Desenvolvimento
Android
George Nunes
Parte 1
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
Conteúdo
 Arquitetura
 Máquinas Virtuais
 Application Frameworks
 Ambientes de desenvolvime...
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
Arquitetura Android
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
Máquinas Virtuais
Java - Dalvik
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
Máquinas Virtuais
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
Application Framework
 Gerencia o ciclo de vida de aplicações. Responsável por
iniciar, parar ...
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
Application Framework
 Responsável por renderizar a UI.
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
Application Framework
 Responsável pela instalação e remoção de aplicativos.
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
Application Framework
 Permite a interação com os serviços de telefonia, como sms
e mms.
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
Application Framework
 Componente responsável por compartilhar dados entre
aplicações.
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
Application Framework
 Gerenciamento de recursos de aplicações – por exemplo,
imagens, sons e ...
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
Application Framework
 Fornece às aplicações os widgets (como botões, listas, etc) e
gerencia ...
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
Application Framework
 Permite que as aplicações acessem serviços baseados em
localização seja...
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
Application Framework
 Mecanismo de troca de mensagens entre as aplicações.
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
Ambientes de
Desenvolvimento
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
First App
 Criar um AVD (Android Virtual Device);
 Utilizar Dispositivo em porta USB;
 Acess...
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
First App
 Imagem tela de criação de Primeiro App
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
First App
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
First App
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
First App
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
First App
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
Principais Arquivos
 MainActivity.java : código fonte Java. Este
arquivo contém a parte Java d...
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
Support Appcompact – Exemplo
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
Activity
 Uma Activity representa uma tela da aplicação e é
responsável por tratar os eventos ...
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
Activity - Ciclo de vida
 Executando(no topo da pilha);
 Temporariamente interrompida em segu...
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
Activity - Ciclo de vida
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
Chamado quando a activity é
criada. Utilizado para fazer todas
as funções como criar a View,
li...
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
Chamado quando a activity se
torna visível ao usuário. Seguido
pelo onResume() se a activity
ro...
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
Chamado quando a activity
inicia a interação com o
usuário. Nesse ponto, nesse
ponto a activity...
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
Chamado quando uma activity
anterior está sendo resumida. Usado
para persistir mudanças ainda n...
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
Chamado quando uma activity
perde a visibilidade para o usuário,
devido outra activity ser resu...
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
Chamada após a activity ser
parada e antes de ser reiniciada.
Sempre seguida por onStart().
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
A chamada final que você
receberá antes que a acitivity seja
destruída ou finalizada. Isso pode...
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
Running -> onPause() -> onStop()
Activity - Ciclo de vida
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
onCreate() -> onStart() -> onResume()
Running
Activity - Ciclo de vida
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
onPause()
running
onResume ()
Activity - Ciclo de vida
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
onPause() -> onStop() -> onDestroy()
onRestart() -> onStart() -> onResume() - running
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
activity_main.xml
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
MainActivity.java
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
Referências
 LECHETA, Ricardo R. Google Android para Tablets – Aprenda
a desenvolver aplicaçõe...
GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
Próxima etapa
 Fragments, Intent, IntentFilter, Estruturação de
pacotes, RoboGuice.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Desenvolvimento Android p1

239 visualizações

Publicada em

Arquitetura, Máquinas Virtuais, Application Frameworks, Ambientes de desenvolvimento, First App, Principais arquivos, Acitivity - Ciclo de vida

Publicada em: Software
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
239
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Ela é responsável pelos serviços de baixo nível e centrais do sistema.
  • Ele recebe uma quantidade de dados provenientes dos aplicativos, interpreta as mesmas e encaminha para o android trata-las.
  • O que diferencia na compilação é que o compilador gerará múltiplos arquivos dex para gerar o apk. E quando forem instalados no dispositivo, esses múltiplos arquivos ficarão instalados na memória do android, não precisando recompilá-los novamente.
  • ADB-> Android Debug Bridge, é uma ferramenta utilizada para acessar muitos dos recursos do emulador e de um telefone anexado ao computador via USB.
  • Desenvolvimento Android p1

    1. 1. Desenvolvimento Android George Nunes Parte 1
    2. 2. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma Conteúdo  Arquitetura  Máquinas Virtuais  Application Frameworks  Ambientes de desenvolvimento  First App  Principais arquivos  Acitivity - Ciclo de vida
    3. 3. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma Arquitetura Android
    4. 4. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma Máquinas Virtuais Java - Dalvik
    5. 5. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma Máquinas Virtuais
    6. 6. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma Application Framework  Gerencia o ciclo de vida de aplicações. Responsável por iniciar, parar e retomar as diversas aplicações.
    7. 7. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma Application Framework  Responsável por renderizar a UI.
    8. 8. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma Application Framework  Responsável pela instalação e remoção de aplicativos.
    9. 9. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma Application Framework  Permite a interação com os serviços de telefonia, como sms e mms.
    10. 10. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma Application Framework  Componente responsável por compartilhar dados entre aplicações.
    11. 11. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma Application Framework  Gerenciamento de recursos de aplicações – por exemplo, imagens, sons e etc.
    12. 12. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma Application Framework  Fornece às aplicações os widgets (como botões, listas, etc) e gerencia seu comportamento.
    13. 13. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma Application Framework  Permite que as aplicações acessem serviços baseados em localização seja por GPS, triangulação de antenas.
    14. 14. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma Application Framework  Mecanismo de troca de mensagens entre as aplicações.
    15. 15. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma Ambientes de Desenvolvimento
    16. 16. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma First App  Criar um AVD (Android Virtual Device);  Utilizar Dispositivo em porta USB;  Acesso feito pelo ADB  File -> new -> Android Application Project
    17. 17. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma First App  Imagem tela de criação de Primeiro App
    18. 18. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma First App
    19. 19. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma First App
    20. 20. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma First App
    21. 21. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma First App
    22. 22. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma Principais Arquivos  MainActivity.java : código fonte Java. Este arquivo contém a parte Java da implementação de uma aplicação Android.  BuildConfig.java : classe onde são definidas algumas configurações da construção de um projeto;  R.java : classe onde são mapeadas as constantes de acesso aos recursos de um aplicativo. Mapeamento XML -> Java;  Pasta res : o diretório res é o local onde encontram-se os recursos da nossa aplicação. Dentro deste diretório, existem subdiretórios para cada tipo de recurso;  AndroidManifest.xml : é um arquivo XML onde ficam as configurações necessárias para a execução do aplicativo para Android e é neste arquivo que estarão configurados os componentes da aplicação, como as Activities;
    23. 23. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma Support Appcompact – Exemplo
    24. 24. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma Activity  Uma Activity representa uma tela da aplicação e é responsável por tratar os eventos gerados nessa tela, como, por exemplo, quando o usuário pressiona um botão ou quando um item de menu é escolhido;  Na prática podemos associar a palavra activity à palavra “tela”;  Uma activity deve herdar da classe android.app.Activity ou alguma subclasse desta;
    25. 25. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma Activity - Ciclo de vida  Executando(no topo da pilha);  Temporariamente interrompida em segundo plano;  Completamente destruída;  O importante é entender que o sistema operacional cuida desse ciclo de vida, mas ao desenvolver aplicações é importante levar cada estado possível em consideração para desenvolver uma aplicação mais robusta;
    26. 26. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma
    27. 27. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma Activity - Ciclo de vida
    28. 28. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma Chamado quando a activity é criada. Utilizado para fazer todas as funções como criar a View, linkar os dados às listas e etc.
    29. 29. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma Chamado quando a activity se torna visível ao usuário. Seguido pelo onResume() se a activity roda na frente ou por onStop() se ela se torna invisível.
    30. 30. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma Chamado quando a activity inicia a interação com o usuário. Nesse ponto, nesse ponto a activity está no topo da pilha de activitys.
    31. 31. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma Chamado quando uma activity anterior está sendo resumida. Usado para persistir mudanças ainda não efetivadas, parar animações e outros eventos que possam consumir a CPU. Implementações desse método devem ser rápidas devido a próxima activity não ser exibida até que esse método seja finalizado. Seguido por onResume() se a activity voltar para a frente ou onStop() se ela se tornar inivisível ao usuário.
    32. 32. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma Chamado quando uma activity perde a visibilidade para o usuário, devido outra activity ser resumida e estar na frente desta. Ou seja, ocorre quando outra activity for iniciada ou quando esta activity estiver sendo finalizada. Seguida pelo onRestart() se essa activity estiver voltando para interagir com o usuário ou onDestroy() se a atividade estiver sendo encerrada.
    33. 33. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma Chamada após a activity ser parada e antes de ser reiniciada. Sempre seguida por onStart().
    34. 34. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma A chamada final que você receberá antes que a acitivity seja destruída ou finalizada. Isso pode acontecer porque, de fato, a activity está sendo encerrada (alguem chamou o finish() nela) ou porque o sistema está temporariamente destruindo a instância da activity para aumentar o espaço de memória. Você pode distinguir entre esses cenários com o método isFinishing()
    35. 35. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma Running -> onPause() -> onStop() Activity - Ciclo de vida
    36. 36. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma onCreate() -> onStart() -> onResume() Running Activity - Ciclo de vida
    37. 37. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma onPause() running onResume () Activity - Ciclo de vida
    38. 38. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma onPause() -> onStop() -> onDestroy() onRestart() -> onStart() -> onResume() - running
    39. 39. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma activity_main.xml
    40. 40. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma MainActivity.java
    41. 41. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma Referências  LECHETA, Ricardo R. Google Android para Tablets – Aprenda a desenvolver aplicações para o Android – De smartphones a tablets.1. ed. São Paulo: Novatec Editora, 2012.  GARGENTA, Marko. Learning Android – Bulding Applications for the Android Market.1. ed. Sebastopol: O’ Reilly Media, 2011.
    42. 42. GeorgeNunes–NTIGrupoCeuma Próxima etapa  Fragments, Intent, IntentFilter, Estruturação de pacotes, RoboGuice.

    ×