SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 8
VÍCIOS DE LINGUAGEM
      ANDRÉ GUEDES
ESTRANGEIRISMO




Você consegue entender tudo o que está escrito a
                  sua volta?
ESTRANGEIRISMO




• Você consegue entender o significado da
  charge?
• Em qual língua as frases está escrita?
• Se traduzida, essa palavra faz sentido dentro do
  contexto?
ESTRANGEIRISMO




E nessa charge, você consegue abstrair
               sentido?
ESTRANGEIRISMO




O que você acha do uso de palavras
 estrangeiras na língua portuguesa?
ESTRANGEIRISMO
Estrangeirismo é o processo que introduz palavras vindas de outros idiomas
na língua portuguesa. De acordo com o idioma de origem, as palavras
recebem nomes específicos, tais como anglicismo (do inglês), galicismo (do
francês), etc. O estrangeirismo possui duas categorias:

1)   Com aportuguesamento: a grafia e a pronúncia da palavra são
     adaptadas para o português. Exemplo: abajur (do francês "abat-jour")

2)   Sem aportuguesamento: conserva-se a forma original da palavra.
     Exemplo: mouse (do inglês "mouse")

A maioria das palavras da língua portuguesa tem origem latina, grega,
árabe, espanhola, italiana, francesa ou inglesa. Essas palavras são
introduzidas em nossa língua por diversos motivos, sejam eles fatores
históricos, socioculturais e políticos, modismos ou avanços tecnológicos. As
palavras estrangeiras         geralmente passam por um processo de
aportuguesamento fonológico e gráfico. A Academia Brasileira de Letras,
órgão responsável pelo Vocabulário Ortográfico de Língua Portuguesa, tem
função importante no aportuguesamento dessas palavras.
Vícios+de..
Vícios+de..

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Análise, leitura e produção de texto final
Análise, leitura e produção de texto finalAnálise, leitura e produção de texto final
Análise, leitura e produção de texto final
Erta Ayres
 
Redação do texto científico i
Redação do texto científico iRedação do texto científico i
Redação do texto científico i
Paola Barbosa Dias
 
Letras (Licenciatura - Inglês/Português)
Letras (Licenciatura - Inglês/Português)Letras (Licenciatura - Inglês/Português)
Letras (Licenciatura - Inglês/Português)
FMU - Oficial
 
Mulher e violência: mídia como combate ou influência?
Mulher e violência: mídia como combate ou influência?Mulher e violência: mídia como combate ou influência?
Mulher e violência: mídia como combate ou influência?
Breados Online
 
Aspas negrito e itálico
Aspas negrito e itálicoAspas negrito e itálico
Aspas negrito e itálico
cvt de beberibe
 
Análise da conversação power point
Análise da conversação   power pointAnálise da conversação   power point
Análise da conversação power point
Daniele Lopes Lopes
 

Destaque (20)

Atos de ameaça a face e a conversação em redes sociais na Internet - Raquel R...
Atos de ameaça a face e a conversação em redes sociais na Internet - Raquel R...Atos de ameaça a face e a conversação em redes sociais na Internet - Raquel R...
Atos de ameaça a face e a conversação em redes sociais na Internet - Raquel R...
 
Redação dicas
Redação dicasRedação dicas
Redação dicas
 
Slide 04 missão
Slide 04   missãoSlide 04   missão
Slide 04 missão
 
Intertextualidade
IntertextualidadeIntertextualidade
Intertextualidade
 
Análise, leitura e produção de texto final
Análise, leitura e produção de texto finalAnálise, leitura e produção de texto final
Análise, leitura e produção de texto final
 
Apresentaã§ã£o completa trancriã§ã£o slide certo
Apresentaã§ã£o completa trancriã§ã£o slide certoApresentaã§ã£o completa trancriã§ã£o slide certo
Apresentaã§ã£o completa trancriã§ã£o slide certo
 
Redação do texto científico i
Redação do texto científico iRedação do texto científico i
Redação do texto científico i
 
Letras (Licenciatura - Inglês/Português)
Letras (Licenciatura - Inglês/Português)Letras (Licenciatura - Inglês/Português)
Letras (Licenciatura - Inglês/Português)
 
Amplificação e Omissão (algumas tecnicas de Tradução)
Amplificação e Omissão (algumas tecnicas de Tradução) Amplificação e Omissão (algumas tecnicas de Tradução)
Amplificação e Omissão (algumas tecnicas de Tradução)
 
Breve estudo sobre paráfrase e discurso
Breve estudo sobre paráfrase e discursoBreve estudo sobre paráfrase e discurso
Breve estudo sobre paráfrase e discurso
 
Dicotomia: Paradigma e Sintagma
Dicotomia: Paradigma e SintagmaDicotomia: Paradigma e Sintagma
Dicotomia: Paradigma e Sintagma
 
Mulher e violência: mídia como combate ou influência?
Mulher e violência: mídia como combate ou influência?Mulher e violência: mídia como combate ou influência?
Mulher e violência: mídia como combate ou influência?
 
Aspas negrito e itálico
Aspas negrito e itálicoAspas negrito e itálico
Aspas negrito e itálico
 
A ambiguidade
A  ambiguidadeA  ambiguidade
A ambiguidade
 
Leitura e produção de textos uma proposta para o ensino médio
Leitura e produção de textos uma proposta para o ensino médioLeitura e produção de textos uma proposta para o ensino médio
Leitura e produção de textos uma proposta para o ensino médio
 
Trabalho de portugues- analise de artigos jornalisticos
Trabalho de portugues- analise de artigos jornalisticosTrabalho de portugues- analise de artigos jornalisticos
Trabalho de portugues- analise de artigos jornalisticos
 
Análise da conversação power point
Análise da conversação   power pointAnálise da conversação   power point
Análise da conversação power point
 
"O que é leitura?"
"O que é leitura?""O que é leitura?"
"O que é leitura?"
 
Paráfrase
ParáfraseParáfrase
Paráfrase
 
Noam chomsky
Noam chomskyNoam chomsky
Noam chomsky
 

Semelhante a Vícios+de..

Exercicio variacao linguistica_1
Exercicio variacao linguistica_1Exercicio variacao linguistica_1
Exercicio variacao linguistica_1
Isabella Silva
 
Variedadeslingusticas 120330142710-phpapp02
Variedadeslingusticas 120330142710-phpapp02Variedadeslingusticas 120330142710-phpapp02
Variedadeslingusticas 120330142710-phpapp02
Fernanda Oliveira
 
A história da língua
A história da línguaA história da língua
A história da língua
Vanda Marques
 
Que língua é essa
Que língua é essaQue língua é essa
Que língua é essa
marciaorion
 
Apostila de português
Apostila de portuguêsApostila de português
Apostila de português
Leila Pryjma
 
Parte 1 linguística geral apresentação 2012
Parte 1   linguística geral  apresentação 2012Parte 1   linguística geral  apresentação 2012
Parte 1 linguística geral apresentação 2012
Mariana Correia
 
Variedades Linguísticas
Variedades LinguísticasVariedades Linguísticas
Variedades Linguísticas
7 de Setembro
 

Semelhante a Vícios+de.. (20)

VARIAÇÃO LINGUÍSTICA E ESTRANGERISMOS.pptx
VARIAÇÃO LINGUÍSTICA E ESTRANGERISMOS.pptxVARIAÇÃO LINGUÍSTICA E ESTRANGERISMOS.pptx
VARIAÇÃO LINGUÍSTICA E ESTRANGERISMOS.pptx
 
Estrangeirismo.pptx
Estrangeirismo.pptxEstrangeirismo.pptx
Estrangeirismo.pptx
 
Exercicio variacao linguistica_1
Exercicio variacao linguistica_1Exercicio variacao linguistica_1
Exercicio variacao linguistica_1
 
A nossa língua
A nossa línguaA nossa língua
A nossa língua
 
2 Encontros Vocálicos Só Português
2 Encontros Vocálicos   Só Português2 Encontros Vocálicos   Só Português
2 Encontros Vocálicos Só Português
 
Semântica.PDF
Semântica.PDFSemântica.PDF
Semântica.PDF
 
Variedadeslingusticas 120330142710-phpapp02
Variedadeslingusticas 120330142710-phpapp02Variedadeslingusticas 120330142710-phpapp02
Variedadeslingusticas 120330142710-phpapp02
 
A História da Língua Portuguesa
A História da Língua PortuguesaA História da Língua Portuguesa
A História da Língua Portuguesa
 
A História da Língua Portuguesa
A História da Língua PortuguesaA História da Língua Portuguesa
A História da Língua Portuguesa
 
A história da língua
A história da línguaA história da língua
A história da língua
 
Que língua é essa
Que língua é essaQue língua é essa
Que língua é essa
 
Apostila de português
Apostila de portuguêsApostila de português
Apostila de português
 
Quelnguaessa 110218105038-phpapp01
Quelnguaessa 110218105038-phpapp01Quelnguaessa 110218105038-phpapp01
Quelnguaessa 110218105038-phpapp01
 
Quelnguaessa 110218105038-phpapp01
Quelnguaessa 110218105038-phpapp01Quelnguaessa 110218105038-phpapp01
Quelnguaessa 110218105038-phpapp01
 
Parte 1 linguística geral apresentação 2012
Parte 1   linguística geral  apresentação 2012Parte 1   linguística geral  apresentação 2012
Parte 1 linguística geral apresentação 2012
 
Metodologia de ensino de língua
Metodologia de ensino de línguaMetodologia de ensino de língua
Metodologia de ensino de língua
 
Oficina variacoes
Oficina variacoesOficina variacoes
Oficina variacoes
 
Tipos de variação linguística
Tipos de variação linguísticaTipos de variação linguística
Tipos de variação linguística
 
Parte1 - O que é linguística? Ivani Viotti
Parte1 - O que é linguística? Ivani ViottiParte1 - O que é linguística? Ivani Viotti
Parte1 - O que é linguística? Ivani Viotti
 
Variedades Linguísticas
Variedades LinguísticasVariedades Linguísticas
Variedades Linguísticas
 

Mais de Josélio Rodrigues (8)

Polissemia
PolissemiaPolissemia
Polissemia
 
Citoplasma
CitoplasmaCitoplasma
Citoplasma
 
Tecido epitelal
Tecido epitelalTecido epitelal
Tecido epitelal
 
Anexos embrionários
Anexos embrionáriosAnexos embrionários
Anexos embrionários
 
Conjuncao
ConjuncaoConjuncao
Conjuncao
 
Anexos embrionários
Anexos embrionáriosAnexos embrionários
Anexos embrionários
 
Organogenese 110531161209-phpapp02
Organogenese 110531161209-phpapp02Organogenese 110531161209-phpapp02
Organogenese 110531161209-phpapp02
 
Coesao
CoesaoCoesao
Coesao
 

Vícios+de..

  • 1. VÍCIOS DE LINGUAGEM ANDRÉ GUEDES
  • 2. ESTRANGEIRISMO Você consegue entender tudo o que está escrito a sua volta?
  • 3. ESTRANGEIRISMO • Você consegue entender o significado da charge? • Em qual língua as frases está escrita? • Se traduzida, essa palavra faz sentido dentro do contexto?
  • 4. ESTRANGEIRISMO E nessa charge, você consegue abstrair sentido?
  • 5. ESTRANGEIRISMO O que você acha do uso de palavras estrangeiras na língua portuguesa?
  • 6. ESTRANGEIRISMO Estrangeirismo é o processo que introduz palavras vindas de outros idiomas na língua portuguesa. De acordo com o idioma de origem, as palavras recebem nomes específicos, tais como anglicismo (do inglês), galicismo (do francês), etc. O estrangeirismo possui duas categorias: 1) Com aportuguesamento: a grafia e a pronúncia da palavra são adaptadas para o português. Exemplo: abajur (do francês "abat-jour") 2) Sem aportuguesamento: conserva-se a forma original da palavra. Exemplo: mouse (do inglês "mouse") A maioria das palavras da língua portuguesa tem origem latina, grega, árabe, espanhola, italiana, francesa ou inglesa. Essas palavras são introduzidas em nossa língua por diversos motivos, sejam eles fatores históricos, socioculturais e políticos, modismos ou avanços tecnológicos. As palavras estrangeiras geralmente passam por um processo de aportuguesamento fonológico e gráfico. A Academia Brasileira de Letras, órgão responsável pelo Vocabulário Ortográfico de Língua Portuguesa, tem função importante no aportuguesamento dessas palavras.