Ossamaritanos 111009110017-phpapp02

510 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
510
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ossamaritanos 111009110017-phpapp02

  1. 1. Os samaritanos. Sua origem, queda e o cuidado de Jesus com eles. sroy@ig.com.br 1 Os samaritanos. Sua origem, queda e o cuidado de Jesus como eles. Samaria significa Torre de Guarda. Origem dos samaritanos O rei da Síria, Salmaneser, tomou a Samaria, e transportou os filhos de Israel para a Síria, onde os fez habitar, e também com os medos. (2º Reis 17:6). Salmaneser V foi rei da Assíria de 726 a 722 a.C. Neste tempo onde a Síria se apossou de Samaria, ali foram colocados os cultos as “divindades” deste povo. Os filhos de Israel foram levados cativos, por aceitarem e participarem dos cultos pagãos, indo contra os estatutos e ordenanças do Senhor Deus, queimando incenso em lugares altos a outros deuses, se tornaram idólatras, e fizeram o que era mau diante de Deus. Desprezaram as Leis do Deus, provocaram a ira do Senhor fabricando imagens de escultura para adorá-las, adoraram as estrelas e a Baal, conhecido como deus da prosperidade, da fertilidade, sacrificaram seus filhos a Adrameleque, matando-os, deram a prática da adivinhação, criam em agouros, em simpatias e lendas urbanas (2º Reis 17:8-18). Samaria tornou-se na capital das abominações contra o Senhor Deus. Tempos depois, Samaria tem sua população renovada (2º Reis 17:24), onde o povo levado para lá se constitui de povos da Babilônia, de Cuta, de Ava, de Hamate e de Sefarvaim. Estes no princípio não temeram ao Senhor, então o Senhor Deus envia leões para matar alguns deles (2º Reis 17:25). Após este ocorrido o rei da Síria manda enviar um sacerdote para educar o povo e ensiná-los, ou seja, discípula-los, para aprenderem a servir ao Senhor (Deus quer que o conheçamos e andemos segundo a Sua Vontade). Depois estas nações que estavam ali sendo ensinadas sobre a vontade de Deus, fizeram pior, colocaram suas imagens e cultuaram seus deuses nos altos dos santuários que os samaritanos haviam construído (2º Reis 17:29). Os Samaritanos Não pertenciam ao povo judeu e nem residiam dentro dos termos de Israel. Os Samaritanos eram colonos de raça estranha, estabelecidos ali pelos assírios (700 anos antes, II Reis 17 :24-31 e Ed 4: 1; 9; 10). Aceitavam o Pentateuco e adotavam em parte, a religião judaica. Esperavam que o Messias fizesse de Samaria não de Jerusalém, a sede do seu governo. Os Samaritanos odiavam os judeus de Jerusalém.
  2. 2. Os samaritanos. Sua origem, queda e o cuidado de Jesus com eles. sroy@ig.com.br 2 Os deuses das nações que habitavam em Samaria (2º Reis 17:30- 31). 30 Os de Babilônia fizeram Sucote-Benote; os de Cuta fizeram Nergal; os de Hamate fizeram Asima; 31os aveus fizeram Nibaz e Tartaque; e os sefarvitas queimavam seus filhos a Adrameleque e a Anameleque, deuses de Sefarvaim. (2º Reis 17:35-38). 35 Ora, o Senhor tinha feito aliança com eles e lhes ordenara, dizendo: Não temereis outros deuses, nem vos prostrareis diante deles, nem os servireis, nem lhes oferecereis sacrifícios; 36 mas ao Senhor, que vos fez subir da terra do Egito com grande poder e com braço estendido, a ele temereis, e a ele vos prostrareis, e a ele oferecereis sacrifícios. 37 Os estatutos e os juízos, a lei e o mandamento que ele vos escreveu, tereis cuidado de os observar todos os dias; não temereis outros deuses. 38 Da aliança que fiz convosco não vos esquecereis; nem temereis outros deuses. (2º Reis 17:39-41). 39 Mas ao Senhor, vosso Deus, temereis, e ele vos livrará das mãos de todos os vossos inimigos. 40 Porém eles não deram ouvidos a isso; antes, procederam segundo o seu antigo costume. 41 Assim, estas nações temiam o Senhor e serviam as suas próprias imagens de escultura; como fizeram seus pais, assim fazem também seus filhos e os filhos de seus filhos, até ao dia de hoje. Deus repreende o povo e afronta os ídolos das nações. 2 Reis 1:3 Mas o Anjo do SENHOR disse a Elias, o tesbita: Dispõe-te, e sobe para te encontrares com os mensageiros do rei de Samaria, e dize-lhes: Porventura, não há Deus em Israel, para irdes consultar Baal-Zebube, deus de Ecrom? 2 Reis 18:34 Onde estão os deuses de Hamate e de Arpade? Onde estão os deuses de Sefarvaim, Hena e Iva? Acaso, livraram eles a Samaria das minhas mãos? Não existe nenhum outro deus além do Nosso Eterno e Soberano Senhor e Deus. Mesmo que os homens queiram criar seus deuses particulares, eles os criam para sua própria condenação. Nem imagens de escultura, figuras, desenhos de suas mãos e de suas mentes corrompidas pelo seu próprio desejo, podem e nunca poderão vencer o Verdadeiro Deus, que não tem uma forma de compará-lo ou de desenhá-lo, pois Deus é Espírito, e um espírito não tem uma forma conhecida. Deus não se parece com nenhuma criatura, nem mesmo com os homens, pois Sua imagem e semelhança, tem referencia na santidade e justiça, algo que o homem perdeu no Jardim do Éden, ao desobedecer as ordens de Deus.
  3. 3. Os samaritanos. Sua origem, queda e o cuidado de Jesus com eles. sroy@ig.com.br 3 O castigo contra os moradores de Samaria pela desobediência ao Senhor. Oséias 13:16 Samaria levará sobre si a sua culpa, porque se rebelou contra o seu Deus; cairá à espada, seus filhos serão despedaçados, e as suas mulheres grávidas serão abertas pelo meio. Jeremias 23:13 Nos profetas de Samaria bem vi eu loucura; profetizavam da parte de Baal e faziam errar o meu povo de Israel. Por estes acontecimentos que os habitantes de Samaria consentiam em fazer, não somente eles mas também seus habitantes, é que são considerados como pagãos, ou seja, gentios. Samaria faz parte do território de Israel, e não de outros países. Apesar de eles se considerarem parte de Israel, eles eram rejeitados pelo povo de Judá (Esdras 4:1- 3). Israelitas e samaritanos não se davam por causa de diferenças de raça, religião e costumes. Eram judeus que se casaram com habitantes de outros povos pagãos. O Rei Herodes mudou o nome da cidade para Sebaste em homenagem a César Augusto e construiu um templo enorme à César ali. Durante a primeira guerra Judaica, o povo de Sebaste foi conquistado e escravizado pelos romanos. Acabe foi rei em Samaria 1 Reis 21:1 Sucedeu, depois disto, o seguinte: Nabote, o jezreelita, possuía uma vinha ao lado do palácio que Acabe, rei de Samaria, tinha em Jezreel. Infidelidade de Israel Ezequiel 16:51 Também Samaria não cometeu metade de teus pecados; pois tu multiplicaste as tuas abominações mais do que elas e assim justificaste a tuas irmãs com todas as abominações que fizeste. Após tudo o que aprenderam, não deram valor a Palavra do Senhor, nem crédito aos seus enviados, preferiram misturar-se com os deuses das nações, continuando a cometer abominação contra Deus. Veja que o relato do profeta de Deus evidencia que Israel pecou muito mais que os samaritanos. Veja que os israelitas excederam no pecar, mas, além disso, não olharam para os seus erros, e nunca quiseram saber dos samaritanos. Talvez considerassem que Deus nunca quisesse salvá-los.
  4. 4. Os samaritanos. Sua origem, queda e o cuidado de Jesus com eles. sroy@ig.com.br 4 Os samaritanos não acolheram Jesus, no início. E mesmo assim Jesus teve cuidado deles. Não condenou os samaritanos por não o receberem - Lucas 9:51-56 Nem concordou com o pedido de seus discípulos, ao lhe falarem se o Senhor queria que eles orassem para cair fogo e consumir os samaritanos, Jesus diz claramente que Ele não veio matar as almas mas sim salvá-las. Que grande amor, graça e misericórdia!!! Curou 10 leprosos – Lucas 17:11-19 Jesus curou 10 leprosos, e apenas 1 voltou para agradecer e para adorá-lo. O Mestre demonstra que não estava procurando a glória dos homens, e nem mesmo a sua adoração, mas sim que veio cumprir Seu Ministério, o da salvação. Jesus anuncia a Palavra de Deus aos samaritanos. Jesus foi ter com os samaritanos para quebrar a antiga barreira, dar um fim na divisão entre eles, e esta divisão era o pecado e os costumes que guardavam de seus pais (João 4:9). Por isso Jesus diz que eles adoram a quem não conhecem, e que os judeus adoram ao Verdadeiro e Único Deus. João 4:22 Vós adorais o que não conheceis; nós adoramos o que conhecemos, porque a salvação vem dos judeus. Jesus trás esta afirmação para demonstrar que não se pode adorar ou servir dois deuses, como era de costume de seus ancestrais. Com isto o Senhor restabelece o contato de Deus e a vontade de Deus também para os samaritanos. Note que Jesus não permitiu que seus discípulos fossem ter com os gentios e nem com os samaritanos: Mateus 10:5 A estes doze enviou Jesus, dando-lhes as seguintes instruções: Não tomeis rumo aos gentios, nem entreis em cidade de samaritanos; Também Jesus foi só ao poço para tomar água (até tomando água o Mestre da Galiléia, ganhava almas), nem os deixou entrar em suas aldeias ver o que tratou com aquela mulher samaritana. Diz a Palavra de Deus que era necessário que Jesus passasse por Samaria. João 4:4 E era-lhe necessário atravessar a província de Samaria.
  5. 5. Os samaritanos. Sua origem, queda e o cuidado de Jesus com eles. sroy@ig.com.br 5 Jesus não faz acepção de pessoas, antes trata cada um de forma especial. Ele não permitiu que seus discípulos fossem ter com os samaritanos, pois sabia que provavelmente haveria grande discussão entre ambos, pois para um judeu era algo abominável se relacionar com um samaritano, e assim ocorria entre ambos, por isso Ele mesmo, Jesus vai ter como eles, ou melhor, a princípio com a mulher samaritana no poço de Jacó. (João 4:6) Jesus não queria que os outros discípulos soubessem a respeito da vida particular daquela mulher samaritana, pois era a hora sexta, ou seja meio dia, um sol escaldante, e se ela ia na pior hora do dia buscar água, é porque não queria que ninguém a visse, pois geralmente as mulheres buscavam água ou de manhã na primeira hora (06 da manhã), ou bem de tarde. Jesus trabalhou dois dias em Samaria. João 4:40 Indo, pois, ter com ele os samaritanos, rogaram-lhe que ficasse com eles; e ficou ali dois dias. O Ministério de Jesus na Terra durou cerca de três anos, e por dois dias ele se dedicou a estar com os samaritanos para ensiná-los sobre a verdadeira adoração, sobre o Único e Verdadeiro Deus. Dois dias é muito tempo para quem trabalhou por três anos fazendo discípulos. Jesus não rejeitou aquele povo, pois era Seu povo, que estava longe do Único Deus, por causa da idolatria que existia entre as nações que habitaram também em Samaria. Então o Senhor os ensina sobre a Vontade de Deus e seus planos para com os homens. A seguir no livro de Atos notaremos o que isso fez com eles. Se Jesus Pregou aos samaritanos, a igreja também o fez. Testemunhar e pregar em Samaria também. Atos 1:8 mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra. Missão da igreja, dada por Jesus. O Senhor sabia o quanto Sua Igreja precisaria de poder para testemunhar sobre Sua Palavra. Este poder não foi dado por acaso, ou para destacar lideranças, ou para distinguir quem é o melhor dos seus servos, não. Este poder foi dado para o trabalho da salvação, ou seja, para pregar o Evangelho da Salvação a todos os povos, este poder foi dado, para que fosse quebrar toda barreira, seja do medo, da dor, da falta de perdão
  6. 6. Os samaritanos. Sua origem, queda e o cuidado de Jesus com eles. sroy@ig.com.br 6 O evangelismo em Samaria. Atos 8:1 E Saulo consentia na sua morte. Naquele dia, levantou-se grande perseguição contra a igreja em Jerusalém; e todos, exceto os apóstolos, foram dispersos pelas regiões da Judéia e Samaria. As perseguições contra a Igreja fez com que Samaria fosse uma região de refúgio e crescimento do Evangelho. Naquele período ainda conhecido como Saulo, este consentia em perseguir a igreja de Deus, não os templos, pois não existiam os tais, mas sim aos seguidores de Jesus, verdadeiros templos e edifícios onde habitava o poder de Jesus, e onde até hoje este poder habita, ou seja, em nossos corpos. Até mesmo a tribulação aos olhos da carne parece muitas vezes motivos de desistir, mas aos olhos espirituais, foram e são motivos de expansão do Evangelho de Cristo Jesus. Atos 8:25 Eles, porém, havendo testificado e falado a palavra do Senhor, voltaram para Jerusalém e evangelizavam muitas aldeias dos samaritanos. O trabalho de pregar aos samaritanos foi levado a sério, e os líderes da igreja continuaram com este trabalho, sendo testemunhas de Jesus, evangelizando e testificando a cerca da Salvação por meio de Cristo. Atos 9:31 A igreja, na verdade, tinha paz por toda a Judéia, Galiléia e Samaria, edificando-se e caminhando no temor do Senhor, e, no conforto do Espírito Santo, crescia em número. O evangelho trouxe paz em meio às tradições nas quais repousava guerra e ódio entre os povos. E este evangelho não dividiu a fé, mas sim multiplicou o número dos crentes, e isto trouxe conforto a estes. Assim a igreja crescia na graça de Deus. Atos 15:3 Enviados, pois, e até certo ponto acompanhados pela igreja, atravessaram as províncias da Fenícia e Samaria e, narrando a conversão dos gentios, causaram grande alegria a todos os irmãos. A pregação do evangelho causou grande alegria, e continua causando isto, ainda nos dias de hoje. O evangelho atrai as pessoas para Deus, através do sacrifício de Cristo Jesus, e da testificação do Espírito Santo, em todos aqueles a quem o Senhor quiser salvar.
  7. 7. Os samaritanos. Sua origem, queda e o cuidado de Jesus com eles. sroy@ig.com.br 7 A parábola do bom samaritano. Nesta parábola contada por Jesus, vamos compreender o valor de uma alma, e quem é que faz a vontade de Deus. Lucas 10:25-37 25 E eis que certo homem, intérprete da Lei, se levantou com o intuito de pôr Jesus à prova e disse-lhe: Mestre, que farei para herdar a vida eterna? 26 Então, Jesus lhe perguntou: Que está escrito na Lei? Como interpretas? Uma pergunta para nossa geração: - Como temos interpretado a Palavra de Deus? Como realmente ela é, ou, da forma que achamos mais apropriado para nós mesmo? 27 A isto ele respondeu: Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todas as tuas forças e de todo o teu entendimento; e: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. A resposta deste certo interprete parece muito coerente e significante para Jesus, pois este resumiu os Dez Mandamentos, entregues a Moisés, nas tábuas da Lei. 28 Então, Jesus lhe disse: Respondeste corretamente; faze isto e viverás. Jesus confirma a Lei de Deus dada à Moisés. 29 Ele, porém, querendo justificar-se, perguntou a Jesus: Quem é o meu próximo? Outra pergunta para a nossa geração: - Por que sempre queremos nos justificar para Deus, e direcionar perguntas sem sentidos para tentar mudar a Vontade dEle, que é boa, perfeita e agradável? Por que queremos nos distanciar do chamado de Deus, colocando barreiras para o trabalho que ele já nos destinou? 30 Jesus prosseguiu, dizendo: Certo homem descia de Jerusalém para Jericó e veio a cair em mãos de salteadores, os quais, depois de tudo lhe roubarem e lhe causarem muitos ferimentos, retiraram-se, deixando-o semimorto. 31 Casualmente, descia um sacerdote por aquele mesmo caminho e, vendo-o, passou de largo. Note que um sacerdote, viu o homem a beira da morte, e passou de longe para se omitir da responsabilidade de ajudá-lo. O sacerdote estava no mesmo caminho que aquele homem que havia sido roubado e espancado. Onde está a misericórdia que o devido sacerdote tanto pregava? 32 Semelhantemente, um levita descia por aquele lugar e, vendo-o, também passou de largo. Agora observe que vem um levita, ou seja, um dos personagens bíblicos, que eram encarregados de trabalhar no templo de Deus, e também de prestar cuidados com o povo. Este também faz como aquele sacerdote, que possivelmente era seu mestre. O
  8. 8. Os samaritanos. Sua origem, queda e o cuidado de Jesus com eles. sroy@ig.com.br 8 levita também se omitiu de ajudar uma vida a sobreviver. Cantavam, e cuidavam do templo, mas no cuidavam das almas que pertenciam a Deus. Recebiam também, da forma que o sacerdote, a oferta e o dízimo do povo, mas na verdade não amavam a ninguém, à não ser a si mesmos. Estavam mais preocupados em se apresentarem no templo, em Jerusalém, do que em salvarem um alma da morte. Será que isto ainda ocorre nos dias de hoje? Infelizmente SIM. Deus nos ajude. 33 Certo samaritano, que seguia o seu caminho, passou-lhe perto e, vendo-o, compadeceu- se dele. Interessante esta parte da narrativa de Jesus, pois Ele, mostra um samaritano, considerado como indigno, como um incrédulo pelos judeus, sacerdotes, levitas e demais habitantes de Jerusalém e Israel. Este samaritano, seguia a seu caminho, não tinha nada de se preocupar para ir em Jerusalém adorar, pois eles eram proibidos de ir para o templo, e os samaritanos tinham seu templo em Gerizim. O fato é que ele passou de perto, viu aquele homem quase morto, e se compadeceu dele. O sacerdote e o levita não fizeram caso daquela vida, mas o samaritano fez algo em favor daquele homem. - O que verdadeiramente os lideres religiosos tem feito quando se fala de amar aos seu próximo? 34 E, chegando-se, pensou-lhe os ferimentos, aplicando-lhes óleo e vinho; e, colocando-o sobre o seu próprio animal, levou-o para uma hospedaria e tratou dele. O samaritano ali mesmo da os primeiros socorros, limpando e lavando os ferimentos, e atando as feridas para que diminui-se provavelmente o sangramento, o colocou sobre seu meio de transporte, levou para uma hospedaria e continuou a tratar dele. - Como temos tratados dos feridos, dos pobres e necessitados? Esperando algo em troca? Esperando o reconhecimento de alguém? Que temos feito ou deixado de fazer? 35 No dia seguinte, tirou dois denários e os entregou ao hospedeiro, dizendo: Cuida deste homem, e, se alguma coisa gastares a mais, eu to indenizarei quando voltar. Observe mais um ponto importante, depois de socorrer e tratar daquele homem, este samaritano deixa dois denário, corresponde a dois dias de trabalho, e ainda assume o compromisso de pagar por qualquer gasto a mais se for necessário. Como Paulo também disse mais tarde na carta a Filemon, lança na minha conta (Filemon 1:18). 36 Qual destes três te parece ter sido o próximo do homem que caiu nas mãos dos salteadores? Note que o interprete da lei, se levantou não para aprender de Jesus, ou buscar nEle um conselho, ele foi querer por Jesus a prova, foi tentá-lo, pois certamente como interprete da Lei, este deveria saber tal significado, pois Deus sempre ordenou que os viajantes fossem bem tratados por seu povo, e que estes deveriam ser ensinados a respeitarem ao Senhor Deus. Este era um trabalho dos interpretes da Lei. Daí Jesus o coloca em uma situação de refletir sobre o que realmente ele tem ensinado e o que ele tem praticado conhecendo estes princípios. 37 Respondeu-lhe o intérprete da Lei: O que usou de misericórdia para com ele. Então, lhe disse: Vai e procede tu de igual modo.
  9. 9. Os samaritanos. Sua origem, queda e o cuidado de Jesus com eles. sroy@ig.com.br 9 Conclusão: Jesus conclui ensinando que este interprete deveria proceder, ou seja, agir da mesma forma. Pois a religião tem destruído o principio de Deus, que é o de restaurar o mais pobre pecador através do sangue de Jesus Cristo Seu Filho. Ter conhecimento da Lei, ou melhor, conhecimento teológico, histórico, geográfico, embora necessitamos de tê-lo, não adianta muito o conhecer se não compreendemos seu verdadeiro significado. Devemos crescer na Graça e no conhecimento de Deus (2ª Pedro 3:18). Devemos deixar de ser apenas ouvintes e nos transformarmos em praticantes da Palavra de Deus para que seu efeito seja produzido primeiramente em nós, e que depois disso possamos alcançar muitas almas pelas marcas de Cristo em nós, através de um viver com Cristo, demonstrando a verdadeira vida com Deus, fazendo valer a verdadeira mensagem cristã, a saber, a salvação de nossas almas (Tiago 1:21-27). Nosso próximo não é apenas um irmão, parente ou amigo da igreja onde congregamos, são os que estão perto de nós passando algum tipo de necessidade, seja de ordem física ou espiritual. Estes são os que precisam de nossos cuidados. Que nós não venhamos a prosseguir como um interprete da Lei, querendo sempre por Jesus a prova, expô-lo publicamente de forma que desejemos que Ele seja envergonhado. Também que não sejamos como o sacerdote ou o levita, que viviam de aparência, e não se importavam com o povo, nem com aquele homem perto de morrer. Que nós possamos socorrer os perdidos, levar o verdadeiro evangelho ao mundo, começando pelo nosso próximo. Não se omitindo deste árduo trabalho, antes se comprometendo em fazê-lo da melhor forma possível que temos em nossas mãos. Aqueles homens nem quiseram saber se aquele que estava a beira da morte era um judeu ou não, simplesmente passaram de longe, não se importando com aquela alma. Que nós possamos agir como aquele que era desprezado por ser samaritano, mas que tinha um sentimento de compaixão e amor ao próximo, sem se importar se seu dinheiro seria restituído, ou se teria a gratidão de alguém. Como cristãos devemos fazer para o próximo, como se fosse para nós mesmos, e amá-lo como se fosse a nós mesmos. Deus abençoe. ROBSON ROCHA Estudo concluído em São Paulo, 24 de abril de 2011
  10. 10. Os samaritanos. Sua origem, queda e o cuidado de Jesus com eles. sroy@ig.com.br 10 Contatos http://discipuladoavivamento.blogspot.com/ sroy@ig.com.br cefasservo@gmail.com Avivamento em dias de esgotamento e frieza espiritual.

×