Diamond Projects S.A Projeto: Implantação de PMO em liSARB Guilherme Melo Juliana Chemite Lorena Gomes Paula Hipolito Raoni Meira Grabriel Zeli Rosa
  2. 2. Diamond Project - ProspectoA Diamond Project é uma empresa com a Excelência na implantação dePMO – Project Management Office e gerenciamento de portfolio deprojetos, e atua há 20 anos no mercado nacional.Reconhecida pela revista Exame, como a melhor empresa nessacategoria no ano de 2011, possui vasta conhecimento e experiência naimplementação de gerenciamento de portfolio de projetos em empresade grande porte.A Diamond possui uma equipe altamente qualificada de profissionais,domínio das técnicas de gerenciamento de portfolio, programas eprojetos e tecnologias que juntas potencializam o sucesso de cadainvestimento. Nosso índice de sucesso nos projetos gerenciados é de90%, frente uma média nacional de R$ 55%.
  3. 3. Principais ClientesComo uma das melhores empresas em gerenciamento de portfolio,programas e projetos, segue abaixo alguns dos nossos cliente:
  4. 4. Diamond Project – Estrutura OrganizacionalGuilherme Melo - Diretor PresidenteJuliana Chemite – Diretora ComercialLorena Gomes – Diretora de ComunicaçãoPaula Moraes Hipolito – Diretora de ProjetosRaoni Meira Grabriel – Diretor OperacionalZeli Rosa – Diretora Financeira
  5. 5. ObjetivoEssa proposta tem como objetivo apresentar um plano de gerenciamento deportfolio, baseado nos objetivos apresentados pelo PlanejamentoEstratégico de Lisarb.Adicionalmente será apresentado o processo de implantação de PMO.
  6. 6. Projetos IdentificadosBaseado nos objetivos fornecidos pela equipe do Planejamento Estratégicodo Lisarb foram identificados os seguintes projetos: ITEM OBJETIVO ESTRATÉGICO PROJETOS IDENTIFICADOS 1 Aliança por um Lisarb mais Justo 1.1 - Speed Justiça 2.1 - Todos por um e um por todos 2 Política Cidadã baseada em Princípios e Valores 2.2 - Alegria agora de depois de amanhã 3 3.1 - Eduque + Ação Eduação para a sociedade do conhecimento 3.2 - Futuro é agora 4.1 - Time is Money 4.2 - Planejar para construir 4.3 - Carbonex 4 Economia para uma sociedade sustentável 4.4 - A nascente de cada um 4.5 - Sustentex 4.6 - Preserve e Ação 4.7 - Carona amiga 5.2 - Soldado do Futuro 5 Protenção Social 5.3 - Drogas to fora
  7. 7. Projetos IdentificadosITEM OBJETIVO ESTRATÉGICO PROJETOS IDENTIFICADOS 6.1 - Coração Valente 6.2 - Mente sã coração São 6.3 - Vida saudável, vida mais longa 6.4 - Melhor Idade 6.5 - Fada do Dente Qualidade de vida e segurança para todos os 6.6 - Hospital Modelo 6 Lisarbeanos 6.7 - Sem buracos 6.8 - Estrada Tranquila 6.9 - Casa para Todos 6.10 - Esgoto para Todos 6.11 - Comida para Todos 6.12 - Trator amigo 7.1 - Arco-iris 7 Cultura e fortalecimento da diversidade 7.2 - Face sem Idade 7.3 - Vá ao teatro 8 Política externa para o Seculo 21 8.1 - Conheça o Mundo 9 Combate a Corrupção 9.1 - Sol Quadrado 9.2 - Honestidade Agora e Sempre
  8. 8. Categorização dos Projetos IdentificadosAs categorias dos projetos foram criadas para abrigar projetos semelhantese de mesma natureza e área de investimento. Dessa forma os projetosserão destinados aos Ministérios competentes, com o objetivo de utilizar suaexpertise na execução dos mesmos.As categorias identificadas foram:  Saúde – abrange os projetos focados no atendimento a saúde e bens estar da população em todas as faixas etárias.  Educação e Cultura – projetos que promovam a melhoria na qualidade da educação básica até graduação. Além disso integra projetos que ofereçam a população o acesso a atividades culturais.  Infraestrutura – esta categoria abrangerá projetos de vultuosos de infraestrutura, como melhoria de estradas, saneamento básico e moradias.
  9. 9. Categorização dos Projetos Identificados Segurança – projetos que assegurem a população uma justiça mais rápida e eficaz, bem como programa de base que promovam a conscientização desde cedo de valores como honestidade e justiça. Sustentabilidade – projetos para uma sociedade sustentável. Alimento – abrigará projetos para aumentar a produção de alimentos e garantido comida na mesa de todos os cidadãos lisarbeanos.
  10. 10. Categorização dos Projetos Identificados EDUCAÇÃO / SAÚDE INFRAESTRUTURA CULTURA • Drogas to fora • Eduque + Ação • Sem buracos • Coração Valente • Vá ao teatro • Planejar para • Mente sã coração • Alegria agora de construir são depois de amanhã • Estrada Tranquila • Vida saudável, • Conheça o Mundo • Casa para Todos vida mais longa • Face sem Idade • Time is Money • Melhor Idade • Esgoto para Todos • Fada do Dente • Hospital ModeloCATEGORIA SUSTENTABI- SEGURANÇA ALIMENTO LIDADE • Speed Justiça • Carbonex • Trator amigo • Soldado do Futuro • A nascente de • Comida para • Sol Quadrado cada um Todos • Honestidade • Sustentex Agora e Sempre • Preserve e Ação • Todos por um e • Carona amiga um por todos • Arco-iris • Futuro é agora
  11. 11. Processo de Avaliação  Impacto – A nota será diretamente CRITÉRIOS PESOS proporcional ao impacto causado peloImpacto (Qualitativo) 25% projeto na população atingida.Abrangência na população 25%  Abrangência – A nota será diretamente proporcional à porcentagem da populaçãoComplexidade 18% que será abrangida pelo projeto.Tempo 10%  Complexidade – A nota será inversamenteRisco do Projeto 10% proporcional à complexidade do projeto.Custo do Projeto 10%  Tempo – A nota será inversamenteIntegração entre Projetos 2% proporcional ao tempo de duração do projeto.  Risco – A nota será inversamente proporcional ao risco do projeto.  Custo – A nota será inversamente proporcional ao custo do projeto.  Integração – A nota será diretamente proporcional à integração do projeto com outros projetos.
  12. 12. Processo de SeleçãoPROJETOS ÁREA DA SAÚDE
  13. 13. Processo de SeleçãoPROJETOS ÁREA DA EDUCAÇÃO / CULTURA
  14. 14. Processo de SeleçãoPROJETOS ÁREA DA INFRAESTRUTURA
  15. 15. Processo de SeleçãoPROJETOS ÁREA DA SEGURANÇA
  16. 16. Processo de SeleçãoPROJETOS ÁREA DA SUSTENTABILIDADE
  17. 17. Processo de SeleçãoPROJETOS ÁREA DA ALIMENTAÇÃO
  18. 18. Priorização1 Sustentabilidade Projeto 5 – Carona Amiga NOTA 9,262 Educação Projeto 1 – Eduque + Ação NOTA 8,23 Educação Projeto 5 – Face sem Idade NOTA 7,864 Saúde Projeto 4 – Vida Saudável, Vida mais Longa NOTA 7,65 Sustentabilidade Projeto 4 – Preserve e Ação NOTA7,56 Infra Projeto 3 – Estrada Tranquila NOTA 7,347 Educação Projeto 2 – Vá ao Teatro NOTA 7,18 Segurança Projeto 3 – Sol Quadrado NOTA 6,949 Infra Projeto 4 – Casa para todos NOTA 6,9110 Sustentabilidade Projeto 1 – Carbonex NOTA 6,74
  19. 19. Priorização11 Segurança Projeto 1 – Speed Justiça NOTA 6,712 Segurança Projeto 5 – Todos Por Um e Um por Todos NOTA 6,6413 Saúde Projeto 3 – Mente Sã Coração São NOTA 6,214 Saúde Projeto 5 – Melhor Idade NOTA 6,215 Infra Projeto 6 – Esgoto para Todos NOTA 6,1816 Alimentação Projeto 2 – Comida para Todos NOTA 6,5617 Alimentação Projeto 1 – Trator Amigo NOTA 6,3818 Saúde Projeto 7 – Hospital Modelo NOTA 6,08
  20. 20. Balanceamento do Portfolio Anos CategoriasLegenda Custo Baixo – até R$ 300Mil Abrangência Alta Custo Médio Baixo – de R$ 301 a R$ 500Mil Abrangência Média Custo Médio – de R$ 501 a R$ 2milhões Abrangência Baixa Custo Alto – acima de R$ 2 milhões
  21. 21. Nível de Maturidade LISARB – Pesquisa de Maturidade em Gerenciamento de ProjetosCRITÉRIO DE PONTUAÇÃO ADOTADO PELOS ADMINISTRADORES DO LISARBQUANDO RESPONDERAM A CADA UMA DAS QUESTÕES:O  Questão sem marcação (não aplicável)1  Quase nunca (aplicável para até 10 % dos projetos)2  Às vezes (aplicável para de 10% a 50% dos projetos)3  50% das ocasiões (aplicável para 50% dos projetos)4  A maioria das ocasiões (aplicável para mais de 50% e menos de 80% dos projetos)5  Em quase todas as ocasiões (aplicável para mais de 80% dos projetos) ASPECTOS DO GERENCIAMENTO DE PROJETOS AVALIAÇÃO1. Os projetos têm seus respectivos planos de gerenciamento (1) (2) (3) (4) (5)2. São aplicadas as boas práticas de gerenciamento da tríplice restrição de projetos (escopo, (1) (2) (3) (4) (5)tempo, custos), bem como de qualidade, com base no PMI3.Os projetos têm gerentes e equipes com pelo menos 70 horas/ano de treinamento nas práticas (1) (2) (3) (4) (5)de GP4. Os projetos seguem uma metodologia formal / unificada de gerenciamento de projetos (1) (2) (3) (4) (5)5. O gerente de projetos participa desde a fase de “originação” do projeto (ex.: desde a avaliação (1) (2) (3) (4) (5)da oportunidade)
  22. 22. Nível de Maturidade LISARB – Pesquisa de Maturidade em Gerenciamento de Projetos ASPECTOS DO GERENCIAMENTO DE PROJETOS AVALIAÇÃO6. Um plano é desenvolvido para cada projeto pelo gerente e pelo time (1) (2) (3) (4) (5)7. Os projetos são monitorados / controlados através de revisões periódicas de seu plano (1) (2) (3) (4) (5)8. Os projetos têm um patrocinador ciente de suas responsabilidades (1) (2) (3) (4) (5)9. Os projetos têm suporte de um grupo experiente nas práticas de GP (um PMO formalmente estabelecido ou (1) (2) (3) (4) (5)não)10. Os projetos são monitorados por um sistema integrado de controle (1) (2) (3) (4) (5)11. Os projetos são suportados por uma estrutura de governança (formalmente estabelecida ou não) (1) (2) (3) (4) (5)12. Os projetos têm um WBS (1) (2) (3) (4) (5)13. A WBS é usada como base para a geração das estimativas do projeto (tempo, custos, riscos, etc.) (1) (2) (3) (4) (5)14. Os projetos são formalmente aprovados através de um Project Charter ou documento equivalente (1) (2) (3) (4) (5)15. Os projetos têm uma declaração de escopo, ou documento equivalente, aprovado pelo cliente (1) (2) (3) (4) (5)16. Os projetos tem um controle de mudanças formalmente adotado (1) (2) (3) (4) (5)17. Os cronogramas são gerados a partir da WBS (1) (2) (3) (4) (5)18. Os projetos são suportados por software de planejamento e controle de atividades e alocação de recursos (1) (2) (3) (4) (5)(ex.: MS Project)19. A linha de base original de tempo só é alterada em caso de mudanças severas aprovadas pelo cliente (1) (2) (3) (4) (5)20. As estimativas de custos são planejadas pelo gerente do projeto e sua equipe (e não por outro departamento (1) (2) (3) (4) (5)ou mesmo PMO)
  23. 23. Nível de Maturidade LISARB – Pesquisa de Maturidade em Gerenciamento de Projetos ASPECTOS DO GERENCIAMENTO DE PROJETOS AVALIAÇÃO21. Reservas gerenciais e de contingencia são utilizadas nas estimativas de tempo e custos, e representadas, (1) (2) (3) (4) (5)respectivamente, no cronograma e no orçamento22. Os projetos têm controle de performance de tempo e de custos baseado nas técnicas de Earned Value (1) (2) (3) (4) (5)23.As alterações nas linhas de base do projeto são aprovadas por um comitê de controle do projeto (1) (2) (3) (4) (5)24. Os projetos têm um plano de qualidade específico (1) (2) (3) (4) (5)25. Os projetos são suportados por procedimentos de garantia da qualidade (1) (2) (3) (4) (5)26. Os projetos são suportados por técnicas de controle da qualidade (1) (2) (3) (4) (5)27. Os projetos têm uma matriz de responsabilidade (1) (2) (3) (4) (5)28. Reuniões de revisão / acompanhamento são feitas periodicamente com o cliente (1) (2) (3) (4) (5)29. As reuniões de projetos são documentadas em atas (1) (2) (3) (4) (5)30. Os projetos têm um organograma com pontos focais de atendimento / contato com o cliente (1) (2) (3) (4) (5)31. Os projetos têm procedimentos de identificação de riscos (ameaças e oportunidade) (1) (2) (3) (4) (5)32. Os projetos têm procedimentos de qualificação e/ou quantificação dos riscos (ameaças e oportunidades) (1) (2) (3) (4) (5)33. Os projetos têm seus riscos (ameaças e oportunidades) revisados periodicamente. (1) (2) (3) (4) (5)34. Os projetos com fornecedores externos à organização responsável pelo projeto têm um plano de contratações (1) (2) (3) (4) (5)35. Os fornecedores externos à organização responsável pelo projeto são periodicamente avaliados (1) (2) (3) (4) (5)
  24. 24. Nível de Maturidade LISARB – Pesquisa de Maturidade em Gerenciamento de Projetos ASPECTOS DO GERENCIAMENTO DE PROJETOS AVALIAÇÃO36. Os projetos têm gerentes e equipes com pelo menos 35 horas/ano de treinamento nas práticas de soft (1) (2) (3) (4) (5)skills em GP (comunicação, negociação, gestão de conflitos, técnicas de apresentação, etc.)37. Os gerentes de projeto são periodicamente avaliados ao menos por seus superiores hierárquicos (1) (2) (3) (4) (5)38. Os gerentes de projeto demonstram ter experiência suficiente para exercer suas funções (1) (2) (3) (4) (5)39. Os gerentes de projeto possuem a autoridade suficiente para exercer suas funções (1) (2) (3) (4) (5)40. Os projetos têm apoio de uma base de conhecimento de práticas de gerenciamento de projetos (1) (2) (3) (4) (5) Total de pontos: 69 Classificação do nível de maturidade: Nível 2  Acima de 160 pontos : Nível 5  Entre 121 e 160 pontos: Nível 4  Entre 81 e 120 pontos: Nível 3  Entre 41 e 80 pontos: Nível 2  Entre 10 e 41 pontos: Nível 1
  25. 25. Nível de Maturidade LISARB – Pesquisa de Maturidade em Gerenciamento de ProjetosVerifica-se a necessidade de implantação de um PMO, uma unidadeorganizacional para centralizar e coordenar o gerenciamento de projetos(programas e portfólios) de LISARB. Os benefícios da implantação dessePMO segue abaixo: Centro de suporte a projetos Disseminador da metodologia de gerenciamento de projetos oferecendo direcionamento, orientação e treinamentos aos gerentes de projetos Responsável pela garantia de qualidade dos projetos alinhando todos eles ao planejamento estratégico de LISARB Aumenta a performance e rentabilidade dos projetos
  26. 26. Nível Hierárquico PMO Estratégico – Presidente de LISARB ePMO Nível 3 ministros PMO com objetivo de otimizar recursosPMO Nível 2 Para os diferentes projetos – Governos Estaduais PMO com objetivos específicos de projetosPMO Nível 1 e/ou programas individuais – Prefeitos e Secretarias
  27. 27. Nível HierárquicoO nível hierárquico adotado foi o PMO Nível 3, visando atingir o país comoum todo e garantindo que os objetivos estratégicos serão alcançados. Lisarb Estado A Estado B Estado C Estado D PMO Nível 3Município E Município F Município G PMO Nível 2Projeto H Projeto I PMO Nível 1
  28. 28. PMO Foco Foco adotado será no PMO 3 porque:  Maior nível hierárquico. A implementação deve partir dos maiores níveis hierárquicos para obter maior eficiência.  Possuirá maior poder de influencia e disseminação do conhecimento adquirido e das metodologias de gerenciamento de projetos Implantação do RESOURCE MANAGEMENT porque:  Conhecimento em gerenciamento de projetos / nível de maturidade baixo  Oferecer treinamentos  Desenvolver os recursos para melhor disseminar as metodologias e melhores práticas
  29. 29. PMO Função MÉTODOS E PROCEDIMENTOS porque:  Organização possui baixo nível de maturidade em GP  PMO implementado no maior nível hierárquico do governo. Para garantir maior eficiência do processo de implementação e gerenciamento.  Com esta função será capaz de desenvolver, implementar e manter as metodologias de gerenciamento de projetos, sistemas de comunicação e reporte.  Aprofundará em gerencia de stakeholders (bom para o governo que todos os stakeholders estejam satisfeitos – reeleição)  Gerencia de mudanças e dos processo de ciclo de vida dos projetos (4 anos)  Incorporação das melhores práticas
  30. 30. PMO Modelo TORRE DE CONTROLE porque:  Como apresenta baixa maturidade o processo de estabelecimento de padrões. Guiará os PMO dos níveis hierárquicos abaixo para o seguimento da metodologia.  É o modelo que mais oferece apoio e controle ao desenvolvimento de projetos  Nesse primeiro momento de implantação é necessário que o PMO 3 treine (passe instruções de voo, pouso e decolagem) e monitore o desempenho para garantir maior eficiência do processo e minimizar os riscos (acidentes).
  31. 31. Profissionais Envolvidos LISARB  Presidente (1)  Ministros (13)  Governos Estaduais (24)  Prefeituras (578)  Secretarias (19) Equipe Diamond  Diretor de Projetos (1)  Gerente de Projeto (1 para cada 3 projetos)  Analistas de Projetos (2 para cada projeto)  Assistentes de Projetos (4 para cada projeto)  Engenheiros Junior (1 para cada projeto)  Engenheiros Plenos (2 para cada projeto)  Engenheiros Sênior (3 para cada projeto)
  32. 32. Profissionais Envolvidos Equipe Diamond (continuação)  Diretor Comercial (1)  Gerente Comercial (1 para cada 3 projetos)  Analistas Comerciais (2 para cada projeto)  Assistentes Comerciais (5 para cada projeto)  Diretor Financeiro (1 para cada projeto)  Gerente Financeiro (1 para cada 3 projetos)  Analistas Financeiro (2 para cada projeto)  Assistentes Financeiro (3 para cada projeto)  Diretor de Comunicação (1)  Gerente de Comunicação (1)  Analistas de Comunicação (5)  Designer (3)  Operadores (500)  Diretor de RH (1)  Gerente de RH (1)  Analistas de RH (3)  Assistentes de RH (5)
  33. 33. Etapas de Implementação
  34. 34. Métricas de Sucesso Indicadores de Sucesso 200 pontos Atributos Atributosrelacionados a relacionados aResultados 100 Pessoas 100 pontos pontos Escopo esperado Satisfação da 10 pontos população 40 pontos Impacto na Dentro do prazo popularidade do 35 pontos presidente 40 pontos Dentro do orçamento Satisfação da equipe 35 pontos de Projetos 20 pontos Qualidade esperada 20 pontos
  35. 35. Fatores Críticos de Sucesso Comprometimento do governo Estabelecer objetivos alinhados com as estratégias do governo Responsabilidades dos stakeholders bem definidas Manter foco nas metas Executar projetos conforme prioridade Ter infraestrutura, recursos e equipamentos dedicados Uma boa comunicação e divulgação das atividades programadas e resultados atingidos.

×