SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
LEI DE SOCIEDADE
NECESSIDADE DA VIDA SOCIAL




     Falar sobre o ensino à distância

A DIVERSIDADE ENRIQUECE A UNIDADE, NÃO A PREJUDICA
 766 - A vida social é uma
  obrigação natural?

 – Certamente. Deus fez o
  homem para viver em
  sociedade.

 Deus deu-lhe a palavra e
  todas as demais
  faculdades necessárias ao
  relacionamento.

 Ex: Jesus interagia com 12
  apóstolos, 70 discípulos e
  uma multidão que o seguia..
 768 O homem, ao procurar viver em sociedade, apenas obedece a
  um sentimento pessoal, ou há um objetivo providencial mais
  geral?

 – O homem deve progredir, mas não pode fazer isso sozinho porque
  não dispõe de todas as faculdades; eis por que precisa se relacionar
  com outros homens.
 No isolamento, se embrutece e se enfraquece.
 Ex: professor chato



 Joanna de Ângelis no livro Psicologia da Gratidão:

 Vivemos um grande conflito entre o que se é e o que
  se deseja ser em busca de nossa harmonia emocional,
  mas tem-nos faltado CORAGEM SOCIAL para romper
  a cortina que nos impede a clara visão da realidade
  psicológica da existência.
 Obs de André Luiz no livro Libertação:
 Cada criatura na Crosta da Terra nasce para
  enriquecer-se através do serviço à coletividade.

 O maior do reino Celeste é aquele que se converter
  em servo de todos. JESUS
 769 Compreende-se, como princípio geral, que a vida
  social faça parte na natureza; mas, como todos os
  gostos estão também na natureza, por que o gosto
  pelo isolamento absoluto seria condenável se o
  homem encontra nele sua satisfação?

 – Satisfação de egoísta.


 Há também homens que encontram satisfação em se
  embriagar; vós os aprovais?

 Deus não pode ter por agradável uma vida em que o
  homem se condena a não ser útil a ninguém.
 Ex: faço o que quero dentro do aquário disse o peixe.
Obs de Joanna no livro Psicologia da Gratidão
 O ser imaturo
  psicologicamente não
  venceu a infância que
  foi transferida para a
  idade adulta com toda
  carga de conflitos não
  resolvidos que se
  manifestam no
  relacionamento,
  sempre escondendo a
  personalidade insegura
  e doentia.
 770 O que pensar dos homens que escolhem viver
  em reclusão absoluta para fugir do contato nocivo
  do mundo?
 – Duplo egoísmo.




 Obs do Nazareno Feitosa:
 “ A vida do homem é a sua própria confissão
  pública. Não importa o que digam de nós , mas
  aquilo que fazemos é o que vai dizer quem nós
  somos.”
 770 a Mas se esse retiro tiver por
  objetivo uma expiação ao lhe
  impor uma privação pesarosa,
  não é meritório?

 – Fazer antes o bem do que o mal
  é a melhor expiação. Ao evitarem
  um mal, caem em outro, uma vez
  que se esquecem da lei de amor e
  de caridade.

 Obs do livro Nosso Lar:
 Trabalhe para o bem dos outros
  para que possa encontrar o seu
  próprio bem.

 Exemplo da Ministra Veneranda:
 Tem mais de 1 milhão de bonus-
  hora de trabalho útil sem
  interromper, sem reclamar e sem
  esmorecer . Cerca de 1000 anos.
 771 O que pensar
  daqueles que fogem do
  mundo para se devotar
  ao alívio dos sofredores?

 – Esses se elevam ao se
  rebaixarem. Têm duplo
  mérito por se colocarem
  acima dos prazeres
  materiais e por fazerem o
  bem cumprindo a lei do
  trabalho.

 Ex. da Condessa Paula
 772 O que pensar do voto de silêncio determinado
  por certas seitas desde a Antiguidade?
 – Perguntai antes se a palavra é um dom natural e
  porque Deus a concedeu ao homem. Deus reprova o
  abuso e o não uso das faculdades que concedeu.

 Entretanto, há momentos em que o silêncio pode ser
  útil. No silêncio vos concentrais; vosso Espírito torna-
  se mais livre e pode então entrar em comunicação
  conosco. Mas voto de silêncio é uma tolice.

 Sem dúvida, os que consideram essas privações
  voluntárias como atos de virtude têm uma boa
  intenção, mas se enganam porque não compreendem
  verdadeiramente o alcance das leis de Deus.
Necessidade da vida social

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Instinto e inteligência
Instinto e inteligênciaInstinto e inteligência
Instinto e inteligênciaShantappa Jewur
 
Estranha moral ESE Cap XXIII
Estranha moral ESE Cap XXIIIEstranha moral ESE Cap XXIII
Estranha moral ESE Cap XXIIIgrupodepaisceb
 
Da Lei de Reprodução
Da Lei de ReproduçãoDa Lei de Reprodução
Da Lei de Reproduçãohome
 
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitosCap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitosEduardo Ottonelli Pithan
 
2.7.3 Faculdades morais e intelectuais do homem
2.7.3   Faculdades morais e intelectuais do homem2.7.3   Faculdades morais e intelectuais do homem
2.7.3 Faculdades morais e intelectuais do homemMarta Gomes
 
Provas da existência deus
Provas da existência deusProvas da existência deus
Provas da existência deusDenise Aguiar
 
Roteiro 7 a terra - mundo de expiação e provas
Roteiro 7   a terra - mundo de expiação e provasRoteiro 7   a terra - mundo de expiação e provas
Roteiro 7 a terra - mundo de expiação e provasBruno Cechinel Filho
 
Provas da pobreza e da riqueza
Provas da pobreza e da riquezaProvas da pobreza e da riqueza
Provas da pobreza e da riquezaGraça Maciel
 
2.6.1 espiritos errantes
2.6.1   espiritos errantes2.6.1   espiritos errantes
2.6.1 espiritos errantesMarta Gomes
 
Segundo Módulo - Aula 11 - Lei de liberdade
Segundo Módulo - Aula 11 - Lei de liberdadeSegundo Módulo - Aula 11 - Lei de liberdade
Segundo Módulo - Aula 11 - Lei de liberdadeCeiClarencio
 
Progressão dos Espíritos - 1ª Parte
Progressão dos Espíritos - 1ª ParteProgressão dos Espíritos - 1ª Parte
Progressão dos Espíritos - 1ª ParteDenise Aguiar
 
Propósito - Pessoa de Bem
Propósito - Pessoa de BemPropósito - Pessoa de Bem
Propósito - Pessoa de BemRicardo Azevedo
 
Capitulo VIII - Emancipacao da alma
Capitulo VIII - Emancipacao da almaCapitulo VIII - Emancipacao da alma
Capitulo VIII - Emancipacao da almaMarta Gomes
 
Vazio existencial (Joanna Angelis) Conflitos Existenciais
Vazio existencial (Joanna Angelis) Conflitos ExistenciaisVazio existencial (Joanna Angelis) Conflitos Existenciais
Vazio existencial (Joanna Angelis) Conflitos ExistenciaisFatima Carvalho
 

Mais procurados (20)

Instinto e inteligência
Instinto e inteligênciaInstinto e inteligência
Instinto e inteligência
 
Estranha moral ESE Cap XXIII
Estranha moral ESE Cap XXIIIEstranha moral ESE Cap XXIII
Estranha moral ESE Cap XXIII
 
Da Lei de Reprodução
Da Lei de ReproduçãoDa Lei de Reprodução
Da Lei de Reprodução
 
Cristo Consolador
Cristo ConsoladorCristo Consolador
Cristo Consolador
 
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitosCap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
 
2.7.3 Faculdades morais e intelectuais do homem
2.7.3   Faculdades morais e intelectuais do homem2.7.3   Faculdades morais e intelectuais do homem
2.7.3 Faculdades morais e intelectuais do homem
 
Provas da existência deus
Provas da existência deusProvas da existência deus
Provas da existência deus
 
Roteiro 7 a terra - mundo de expiação e provas
Roteiro 7   a terra - mundo de expiação e provasRoteiro 7   a terra - mundo de expiação e provas
Roteiro 7 a terra - mundo de expiação e provas
 
Provas da pobreza e da riqueza
Provas da pobreza e da riquezaProvas da pobreza e da riqueza
Provas da pobreza e da riqueza
 
2.6.1 espiritos errantes
2.6.1   espiritos errantes2.6.1   espiritos errantes
2.6.1 espiritos errantes
 
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucuraPalestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
 
Segundo Módulo - Aula 11 - Lei de liberdade
Segundo Módulo - Aula 11 - Lei de liberdadeSegundo Módulo - Aula 11 - Lei de liberdade
Segundo Módulo - Aula 11 - Lei de liberdade
 
Progressão dos Espíritos - 1ª Parte
Progressão dos Espíritos - 1ª ParteProgressão dos Espíritos - 1ª Parte
Progressão dos Espíritos - 1ª Parte
 
Propósito - Pessoa de Bem
Propósito - Pessoa de BemPropósito - Pessoa de Bem
Propósito - Pessoa de Bem
 
O livro dos espíritos !
O  livro dos espíritos !O  livro dos espíritos !
O livro dos espíritos !
 
A lei de igualdade
A lei de igualdadeA lei de igualdade
A lei de igualdade
 
Progresso intelectual e moral
Progresso intelectual e moralProgresso intelectual e moral
Progresso intelectual e moral
 
Aquele que se eleva será rebaixado
Aquele que se eleva será rebaixado Aquele que se eleva será rebaixado
Aquele que se eleva será rebaixado
 
Capitulo VIII - Emancipacao da alma
Capitulo VIII - Emancipacao da almaCapitulo VIII - Emancipacao da alma
Capitulo VIII - Emancipacao da alma
 
Vazio existencial (Joanna Angelis) Conflitos Existenciais
Vazio existencial (Joanna Angelis) Conflitos ExistenciaisVazio existencial (Joanna Angelis) Conflitos Existenciais
Vazio existencial (Joanna Angelis) Conflitos Existenciais
 

Destaque

Destaque (14)

Segundo Módulo - Aula 07 - Lei de sociedade
Segundo Módulo - Aula 07 - Lei de sociedadeSegundo Módulo - Aula 07 - Lei de sociedade
Segundo Módulo - Aula 07 - Lei de sociedade
 
Da Lei de Sociedade
Da Lei de SociedadeDa Lei de Sociedade
Da Lei de Sociedade
 
O Homem é Um Ser Social
O Homem é Um Ser SocialO Homem é Um Ser Social
O Homem é Um Ser Social
 
Instituto Espírita de Educação - Lei de Sociedade
Instituto Espírita de Educação - Lei de SociedadeInstituto Espírita de Educação - Lei de Sociedade
Instituto Espírita de Educação - Lei de Sociedade
 
Lei de sociedade - Wilma Badan
Lei de sociedade - Wilma BadanLei de sociedade - Wilma Badan
Lei de sociedade - Wilma Badan
 
Monitoramento de redes sociais
Monitoramento de redes sociaisMonitoramento de redes sociais
Monitoramento de redes sociais
 
Como criar boas apresentações em powerpoint [Palestra Espírita]
Como criar boas apresentações em powerpoint [Palestra Espírita]Como criar boas apresentações em powerpoint [Palestra Espírita]
Como criar boas apresentações em powerpoint [Palestra Espírita]
 
BRASIL: IBGE, IDH, Formação da sociedade brasileira
BRASIL: IBGE, IDH, Formação da sociedade brasileiraBRASIL: IBGE, IDH, Formação da sociedade brasileira
BRASIL: IBGE, IDH, Formação da sociedade brasileira
 
Lei de sociedade
Lei de sociedadeLei de sociedade
Lei de sociedade
 
Como viver em sociedade
Como viver em sociedadeComo viver em sociedade
Como viver em sociedade
 
Caridade
CaridadeCaridade
Caridade
 
DOUTRINA ESPÍRITA: SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A SOCIEDADE
DOUTRINA ESPÍRITA: SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A SOCIEDADEDOUTRINA ESPÍRITA: SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A SOCIEDADE
DOUTRINA ESPÍRITA: SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A SOCIEDADE
 
Conceitos Básicos do Censo IBGE 2010
Conceitos Básicos do Censo IBGE 2010Conceitos Básicos do Censo IBGE 2010
Conceitos Básicos do Censo IBGE 2010
 
Pensamento E Vida
Pensamento E VidaPensamento E Vida
Pensamento E Vida
 

Semelhante a Necessidade da vida social

Roteiro 1 - Necessidade de vida Social..pptx
Roteiro 1 - Necessidade de vida Social..pptxRoteiro 1 - Necessidade de vida Social..pptx
Roteiro 1 - Necessidade de vida Social..pptxMartaReginaSilva3
 
Capítulo VII - Lei de Sociedade.docx
Capítulo VII - Lei de Sociedade.docxCapítulo VII - Lei de Sociedade.docx
Capítulo VII - Lei de Sociedade.docxMarta Gomes
 
3.7 - Lei de Sociedade.pptx
3.7 - Lei de Sociedade.pptx3.7 - Lei de Sociedade.pptx
3.7 - Lei de Sociedade.pptxMarta Gomes
 
Santo agostinho autoconhecimento e reforma íntima
Santo agostinho autoconhecimento e reforma íntimaSanto agostinho autoconhecimento e reforma íntima
Santo agostinho autoconhecimento e reforma íntimaMarcos Elesbão
 
Livro dos espiritos 769 ESE cap10
Livro dos espiritos 769 ESE cap10Livro dos espiritos 769 ESE cap10
Livro dos espiritos 769 ESE cap10Patricia Farias
 
92921633 jiddu-krishnamurti
92921633 jiddu-krishnamurti92921633 jiddu-krishnamurti
92921633 jiddu-krishnamurtiFlavio Fernandes
 
As 7-armadilhas-que-travam-a-sua-vida
As 7-armadilhas-que-travam-a-sua-vidaAs 7-armadilhas-que-travam-a-sua-vida
As 7-armadilhas-que-travam-a-sua-vidaJoseni Carvalho Ramos
 
Estudo do livro Roteiro lição 32
Estudo do livro Roteiro lição 32Estudo do livro Roteiro lição 32
Estudo do livro Roteiro lição 32Candice Gunther
 
Luiz antonio gasparetto realização - curso completo
Luiz antonio gasparetto   realização -  curso completoLuiz antonio gasparetto   realização -  curso completo
Luiz antonio gasparetto realização - curso completosaioborba
 
Espetacular curso motivacional_so_tem_riqueza.com
Espetacular curso motivacional_so_tem_riqueza.comEspetacular curso motivacional_so_tem_riqueza.com
Espetacular curso motivacional_so_tem_riqueza.comCheferson Luciana Kiyota
 
Beneficios do Esquecimento
Beneficios do Esquecimento Beneficios do Esquecimento
Beneficios do Esquecimento Clea Alves
 
Sagrada Notícias - 10° Edição (09/03 a 23/03) - A4
Sagrada Notícias - 10° Edição (09/03 a 23/03) - A4Sagrada Notícias - 10° Edição (09/03 a 23/03) - A4
Sagrada Notícias - 10° Edição (09/03 a 23/03) - A4Liliane Jornalista
 

Semelhante a Necessidade da vida social (20)

Roteiro 1 - Necessidade de vida Social..pptx
Roteiro 1 - Necessidade de vida Social..pptxRoteiro 1 - Necessidade de vida Social..pptx
Roteiro 1 - Necessidade de vida Social..pptx
 
Capítulo VII - Lei de Sociedade.docx
Capítulo VII - Lei de Sociedade.docxCapítulo VII - Lei de Sociedade.docx
Capítulo VII - Lei de Sociedade.docx
 
3.7 - Lei de Sociedade.pptx
3.7 - Lei de Sociedade.pptx3.7 - Lei de Sociedade.pptx
3.7 - Lei de Sociedade.pptx
 
Santo agostinho autoconhecimento e reforma íntima
Santo agostinho autoconhecimento e reforma íntimaSanto agostinho autoconhecimento e reforma íntima
Santo agostinho autoconhecimento e reforma íntima
 
Livro dos espiritos 769 ESE cap10
Livro dos espiritos 769 ESE cap10Livro dos espiritos 769 ESE cap10
Livro dos espiritos 769 ESE cap10
 
92921633 jiddu-krishnamurti
92921633 jiddu-krishnamurti92921633 jiddu-krishnamurti
92921633 jiddu-krishnamurti
 
Saúde
SaúdeSaúde
Saúde
 
As 7-armadilhas-que-travam-a-sua-vida
As 7-armadilhas-que-travam-a-sua-vidaAs 7-armadilhas-que-travam-a-sua-vida
As 7-armadilhas-que-travam-a-sua-vida
 
09 egoismo
09 egoismo09 egoismo
09 egoismo
 
09 egoismo
09 egoismo09 egoismo
09 egoismo
 
Estudo do livro Roteiro lição 32
Estudo do livro Roteiro lição 32Estudo do livro Roteiro lição 32
Estudo do livro Roteiro lição 32
 
COLETÂNEA DE PALESTRAS PÚBLICAS
COLETÂNEA DE PALESTRAS PÚBLICASCOLETÂNEA DE PALESTRAS PÚBLICAS
COLETÂNEA DE PALESTRAS PÚBLICAS
 
Não estás deprimido
Não estás deprimidoNão estás deprimido
Não estás deprimido
 
Esquecimento do passado
Esquecimento do passadoEsquecimento do passado
Esquecimento do passado
 
Luiz antonio gasparetto realização - curso completo
Luiz antonio gasparetto   realização -  curso completoLuiz antonio gasparetto   realização -  curso completo
Luiz antonio gasparetto realização - curso completo
 
Espetacular curso motivacional_so_tem_riqueza.com
Espetacular curso motivacional_so_tem_riqueza.comEspetacular curso motivacional_so_tem_riqueza.com
Espetacular curso motivacional_so_tem_riqueza.com
 
5 a restituição da liberdade 1
5 a restituição da liberdade 15 a restituição da liberdade 1
5 a restituição da liberdade 1
 
A vida futura
A vida futuraA vida futura
A vida futura
 
Beneficios do Esquecimento
Beneficios do Esquecimento Beneficios do Esquecimento
Beneficios do Esquecimento
 
Sagrada Notícias - 10° Edição (09/03 a 23/03) - A4
Sagrada Notícias - 10° Edição (09/03 a 23/03) - A4Sagrada Notícias - 10° Edição (09/03 a 23/03) - A4
Sagrada Notícias - 10° Edição (09/03 a 23/03) - A4
 

Mais de Izabel Cristina Fonseca (20)

O advento do cristo
O advento do cristoO advento do cristo
O advento do cristo
 
Misterios ocultos aos doutos e prudentes
Misterios ocultos aos doutos e prudentesMisterios ocultos aos doutos e prudentes
Misterios ocultos aos doutos e prudentes
 
Melodia natalina
Melodia natalinaMelodia natalina
Melodia natalina
 
Bem aventurados os que temos olhos fechados
Bem aventurados os que temos olhos fechadosBem aventurados os que temos olhos fechados
Bem aventurados os que temos olhos fechados
 
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-aSe a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
 
Misterios ocultos aos prudentes
Misterios ocultos aos prudentesMisterios ocultos aos prudentes
Misterios ocultos aos prudentes
 
Poemas
PoemasPoemas
Poemas
 
Solidão fonte viva
Solidão   fonte vivaSolidão   fonte viva
Solidão fonte viva
 
Simpatia
SimpatiaSimpatia
Simpatia
 
Progressão e escala espírita
Progressão e escala espíritaProgressão e escala espírita
Progressão e escala espírita
 
Palestra lei destruição
Palestra lei destruiçãoPalestra lei destruição
Palestra lei destruição
 
Pal janfevmar 2017
Pal janfevmar 2017Pal janfevmar 2017
Pal janfevmar 2017
 
Oração nossa
Oração nossaOração nossa
Oração nossa
 
O mancebo rico
O mancebo ricoO mancebo rico
O mancebo rico
 
O bem e o mal esde - leis divinas
O bem e o mal  esde - leis divinasO bem e o mal  esde - leis divinas
O bem e o mal esde - leis divinas
 
Natal palestra
Natal palestraNatal palestra
Natal palestra
 
Não desanimar bezerra
Não desanimar   bezerraNão desanimar   bezerra
Não desanimar bezerra
 
Inteligência e instinto
Inteligência e instintoInteligência e instinto
Inteligência e instinto
 
Incompreensão palestra 2016
Incompreensão   palestra 2016Incompreensão   palestra 2016
Incompreensão palestra 2016
 
Firmeza e constância
Firmeza e constânciaFirmeza e constância
Firmeza e constância
 

Necessidade da vida social

  • 1. LEI DE SOCIEDADE NECESSIDADE DA VIDA SOCIAL Falar sobre o ensino à distância A DIVERSIDADE ENRIQUECE A UNIDADE, NÃO A PREJUDICA
  • 2.  766 - A vida social é uma obrigação natural?  – Certamente. Deus fez o homem para viver em sociedade.  Deus deu-lhe a palavra e todas as demais faculdades necessárias ao relacionamento.  Ex: Jesus interagia com 12 apóstolos, 70 discípulos e uma multidão que o seguia..
  • 3.  768 O homem, ao procurar viver em sociedade, apenas obedece a um sentimento pessoal, ou há um objetivo providencial mais geral?  – O homem deve progredir, mas não pode fazer isso sozinho porque não dispõe de todas as faculdades; eis por que precisa se relacionar com outros homens.  No isolamento, se embrutece e se enfraquece.  Ex: professor chato  Joanna de Ângelis no livro Psicologia da Gratidão:  Vivemos um grande conflito entre o que se é e o que se deseja ser em busca de nossa harmonia emocional, mas tem-nos faltado CORAGEM SOCIAL para romper a cortina que nos impede a clara visão da realidade psicológica da existência.
  • 4.  Obs de André Luiz no livro Libertação:  Cada criatura na Crosta da Terra nasce para enriquecer-se através do serviço à coletividade.  O maior do reino Celeste é aquele que se converter em servo de todos. JESUS
  • 5.  769 Compreende-se, como princípio geral, que a vida social faça parte na natureza; mas, como todos os gostos estão também na natureza, por que o gosto pelo isolamento absoluto seria condenável se o homem encontra nele sua satisfação?  – Satisfação de egoísta.  Há também homens que encontram satisfação em se embriagar; vós os aprovais?  Deus não pode ter por agradável uma vida em que o homem se condena a não ser útil a ninguém.  Ex: faço o que quero dentro do aquário disse o peixe.
  • 6. Obs de Joanna no livro Psicologia da Gratidão  O ser imaturo psicologicamente não venceu a infância que foi transferida para a idade adulta com toda carga de conflitos não resolvidos que se manifestam no relacionamento, sempre escondendo a personalidade insegura e doentia.
  • 7.  770 O que pensar dos homens que escolhem viver em reclusão absoluta para fugir do contato nocivo do mundo?  – Duplo egoísmo.  Obs do Nazareno Feitosa:  “ A vida do homem é a sua própria confissão pública. Não importa o que digam de nós , mas aquilo que fazemos é o que vai dizer quem nós somos.”
  • 8.  770 a Mas se esse retiro tiver por objetivo uma expiação ao lhe impor uma privação pesarosa, não é meritório?  – Fazer antes o bem do que o mal é a melhor expiação. Ao evitarem um mal, caem em outro, uma vez que se esquecem da lei de amor e de caridade.  Obs do livro Nosso Lar:  Trabalhe para o bem dos outros para que possa encontrar o seu próprio bem.  Exemplo da Ministra Veneranda:  Tem mais de 1 milhão de bonus- hora de trabalho útil sem interromper, sem reclamar e sem esmorecer . Cerca de 1000 anos.
  • 9.  771 O que pensar daqueles que fogem do mundo para se devotar ao alívio dos sofredores?  – Esses se elevam ao se rebaixarem. Têm duplo mérito por se colocarem acima dos prazeres materiais e por fazerem o bem cumprindo a lei do trabalho.  Ex. da Condessa Paula
  • 10.  772 O que pensar do voto de silêncio determinado por certas seitas desde a Antiguidade?  – Perguntai antes se a palavra é um dom natural e porque Deus a concedeu ao homem. Deus reprova o abuso e o não uso das faculdades que concedeu.  Entretanto, há momentos em que o silêncio pode ser útil. No silêncio vos concentrais; vosso Espírito torna- se mais livre e pode então entrar em comunicação conosco. Mas voto de silêncio é uma tolice.  Sem dúvida, os que consideram essas privações voluntárias como atos de virtude têm uma boa intenção, mas se enganam porque não compreendem verdadeiramente o alcance das leis de Deus.