Contabilidade i nocoes 02

917 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
917
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Contabilidade i nocoes 02

  1. 1. Aula- 3 Razonete e Balancete 1- Introdução O domínio destes instrumentos contábeis, é indispensável para se compreender com mais facilidade as noções básicas de contabilidade, como também solucionar cerca de 90% das questões práticas da matéria. 2- Razonete É também denominado de gráfico T, e corresponde à redução da conta Razão. Dos quatros livros utilizados pela contabilidade (Diário, Razão, Caixa e Conta Corrente), o Razão é o mais importante sob o ponto de vista contábil, pos é com ele que se controla o movimento de cada conta. Praticamente, se substitui o livro Razão pelo Razonete por sua simplicidade e facilidade de visualização do movimento de débitos e créditos lançados. É na prática o mesmo gráfico T já apresentado para representar o Balanço Patrimonial. Só que agora o utilizaremos para controlar o movimento de cada conta individualmente. Ex. D Caixa C _____________________ Este é o Razonete da conta caixa. No lado esquerdo lançamos todas as importâncias que representam o débito de caixa. No lado direito todas as importâncias que representam o crédito de caixa. Ex. Escriturar no Diário e no Razonete. 1- Investimento inicial, em dinheiro: R$ 600.000,00 2- Compra de um automóvel a vista: R$ 50.000,00 3- Depósito efetuado no Banco: R$ 550.000,00
  2. 2. a) Lançamento no Diário 1- Caixa a Capital investimento inicial---------------- 600.000 2- Veículo a Caixa compra de um automóvel-------- 50.000 3- Banco Conta Movimento a Caixa depósito efetuado nesta data----- 350.000 b) Razonetes D Caixa C D Capital C _________________ ________________ 1) 600.000 2) 50.000 1) 600.000 3) 350.000 T) 400.000 D Veículos C D Banco C 2) 50.000 3) 350.000 Notas: - O Razonete funciona como um Razão simplificado e seus lançamentos são extraídos do livro Diário. - São usados um número de Razonetes T, igual ao número de contas escrituradas do Diário. - Após elaborado os Razonetes, somamos os movimentos de cada conta, a exemplo do que é feito no livro Razão. c) Saldo da Conta Saldo da conta é a diferença entre o total dos valores lançados à débito e o total dos valores lançados à crédito na referida conta.
  3. 3. Ex. D caixa C 100 30 40 20 70 50 210 Total do débito ________210 Total do crédito _______ 50 Saldo da conta ________ 160 D caixa C 100 30 40 20 70 50 210 ______ 160 4- Balancete É uma relação de contas extraídas do livro Razão(ou Razonetes), com os seus saldos devedores ou credores em uma determinada data. Norma Brasileira de Contabilidade para o Balancete: NBC T.2-7 1- O Balancete de verificação do Razão é a relação de contas, com seus respectivos saldos extraidos do Razão em determinada data. 2- O grau de detalhamento do Balancete deverá ser consedâneo com sua finalidade. 3- Os elementos que devem constar do Balancete são:
  4. 4. a) Identificação da entidade. b) A data a que se refere. c) Abrangência. d) Identificação das contas. e) Saldo das contas, indicando se devedoras ou credoras. f) Soma dos saldos deverores o credores. 4- Se o Balancete se destina a fins externos, a entidade deverá constar nome e assinatura do contabilista responsavel, sua categoria profissional e o numero do registro no CRC. 5- O Balancete deverá ser levantado, no mínimo mensalmente. Ex. Elaboração de um Balancete partindo dos Razonetes abaixo: Imoveis Veículos 4.000 2.000 20.000 3.000 24.000 5.000 Móveis e Utencílios Promissórias a Pagar 1.000 3.000 4.000 4.000 Saldo 1.000 5.000 Estoque de Mercadoria Caixa 3.500 2.000 1.000 1.500 1.500 2.000 5.000 3.000 Saldo 3.000 6.000 Saldo 4.500 Duplicatas a Pagar Capital 1.500 7.000 30.000 1.000 8.000 Saldo 6.500
  5. 5. Fornecedores 4.000 Balancete de Verificação N. de Ordem Contas Devedor Credor 1 Imoveis 24.000 2 Veículos 5.000 3 Moveis e Utencílios 5.000 4 Promissórias a Pagar 1.000 5 Estoque de 3.000 Mercadoria 6 Caixa 4.500 7 Duplicatas à Pagar 6.500 8 Capital 30.000 9 Fornecedores 4.000 Totais --------------------------- 41.500 41.500

×