SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 27
Baixar para ler offline
Voz do que clama no deserto:
Preparai o caminho do SENHOR;
endireitai no ermo vereda a nosso Deus.
Isaías 40:3
 A voz profética tem lugar de destaque porque os
mensageiros de Deus agiam como “consciência
tanto junto ao Rei como junto ao Povo comum.”
 Servia como voz de Deus para todos
 Os profetas serviam de testemunho vivo da
fidelidade de Deus a Israel e a Sua aliança
 Sua mensagem era enfatizada com ações
simbólicas em vez de milagres
 Sua mensagem era preservada na forma de
oráculos: “E veio a mim a Palavra do Senhor”
 Eram chamados em situações de emergência
“...pareceu João batizando no deserto, e pregando o
batismo de arrependimento, para remissão dos
pecados.
E toda a província da Judéia e os de Jerusalém
iam ter com ele; e todos eram batizados por ele no
rio Jordão, confessando os seus pecados. E João
andava vestido de pêlos de camelo, e com um
cinto de couro em redor de seus lombos, e
comia gafanhotos e mel silvestre.
Marcos 1:4-6
 Filho do Sacerdote Zacarias e Isabel
 Da Tribo de Levi
 Nazireado
 Habitado pelo Espírito Santo desde o ventre materno
O ministério de Jesus começa com uma voz
nos bastidores
 João Batista vem com uma Função específica
 Preparar o caminho para o “Messias”
vem com uma Mensagem específica
 “Arrependei-vos”
 “Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do
SENHOR; endireitai no ermo vereda a nosso Deus.” Isaias
40.3
 Essa voz é confirmação de que Jesus Cristo é a continuação
da Promessa feita por Deus ao Seu povo Israel
 Somente um povo preparado pode se beneficiar da vinda da
Esperança de Israel
 Jesus não pregou num vazio, porque João Batista já se
apresentara a Israel com uma mensagem que a nação podia
entender
 “Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do
SENHOR; endireitai no ermo vereda a nosso Deus.”
Isaias 40.3
 O chamado no deserto é uma repetição do padrão do
chamado para sair do exílio e experimentar a libertação
decisiva
 Era uma afirmação clássica da consolação que vem de
Deus e que foi concedida no tempo e espaço
 “Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do
SENHOR; endireitai as suas veredas a nosso Deus.”
Isaias 40.3
 O último profeta foi comissionado para proclamar uma
mensagem maravilhosamente “Evangélica”
“O reino de Deus estava para ser imediatamente
manifesto à Israel em sua plenitude na Pessoa e Obra
do próprio Messias. Para esta grande chegada os
homens precisavam preparar um caminho em seus
corações.”
“Respondeu João a todos, dizendo: Eu, na verdade,
batizovos com água, mas eis que vem aquele que é mais
poderoso do que eu, do qual não sou digno de desatar a
correia das alparcas; esse vos batizará com o Espírito
Santo e com fogo.
Lucas 3:16
 Sinal exterior do desejo do povo em retornar ao Senhor
 Era uma purificação, no sentido em que as pessoas que
se submetiam a ao batismo, faziam uma confissão de
seus pecados
 Indicava a necessidade de que o povo de Deus estivesse
moralmente preparado para a nova era que se
aproximava
 Contudo tal batismo não era um fim em si mesmo, mas
uma preparação para o Batismo realizado em Jesus
Cristo
 Água
 Toca apenas a superfície, limpa o exterior mas não purifica o
interior, portanto não produz resultados permanentes
 Espírito Santo
 Aonde quer que opere atinge o coração, produzindo aí Vida
 Fogo
 Que envolvendo seu objeto pode derretê-lo ou destruí-lo, que
faz separação entre o metal verdadeiro a escória, entre o trigo
e a palha
 Advertência ao Fariseus e Saduceus
 A necessidade de arrependimento era vital ao
julgamento vindouro
“...E aconteceu que, como todo o povo se batizava,
sendo batizado também Jesus, orando ele, o céu se
abriu;
E o Espírito Santo desceu sobre ele em forma
corpórea, como pomba; e ouviu-se uma voz do céu,
que dizia: Tu és o meu Filho amado, em ti me
comprazo.”
Lucas 3:21-22
“Submetendo-se ao batismo de João, Jesus estava
aceitando Seu destino. Como membro de Seu
povo e parte da humanidade.”
Levertoff
“Porque brotará um rebento do tronco de Jessé, e das suas raízes
um renovo frutificará. E repousará sobre ele o Espírito do
SENHOR, o espírito de sabedoria e de entendimento, o espírito
de conselho e de fortaleza, o espírito de conhecimento e de
temor do SENHOR.
E deleitar-se-á no temor do SENHOR; e não julgará segundo a
vista dos seus olhos, nem repreenderá segundo o ouvir dos
seus ouvidos. Isaias 11.1-5
“...E o Espírito Santo desceu sobre ele em forma
corpórea, como pomba...”
 Inaugura para toda a humanidade a possibilidade
de uma vida cheia do Espírito só Senhor
 Pomba, símbolo de suavidade e mansidão
“...e ouviu-se uma voz do céu, que dizia: Tu és o meu
Filho amado, em ti me comprazo.”
 Jesus é designado Filho amado de Deus, escolhido para ser
Aquele a quem a profecia deveria cumprir-se.
Ele é o filho especial de Deus, dotado de poder sobrenatural,
Mas sua vocação é mesmo ser um Servo que agrade a
Deus, especialmente quando chamado a sofrer na Cruz por
Seu povo.
“...e ouviu-se uma voz do céu, que dizia: Tu és o meu
Filho amado, em quem me comprazo.”
Mateus 4.7
 Em quem me comprazo.
 Em que Meu prazer está
 Aquele no qual o Meu plano para a salvação da
humanidade está centralizado
“...E aconteceu que, como todo o povo se batizava,
sendo batizado também Jesus, orando ele, o céu se
abriu;
E o Espírito Santo desceu sobre ele em forma
corpórea, como pomba; e ouviu-se uma voz do céu,
que dizia: Tu és o meu Filho amado, em ti me
comprazo.”
Lucas 3:21-22
“...E aconteceu que, como todo o povo se batizava,
sendo batizado também Jesus, orando ele, o céu
se abriu;
E o Espírito Santo desceu sobre ele em forma
corpórea, como pomba; e ouviu-se uma voz do
céu, que dizia: Tu és o meu Filho amado, em ti me
comprazo.” Lucas 3:21-22
“...e ouviu-se uma voz do céu, que dizia: Tu és o meu
Filho amado, em quem me comprazo.”
Mateus 4.7
 Em quem me comprazo.
 Em que Meu prazer está
 Aquele no qual o Meu plano para a salvação da
humanidade está centralizado
 Jesus entra no ministério através da porta aberta para Ele
por João Batista, que chama o povo para reconhecer que
uma nova era se aproxima e para a qual o coração deve
estar pronto. Deus procura um povo preparado para
caminhar em suas veredas. Isso exige um coração fielmente
voltado para Ele
 Jesus entra no ministério com os céus abertos para Ele por
Deus, na provisão do Espírito.
 Nós entramos na caminhada cristã, através da porta que é
Jesus
 Ele nos chama para ser um povo preparado para caminhar
em suas veredas. Um povo com um coração fielmente
voltado para Ele
 Nós entramos na caminhada cristã com os céus abertos,
pela obra de Jesus na Cruz,de onde nos vem a provisão do
Espírito.
“ Quando Jesus estava sendo batizado por João Batista no rio
Jordão, aconteceram três coisas extraordinárias. Os céus se
abriram, O Espírito Santo desceu sobre Jesus na forma
corpórea de uma pomba, e uma voz dos céus se pronunciou
dizendo: “Este é Meu Filho amado, em quem me agrado.
Jesus personifica não apenas a nação de Israel, mas toda a
humanidade. Jesus nos inclui a todos, e quando Deus
pronuncia o seu amor sobre Ele, também o faz por mim e
por você. Essa voz de declaração de amor de Deus
pavimenta o chão por conde caminham todos os discípulos
de Jesus de Nazaré...
...Quando Jesus nos convida para que sejamos seus
discípulos, na verdade está nos oferecendo o amor de
Deus que determina nossa identidade, isto é, nos
tornando filhos de Deus, por uma ato exclusivo de
Deus.
Caso alguém perguntasse a Jesus: “Quem é você?”, a
reposta seria “Eu sou o Filho amado de Deus”. É a
mesma resposta que os discípulos podem dar.... Quem
sou eu? Eu sou um filho amado de Deus....
Ed Rene Kivits
Bibliografia
- D.A.Carson. O Comentário de João. Publicações Shedd
- F.F.Bruce. João, Introdução e Comentário. Editora Vida
Nova
- Kivits, Ed René. Talmidim. Editora Mundo Cristão.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

34. apocalipse 1
34. apocalipse 134. apocalipse 1
34. apocalipse 1pohlos
 
Leituras: 3º domingo do Advento - Ano B
Leituras: 3º domingo do Advento - Ano BLeituras: 3º domingo do Advento - Ano B
Leituras: 3º domingo do Advento - Ano BJosé Lima
 
Conforme A Sua Imagem
Conforme A Sua ImagemConforme A Sua Imagem
Conforme A Sua Imagemvaldiane
 
O que Jesus fez? E-book gratuito
O que Jesus fez? E-book gratuitoO que Jesus fez? E-book gratuito
O que Jesus fez? E-book gratuitoSammis Reachers
 
A natureza dos anjos slides
A natureza dos anjos   slidesA natureza dos anjos   slides
A natureza dos anjos slidesVilma Longuini
 
A natureza humana de Cristo
A natureza humana de CristoA natureza humana de Cristo
A natureza humana de CristoLuciano Armando
 
A razão da existência do adventismo
A razão da existência do adventismoA razão da existência do adventismo
A razão da existência do adventismoEduardo Sousa Gomes
 
Ellen white confirma: o Espírito Santo é o Espírito de Jesus
Ellen white confirma: o Espírito Santo é o Espírito de JesusEllen white confirma: o Espírito Santo é o Espírito de Jesus
Ellen white confirma: o Espírito Santo é o Espírito de JesusASD Remanescentes
 
5º Domingo da Páscoa
5º Domingo da Páscoa5º Domingo da Páscoa
5º Domingo da Páscoarosipaes
 
Egw confirma espírito santo é Cristo
Egw confirma espírito santo é CristoEgw confirma espírito santo é Cristo
Egw confirma espírito santo é CristoLuciano Armando
 
O que difere o Filho do Pai?
O que difere o Filho do Pai?O que difere o Filho do Pai?
O que difere o Filho do Pai?Luciano Armando
 
Judaizaodaigreja 120418204529-phpapp02
Judaizaodaigreja 120418204529-phpapp02Judaizaodaigreja 120418204529-phpapp02
Judaizaodaigreja 120418204529-phpapp02Monteiro07
 

Mais procurados (20)

Cards Rosário
Cards RosárioCards Rosário
Cards Rosário
 
Flash cards ladainha
Flash cards ladainhaFlash cards ladainha
Flash cards ladainha
 
34. apocalipse 1
34. apocalipse 134. apocalipse 1
34. apocalipse 1
 
Cards Credo
Cards CredoCards Credo
Cards Credo
 
A divindade luz_biblia
A divindade luz_bibliaA divindade luz_biblia
A divindade luz_biblia
 
Leituras: 3º domingo do Advento - Ano B
Leituras: 3º domingo do Advento - Ano BLeituras: 3º domingo do Advento - Ano B
Leituras: 3º domingo do Advento - Ano B
 
Conforme A Sua Imagem
Conforme A Sua ImagemConforme A Sua Imagem
Conforme A Sua Imagem
 
O que Jesus fez? E-book gratuito
O que Jesus fez? E-book gratuitoO que Jesus fez? E-book gratuito
O que Jesus fez? E-book gratuito
 
A natureza dos anjos slides
A natureza dos anjos   slidesA natureza dos anjos   slides
A natureza dos anjos slides
 
Jesus Cristo é Deus?
Jesus Cristo é Deus?Jesus Cristo é Deus?
Jesus Cristo é Deus?
 
A natureza humana de Cristo
A natureza humana de CristoA natureza humana de Cristo
A natureza humana de Cristo
 
A razão da existência do adventismo
A razão da existência do adventismoA razão da existência do adventismo
A razão da existência do adventismo
 
Jesus filho deus
Jesus filho deusJesus filho deus
Jesus filho deus
 
Liturgia 1 de junho de 2014
Liturgia 1 de junho de 2014Liturgia 1 de junho de 2014
Liturgia 1 de junho de 2014
 
Ellen white confirma: o Espírito Santo é o Espírito de Jesus
Ellen white confirma: o Espírito Santo é o Espírito de JesusEllen white confirma: o Espírito Santo é o Espírito de Jesus
Ellen white confirma: o Espírito Santo é o Espírito de Jesus
 
June 6 2021
June 6 2021June 6 2021
June 6 2021
 
5º Domingo da Páscoa
5º Domingo da Páscoa5º Domingo da Páscoa
5º Domingo da Páscoa
 
Egw confirma espírito santo é Cristo
Egw confirma espírito santo é CristoEgw confirma espírito santo é Cristo
Egw confirma espírito santo é Cristo
 
O que difere o Filho do Pai?
O que difere o Filho do Pai?O que difere o Filho do Pai?
O que difere o Filho do Pai?
 
Judaizaodaigreja 120418204529-phpapp02
Judaizaodaigreja 120418204529-phpapp02Judaizaodaigreja 120418204529-phpapp02
Judaizaodaigreja 120418204529-phpapp02
 

Destaque

A IGREJA DE CRISTO E SUA NATUREZA
A IGREJA DE CRISTO E SUA NATUREZAA IGREJA DE CRISTO E SUA NATUREZA
A IGREJA DE CRISTO E SUA NATUREZASandra Dias
 
Lição 6 Doutrina das últimas coisas
Lição 6   Doutrina das últimas coisasLição 6   Doutrina das últimas coisas
Lição 6 Doutrina das últimas coisasWander Sousa
 
Aula 10 - Atos dos Apóstolos
Aula 10 - Atos dos ApóstolosAula 10 - Atos dos Apóstolos
Aula 10 - Atos dos Apóstolosibrdoamor
 
"O Senhor ouviu as orações"
"O Senhor ouviu as orações""O Senhor ouviu as orações"
"O Senhor ouviu as orações"JUERP
 
Aula 6 - Lucas
Aula 6 - LucasAula 6 - Lucas
Aula 6 - Lucasibrdoamor
 
INTEGRIDADE E CORAGEM EM TEMPOS DE CRISE
INTEGRIDADE E CORAGEM EM TEMPOS DE CRISEINTEGRIDADE E CORAGEM EM TEMPOS DE CRISE
INTEGRIDADE E CORAGEM EM TEMPOS DE CRISESandra Dias
 
Lição 5: A conspiração dos inimigos contra Neemias
Lição 5:A conspiração dos inimigos contra NeemiasLição 5:A conspiração dos inimigos contra Neemias
Lição 5: A conspiração dos inimigos contra NeemiasAmor pela EBD
 
Lição 4: Como enfrentar a oposição à obra de Deus
Lição 4: Como enfrentar a oposição à obra de DeusLição 4: Como enfrentar a oposição à obra de Deus
Lição 4: Como enfrentar a oposição à obra de DeusAmor pela EBD
 
Lição 6: Neemias lidera um genuíno avivamento
Lição 6:Neemias lidera um genuíno avivamentoLição 6:Neemias lidera um genuíno avivamento
Lição 6: Neemias lidera um genuíno avivamentoAmor pela EBD
 
Os Benefícios da Vida Cristã
Os Benefícios da Vida CristãOs Benefícios da Vida Cristã
Os Benefícios da Vida CristãJUERP
 
“Atende a oração de teu servo, ó Senhor”
“Atende a oração de teu servo, ó Senhor”“Atende a oração de teu servo, ó Senhor”
“Atende a oração de teu servo, ó Senhor”JUERP
 
Lição 1: Quando a crise mostra a sua face
Lição 1: Quando a crise mostra a sua faceLição 1: Quando a crise mostra a sua face
Lição 1: Quando a crise mostra a sua faceAmor pela EBD
 
CASA DIVIDIDA, CONCERTE O QUE ESTÁ QUEBRADO EM VOCÊ
CASA DIVIDIDA, CONCERTE O QUE ESTÁ QUEBRADO EM VOCÊCASA DIVIDIDA, CONCERTE O QUE ESTÁ QUEBRADO EM VOCÊ
CASA DIVIDIDA, CONCERTE O QUE ESTÁ QUEBRADO EM VOCÊSandra Dias
 
“Os homens começaram a invocar o nome de Deus”
“Os homens começaram a invocar o nome de Deus”“Os homens começaram a invocar o nome de Deus”
“Os homens começaram a invocar o nome de Deus”JUERP
 
Sindrome de timóteo
Sindrome de timóteoSindrome de timóteo
Sindrome de timóteoUEPB
 
Aula 3 - Êxodo
Aula 3 - ÊxodoAula 3 - Êxodo
Aula 3 - Êxodoibrdoamor
 
Lição 2: Liderança em tempos de crise
Lição 2: Liderança em tempos de criseLição 2: Liderança em tempos de crise
Lição 2: Liderança em tempos de criseAmor pela EBD
 

Destaque (20)

A IGREJA DE CRISTO E SUA NATUREZA
A IGREJA DE CRISTO E SUA NATUREZAA IGREJA DE CRISTO E SUA NATUREZA
A IGREJA DE CRISTO E SUA NATUREZA
 
Lição 6 Doutrina das últimas coisas
Lição 6   Doutrina das últimas coisasLição 6   Doutrina das últimas coisas
Lição 6 Doutrina das últimas coisas
 
Aula 10 - Atos dos Apóstolos
Aula 10 - Atos dos ApóstolosAula 10 - Atos dos Apóstolos
Aula 10 - Atos dos Apóstolos
 
"O Senhor ouviu as orações"
"O Senhor ouviu as orações""O Senhor ouviu as orações"
"O Senhor ouviu as orações"
 
Aula 6 - Lucas
Aula 6 - LucasAula 6 - Lucas
Aula 6 - Lucas
 
INTEGRIDADE E CORAGEM EM TEMPOS DE CRISE
INTEGRIDADE E CORAGEM EM TEMPOS DE CRISEINTEGRIDADE E CORAGEM EM TEMPOS DE CRISE
INTEGRIDADE E CORAGEM EM TEMPOS DE CRISE
 
Meu Verso
Meu VersoMeu Verso
Meu Verso
 
Lição 5: A conspiração dos inimigos contra Neemias
Lição 5:A conspiração dos inimigos contra NeemiasLição 5:A conspiração dos inimigos contra Neemias
Lição 5: A conspiração dos inimigos contra Neemias
 
1 - EXPOSIÇÃO DE ROMANOS - INTRODUÇÃO
1 - EXPOSIÇÃO DE ROMANOS - INTRODUÇÃO1 - EXPOSIÇÃO DE ROMANOS - INTRODUÇÃO
1 - EXPOSIÇÃO DE ROMANOS - INTRODUÇÃO
 
Lição 4: Como enfrentar a oposição à obra de Deus
Lição 4: Como enfrentar a oposição à obra de DeusLição 4: Como enfrentar a oposição à obra de Deus
Lição 4: Como enfrentar a oposição à obra de Deus
 
Lição 6: Neemias lidera um genuíno avivamento
Lição 6:Neemias lidera um genuíno avivamentoLição 6:Neemias lidera um genuíno avivamento
Lição 6: Neemias lidera um genuíno avivamento
 
Os Benefícios da Vida Cristã
Os Benefícios da Vida CristãOs Benefícios da Vida Cristã
Os Benefícios da Vida Cristã
 
“Atende a oração de teu servo, ó Senhor”
“Atende a oração de teu servo, ó Senhor”“Atende a oração de teu servo, ó Senhor”
“Atende a oração de teu servo, ó Senhor”
 
Lição 1: Quando a crise mostra a sua face
Lição 1: Quando a crise mostra a sua faceLição 1: Quando a crise mostra a sua face
Lição 1: Quando a crise mostra a sua face
 
CASA DIVIDIDA, CONCERTE O QUE ESTÁ QUEBRADO EM VOCÊ
CASA DIVIDIDA, CONCERTE O QUE ESTÁ QUEBRADO EM VOCÊCASA DIVIDIDA, CONCERTE O QUE ESTÁ QUEBRADO EM VOCÊ
CASA DIVIDIDA, CONCERTE O QUE ESTÁ QUEBRADO EM VOCÊ
 
“Os homens começaram a invocar o nome de Deus”
“Os homens começaram a invocar o nome de Deus”“Os homens começaram a invocar o nome de Deus”
“Os homens começaram a invocar o nome de Deus”
 
26. EXPOSIÇÃO DE ROMANOS - C 8.2-17
26. EXPOSIÇÃO DE ROMANOS -  C  8.2-1726. EXPOSIÇÃO DE ROMANOS -  C  8.2-17
26. EXPOSIÇÃO DE ROMANOS - C 8.2-17
 
Sindrome de timóteo
Sindrome de timóteoSindrome de timóteo
Sindrome de timóteo
 
Aula 3 - Êxodo
Aula 3 - ÊxodoAula 3 - Êxodo
Aula 3 - Êxodo
 
Lição 2: Liderança em tempos de crise
Lição 2: Liderança em tempos de criseLição 2: Liderança em tempos de crise
Lição 2: Liderança em tempos de crise
 

Semelhante a A voz que clama no deserto

Transfiguração do Senho e Bem Aventuranças.pptx
Transfiguração do Senho e Bem Aventuranças.pptxTransfiguração do Senho e Bem Aventuranças.pptx
Transfiguração do Senho e Bem Aventuranças.pptxGonaloXavier9
 
Leituras: Batismo do Senhor - Ano B
Leituras: Batismo do Senhor - Ano BLeituras: Batismo do Senhor - Ano B
Leituras: Batismo do Senhor - Ano BJosé Lima
 
Seguindo a Jesus - ev. Marcos
Seguindo a Jesus - ev. MarcosSeguindo a Jesus - ev. Marcos
Seguindo a Jesus - ev. MarcosEliezer Almeida
 
SUBSÍDIOS LIÇÃO 11 - LUCAS-ATOS O MODELO PENTECOSTAL PARA HOJE - CANAL TEXTO ...
SUBSÍDIOS LIÇÃO 11 - LUCAS-ATOS O MODELO PENTECOSTAL PARA HOJE - CANAL TEXTO ...SUBSÍDIOS LIÇÃO 11 - LUCAS-ATOS O MODELO PENTECOSTAL PARA HOJE - CANAL TEXTO ...
SUBSÍDIOS LIÇÃO 11 - LUCAS-ATOS O MODELO PENTECOSTAL PARA HOJE - CANAL TEXTO ...ssusereceac91
 
Leituras: Dia do Batismo do Senhor - Ano A
Leituras: Dia do Batismo do Senhor - Ano ALeituras: Dia do Batismo do Senhor - Ano A
Leituras: Dia do Batismo do Senhor - Ano AJosé Lima
 
Jesus the Christ in PORTUGUESE
Jesus the Christ in PORTUGUESEJesus the Christ in PORTUGUESE
Jesus the Christ in PORTUGUESEdearl1
 
Vigília da Imaculada Conceição
Vigília da Imaculada ConceiçãoVigília da Imaculada Conceição
Vigília da Imaculada ConceiçãoJMVSobreiro
 
Leituras: O Batismo do Senhor - Ano C
Leituras: O Batismo do Senhor - Ano CLeituras: O Batismo do Senhor - Ano C
Leituras: O Batismo do Senhor - Ano CJosé Lima
 
Leituras: Natal dia 25 - Anos A, B e C
Leituras: Natal dia 25 - Anos A, B e CLeituras: Natal dia 25 - Anos A, B e C
Leituras: Natal dia 25 - Anos A, B e CJosé Lima
 
Leituras: NATAL DO SENHOR, dia 25 - Ano B
Leituras: NATAL DO SENHOR, dia 25 - Ano BLeituras: NATAL DO SENHOR, dia 25 - Ano B
Leituras: NATAL DO SENHOR, dia 25 - Ano BJosé Lima
 
Leituras: Domingo da Ascensão do Senhor - Ano C
Leituras: Domingo da Ascensão do Senhor - Ano CLeituras: Domingo da Ascensão do Senhor - Ano C
Leituras: Domingo da Ascensão do Senhor - Ano CJosé Lima
 
Advent e natal 1 na biblia (portugues)
Advent e natal   1 na biblia (portugues)Advent e natal   1 na biblia (portugues)
Advent e natal 1 na biblia (portugues)Martin M Flynn
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassMariadaSilva95
 

Semelhante a A voz que clama no deserto (20)

3124838.ppt
3124838.ppt3124838.ppt
3124838.ppt
 
Transfiguração do Senho e Bem Aventuranças.pptx
Transfiguração do Senho e Bem Aventuranças.pptxTransfiguração do Senho e Bem Aventuranças.pptx
Transfiguração do Senho e Bem Aventuranças.pptx
 
Leituras: Batismo do Senhor - Ano B
Leituras: Batismo do Senhor - Ano BLeituras: Batismo do Senhor - Ano B
Leituras: Batismo do Senhor - Ano B
 
Seguindo a Jesus - ev. Marcos
Seguindo a Jesus - ev. MarcosSeguindo a Jesus - ev. Marcos
Seguindo a Jesus - ev. Marcos
 
SUBSÍDIOS LIÇÃO 11 - LUCAS-ATOS O MODELO PENTECOSTAL PARA HOJE - CANAL TEXTO ...
SUBSÍDIOS LIÇÃO 11 - LUCAS-ATOS O MODELO PENTECOSTAL PARA HOJE - CANAL TEXTO ...SUBSÍDIOS LIÇÃO 11 - LUCAS-ATOS O MODELO PENTECOSTAL PARA HOJE - CANAL TEXTO ...
SUBSÍDIOS LIÇÃO 11 - LUCAS-ATOS O MODELO PENTECOSTAL PARA HOJE - CANAL TEXTO ...
 
Leituras: Dia do Batismo do Senhor - Ano A
Leituras: Dia do Batismo do Senhor - Ano ALeituras: Dia do Batismo do Senhor - Ano A
Leituras: Dia do Batismo do Senhor - Ano A
 
Marcos
MarcosMarcos
Marcos
 
Jesus the Christ in PORTUGUESE
Jesus the Christ in PORTUGUESEJesus the Christ in PORTUGUESE
Jesus the Christ in PORTUGUESE
 
Uma só fé
Uma só féUma só fé
Uma só fé
 
Vigília da Imaculada Conceição
Vigília da Imaculada ConceiçãoVigília da Imaculada Conceição
Vigília da Imaculada Conceição
 
Leituras: O Batismo do Senhor - Ano C
Leituras: O Batismo do Senhor - Ano CLeituras: O Batismo do Senhor - Ano C
Leituras: O Batismo do Senhor - Ano C
 
Leituras: Natal dia 25 - Anos A, B e C
Leituras: Natal dia 25 - Anos A, B e CLeituras: Natal dia 25 - Anos A, B e C
Leituras: Natal dia 25 - Anos A, B e C
 
Leituras: NATAL DO SENHOR, dia 25 - Ano B
Leituras: NATAL DO SENHOR, dia 25 - Ano BLeituras: NATAL DO SENHOR, dia 25 - Ano B
Leituras: NATAL DO SENHOR, dia 25 - Ano B
 
Jesus, meu modelo (jm) mm
Jesus, meu modelo (jm)   mmJesus, meu modelo (jm)   mm
Jesus, meu modelo (jm) mm
 
Escatologia cap. 01
Escatologia cap. 01Escatologia cap. 01
Escatologia cap. 01
 
Leituras: Domingo da Ascensão do Senhor - Ano C
Leituras: Domingo da Ascensão do Senhor - Ano CLeituras: Domingo da Ascensão do Senhor - Ano C
Leituras: Domingo da Ascensão do Senhor - Ano C
 
Advent e natal 1 na biblia (portugues)
Advent e natal   1 na biblia (portugues)Advent e natal   1 na biblia (portugues)
Advent e natal 1 na biblia (portugues)
 
7 11 nov
7 11 nov7 11 nov
7 11 nov
 
Sunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese MassSunday Portuguese Mass
Sunday Portuguese Mass
 
EM NOME DE JESUS
EM NOME DE JESUSEM NOME DE JESUS
EM NOME DE JESUS
 

A voz que clama no deserto

  • 1. Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do SENHOR; endireitai no ermo vereda a nosso Deus. Isaías 40:3
  • 2.  A voz profética tem lugar de destaque porque os mensageiros de Deus agiam como “consciência tanto junto ao Rei como junto ao Povo comum.”  Servia como voz de Deus para todos  Os profetas serviam de testemunho vivo da fidelidade de Deus a Israel e a Sua aliança
  • 3.  Sua mensagem era enfatizada com ações simbólicas em vez de milagres  Sua mensagem era preservada na forma de oráculos: “E veio a mim a Palavra do Senhor”  Eram chamados em situações de emergência
  • 4. “...pareceu João batizando no deserto, e pregando o batismo de arrependimento, para remissão dos pecados. E toda a província da Judéia e os de Jerusalém iam ter com ele; e todos eram batizados por ele no rio Jordão, confessando os seus pecados. E João andava vestido de pêlos de camelo, e com um cinto de couro em redor de seus lombos, e comia gafanhotos e mel silvestre. Marcos 1:4-6
  • 5.  Filho do Sacerdote Zacarias e Isabel  Da Tribo de Levi  Nazireado  Habitado pelo Espírito Santo desde o ventre materno O ministério de Jesus começa com uma voz nos bastidores
  • 6.  João Batista vem com uma Função específica  Preparar o caminho para o “Messias” vem com uma Mensagem específica  “Arrependei-vos”
  • 7.  “Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do SENHOR; endireitai no ermo vereda a nosso Deus.” Isaias 40.3  Essa voz é confirmação de que Jesus Cristo é a continuação da Promessa feita por Deus ao Seu povo Israel  Somente um povo preparado pode se beneficiar da vinda da Esperança de Israel
  • 8.  Jesus não pregou num vazio, porque João Batista já se apresentara a Israel com uma mensagem que a nação podia entender  “Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do SENHOR; endireitai no ermo vereda a nosso Deus.” Isaias 40.3  O chamado no deserto é uma repetição do padrão do chamado para sair do exílio e experimentar a libertação decisiva
  • 9.  Era uma afirmação clássica da consolação que vem de Deus e que foi concedida no tempo e espaço  “Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do SENHOR; endireitai as suas veredas a nosso Deus.” Isaias 40.3  O último profeta foi comissionado para proclamar uma mensagem maravilhosamente “Evangélica” “O reino de Deus estava para ser imediatamente manifesto à Israel em sua plenitude na Pessoa e Obra do próprio Messias. Para esta grande chegada os
  • 10. homens precisavam preparar um caminho em seus corações.”
  • 11. “Respondeu João a todos, dizendo: Eu, na verdade, batizovos com água, mas eis que vem aquele que é mais poderoso do que eu, do qual não sou digno de desatar a correia das alparcas; esse vos batizará com o Espírito Santo e com fogo. Lucas 3:16  Sinal exterior do desejo do povo em retornar ao Senhor
  • 12.  Era uma purificação, no sentido em que as pessoas que se submetiam a ao batismo, faziam uma confissão de seus pecados  Indicava a necessidade de que o povo de Deus estivesse moralmente preparado para a nova era que se aproximava  Contudo tal batismo não era um fim em si mesmo, mas uma preparação para o Batismo realizado em Jesus Cristo  Água
  • 13.  Toca apenas a superfície, limpa o exterior mas não purifica o interior, portanto não produz resultados permanentes  Espírito Santo  Aonde quer que opere atinge o coração, produzindo aí Vida  Fogo  Que envolvendo seu objeto pode derretê-lo ou destruí-lo, que faz separação entre o metal verdadeiro a escória, entre o trigo e a palha  Advertência ao Fariseus e Saduceus
  • 14.  A necessidade de arrependimento era vital ao julgamento vindouro
  • 15. “...E aconteceu que, como todo o povo se batizava, sendo batizado também Jesus, orando ele, o céu se abriu; E o Espírito Santo desceu sobre ele em forma corpórea, como pomba; e ouviu-se uma voz do céu, que dizia: Tu és o meu Filho amado, em ti me comprazo.” Lucas 3:21-22
  • 16. “Submetendo-se ao batismo de João, Jesus estava aceitando Seu destino. Como membro de Seu povo e parte da humanidade.” Levertoff “Porque brotará um rebento do tronco de Jessé, e das suas raízes um renovo frutificará. E repousará sobre ele o Espírito do SENHOR, o espírito de sabedoria e de entendimento, o espírito
  • 17. de conselho e de fortaleza, o espírito de conhecimento e de temor do SENHOR. E deleitar-se-á no temor do SENHOR; e não julgará segundo a vista dos seus olhos, nem repreenderá segundo o ouvir dos seus ouvidos. Isaias 11.1-5
  • 18. “...E o Espírito Santo desceu sobre ele em forma corpórea, como pomba...”  Inaugura para toda a humanidade a possibilidade de uma vida cheia do Espírito só Senhor  Pomba, símbolo de suavidade e mansidão “...e ouviu-se uma voz do céu, que dizia: Tu és o meu Filho amado, em ti me comprazo.”
  • 19.  Jesus é designado Filho amado de Deus, escolhido para ser Aquele a quem a profecia deveria cumprir-se. Ele é o filho especial de Deus, dotado de poder sobrenatural, Mas sua vocação é mesmo ser um Servo que agrade a Deus, especialmente quando chamado a sofrer na Cruz por Seu povo. “...e ouviu-se uma voz do céu, que dizia: Tu és o meu Filho amado, em quem me comprazo.” Mateus 4.7  Em quem me comprazo.  Em que Meu prazer está
  • 20.  Aquele no qual o Meu plano para a salvação da humanidade está centralizado “...E aconteceu que, como todo o povo se batizava, sendo batizado também Jesus, orando ele, o céu se abriu; E o Espírito Santo desceu sobre ele em forma corpórea, como pomba; e ouviu-se uma voz do céu, que dizia: Tu és o meu Filho amado, em ti me comprazo.”
  • 21. Lucas 3:21-22 “...E aconteceu que, como todo o povo se batizava, sendo batizado também Jesus, orando ele, o céu se abriu; E o Espírito Santo desceu sobre ele em forma corpórea, como pomba; e ouviu-se uma voz do céu, que dizia: Tu és o meu Filho amado, em ti me
  • 22. comprazo.” Lucas 3:21-22 “...e ouviu-se uma voz do céu, que dizia: Tu és o meu Filho amado, em quem me comprazo.” Mateus 4.7  Em quem me comprazo.  Em que Meu prazer está  Aquele no qual o Meu plano para a salvação da humanidade está centralizado  Jesus entra no ministério através da porta aberta para Ele por João Batista, que chama o povo para reconhecer que
  • 23. uma nova era se aproxima e para a qual o coração deve estar pronto. Deus procura um povo preparado para caminhar em suas veredas. Isso exige um coração fielmente voltado para Ele  Jesus entra no ministério com os céus abertos para Ele por Deus, na provisão do Espírito.  Nós entramos na caminhada cristã, através da porta que é Jesus
  • 24.  Ele nos chama para ser um povo preparado para caminhar em suas veredas. Um povo com um coração fielmente voltado para Ele  Nós entramos na caminhada cristã com os céus abertos, pela obra de Jesus na Cruz,de onde nos vem a provisão do Espírito. “ Quando Jesus estava sendo batizado por João Batista no rio Jordão, aconteceram três coisas extraordinárias. Os céus se abriram, O Espírito Santo desceu sobre Jesus na forma corpórea de uma pomba, e uma voz dos céus se pronunciou dizendo: “Este é Meu Filho amado, em quem me agrado.
  • 25. Jesus personifica não apenas a nação de Israel, mas toda a humanidade. Jesus nos inclui a todos, e quando Deus pronuncia o seu amor sobre Ele, também o faz por mim e por você. Essa voz de declaração de amor de Deus pavimenta o chão por conde caminham todos os discípulos de Jesus de Nazaré... ...Quando Jesus nos convida para que sejamos seus discípulos, na verdade está nos oferecendo o amor de Deus que determina nossa identidade, isto é, nos tornando filhos de Deus, por uma ato exclusivo de Deus.
  • 26. Caso alguém perguntasse a Jesus: “Quem é você?”, a reposta seria “Eu sou o Filho amado de Deus”. É a mesma resposta que os discípulos podem dar.... Quem sou eu? Eu sou um filho amado de Deus.... Ed Rene Kivits Bibliografia - D.A.Carson. O Comentário de João. Publicações Shedd - F.F.Bruce. João, Introdução e Comentário. Editora Vida
  • 27. Nova - Kivits, Ed René. Talmidim. Editora Mundo Cristão.