C2C– consumer to consumer

4.601 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.601
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
184
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
56
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

C2C– consumer to consumer

  1. 1. C2CConsumer to Consumer“Consumidor para Consumidor”<br />
  2. 2. O C2C “CONSUMER TO CONSUMER” QUE SIGNIFICA CONSUMIDOR PARA CONSUMIDOR, SURGIU NO BRASIL NO FINAL DE 1999. ESSA TRANSAÇÃO ON-LINE, COMO O PRÓPRIO NOME JÁ DIZ É CARACTERIZADA COMO NEGÓCIO ENTRE CONSUMIDORES, OU SEJA, PESSOA FÍSICA COM PESSOA FÍSICA. <br /> PELA ORDEM CRONOLÓGICA DAS NEGOCIAÇÕES VIA INTERNET, PRIMEIRAMENTE SURGIRAM AS TRANSAÇÕES ENTRE EMPRESAS (B2B), A SEGUIR VIERAM AS TRANSAÇÕES REALIZADAS ENTRE EMPRESAS E PESSOAS FÍSICAS (B2C) E ASSSIM, COMO SE ESTABELECEU UMA CERTA CONFIANÇA À ESTAS PESSOAS, OS MESMOS COMERAÇAM A NEGOCIAR ENTRE SI, CRIANDO A TERCEIRA ONDA DO COMÉRCIO ELETRÔNICO, O C2C.<br />
  3. 3. ANTES DE SER USADO NA INTERNET, UM GRANDE EXEMPLO DESSE TIPO DE RELAÇÃO COMERCIAL, TALVEZ SEJAM OS CLASSIFICADOS UTILIZADOS EM JORNAIS IMPRESSOS.<br /> VOLTANDO PARA O C2C ON-LINE, O MÉTODO UTILIZADO PARA ESSE TIPO DE COMÉRCIO É SIMPLES E MUITO PRÁTICO, OS NEGÓCIOS SÃO REALIZADOS COM UMA INTERMEDIAÇÃO DE UMA EMPRESA RESPONSÁVEL PELA INFRA-ESTRUTURA TECNOLÓGICA, E AMBAS AS PARTES (VENDEDOR E COMPRADOR) DEVEM ESTAR CADASTRADAS NO SISTEMA, SUBMETENDO ASSIM A UMA AVALIAÇÃO POR MEIO DOS PRÓPRIOS MEMBROS DA REDE SOCIAL.<br />
  4. 4. Esse cOmÉrcio apresenta vantagens como, eliminaR intermediário nas transações, está sempre disponível, possibilitA aos usuários uma renda extra para quem vende e preços baixos para quem compra; e AINDA APRESENTA algumas desvantagens como, não há necessariamente um controle de qualidade, não há necessariamente uma garantia de pagamento, opções limitadas de forma de pagamento.<br />
  5. 5. DOIS BONS EXEMPLOS DE EMPRESAS QUE FAZEM ESSE TIPO DE TRABALHO SÃO A EBAY E O MERCADO LIVRE, SENDO ESTE ÚLTIMO CONSIDERADO COMO O GRANDE NOME DO MERCADO C2C NO BRASIL. NO INÍCIO AS TRANSAÇÕES ERAM FEITAS SOMENTE EM FORMA DE LEILÃO, PORÉM HOJE EM DIA A GRANDE MAIORIA DAS MERCADORIAS, BENS OU SERVIÇOS OFERTADOS JÁ POSSUEM PREÇO FIXO ESTIPULADO PELO VENDEDOR. <br />
  6. 6. ENFIM, PROPORCIONANDO TANTA FACILIDADE, ESSE MODELO DE COMÉRCIO ELETRÔNICO FOI MUITO BEM ACEITO PELOS BRASILEIROS, ASSIM COMO POR TODO O MUNDO, QUE ESPERAM ATRAVÉS DESSE MERCADO LIBERAL DA LEI DA OFERTA E DA PROCURA ALCANÇAR O DESEJADO POR TODOS OS CONSUMIDORES, OU SEJA, O PREÇO JUSTO.<br />
  7. 7.
  8. 8.
  9. 9.
  10. 10.
  11. 11.
  12. 12.
  13. 13.
  14. 14.
  15. 15. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:<br />http://pt.wikipedia.org/wiki/C2C <br />Acesso em 21 de agosto de 2010<br />http://e-commerce.org.br/artigos/comercioeletronico_C2C.php<br />Acesso em 21 de agosto de 2010<br />http://www.uqueisso.blogger.com.br<br />Acesso em 21 de agosto de 2010<br />
  16. 16. Grupo de Trabalho:AiltonGenesisHugo MirandaIaneJoão PauloRaiconReuelRyanTiago AlvesVinicius<br />

×