SlideShare uma empresa Scribd logo
Deise Dalazen Castagnara
Uruguaiana
2013-I
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA
CAMPUS DE URUGUAIANA
CURSO DE MEDICINAVETERINÁRIA
GRUPO DE ESTUDOS EM PRODUÇÃO ANIMAL
 É também a arte de criar animais.
 A zootecnia é a ciência aplicada que trata da
adaptação dos animais domésticos ao
ambiente criatório e deste aos animais com
fins econômicos.
 Engloba conceitos das áreas de:
 Melhoramento genético
 Nutrição
 Fisiologia
 Morfologia e anatomia de animais
 Exploração de áreas de terra
 Instalações rurais
 Bem estar e comportamento animal
 Objetivo final de:
 Produzir o máximo possível, no menor tempo
possível, da melhor forma possível, sempre
considerando aspectos econômicos, sociais e
ambientais.
Produção Animal
 O 1º Curso de Zootecnia, no Brasil, foi criado pela
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
(PUCRS)
 Em Uruguaiana – RS
 Em 1966
 2º UFRRJ - 1969
 3º UFSM - 1970
 O objeto da zootecnia é o animal doméstico
 animal que pertence a uma espécie criada e
reproduzida pelo homem
 dotada de mansidão hereditária
 que proporciona algum proveito ao homem
Domingues (1998)
 Todo animal que criado e reproduzido pelo homem,
perpetua tais condições através das gerações por
hereditariedade, oferecendo utilidades e prestando
serviço em mansidão.
(Torres, 1990)
 domus = casa (latim)
 Domesticação:
 ato de uma espécie animal sair do estado selvagem, para passar a
viver com o homem e depender dele.
 Domesticidade:
 Estado de domesticação: condição de sujeição, de servidão em
que vivem, certos animais relativamente ao homem
(Milen, 1975)
??
 fecundidade em cativeiro
 indivíduos não precisem ser continuamente
aprisionados
 tendência hereditária a mansidão
 animais que nascem no cativeiro
 aceitam facilmente o convívio com o homem e com
outras espécies
 Sociabilidade
 característica das espécies dotadas de hábitos
gregários
 que permite a vida em bando
 caract. própria dos animais em domesticidade
 “arte de criar animais domésticos e de
adaptá-los a determinadas condições”
 Conceitos à cerca da origem
 Imprescindíveis
 Melhoramento
 Adaptação
 Comportamento
 bacia do Mediterrâneo
 mais 6000 anos antes de Cristo
 abandono da vida nômade
 procura de restos de alimentos
 abrigo contra o clima
 Motivos do acolhimento:
 divertimento
 crenças religiosas
 curiosidade
 utilidades
 Sociabilidade entre sí e com o homem
 mansidão
 submissão dócil à vontade e subjugação pelo homem
 perda do estado selvagem
 início da reprodução em cativeiro
 hereditárias
 Pequenos animais – cão, suíno, caprinos, ovinos
 Domesticação forçada
 Caçados
 Subjugados
 Presos
 Domesticidade
 Equinos, bovinos
 Equinos - amansamento
 Inicialmente - Ásia único local
 trabalhos de paleontologia
 grande parte das espécies domésticas – Ásia
 outros continentes surgiram e foram
domesticadas espécies de interesse
zootécnico.
?
 Domesticado na Ásia na Idade dos Metais,
cerca de 3.500 anos a.C.
 Foi domesticado antes dos eqüinos
 Vale do Nilo, na África, cerca de 5.000 anos a.C.
 Domesticado inicialmente na China, cerca de 4.000
anos a.C.
 Todos os bovídeos, domésticos ou não, descendem
de um tronco filogênico comum "Antílope”
 originou todos os cavicórneos:
 Ovis, Capra, Antilope, Bos, Bubalus, etc.
 Domesticado na Ásia no mesmo período que os caprinos.
 Segunda espécie a ser domesticada e primeiro
animal leiteiro domesticado
 Oriente Médio - planaltos ocidentais da Ásia
 Foram domesticados após o Cão, a Cabra e o
Carneiro, entre 6000 a 4000 anos a.C.
 Índia, Oriente Próximo e Egito
 Os Zebuínos foram domesticados no Egito,
antes dos taurinos.
 Originado e domesticado na Ásia
 época da domesticação é imprecisa
 Foi domesticado no Egito, cerca de 3.000 anos a.C.,
onde foi considerado deus Bast.
 A mais antiga espécie doméstica
 Domesticada no Neolítico
 utilizada no início, para alimentação
 depois como auxiliar do homem na caça
 Origem européia.
 Foi domesticado na Península Ibérica.
 Originada na Índia e domesticada na Índia,
China e Pérsia.
 Domesticada provavelmente pelos índios Astecas do
México, antes de 2.000 anos a.C.
 Descende das espécies africanas
 Domesticada na África do Sul.
 Origem chinesa
 onde foi criado inicialmente antes de 2.500 anos a.C.
 Descende das subespécies primitivas:
 Apis mellifera fasciata ou abelha alemã
 Apis mellifera ligustica ou abelha italiana
 Apis mellifera adansonii ou abelha africana
 A primeira abelha criada foi provavelmente a
Apis mellifera ligustica.
 aprofundar e fomentar os conhecimentos das
disciplinas relacionadas à animais de produção
 incentivar o pensamento lógico, crítico e objetivo
 enfatizar os aspectos técnicos e científicos dos
assuntos relacionados com os animais de produção
 Desenvolvimento de novas técnicas de
produção e aprimoramento das já existentes
para atendimento às exigências do mercado
consumidor e dos princípios de bem estar
animal
 Demanda crescente por alimentos prevê competição
com os alimentos que podem ser utilizados pela
indústria alimentícia humana e para produção de
biocombustíveis.......
 Aumento da eficiência
 Alimentos alternativos
 Sistemas de produção ecologicamente corretos
 Destinação e tratamento adequado dos resíduos
 Maior eficiência produtiva
 Conservação do solo e da água
 Ecologicamente correto
 Economicamente viável
 Socialmente justo
Perguntas??
Obrigada pela
atenção!!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

7 instalações para bovinos de leite
7   instalações para bovinos de leite7   instalações para bovinos de leite
7 instalações para bovinos de leite
garciagotaeficiente
 

Mais procurados (20)

Bovinocultura
BovinoculturaBovinocultura
Bovinocultura
 
Distribuição genética
Distribuição genéticaDistribuição genética
Distribuição genética
 
Instalações para aves
Instalações para avesInstalações para aves
Instalações para aves
 
Guia de raças de bovinos
Guia de raças de bovinosGuia de raças de bovinos
Guia de raças de bovinos
 
Instalações rurais (Bem estar animal)
Instalações rurais (Bem estar animal)Instalações rurais (Bem estar animal)
Instalações rurais (Bem estar animal)
 
Abc criação de caprinos e ovinos
Abc criação de caprinos e ovinosAbc criação de caprinos e ovinos
Abc criação de caprinos e ovinos
 
Noções de Melhoramento Animal de Bovinos de Corte
Noções de Melhoramento Animal de Bovinos de CorteNoções de Melhoramento Animal de Bovinos de Corte
Noções de Melhoramento Animal de Bovinos de Corte
 
Caprinos e Ovinos
Caprinos e OvinosCaprinos e Ovinos
Caprinos e Ovinos
 
Manejo reprodutivo de bovinos
Manejo reprodutivo de bovinosManejo reprodutivo de bovinos
Manejo reprodutivo de bovinos
 
Silagem (milho, sorgo, capim)
Silagem (milho, sorgo, capim)Silagem (milho, sorgo, capim)
Silagem (milho, sorgo, capim)
 
Cadeia produtiva da bovinocultura de corte
Cadeia produtiva da bovinocultura de corteCadeia produtiva da bovinocultura de corte
Cadeia produtiva da bovinocultura de corte
 
NUTRIÇÃO ANIMAL INTRODUÇÃO
NUTRIÇÃO ANIMAL INTRODUÇÃONUTRIÇÃO ANIMAL INTRODUÇÃO
NUTRIÇÃO ANIMAL INTRODUÇÃO
 
Raças bovinas 01
Raças bovinas 01Raças bovinas 01
Raças bovinas 01
 
Aula 2 - Cadeia produtiva leite.pptx
Aula 2 - Cadeia produtiva leite.pptxAula 2 - Cadeia produtiva leite.pptx
Aula 2 - Cadeia produtiva leite.pptx
 
Instalações e construções para suinocultura
Instalações e construções para suinoculturaInstalações e construções para suinocultura
Instalações e construções para suinocultura
 
Sistemas de criação e instalações para caprinos e ovinos - caprinos e ovinos
Sistemas de criação e instalações para caprinos e ovinos - caprinos e ovinosSistemas de criação e instalações para caprinos e ovinos - caprinos e ovinos
Sistemas de criação e instalações para caprinos e ovinos - caprinos e ovinos
 
Manejo reprodutivo de caprinos e ovinos
Manejo reprodutivo de caprinos e ovinosManejo reprodutivo de caprinos e ovinos
Manejo reprodutivo de caprinos e ovinos
 
7 instalações para bovinos de leite
7   instalações para bovinos de leite7   instalações para bovinos de leite
7 instalações para bovinos de leite
 
Instalações caprinos e ovinos
Instalações caprinos e ovinosInstalações caprinos e ovinos
Instalações caprinos e ovinos
 
Sistemas de produção de suínos
Sistemas de produção de suínosSistemas de produção de suínos
Sistemas de produção de suínos
 

Destaque

Trabalho de zootecnia geral
Trabalho de zootecnia geralTrabalho de zootecnia geral
Trabalho de zootecnia geral
Roger Flores
 
Melhoramento animal,caracteristicas exteriores do bovino de leite
Melhoramento animal,caracteristicas exteriores do bovino de leiteMelhoramento animal,caracteristicas exteriores do bovino de leite
Melhoramento animal,caracteristicas exteriores do bovino de leite
Karynne Chaves
 
1 introdução à zootecnia
1 introdução à zootecnia1 introdução à zootecnia
1 introdução à zootecnia
gepaunipampa
 
Aula2 -suinocultura_[modo_de_compatibilidade]
Aula2  -suinocultura_[modo_de_compatibilidade]Aula2  -suinocultura_[modo_de_compatibilidade]
Aula2 -suinocultura_[modo_de_compatibilidade]
Rômulo Alexandrino Silva
 

Destaque (20)

Zootecnia Geral, Sistema De Criação
Zootecnia Geral, Sistema De CriaçãoZootecnia Geral, Sistema De Criação
Zootecnia Geral, Sistema De Criação
 
Projeto minha profissão zootecnia
Projeto minha profissão   zootecniaProjeto minha profissão   zootecnia
Projeto minha profissão zootecnia
 
Zootecnistas
ZootecnistasZootecnistas
Zootecnistas
 
Raças de Bovinos, Caprinos, Ovinos, Suínos e Equinos
Raças de Bovinos, Caprinos, Ovinos, Suínos e EquinosRaças de Bovinos, Caprinos, Ovinos, Suínos e Equinos
Raças de Bovinos, Caprinos, Ovinos, Suínos e Equinos
 
Bovinos de corte
Bovinos de corteBovinos de corte
Bovinos de corte
 
Trabalho de zootecnia geral
Trabalho de zootecnia geralTrabalho de zootecnia geral
Trabalho de zootecnia geral
 
Aula 4 bioclimatologia animal ecologia animal
Aula 4 bioclimatologia animal ecologia animalAula 4 bioclimatologia animal ecologia animal
Aula 4 bioclimatologia animal ecologia animal
 
Produçao animal
Produçao animalProduçao animal
Produçao animal
 
Bem estar
Bem estarBem estar
Bem estar
 
Melhoramento animal,caracteristicas exteriores do bovino de leite
Melhoramento animal,caracteristicas exteriores do bovino de leiteMelhoramento animal,caracteristicas exteriores do bovino de leite
Melhoramento animal,caracteristicas exteriores do bovino de leite
 
Bioclimatologia aves
Bioclimatologia avesBioclimatologia aves
Bioclimatologia aves
 
Aula 1 Anatomia - Osteologia veterinária
Aula 1 Anatomia - Osteologia veterináriaAula 1 Anatomia - Osteologia veterinária
Aula 1 Anatomia - Osteologia veterinária
 
1 introdução à zootecnia
1 introdução à zootecnia1 introdução à zootecnia
1 introdução à zootecnia
 
Aula2 -suinocultura_[modo_de_compatibilidade]
Aula2  -suinocultura_[modo_de_compatibilidade]Aula2  -suinocultura_[modo_de_compatibilidade]
Aula2 -suinocultura_[modo_de_compatibilidade]
 
Trabalho de Produção Animal - Anatomia e Fisiologia da Glândula Mamária dos B...
Trabalho de Produção Animal - Anatomia e Fisiologia da Glândula Mamária dos B...Trabalho de Produção Animal - Anatomia e Fisiologia da Glândula Mamária dos B...
Trabalho de Produção Animal - Anatomia e Fisiologia da Glândula Mamária dos B...
 
Caprinos nativos
Caprinos nativosCaprinos nativos
Caprinos nativos
 
Avicultura
AviculturaAvicultura
Avicultura
 
Suínocultura
SuínoculturaSuínocultura
Suínocultura
 
Pecuária
PecuáriaPecuária
Pecuária
 
eco aula 1 - Disciplina de economia e administração rural
eco aula 1 - Disciplina de economia e administração ruraleco aula 1 - Disciplina de economia e administração rural
eco aula 1 - Disciplina de economia e administração rural
 

Semelhante a 1 introdução à zootecnia

Cap 16 a herança cultural
Cap 16 a herança culturalCap 16 a herança cultural
Cap 16 a herança cultural
Joao Balbi
 
Porcos da índia
Porcos da índiaPorcos da índia
Porcos da índia
Ana Pinto
 
Zootecnia IV sessão IX (2).pptx
Zootecnia IV sessão IX (2).pptxZootecnia IV sessão IX (2).pptx
Zootecnia IV sessão IX (2).pptx
AgroService
 
Classe dos animais por
Classe dos animais por Classe dos animais por
Classe dos animais por
profgaspar
 
As sociedades recolectoras
As sociedades recolectorasAs sociedades recolectoras
As sociedades recolectoras
Teresa Maia
 

Semelhante a 1 introdução à zootecnia (20)

Os Animais Domésticos
Os Animais DomésticosOs Animais Domésticos
Os Animais Domésticos
 
Evolução humana
Evolução humanaEvolução humana
Evolução humana
 
Aula 1 e 2 7 ano
Aula 1 e 2   7 anoAula 1 e 2   7 ano
Aula 1 e 2 7 ano
 
AULA Introdução Zootecnia Bruno
AULA Introdução Zootecnia Bruno AULA Introdução Zootecnia Bruno
AULA Introdução Zootecnia Bruno
 
Os primeiros habitantes da América - 6° ano.pptx
Os primeiros habitantes da América - 6° ano.pptxOs primeiros habitantes da América - 6° ano.pptx
Os primeiros habitantes da América - 6° ano.pptx
 
Cap 16 a herança cultural
Cap 16 a herança culturalCap 16 a herança cultural
Cap 16 a herança cultural
 
03 as sociedades recolectoras
03   as sociedades recolectoras03   as sociedades recolectoras
03 as sociedades recolectoras
 
Pre-história
Pre-históriaPre-história
Pre-história
 
Evolução humana 3 B
Evolução humana 3 BEvolução humana 3 B
Evolução humana 3 B
 
02 evolução do homem
02   evolução do homem02   evolução do homem
02 evolução do homem
 
Paleolítico
PaleolíticoPaleolítico
Paleolítico
 
Porcos da índia
Porcos da índiaPorcos da índia
Porcos da índia
 
Zootecnia IV sessão IX (2).pptx
Zootecnia IV sessão IX (2).pptxZootecnia IV sessão IX (2).pptx
Zootecnia IV sessão IX (2).pptx
 
Classe dos animais por
Classe dos animais por Classe dos animais por
Classe dos animais por
 
As sociedades recolectoras
As sociedades recolectorasAs sociedades recolectoras
As sociedades recolectoras
 
A evolução do ser humano - História 6º ano
A evolução do ser humano - História 6º anoA evolução do ser humano - História 6º ano
A evolução do ser humano - História 6º ano
 
Biologia - A evolução dos mamíferos
Biologia - A evolução dos mamíferos Biologia - A evolução dos mamíferos
Biologia - A evolução dos mamíferos
 
U_AMB - FAUNA: LEÃO
U_AMB - FAUNA: LEÃOU_AMB - FAUNA: LEÃO
U_AMB - FAUNA: LEÃO
 
6o_Ano_A_ORIGEM_DO_HOMEM.pdf
6o_Ano_A_ORIGEM_DO_HOMEM.pdf6o_Ano_A_ORIGEM_DO_HOMEM.pdf
6o_Ano_A_ORIGEM_DO_HOMEM.pdf
 
Evolução humana rafael
Evolução humana rafaelEvolução humana rafael
Evolução humana rafael
 

Mais de gepaunipampa

Evolução e resultados da pesquisa em pecuária de corte no rs
Evolução e resultados da pesquisa em pecuária de corte no rsEvolução e resultados da pesquisa em pecuária de corte no rs
Evolução e resultados da pesquisa em pecuária de corte no rs
gepaunipampa
 
Apresentação siepe palhada
Apresentação siepe palhadaApresentação siepe palhada
Apresentação siepe palhada
gepaunipampa
 
Poster siepe priscila (1)
Poster siepe priscila (1)Poster siepe priscila (1)
Poster siepe priscila (1)
gepaunipampa
 
Poster congrega 2013
Poster congrega 2013Poster congrega 2013
Poster congrega 2013
gepaunipampa
 
Apresentação congrega
Apresentação congregaApresentação congrega
Apresentação congrega
gepaunipampa
 
Apresentação prof rodrigo
Apresentação prof rodrigoApresentação prof rodrigo
Apresentação prof rodrigo
gepaunipampa
 
Artigo laparoscopia rev prod rural 2012
Artigo laparoscopia rev prod rural 2012Artigo laparoscopia rev prod rural 2012
Artigo laparoscopia rev prod rural 2012
gepaunipampa
 
Boletim técnico tupanciretã
Boletim técnico tupanciretãBoletim técnico tupanciretã
Boletim técnico tupanciretã
gepaunipampa
 
Programação do apl (1)
Programação do apl (1)Programação do apl (1)
Programação do apl (1)
gepaunipampa
 
Jornal o momento.(11 set2013).n03
Jornal o momento.(11 set2013).n03Jornal o momento.(11 set2013).n03
Jornal o momento.(11 set2013).n03
gepaunipampa
 
Jornal o momento.(24 ago2013).n02
Jornal o momento.(24 ago2013).n02Jornal o momento.(24 ago2013).n02
Jornal o momento.(24 ago2013).n02
gepaunipampa
 
Jornal o momento.(10 ago2013).n01 (2)
Jornal o momento.(10 ago2013).n01 (2)Jornal o momento.(10 ago2013).n01 (2)
Jornal o momento.(10 ago2013).n01 (2)
gepaunipampa
 
Comprovante matricula 2013
Comprovante matricula 2013Comprovante matricula 2013
Comprovante matricula 2013
gepaunipampa
 
Como elaborar um artigo científico
Como elaborar um artigo científicoComo elaborar um artigo científico
Como elaborar um artigo científico
gepaunipampa
 
Apresentação de trabalhos científicos
Apresentação de trabalhos científicosApresentação de trabalhos científicos
Apresentação de trabalhos científicos
gepaunipampa
 

Mais de gepaunipampa (18)

Suinos
SuinosSuinos
Suinos
 
Evolução e resultados da pesquisa em pecuária de corte no rs
Evolução e resultados da pesquisa em pecuária de corte no rsEvolução e resultados da pesquisa em pecuária de corte no rs
Evolução e resultados da pesquisa em pecuária de corte no rs
 
Apresentação siepe palhada
Apresentação siepe palhadaApresentação siepe palhada
Apresentação siepe palhada
 
Poster siepe priscila (1)
Poster siepe priscila (1)Poster siepe priscila (1)
Poster siepe priscila (1)
 
Poster congrega 2013
Poster congrega 2013Poster congrega 2013
Poster congrega 2013
 
Apresentação congrega
Apresentação congregaApresentação congrega
Apresentação congrega
 
Apresentação prof rodrigo
Apresentação prof rodrigoApresentação prof rodrigo
Apresentação prof rodrigo
 
Artigo laparoscopia rev prod rural 2012
Artigo laparoscopia rev prod rural 2012Artigo laparoscopia rev prod rural 2012
Artigo laparoscopia rev prod rural 2012
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
 
Boletim técnico tupanciretã
Boletim técnico tupanciretãBoletim técnico tupanciretã
Boletim técnico tupanciretã
 
Programação do apl (1)
Programação do apl (1)Programação do apl (1)
Programação do apl (1)
 
Jornal o momento.(11 set2013).n03
Jornal o momento.(11 set2013).n03Jornal o momento.(11 set2013).n03
Jornal o momento.(11 set2013).n03
 
Jornal o momento.(24 ago2013).n02
Jornal o momento.(24 ago2013).n02Jornal o momento.(24 ago2013).n02
Jornal o momento.(24 ago2013).n02
 
Jornal o momento.(10 ago2013).n01 (2)
Jornal o momento.(10 ago2013).n01 (2)Jornal o momento.(10 ago2013).n01 (2)
Jornal o momento.(10 ago2013).n01 (2)
 
Comprovante matricula 2013
Comprovante matricula 2013Comprovante matricula 2013
Comprovante matricula 2013
 
Como elaborar um artigo científico
Como elaborar um artigo científicoComo elaborar um artigo científico
Como elaborar um artigo científico
 
Currículo lattes
Currículo lattesCurrículo lattes
Currículo lattes
 
Apresentação de trabalhos científicos
Apresentação de trabalhos científicosApresentação de trabalhos científicos
Apresentação de trabalhos científicos
 

1 introdução à zootecnia

  • 1. Deise Dalazen Castagnara Uruguaiana 2013-I UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS DE URUGUAIANA CURSO DE MEDICINAVETERINÁRIA GRUPO DE ESTUDOS EM PRODUÇÃO ANIMAL
  • 2.  É também a arte de criar animais.  A zootecnia é a ciência aplicada que trata da adaptação dos animais domésticos ao ambiente criatório e deste aos animais com fins econômicos.
  • 3.  Engloba conceitos das áreas de:  Melhoramento genético  Nutrição  Fisiologia  Morfologia e anatomia de animais  Exploração de áreas de terra  Instalações rurais  Bem estar e comportamento animal
  • 4.  Objetivo final de:  Produzir o máximo possível, no menor tempo possível, da melhor forma possível, sempre considerando aspectos econômicos, sociais e ambientais. Produção Animal
  • 5.  O 1º Curso de Zootecnia, no Brasil, foi criado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)  Em Uruguaiana – RS  Em 1966  2º UFRRJ - 1969  3º UFSM - 1970
  • 6.  O objeto da zootecnia é o animal doméstico  animal que pertence a uma espécie criada e reproduzida pelo homem  dotada de mansidão hereditária  que proporciona algum proveito ao homem Domingues (1998)
  • 7.  Todo animal que criado e reproduzido pelo homem, perpetua tais condições através das gerações por hereditariedade, oferecendo utilidades e prestando serviço em mansidão. (Torres, 1990)
  • 8.  domus = casa (latim)  Domesticação:  ato de uma espécie animal sair do estado selvagem, para passar a viver com o homem e depender dele.  Domesticidade:  Estado de domesticação: condição de sujeição, de servidão em que vivem, certos animais relativamente ao homem (Milen, 1975)
  • 9. ??
  • 10.  fecundidade em cativeiro  indivíduos não precisem ser continuamente aprisionados
  • 11.  tendência hereditária a mansidão  animais que nascem no cativeiro  aceitam facilmente o convívio com o homem e com outras espécies
  • 12.  Sociabilidade  característica das espécies dotadas de hábitos gregários  que permite a vida em bando  caract. própria dos animais em domesticidade
  • 13.  “arte de criar animais domésticos e de adaptá-los a determinadas condições”  Conceitos à cerca da origem  Imprescindíveis  Melhoramento  Adaptação  Comportamento
  • 14.  bacia do Mediterrâneo  mais 6000 anos antes de Cristo  abandono da vida nômade  procura de restos de alimentos  abrigo contra o clima
  • 15.  Motivos do acolhimento:  divertimento  crenças religiosas  curiosidade  utilidades
  • 16.  Sociabilidade entre sí e com o homem  mansidão  submissão dócil à vontade e subjugação pelo homem  perda do estado selvagem  início da reprodução em cativeiro  hereditárias  Pequenos animais – cão, suíno, caprinos, ovinos
  • 17.  Domesticação forçada  Caçados  Subjugados  Presos  Domesticidade  Equinos, bovinos  Equinos - amansamento
  • 18.  Inicialmente - Ásia único local  trabalhos de paleontologia  grande parte das espécies domésticas – Ásia  outros continentes surgiram e foram domesticadas espécies de interesse zootécnico.
  • 19. ?
  • 20.  Domesticado na Ásia na Idade dos Metais, cerca de 3.500 anos a.C.
  • 21.  Foi domesticado antes dos eqüinos  Vale do Nilo, na África, cerca de 5.000 anos a.C.
  • 22.  Domesticado inicialmente na China, cerca de 4.000 anos a.C.
  • 23.  Todos os bovídeos, domésticos ou não, descendem de um tronco filogênico comum "Antílope”  originou todos os cavicórneos:  Ovis, Capra, Antilope, Bos, Bubalus, etc.
  • 24.  Domesticado na Ásia no mesmo período que os caprinos.
  • 25.  Segunda espécie a ser domesticada e primeiro animal leiteiro domesticado  Oriente Médio - planaltos ocidentais da Ásia
  • 26.  Foram domesticados após o Cão, a Cabra e o Carneiro, entre 6000 a 4000 anos a.C.  Índia, Oriente Próximo e Egito
  • 27.  Os Zebuínos foram domesticados no Egito, antes dos taurinos.
  • 28.  Originado e domesticado na Ásia  época da domesticação é imprecisa
  • 29.  Foi domesticado no Egito, cerca de 3.000 anos a.C., onde foi considerado deus Bast.
  • 30.  A mais antiga espécie doméstica  Domesticada no Neolítico  utilizada no início, para alimentação  depois como auxiliar do homem na caça
  • 31.  Origem européia.  Foi domesticado na Península Ibérica.
  • 32.  Originada na Índia e domesticada na Índia, China e Pérsia.
  • 33.  Domesticada provavelmente pelos índios Astecas do México, antes de 2.000 anos a.C.
  • 34.  Descende das espécies africanas  Domesticada na África do Sul.
  • 35.  Origem chinesa  onde foi criado inicialmente antes de 2.500 anos a.C.
  • 36.  Descende das subespécies primitivas:  Apis mellifera fasciata ou abelha alemã  Apis mellifera ligustica ou abelha italiana  Apis mellifera adansonii ou abelha africana  A primeira abelha criada foi provavelmente a Apis mellifera ligustica.
  • 37.  aprofundar e fomentar os conhecimentos das disciplinas relacionadas à animais de produção  incentivar o pensamento lógico, crítico e objetivo  enfatizar os aspectos técnicos e científicos dos assuntos relacionados com os animais de produção
  • 38.
  • 39.  Desenvolvimento de novas técnicas de produção e aprimoramento das já existentes para atendimento às exigências do mercado consumidor e dos princípios de bem estar animal
  • 40.  Demanda crescente por alimentos prevê competição com os alimentos que podem ser utilizados pela indústria alimentícia humana e para produção de biocombustíveis.......  Aumento da eficiência  Alimentos alternativos
  • 41.  Sistemas de produção ecologicamente corretos  Destinação e tratamento adequado dos resíduos  Maior eficiência produtiva  Conservação do solo e da água
  • 42.  Ecologicamente correto  Economicamente viável  Socialmente justo