1974 belo horizonte (1)

143 visualizações

Publicada em

ARQUIVO UFO FORÇA ÁREA BRASIL

Publicada em: Ciências
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
143
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

1974 belo horizonte (1)

  1. 1. ' -WUNTO 03mm_ ãÊíiãYf : :Za IDEÍJTIPIC/ :DO 2 - ORIGEM . ... ... _-. ... .._. .._. _,_, ____. 1 2p R¡ 3 - CLASSIFICAÇÃO ____. __. _._. _ p_5 é 4 - DEPED .4 s -. - msçnnçaçao mremon _. _ 17-5 °-°'FW° ^NTEH| °R--'--- ENE - CIE' - 4a. zada' Inf _ 7 - Anna cõia de relatõrio da CICOAIII (a4 Este Centro divulga 0 documento anexo, versando sobre objg to aêreo não identificado, que teria sido visto por volta das_ 18:10? de 07 @BR 74, em BELO HORIZONTE/ MG. -. -.-. -.-. -.-. -.~. ".-. ".' "n-o-o-o-o-a-o-o-o-o"n-c-c-o"'o"o"n"o_o-c-o-c-o_u_o"o"'o-o-u-o"o_n-~4' II¡ ' 'É . ___; _;__---f-“"""' í . o ussnuarmuu E nsseoxsavar. ?eu - . . h-a cocwaanro. IANUTENCAO IO SIuILO Dna; '- i (Art 62 Der_ n_. 60417/c7 do Rezula ' ' _ da Assunto! ¡onto para sali3âuard3 stgllosos) . 'o ÍCONFIDENCIAL'
  2. 2. C459 O'M . ÉÊ' _»_w - f! 5' Í rar-u. ; -- ÍÍ: .._MÍ. ,"'Í lr t__~_-'U3'-~: __. JL'. :' Íris? " Y -- ~__~. .___ MINIST¡ mo DO EXERCITO V _ @BEBE no uzmsrao §B^5ÍEP. I.Õ. ..Í. .Pf. ... ... 197.4. e_ ; - . :ou: INFORME N. °_; QíZ_/ s-102-S7-CIE E A. i- . , "as . ' n. animam": OBJETO AÉREO NÃO IDBNTII-'ICADO a. ouünlz' 129 R¡ . Í . w n. Avauncm": P. .. '- m** c I s A - Zen/ Bbm. l. AIIBIOI: 4a nda e. IIIIIRNCIA: 1. nxnxozCôpia Xerox de relatõrio da CICOANI Este Centro difunde o documento constante do anexo, referente a um objeto Aéreo Não Identificado. que teria sido visto por volta de 18.10 hs de 7 Abr 74 em . Belo Horizonte.
  3. 3. cz. '¡. C. o'. A. NJ: ¡jr-HH! romtnLnC/ ü_ r p-; o IIOIZIZÍUHÍ" Dota da observação: 'dum/ wa (acusam) - RÍII-AÍBÕRIÔJLLÀÊÕ ! ._/ /W L Bora? 18:10 ' nirasãon 3 a 5 mixmtcc _ obceízvndoràn - -Grupc 1) uma IJAGAIJIJUB, 35 anca, casado, 4 filhos, &tz-matadores; b jeto desapareceu, 'porque o perdeu de vista. 1-lt^-°-¡“-"' l i4 Fita namõticH-'Õe-Zó ~ carlos Proton. .. sun oepona. :: um m emma cosvm mma-am, 'o @pregado e un dos 4 filhos monarca. _ ' . 0111902) Coroado9ponooac do rmiuaaosmcmmmmn, " é _ o casado, dentista, ronidcnte tao-pavimento mporioà_ '. do prédio n' 45. Boots grupo faze: : entrevistador¡ É ao eenboritca ! MEIA JOSE : DE LIMEIRA, 24 amoo, o¡- tudnnto de Odontologia, e cana irão ¡JARIA DE Pá. . _ . _ TIRA o JANE. Presentes à mrtreviata estavam ou «- ' tree oboarvndorca¡ 13° Clotilde Llnoidn (não), Marin mam, Linz-in do Lourdes, Clotilde Inõa o o' noivo do Juno. nal-do Brant nono (arcano) o Pierre noz-naun. do @npc "Innfcrco dano 1a Nuit", do reina. ' _ eccnomiota, ronidcmto à rua Arnnmm 45, beim 'mma m: : mnmsms . 1) mtrcvínta telefônica¡ me oopoea chocou h porta ea cozinha para observar o _ ceu nn direção da BR-135 o o chamou c: : seguida. Ao chegar teve o improecío de Ver uma nuvcxn e: : movimento, man loco percebeu algo estranho. Ear-con em seu relógio 18110 horas. Viu um vulto die-forno, sem luminonidndo, mais escuro do que ao mvmo do chuva. próximo. Parecia um pãeonro gigante, com movimentos semelhantes ooo do endcrinbao¡ para r onqubrdn, para e direita, subindo, dgncendo dentro do um ànumlo rcatri'. ›. , intento eo ovoluçoon via-eo npexma u: : vulto, até que, numa bravo parado, o objeto apreoantou fomn de bacia ou prato mada, visto do perfil, con MÁRIO HAGALÉISS l e boca para cima. l Após chamar ce vizínhoeoontinucu obeormndo, me não viu como o Ob-v_ A. hipoteca do um url-ão foi. excluída cm virtude don movimentou brancos e da parada do objeto, A observação eo foz da rua Amruara, no bairro Carlos Proton. Ela porte final do observação notou quo o objeto esteve na direção do 12° R¡ gimento do Infantaria. Marcou bet¡ o ângulo do visado, tocando como zu - tax-ínicio o telhado do uma cana vizinha. . mrnção ontinadu do 3 n S minztc. .u. Durante suas evolução: : o objeto dava inpronoão do perda do oquílí . ri v. ? Precio cotar muito baixo o, quando parecia cair, ficou abaixo da linY. L da Son-e do Curral, à direita da ropotidora do TV. Julgo que o objeto estava cobro s: cidade, ¡noonivolmonto na vertical 6o 19° RI. (como) 393
  4. 4. , . E. ';. .”i. .,°It. fZ; ' à? .ê; ':§'3*u, ›/77)? : " ' g): .'. ";'Í 'e ° " ' ' _ 2) . Entrevista pessoal, na. residência dos obeervadcree c# * v) '. ' _ ' j) D5 Lumen 610m1, : :me esposa. , confirm que esteve nnçeírteidt: . cozinha, voltada para o 50:31'¡ de Curral (sul), observando o tempo, E : :quandcjriu espécie de nuvem¡ escura. com movimentou diversos, parecendo e . que ia cair. Durante nuno evoluç-'õeo apresentava formatar: variados o pouco definition, devido ão nevone do chuva. O tamanho era "enorme". i A. rapidez doa movimentou afastou a impressão inicial de nuvem. A oboorvadora chamou o mrido e este alertou os vizinhos. Ba 'corto minute e objeto apresentou-ee min nítido, com forma ~ _ de prato. July que ae madnnçoe do roma eram devidas aos movimontosg. ? Ó objeto tão anistia hmxinonidndo e não eo _oonfnndia co: : se nuvens, ser mio escuro e ocnnietentc. Dou e impressão de que iu cair no . _ acção do bairro Belvedere, nas subiu em seguida. Õ' A Marie da Glória July. que mais alguem na cidade deve tõ-lo viatu- , ' _ __ b) ' : um aos¡ nn 411mm, 24 anna', estudante de Odontologia, disse quo c vizinho er. Mário chamou seu poi e este viu o objeto Jnntomon o; ›“ 'eom8eu9peeeceednfnní1ie. ' ! Io inicio elo percebeu um¡ mancha ensure, na direção doe bairro: w : Oiaede Jordin e Sente Antônio, pouco animo. do contorno do Serro do (un- ral. Á negra começou a fazer movimentos enqnledos, mbinac, " girando e apresentando contei-non diferentes e cada instante. 'ho ve se u, ee parecia oo pássaro, às vezes com pires 'bem nítido. 0 oôG, na direção do objeto, estava maio claro do que no lado c rosto¡ " 0 objeto eo destacam das nuvens. Sou: : movimentos eram rãpidoo, :: ao po- . " diana ser acompanhados. Dava e imzreocão de um 'bando de nndorinhas, nas parecia ser um objeto único, com movimentos ooilenteo efetuados numa faixa restrita. 11-¡ corto instante emoççou descer, chegando o. ter se ocean distantes como fundo. mrnnte a descida tomou posição vertical e na mesmo. posição subiu verticalmente, para deoapareoer um seguida. (Marie José coloca. un pires na vertical, para explicar o posição do 9h39_ te). A nitidez do contorno ocorreu em breve periodo. Eatin-. ou-se que o objeto esteve na altura do 12o n I. ' ' , 4-4' 'l- + + + + t ESPIIMTIVAS na 'rumo submetidos independentemente eo tente de estimativa de tamanho. utilizando-ee uma reg-en com gabaritos do elipeeo, colocada o distã; oi» CI 0.50 Inu do¡ . uma. ou ohuervndee-ea nareaontns-on os seguinte¡ rev u¡ ~ todos: _' (como)
  5. 5. A_ . - . . a : '_ . _ _ . ." v J r', . 'A 4- . _ . .a . _A - A . . , - . . u . A _. '_ . . W . 4~ . r - _-, - _ ~. - " . J. ” 44: : q A -. _›__a. ›-_ , _.. .,-. l _-_ V_. . _, _ . ". .- ¡Vu - . --«- « ›, L adm. : - . v , . , ._; - - Çv, ~. _. _. ' 5.2' . › ' A . '. -:. ~.- . '. 4- , r › _ _ _ . V. , , _ . A _ < v1. . 4' _ . . __ _ . - . ._* _ ~, , _n A. ' . , ' 4 ' O . ›1'r _ __. _ K _ . _ A _ _ _ _ __ _y cf ›, __ _ _ _ ' , . . . . ›_ . '._¡_ _ _ f. _, "- _ » ' ' “ *' '° - d. ' . . n ' = _. . _ .4 , n. A ' . '. ' ; ' V. . . A . . “. _ÍJ_ ~' . .. o í _ 1'. . ' _ _ ' , _ _ _ , _i . . , _ _ : ~ V . _ . ..n ~ , -, .. _ _ . , . _ . . . .N , < , _ . ._. 1 . › _ = , _ - v A - . . . - - ' Êlãílfr** _ . '. ~ . ., .s. _ ~_ _ _. .. _- ' T v* - * . ;. › '- . .u . w. -. 1 ›_: - . . : .~. .. ví, - . . _ _ . _. , . .«. ¡., -,_ . x. _ v . ,_ _ « _ , , v_ ~ < _ , _- , . . . _~ y . f** _. , I _ f. _4 f. : - 44'* u < . z, V _< ' "« › A ~ N . . 'l , . 7.a- . . ; y- . _z _< - ' A» . . " Ç _' . - A' u. .A . ,- ã; s' -zÍmaji-'Íu . ›_. -¡_ " ' , J , _ -: . , - v u- . ' 4 , I u ~ '»w › « 1 v , ¡_ , _, . __ . m. . .. A . - < 4 . . - u . .- , .à ¡. :' w: 'hli-Êfíxqãíl- V F4 ' › _' t_ É. -› . " É '. - í¡ l ' P-. ifgmsgvr= sse~= z= mma: ' . . . “ . l,__*_'Á' a. i th_ x A . É. -' r 2"] : :aff-Lt : g 2555. J' M” . ._ v : u: ' , TFF/ r a. ».»_. ¡~. ¡a›. . . v A¡k¡¡. 'ÉL-~q_&, -=i›_ _- A _____ *a* *I rc; - ~ _. àivigzggí-ñ?
  6. 6. L : rj- v› V. ,-_c, .', '_ _, ' 'ç 'a ll) uuzlrw-(A: " ' 'H *- " ›¡*I. _ 'ÇANÃUA x 1¡ , '_'| nl_ « ' ' «_ _' _ . ' . ' . -. . w - E V0' l** ' u . r . .Q_j“__4"9Ê"-"f'_°*j_ : ALÍOEVOS) , , _¡. ~ . _ ; ' _ _sn Ói¡ g3_ »Y ›sl'/ 4 A_ "ns ca-onus' P IJ' V í-? J "Av". XÍ» v. -'; ¡/¡'-' ' v4. '"›': .-'. «*¡ 'Í"°? °°l""f*I= .U3;--. -x¡_y yw ¡ fr ~ I" u' ~' ' 44h01! . à_ . .-. k u. , vença( 5V¡ n. .a 3' i u'›_il : rw-v: »ua AUÕSÇXW: L ; À- um cr' 2._ r _ , __ . y . . . , < o: : t 'A “JK, :v . 1 . J l. - V f. l _ . ' 7*¡ › ' _ Nx. ? "Saara ADHÓN¡ . 0!~-L¡V. '.. ~-c›- ~ . ~ 'Ãí › : ÁhilICL: 2,2%? - jígêr ? '11 L›, ;AR; S) ' “ "w . , z ' r 3.» ›_ Ã , ., v . - : Anucr-. qágã ^ _/ ¡ 4 “Í smuúr . . - : ',. °¡"°. '~Z'; É1.""*É° ' M ' -4CPÍNíCVÍ 7 . . _nr . ,vv. í nx¡ zw . 465mm do do rz/ r/ç- PFÚAÍCSÁ; _ÕÍÊÊ7ÊÂ7O' 'a', 6/0 nu mm. ' J (1540 Hanna/ y.: - CSC/ IU¡ ›/ -'4ca. o.9.~__ 93 'A ¡- . . A v) 4 l â ! mac l a l-AIICGF¡ u¡ f/ , ir' f. , D. r.

×