Apostila provas mmii_tronco

3.983 visualizações

Publicada em

=)

0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.983
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
178
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apostila provas mmii_tronco

  1. 1. Graduação de força muscular Provas de função muscular • Grau 0:Consiste me palpar o músculo avaliado e encontrar como resposta ausência de MMII contração muscular. • Grau 1:Ao palpar o músculo a ser avaliado o terapeuta sentirá esboço de contração muscular à palpação,porém,o paciente será incapaz de realizar movimentos. • Grau 2:o paciente será capaz de realizar o movimento ativamente com amplitude de movimento completa sem a ação da gravidade,ou amplitude me movimento incompleta com a ação da gravidade(paciente incapaz de ficar na posição da prova de função) • Grau 3:O paciente mantém a posição de prova sob a ação da gravidade de 3 à 5 segundos,mas não consegue resistir a outras forças. • Grau 4:O paciente consegue manter a posição de prova sob a ação da gravidade e resiste a pressão manual do terapeuta(submáxima de 60-70%) de 3 à 5 segundos) • Grau 5:O paciente consegue manter a posição de prova sob a ação da gravidade e resiste a pressão manual do terapeuta(máxima 100%) de 3 à 5 segundos. Adutores da Coxa Adutor Longo Origem:Corpo do púbis Inserção:Linha áspera do fêmur Ação:Adução,flexão e rotação lateral da coxa Inervação:Nervo Obturatório Adutor Curto Origem:Corpo e ramo inferior do púbis• Pcte: em DL com ABD da coxa a não ser testado. O membro a ser testado Inserção:Linha áspera do fêmur faz ADD e pede para o pcte manter Ação:Adução,flexão e rotação lateral da coxa• Fisio: aplica pressão, próximo ao joelho, no sentido da ABD. Inervação:Nervo Obturatório 1
  2. 2. Adutor Magno Músculo GrácilOrigem:Túber isquiático Origem:Corpo e ramo inferior do púbisInserção:Linha áspera e tubérculo do adutor do fêmur Inserção:Medialmente a tuberosidade da tíbiaAção:Adução e extensão da coxa Ação:Flexão,rotação medial da perna e adução da coxaInervação:Parte tibial do nervo isquiático Inervação:Nervo obturatórioAdutor Mínimo Músculo PectíneoOrigem:Ramos inferiores do púbis e do ísquio Origem:Linha pectínea do púbisInserção:Tuberosidade glútea e linha áspera do fêmur Inserção:Linha pectínea do fêmurAção:Adução e rotação lateral da coxa Ação:Adução,flexão e rotação lateral da coxaInervação:Nervo Obturatório Inervação:Nervo femoral e nervo obturatório Glúteo Máximo Glúteo máximo Origem:Face glútea do osso do quadril(linha glútea posterior);e tuberosidade sacral Inserção:Trato iliotibial e tuberosidade glútea• Pcte: em DV com flexão de 90º da perna a ser testada e extensão Ação:Extensão e rotação lateral da coxa;Fibras inferiores: da coxa. Adução da coxa;Fibras superiores:Abdução da coxa• Fisio: estabiliza a pelve ipsilateral e aplica pressão no terço distal Inervação:Nervo glúteo inferior da coxa no sentido da flexão. 2
  3. 3. Glúteo Médio (fibras posteriores) Glúteo Médio (fibras anteriores) • Pcte: em DL com ABD da coxa e rotação lateral.• Pcte: em DL com ABD da coxa e rotação medial.• Fisio: aplica pressão no terço distal da perna no sentido da ADD. • Fisio: aplica pressão no terço distal da perna no sentido da ADD. Estabiliza a pelve. Estabiliza a pelve.Glúteo Médio Glúteo MínimoOrigem:Face glútea do osso do quadril(entre as linhas glúteas anterior e posterior)Inserção:Trocanter maior do fêmur • Pcte: em DL com ABD da coxa.Ação:Abdução e rotação medial da coxa • Fisio: aplica pressão no terço distal da perna no sentido da ADD.Inervação:Nervo glúteo superior Estabiliza pelve. 3
  4. 4. Glúteo Mínimo Iliopsoas (DD)Origem:Face glútea do osso do quadril(entre as linhas glúteas anterior e inferior)Inserção:Trocanter maior do fêmur • Pcte: DD,flexão e abdução de aproximadamente 45º,com a pernaAção:Abdução e rotação medial da coxa estendidaInervação:Nervo glúteo superior • Fisio: estabiliza a pelve contralateral e aplica pressão no terço distal da perna no sentido da extensão. Psoas Maior Iliopsoas (sentado) Origem:Corpos e processos transversos de T12 à L4 Inserção:Trocanter menor do fêmur Ação:Flexão da coxa e elevação da pelve (Quando a coxa está fixa,flexão e inclinação lateral do tronco) Inervação:Ramos ventrais dos nervos lombares Psoas Menor Origem:Corpo de T12 e L1 Inserção:Arco iliopectíneo• Pcte: sentado com flexão da coxa e da perna. Ação:Auxilia o psoas maior na elevação da pelve e na flexão e na inclinação lateral do tronco quando a coxa• Fisio: aplica pressão no terço distal da coxa no sentido da está fixa extensão. Estabiliza o tronco. Inervação:Ramos musculares do plexo lombar 4
  5. 5. Quadrado do Lombo Quadrado do Lombo Origem:Crista ilíaca e processos transversos das 3 últimas vértebras lombares Inserção:12ª costela e face posterior de todas as vértebras lombares Ação:Unilateral- inclina a coluna para o mesmo• Pcte: em DD,elevação da hemipelve a ser testada,com abdução e lado;Bilateral- atua na inspiração extensão da coxa, perna estendida. Inervação:Ramo anterior(nervo intercostal) do 12º nervo• Fisio: aplica pressão no tornozelo (tração) no sentido da depressão torácico e ramos anteriores dos 3 primeiros nervos da pelve. lombares Rotadores Laterais Rotadores Laterais da Coxa Os músculos rotadores laterais da coxa são:Glúteo máximo,Sartório,Pectíneo,Adutor longo,curto e mínimo,Bíceps Femoral (já citados) e, Ilíaco,Piriforme,Obturador interno,externo,Gêmeo superior,inferior,Quadrado Femoral (que serão citados a seguir). Ilíaco Origem:Fossa ilíaca Inserção:Trocanter menor do fêmur• Pcte: sentado com rotação lateral da coxa. Ação:Flexão e rotação lateral da coxa e quando a coxa está fixa faz anteversão da pelve• Fisio: aplica pressão no terço distal e medial da perna no sentido da rotação medial. Inervação:Ramos ventrais dos nervos lombares 5
  6. 6. Piriforme Obturador ExternoOrigem:Face anterior do sacro Origem:Contorno ósseo do forame obturadoInserção:Trocanter maior do fêmur Inserção:Fossa trocantéricaAção:Rotação lateral e abdução da coxa Ação:Rotação lateral da coxaInervação:Ramos ventrais dos nervos sacrais Inervação:Nervo obturatórioObturador Interno Gêmeo SuperiorOrigem:Contorno ósseo do forame obturado Origem:Espinha isquiáticaInserção:Fossa trocantérica e trocanter maior do fêmur Inserção:Fossa trocantérica (através do tendão do músculoAção:Rotação lateral da coxa obturador interno)Inervação:Nervo obturatório interno Ação:Rotação lateral da coxa Inervação:Nervo obturatório internoGêmeo InferiorOrigem:Túber isquiático Rotadores Mediais da CoxaInserção:Fossa trocantérica (através do tendão do músculo obturador interno)Ação:Rotação lateral da coxaInervação:Nervo para o músculo quadrado femoralQuadrado FemoralOrigem:Túber isquiáticoInserção:Crista intertrocantérica do fêmur • Pcte: sedestação com rotação medial da coxa , perna em flexão deAção:Rotação lateral e adução da coxa 90º.Inervação:Nervo para o músculo quadrado femoral • Fisio: aplica pressão no terço distal e lateral da perna no sentido da rotação lateral. 6
  7. 7. Rotadores Mediais Tensor da Fáscia Lata Os músculos rotadores mediais da coxa são:Glúteo médio,mínimo(fbs anteriores),Tensor da Fáscia Lata,Adutor longo,curto,Pectíneo ,Semitendíneo e Semimembranáceo(já citados anteriormente) • Pcte: em DD com flexão da coxa de aproximadamente 30º a 40º + rotação medial da coxa. • Fisio: aplica pressão no terço distal da perna no sentido da extensão.Tensor da Fáscia Lata SartórioOrigem:Espinha ilíaca ântero-superior e crista ilíacaInserção:Tuberosidade da tíbia(através do trato iliotibial) • Pcte: em DD com flexão, rotação lateral e ABD da coxa, e flexão da perna.Ação:Tensiona a fáscia lata;flexão,abdução e rotação • Fisio: aplica dupla pressão: medial da coxa 1) No terço distal da coxa na região anterior no sentido da ADD, extensão e rotação medial.Inervação:Nervo glúteo superior 2) No terço distal da perna (região posterior) no sentido da extensão da perna. 7
  8. 8. Sartório QuadrícepsPata de ganso (é uma região comum de inserção dos músculos desse grupo)Origem:Espinha ilíaca ântero-superiorInserção:Medialmente à tuberosidade da tíbiaAção:Na coxa- flexão,abdução e rotação lateral;Na perna- flexão e rotação medial • Pcte: em sedestação com perna em extensão.Inervação:Nervo femoral • Fisio: aplica pressão no terço distal da tíbia no sentido da flexão.Reto Femoral Vasto MedialOrigem:Espinha ilíaca ântero-inferior Origem:Linha áspera do fêmurInserção:Tuberosidade da tíbia(através do ligamento Inserção:Tuberosidade da tíbia(através do ligamento patelar) patelar)Ação:Flexão da coxa e extensão da perna Ação:Extensão da pernaInervação:Nervo femoral Inervação:Nervo femoralVasto Lateral Vasto intermédioOrigem:Linha áspera do fêmur Origem:Face anterior da diáfise do fêmurInserção:Tuberosidade da tíbia(através do ligamento Inserção:Tuberosidade da tíbia(através do ligamento patelar) patelar)Ação:Extensão da perna Ação:Extensão da pernaInervação:Nervo femoral Inervação:Nervo femoral 8
  9. 9. Semitendíneo e Semitendíneo Origem:Túber isquiático Semimembranáceo Inserção:Medialmente a tuberosidade da tíbia Ação:Flexão e rotação medial da perna;extensão da coxa Inervação:Parte tibial do nervo isquiático Semimembranáceo Origem:Túber isquiático Inserção:Côndilo medial da tíbia Ação:Flexão e rotação medial da perna;extensão da coxa• Pcte: em DV com flexão da perna de 45º e rotação medial da coxa. Inervação:Parte tibial do nervo isquiático• Fisio: estabiliza a pelve e faz pressão no terço distal da perna no sentido da extensão. Bíceps Femoral Bíceps Femoral Origem:Cabeça Longa- Túber isquiático;Cabeça Curta- Linha áspera do fêmur Inserção:Cabeça da fíbula Ação:Flexão e rotação lateral da perna;extensão da coxa• Pcte: em DV com flexão da perna de 45º e rotação lateral da coxa. Inervação:Cabeça Longa- Parte tibial do nervo isquiático;Cabeça Curta- Parte fibular comum do nervo• Fisio: estabiliza a pelve e faz pressão no terço distal da perna no isquiático sentido da extensão. 9
  10. 10. Poplíteo Poplíteo Origem:Côndilo lateral do fêmur- sulco poplíteo Inserção:Acima da linha do músculo sóleo na tíbia Ação:Rotação medial e flexão da perna• Pcte: sentado com flexão da coxa e perna de 90º e com os pés apoiados Inervação:Nervo tibial no chão.• Fisio: posiciona a perna em rotação lateral e pede-se para o pcte fazer rotação medial. Gastrocnêmio Gastrocnêmio Origem:Cabeça Lateral- acima do côndilo lateral do fêmur;Cabeça Medial- acima do côndilo medial do fêmur Inserção:Tuberosidade do calcâneo (através do tendão do calcâneo) Ação:Flexão plantar,e auxilia a flexão da perna se o pé• Pcte: em DV com os pés fora da maca em flexão plantar. estiver em dorsiflexão• Fisio: aplica pressão com uma mão no calcâneo e a outra na planta Inervação:Nervo tibial do antepé no sentido da dorsiflexão. 10
  11. 11. Sóleo Sóleo Origem:Linha do músculo sóleo na tíbia Inserção:Tuberosidade do calcâneo(através do tendão do calcâneo) Ação:Flexão plantar• Pcte: em DV com flexão da perna de 90º e flexão plantar do pé. Inervação:Nervo tibial• Fisio: aplica pressão na região do calcâneo no sentido da dorsiflexão e estabiliza a perna. Tibial anterior Tibial Anterior Origem:Côndilo e face lateral da tíbia e membrana interóssea Inserção:Osso cuneiforme medial e base do 1º osso metatarsal Ação:Dorsiflexão e inversão(auxilia a sustentar o arco• Pcte: em DD ou sentado com dorsiflexão e inversão do pé longitudinal medial do pé)• Fisio: estabiliza 1/3 distal da perna e aplica pressão no 1º Inervação:Nervo fibular profundo metatarsal no sentido da flexão plantar e eversão. 11
  12. 12. Fibular Terceiro Fibular Terceiro Origem:Fibras oriundas do músculo extensor longo dos dedos Inserção:Base do 5º osso metatarsal Ação:Dorsiflexão e eversão do pé• Pcte: em DD ou sentado com dorsiflexão e eversão. Inervação:Nervo fibular profundo• Fisio: estabiliza 1/3 distal da perna e aplica pressão no 5º. metatarsal no sentido da flexão plantar e inversão. Fibular Longo Fibulares Longo e Curto Origem:Cabeça e colo da fíbula Inserção:Osso cuneiforme medial e base do 1º osso metatarsal Ação:Flexão Plantar,eversão e auxilia a sustentar o arco longitudinal medial do pé Inervação:Nervo fibular superficial Fibular Curto Origem:Parte inferior da face lateral da fíbula Inserção:Tuberosidade do 5º osso metatarsal• Pcte: em DD ou sentado com flexão Ação:Flexão plantar e eversão Inervação:Nervo fibular superficial plantar e eversão do pé.• Fisio: estabiliza 1/3 distal da perna e 12
  13. 13. Tibial Posterior Tibial Posterior Origem:Face posterior da tíbia e fíbula, e membrana interóssea Inserção:Ossos navicular,cuneiformes e cubóide;2º,3º e 4º ossos metatarsais Ação:Flexão plantar,inversão e auxilia na sustentação do arco longitudinal do pé• Pcte: em DD ou sentado com flexão Inervação:Nervo tibial plantar e inversão.• Fisio: estabiliza 1/3 distal da perna e Extensor Longo do Hálux Extensores do Hálux Origem: Porção média da diáfise da fíbula e membrana interóssea Inserção:Base da falange distal do hálux Ação:Extensão da primeira articulação• Pcte: em DD ou sentado com o pé em metacarpofalangeana e interfalangeana e dorsiflexão posição neutra, e extensão do hálux. Inervação:Ramo do nervo fibular profundo(L4-S1)• Fisio: Com uma mão estabiliza em flexão 13
  14. 14. Flexor Longo do Hálux Flexores do Hálux Origem: Face posterior da fíbula e membrana interóssea Inserção: Falange distal do hálux Ação:Flexão do hálux,flexão plantar e auxilia na sustentação do arco longitudinal do pé• Pcte: em DD ou sentado como pé em posição neutra e flexão do hálux. Inervação:Nervo tibial• Fisio: Com uma mão estabiliza os outros dedos em flexão e com a outra, aplica pressão no hálux, no sentido da extensão. Extensor dos Dedos Extensor dos Dedos Origem: Porção média da diáfise da fíbula e membrana interóssea Inserção: Falange distal do 2º ao 5º dedos Ação:Extensão do 2º ao 5º dedos• Pcte: em DD ou sentado com o pé em posição neutra e extensão Inervação:Nervo fibular profundo dos dedos.• Fisio:Com uma mão estabiliza o pé e com a outra realiza pressão no sentido da flexão dos dedos 14
  15. 15. Flexor Longo dos Dedos Flexores dos Dedos Origem:Face posterior da tíbia e membrana interóssea Inserção:Falange distal do 2º ao 5º dedos Ação:Flexão do 2º ao 5º dedos,flexão plantar e auxilia na sustentação do arco longitudinal do pé Inervação:Nervo tibial Flexor Curto dos dedos Origem:Tuberosidade do calcâneo,cuneiformes e cubóide• Pcte: em DD ou sentado com o pé em posição neutra e flexão dos Inserção:Falanges médias do 2º ao 5º dedos dedos. Ação:Flexão do 2º ao 5º dedos• Fisio: estabiliza o pé e com a outra mão realiza pressão no sentido Inervação:Nervo plantar medial da extensão dos dedos. Flexores do Tronco Reto do Abdome - Supra umbilical Origem:Crista púbica Inserção:Processo xifóide e da 5ª à 7ª cartilagens costais Ação:Flexão e inclinação ipsilateral do tronco.Comprime o abdome durante a expiração forçada Inervação:Ramos ventrais dos nervos espinais de T7 à T12 15
  16. 16. Regular Bom• Pcte: em DD, braços cruzados no tórax e pede-se para o pcte fazer • Pcte: em DD, com flexão do braço de 45º e pede-se para o pcte a flexão do tronco, deve retirar as costas até o ângulo inferior da fazer a flexão do tronco, deve retirar as costas até o ângulo inferior escapula, manter por 5 segundos. da escapula, manter por 5 segundos.• Fisio: deve estabilizar os membros inferiores. • Fisio: deve estabilizar os membros inferiores. Ótimo Reto do Abdome – Infra abdominal Regular 60º Bom 30º Ótimo 10º • Pcte: em DD com flexão da coxa e extensão da perna. Pcte deve• Pcte: em DD, com as mãos na região da nuca pede-se para o pcte manter por 5 segundos. fazer a flexão do tronco, deve retirar as costas até o ângulo inferior • Fisio: deve observar a curvatura lombar, ao aumentar a lordose da escapula, manter por 5 segundos. será determinada a graduação da força.• Fisio: deve estabilizar os membros inferiores. 16
  17. 17. Extensores do Tronco Regular • Pcte: em DV com as mãos na região da nuca esboça a elevação, mas não consegue fazer. Bom Ótimo• Pcte: em DV com as mãos na região da nuca consegue elevar até a • Pcte: em DV com as mãos na região da região dos mamilos. Pcte deve manter por 5 segundos. nuca consegue realizar o movimento até a• Fisio: estabiliza MMII. cicatriz umbilical. Pcte deve manter por 5 segundos. 17
  18. 18. Inclinadores Laterais Rotadores do Tronco• Pcte em DL com membro superior ao longo do corpo (do lado que está para cima) e o outro membro na altura do ombro, deve movimentar o tronco lateralmente deslizando o membro superior ao • Pcte: em DD deve fazer flexão com rotação com as mãos na nuca longo do corpo. Pcte deve manter por 5 segundos. e deve manter por 5 segundos. • Fisio: Estabiliza membros inferiores.• Fisio: deve estabilizar o membro inferior. 18

×