áReas de fixação humanaesrp

1.895 visualizações

Publicada em

esrp

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.895
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
478
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
25
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

áReas de fixação humanaesrp

  1. 1. “Áreas de Fixação Humana”
  2. 2. As primeiras cidades surgiram há milhares de anos. A Revolução Industrial atraiu grande número de pessoas para as cidades. Cerca de 70% da população viverá nas cidades nos próximos 20 a 30 anos! Xangai, “a cidade do futuro”, já com mais de 12 milhões de habitantes. As cidades distribuem-se de forma irregular à superfície do Planeta. Em Portugal existem mais de 150 cidades na actualidade.
  3. 3. O que é uma cidade? A CIDADE: A MAIOR CRIAÇÃO DO HOMEM? “Uma cidade é sempre uma criação, um elemento fundamental da organização do espaço, um nó na malha de relações estabelecidas voluntariamente entre habitantes; uma área humana inserida num pedaço de solo, um facto de superfície de dimensões reduzidas mas de maior significado pelas conexões que estabelece.” ORLANDO RIBEIRO, Portugal, Perfil Geográfico. Quando se fala em cidade todos sabemos a que se refere, mas será fácil definir cidade? Haverá uma definição universal de cidade?
  4. 4. Podemos considerar a cidade um grande aglomerado populacional, com um modo de vida e paisagem característicos. Delimitar uma cidade constitui uma tarefa complexa, ainda mais na actualidade, visto que é cada vez mais difícil estabelecer a distinção entre a cidade e o campo. No entanto, as paisagens urbanas apresentam traços característicos comuns: Edifícios mais ou menos altos e compactos; Forte concorrência na utilização do solo; Intensa actividade comercial; Movimento constante de pessoas e veículos; Grande diversidade de serviços; Numerosos equipamentos sociais.
  5. 5. Critérios Utilizados para Definir Cidade Demográfico: População absoluta ou densidade populacional. Funcional: Tipo de actividades exercidas pela população residente. Administrativo/Político: Capital regional ou distrital que possui capacidade de decisão. Paisagístico/Arquitectónico: Características do espaço edificado. Modo de vida: Baseia-se no vestuário, nos ritmos de vida e nos comportamentos sociais característicos de quem vive nas cidades.
  6. 6. Definição de cidade em Portugal Condições para que uma povoação possa ser elevada à categoria de cidade em Portugal Artigo 13.º Uma vila só pode ser elevada à categoria de cidade quando tenha um número de eleitores, em aglomerado populacional contínuo, superior a 8000 e possua, pelo menos metade dos seguintes equipamentos colectivos: a) instalações hospitalares com serviço de permanência; b) farmácias; c) corporação de bombeiros; d) casa de espectáculos e centro cultural; e) museu e biblioteca; f) instalações de hotelaria; g) estabelecimento de ensino preparatório e secundário; h) estabelecimento de ensino pré- primário e infantários; i) transportes públicos, urbanos e suburbanos; j) parques ou jardins públicos. Artigo 14.º Importantes razões de natureza histórica, cultural e arquitectónica poderão justificar uma ponderação diferente dos requisitos enumerados nos artigos 12.º e 13.º. Transcrição do Diário da República
  7. 7. Urbanização / Ruralidade Urbanização: Concentração de população nas cidades. Processo de afastamento das características rurais de uma localidade ou região para características urbanas. Conceitos que a reter... Ruralidade: Qualidade do que é rural, campestre, agrícola. Conjunto de características e valores do mundo rural. Áreas rurais: Espaços com características próprias, destinados predominantemente às actividades agrícolas e pecuárias. Áreas urbanas: É uma área de forte concentração populacional e grande densidade de edifícios, que funciona como pólo de atracção e onde a terciarização é um fenómeno evidente.
  8. 8. Taxa de Urbanização: É a percentagem de população que habita em centros urbanos relativamente à população total. Informa-nos sobre o maior ou menor grau de desenvolvimento urbano de um país. PU (População Urbana) TU= X 100 PT (População Total) Nota: O valor do resultado final exprime-se em percentagem (%). País A PT= 64 500 000 PU= 48 000 000 TU= ? 48 000 000 TU= X 100 64 500 000 TU= 0,7441860 X 100 TU= 74,4% 
  9. 9. Distribuição Mundial da Taxa de Urbanização
  10. 10. As Maiores Cidades Conceitos... Metrópole: Grande cidade onde se desenvolvem importantes actividades a nível económico, financeiro e cultural. Área Metropolitana: Quando as metrópoles aumentam para lá dos limites estabelecidos criando novos núcleos urbanos mais pequenos, à sua volta. Conurbação: É quando duas ou mais cidades, devido ao seu grande crescimento, acabam por se juntar pelos seus subúrbios, formando uma área urbanizada contínua. Megalópolis: Áreas urbanas de extensão territorial ainda maior, constituídas por múltiplas áreas metropolitanas e conurbações. Ex.: Europa (Londres-Milão), EUA (Boston, Washington, Nova Iorque) e Japão (Tóquio-Nagasáqui).
  11. 11. Estrutura das Áreas Urbanas Morfologia Urbana – Tipos de Plantas Urbanas Planta Irregular Toledo - Espanha Este tipo de planta resulta de um crescimento espontâneo da área urbana, não obedecendo a um traçado previamente definido. As ruas são estreitas e apresentam um traçado sinuoso e anárquico. Existência de becos sem saída. Ex.: Santarém, Lisboa (Alfama e Mouraria).
  12. 12. Planta Radioconcêntrica Palma Nuova - Itália Caracteriza-se pela existência de um núcleo central em torno do qual se dispõem artérias concêntricas interceptadas por outras de forma radial. As ruas organizam-se a partir de um centro e criam-se eixos circulares que permitem a mobilidade. Aparecem nas cidades medievais, em que toda a vida social se organizava do castelo muralhado em direcção às portas da muralha. Com o crescimento da cidade, a muralha deu lugar a vias circulares que envolveram o centro urbano. Ex.: Beja, Évora, Lisboa (Encarnação e Marquês de Pombal).
  13. 13. Planta Ortogonal Manhattan – Nova Iorque As ruas cruzam-se em ângulos rectos formando um enorme “tabuleiro de xadrez”. Traçado simples, rectilíneo e geométrico, com ruas direitas e perpendiculares umas às outras. Resulta de planeamento e são típicas das cidades norte-americanas. Ex.: Vila Real de Santo António, Espinho, Tomar e Lisboa (Avenidas Novas e Baixa Pombalina).
  14. 14. Áreas Funcionais das Cidades Ao atravessar-se uma cidade observa-se que, em cada área, predomina um certo tipo de actividade / ocupação, desde ruas comerciais agitadas, passando pelos bairros residenciais até às áreas industriais. Centro (Baixa ou CBD – Central Bisiness District) – Área de maior acessibilidade, corresponde ao centro de negócios e de decisão da cidade. Aqui localizam-se as actividades económicas mais importantes (bancos, seguradoras...) e os serviços administrativos (Câmara Municipal, finanças...) que se caracterizam pela sua modernidade e pela dimensão e densidade dos seus edifícios. CBD de Vancouver - Canadá
  15. 15. Área Residencial – Ocupa a maior parte do espaço da cidade. As áreas residenciais localizam- se tendencialmente nas áreas mais periféricas da cidade e são, geralmente, organizadas de acordo com o nível económico dos moradores. Bairro Residencial – Vila Oliveira Área Industrial – Situam-se nas áreas periféricas e junto a importantes eixos de circulação da cidade. Correspondem aos locais de localização de unidades industriais e das infra-estruturas necessárias. Zona Industrial - Madeira
  16. 16. Modo de Vida Rural / Urbano O espaço rural e o espaço urbano possuem características próprias que os distinguem, oferecendo aos seus habitantes diferentes oportunidades e variados modos de vida – conjunto de hábitos que caracterizam as diferentes vertentes da vida do indivíduo ou do grupo – profissão, tempos livres, vida familiar. Espaço rural / campo: Predominam actividades ligadas ao sector primário; As casas são unifamiliares, raramente excedem dois pisos; Tempos livres: jogos tradicionais, festividades religiosas; Horários de trabalho mais ou menos flexíveis; Ambiente sossegado, ritmo de vida calmo; Deslocações das pessoas são curtas; Há pouca poluição. Espaço urbano / cidade: Predominam actividades ligadas ao sector secundário e terciário; Predomina a construção em altura, os espaços livres são escassos; Oferta de actividades de ocupação dos tempos livres é diversificada (museus, bibliotecas, cinema, teatro, exposições, etc.); Intensa circulação automóvel, ritmo de vida agitado; As pessoas têm grande mobilidade intracidade e intercidades; Elevado nível de poluição.
  17. 17. Relação de Interdependência Cidade / Campo Poderá o espaço rural e o espaço urbano subsistir isoladamente?
  18. 18. Problemas das Cidades As grandes cidades, em contínuo crescimento, apresentam um conjunto de problemas diversificado e complexo. Poluição (atmosférica, sonora, visual...); Falta de espaços verdes; Falta de habitação; Escoamento e tratamento de resíduos; Abastecimento (água, electricidade, alimentos...); Pobreza, exclusão e criminalidade; Congestionamento de tráfego; Falta / sobrelotação de equipamentos (hospitais, centros de saúde, escolas...); Desgaste físico e psicológico.
  19. 19. FIM A professora, Marta Rosas Cidades... Construção humana muito complexa ... Não vou esquecer!!!

×