Capacidades e limitações
brasileiras para redução das
emissões
Gilberto M Jannuzzi
UNICAMP
Programa FAPESP de Mudanças Cli...
Emissões nacionais de CO2eq por setor (1990-
2013)
Fonte: Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA). – São Paulo : Obser...
As emissões de CO2eq do Brasil 2013
Fonte: SEEG 2015
Redução nas emissões diretas e indiretas
Fig. 1. Emissões de GEE da agropecuária brasileira (418 Mt CO2eq) por subsetores ...
Potencial de mitigação
agropecuária
Em Adição:
Agropecuária contribui com a bioenergia,
substituição de combustíveis fósse...
MUT: emissões, brutas, líquidas e remoções
de CO2eq (1990-2013)
Fonte: Observatório do Clima, 2015
Emissões brasileiras 2014
• Existe o desafio de contabilizar a redução de emissões no Inventário
Nacional, cuja metodologia não contabiliza o seques...
Capacidades de redução de emissões
• Energia:
• Potencial existente de fontes renováveis
• Potencial técnico e econômico p...
Limitações para reduções significativas
Energia
• Investimentos em melhorias infra-estrutura T&D e de uso final
• Armazena...
Energia
Agropecuária
Mudança
Uso Solos
Sequestro de carbono: solo e biomassa
Fig. 2. Balance of emissions or sinks (in Mg CO2eq ha-1) from biomass (CO2-C) and so...
Setor energético: adaptação à Mudança do
Clima
• Oferta de energia
• Exploração de petróleo e gás
• Produção de carvão min...
Capacidades e limitações brasileiras para redução de emissões GE
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Capacidades e limitações brasileiras para redução de emissões GE

442 visualizações

Publicada em

Apresentação sumária sobre as emissões do setor energético e áreas de oportunidades e desafios para esforços de mitigação de emissões

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
442
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Emissoes de energia: Destaca-se que os 6 maiores emissores (Rodo, Termicas, refino de petroleo, residencial) são responsáveis por cerca de 76% desse total
  • Capacidades e limitações brasileiras para redução de emissões GE

    1. 1. Capacidades e limitações brasileiras para redução das emissões Gilberto M Jannuzzi UNICAMP Programa FAPESP de Mudanças Climáticas Globais
    2. 2. Emissões nacionais de CO2eq por setor (1990- 2013) Fonte: Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA). – São Paulo : Observatório do Clima, 2015.
    3. 3. As emissões de CO2eq do Brasil 2013 Fonte: SEEG 2015
    4. 4. Redução nas emissões diretas e indiretas Fig. 1. Emissões de GEE da agropecuária brasileira (418 Mt CO2eq) por subsetores e fontes emissoras em 2013 (Fonte: Observatório do Clima – SEEG, 2015).
    5. 5. Potencial de mitigação agropecuária Em Adição: Agropecuária contribui com a bioenergia, substituição de combustíveis fósseis. Setor Energia ou Agricultura? Grande potencial de redução nas emissões de GEE pela cana-de-açúcar, especialmente quando a expansão é sobre áreas de pastagens degradadas. Ex: 10 milhões de hectares de pasto –cana, fixação estimadas de CO2 em aprox. 500 milhões de t CO2 (em 20 anos....)
    6. 6. MUT: emissões, brutas, líquidas e remoções de CO2eq (1990-2013) Fonte: Observatório do Clima, 2015
    7. 7. Emissões brasileiras 2014
    8. 8. • Existe o desafio de contabilizar a redução de emissões no Inventário Nacional, cuja metodologia não contabiliza o sequestro de carbono promovido pela agropecuária. Incluir o balanço de carbono na agropecuária (sequestro-emissão) incorpora todo o potencial do setor em reduzir as emissões de GEE.
    9. 9. Capacidades de redução de emissões • Energia: • Potencial existente de fontes renováveis • Potencial técnico e econômico para eficiência energética e “flexibilização” da demanda • Experiência com diversos mecanismos de difusão tecnológica • Sistema interligado de grande porte (eletricidade) • Sistema de produção, armazenamento e distribuição de biocombustíveis
    10. 10. Limitações para reduções significativas Energia • Investimentos em melhorias infra-estrutura T&D e de uso final • Armazenamento, planejamento e gestão • Aperfeiçoamento regulatório • Capacitação industrial e comercial para novas fontes e tecnologias de uso final • Inovação tecnológica: operação, sistemas de armazenamento de energia e integração de grandes quantidades de fontes intermitentes e flexibilização da oferta e demanda
    11. 11. Energia Agropecuária Mudança Uso Solos
    12. 12. Sequestro de carbono: solo e biomassa Fig. 2. Balance of emissions or sinks (in Mg CO2eq ha-1) from biomass (CO2-C) and soil (CO2-C and N2O-N) after a 20-year period, due to the land use change of agriculture, pasture and natural forest into sugarcane plantation during 2006-2011 in south-central Brazil (Bordonal et al., 2015). A conversão de pastagem para cana tem o potencial técnico de acúmulo de C (50 Mg CO2eq ha-1) de aproximadamente 5 vezes à emissão evitada pela substituição de combustíveis fósseis (9,8 Mg CO2eq ha-1 yr-1; Fargione et al., 2008).
    13. 13. Setor energético: adaptação à Mudança do Clima • Oferta de energia • Exploração de petróleo e gás • Produção de carvão mineral • Energia hidráulica • Biomassa • Eólica • Solar • Infraestrutura de transformação e transporte de energia • Refinarias • Usinas hidroelétricas e termoelétricas • Produção de alcool e bioeletricidade • Linhas de T&D, alcodutos, oleodutos • Armazenamento de energia • Demanda de energia • Climatização • Perda de eficiência na operação de equipamentos • Sistemas de backup de energia

    ×