Variáveis visuais eliane 2

2.490 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.490
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
22
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
22
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Variáveis visuais eliane 2

  1. 1. VARIÁVEIS VISUAIS NOME.......................N.........SERIE...... PROF. ELIANE RODRIGUES
  2. 2. 1. Representação Qualitativa A Representação Qualitativa é empregada para mostrar a presença, a localização e a extensão das ocorrências dos fenômenos que se diferenciam pela sua natureza e tipo, podendo ser classificados por critérios estabelecidos pelas ciências que estudam tais fenômenos, segundo Martinelli (2003a). Conforme os fenômenos se manifestam em pontos, linhas ou áreas, no mapa utiliza-se, respectivamente, pontos, linhas e áreas. Esses mapas são os mais difundidos e constituem o primeiro momento básico de um registro espacial para uma pesquisa. Para resolver um mapa qualitativo é necessário buscar a variação visual com propriedade perceptiva compatível com a diversidade: a seletividade visual. A variação visual tem que ser seletiva. O mapa resultará exaustivo, dispondo todos os atributos sobre o mesmo mapa.
  3. 3. Segundo Bos (1984), de acordo com a forma os símbolos cartográficos são comumente agrupados em 3 categorias principais: a) Símbolos Pictóricos ou Descritivos: são símbolos que de um modo realista ou simplificado, estilizado, representam o que devem significar. Símbolos Pictóricos Fonte: Bos (1984)
  4. 4. b) Símbolos Geométricos ou Abstratos: possuem forma regular tal como um círculo, um quadrado, um triângulo, um hexágono etc. Símbolos Geométricos Fonte: Bos (1984)
  5. 5. c) Símbolos Alfanuméricos: são aqueles compostos de letras e números. São, na maioria, fáceis de entender e de produzir; a legibilidade pode ser afetada por outro texto no mapa; a qualidade da localização nem sempre é boa. Símbolos Alfanuméricos Fonte: Martinelli (2003a)
  6. 6. Na manifestação linear, Martinelli (2003) comenta que convém usar basicamente a variação de forma: Fonte: Martinelli (2003a)
  7. 7. Na manifestação zonal, o procedimento para construção da representação, classicamente tem o nome de método corocromático. Martinelli (2003) considera que a cor tem maior eficácia. Na impossibilidade de se poder contar com a cor, deve-se empregar texturas diferenciadas compostas por elementos pontuais ou lineares, do mesmo valor visual (uma textura não pode ficar mais escura que a outra).
  8. 8. SIMBOLOS GEOMÉTRICOS
  9. 9. SIMBOLOS PICTORICOS
  10. 10. VARIÁVEL DE COR
  11. 11. TEXTURAS COM PONTOS E LINHAS
  12. 12. QUANTITATIVA ORDENADA Pode-se também explorar a ordem visual entre as cores, organizando-as das mais claras para as mais escuras, seja entre as cores quentes, seja entre as cores frias: Representação Quantitativa A Representação Quantitativa em mapas é empregada para evidenciar a relação de proporcionalidade entre objetos, junto à realidade sendo entendida como de quantidades. Martinelli (2003a) considera que tal relação deve ser transcrita por uma relação visual de mesma natureza. A única variável visual que transcreve fielmente esta noção é a tamanho. Conforme os fenômenos se manifestam em pontos, linhas ou áreas, no mapa utiliza-se, respectivamente, pontos, linhas e áreas que terão uma variação com propriedade perceptiva compatível com a proporcionalidade:
  13. 13. QUANTIDADE E ORDEM
  14. 14. PROPORÇÃO GEOMETRICA Método das Figuras Geométricas Proporcionais: considera o tamanho de uma figura geométrica proporcional à quantidade a ser representada, que será colocada no centro da área de ocorrência. Este método é ideal para a representação de valores absolutos, como a população dos Estados Brasileiros.
  15. 15. GEOMETRIA DA PROPORÇÃO
  16. 16. REPRESENTAÇÕES DINÂMICAS
  17. 17. Métodos de representação cartográfica METODOS DE CARTOGRAFIA
  18. 18. Propriedades perceptivas e variáveis visuais PROPRIEDADES PERCEPTIVAS

×