Aula01(colocações pedagógicas atuais no ensino dos esportes aquáticos)

14.435 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Aula01(colocações pedagógicas atuais no ensino dos esportes aquáticos)

  1. 1. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICAAula 01: Colocações Pedagógicas Atuais no Ensino dos Esportes Aquáticos Leonardo de Arruda Delgado CREF. 001764-G/MA PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  2. 2. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Ementa• A importância e a evolução histórica das Atividades Aquáticas. Os demais desportos aquáticos, suas regras, suas técnicas, habilidades e metodologias de ensino. As técnicas e treinamentos necessários para a aplicação do resgate aquático. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  3. 3. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Objetivos• Conhecer a importância dos Desportos e atividades aquáticas no contexto da Educação Física atual, bem como sua evolução.• Conhecer metodologias para o processo de ensino- aprendizagem das atividades aquáticas• Demonstrar habilidades motoras básicas no deslocamento aquático usando os nados utilitários, as remadas e sustentações básicas, os nados híbridos e as habilidades de nado sincronizado.• Conhecer e demonstrar habilidades de resgate aquático e no uso de técnicas especificas de natação em águas abertas. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  4. 4. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Conteúdos• Adaptação ao meio liquido• Sobrevivência e resgate aquático.• Natação em Águas Abertas.• Hidroginástica. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  5. 5. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Avaliação• Será realizada através de análise escrita e práticas desenvolvidas pelo professor e pelos próprios alunos de forma a comporem duas notas, sendo condição para aprovação por média a obtenção de média igual ou maior que 7,0 (sete). PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  6. 6. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Apresentação• Na disciplina INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO pretende-se proporcionar aos alunos uma oportunidade conhecer os principais esportes aquáticos e as atividades aquáticas no contexto da Educação Física atual, bem como sua evolução. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  7. 7. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA O Ensino• A didática não se dedica tanto ao que vai ser ensinado mas sim, à forma de como é ensinado.• Didática é a arte de ensinar em conjunto da teoria e prática, que devem fundir-se em um só corpo, através de uma orientação ajustada às diferentes capacidades individuais e aos meios disponíveis. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  8. 8. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Tipos de Professores• Os verdadeiros crânios na modalidade mas não sabem ensinar;• Os que querem ensinar mais do que aquilo que sabem;• Sua postura é fundamental para a formação dos alunos, não só tecnicamente, mas principalmente como ser humano. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  9. 9. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Postura do Professor– Ser pontual ( chegar pelo menos 10’ antes!)– Vestir-se adequadamente– Estar asseado– Ser educado– Ter um bom vocabulário– Ter um bom condicionamento físico PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  10. 10. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Postura do Professor– Fazer o planejamento de suas atividades– Preparar as aulas com antecedência– Estar preparado para imprevistos / mudanças– Dar aula na água (iniciação e crianças)– Motivar o aluno– Dar atenção a todos os alunos PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  11. 11. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Atitudes a Evitar• Dar aula sentado• Ficar conversando com o colega• Dar “liberdade” para o aluno• Conversar assuntos de serviço na frente dos alunos• Usar vocabulário inadequado• Fazer gestos obscenos• Demonstrar insatisfação PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  12. 12. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICAO Professor de Esportes Aquáticos1. Conhecimento e domínio das medidas a empregar segundo a idade e grau de aprendizagem do aluno2. Compreender as relações entre a características técnicas, as qualidades físicas e a meta a conseguir3. Ter amplos conhecimentos sobre os movimentos técnicos e seus erros4. Conhecer o nível necessário das capacidades coordenativas e de condição física específicas para a natação5. Conhecer as condições ideais para que se produza a aprendizagem e as utilizar PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  13. 13. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICAPedagogia do Ensino de Esportes Aquáticos– Conceitos– Objetivos gerais– Objetivos específicos ou parciais– Habilidades aquáticas– Organização pedagógica e Níveis de desenvolvimento– Elaboração de planos de aulas– Programação semanal– Avaliações– Critérios das avaliações PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  14. 14. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Conceitos• O conceito de esportes aquáticos foi cunhado recentemente em nossa sociedade, pois ao longo da história a água foi entendida sob diferentes concepções, das quais a mais conhecida foi o termo natação. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  15. 15. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Desportos Aquáticos• Os desportos aquáticos são aqueles que se realizam na água.• Os esportes aquáticos são divididos em esportes aquáticos olímpicos, que são regulados pela Federação Internacional de Natação, e esportes aquáticos não-olímpicos. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  16. 16. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Esportes Aquáticos Olímpicos• Natação pura, Masters e Águas Abertas• Saltos ornamentais• Nado sincronizado• Pólo Aquático• Remo• Canoagem• Vela PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  17. 17. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICAEsportes Aquáticos Não-Olímpicos• Esqui Aquático• Mergulho Aquático• Surf• Long Board• Bodyboard:• Windsurf e outros PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  18. 18. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADOCURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Desporto e competição: Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  19. 19. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICAFederações, Confederações e Aquabarra Federation Internationale de Natation www.fina.org Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos www.cbda.org.br Federação Maranhense de Desportos Aquáticos Escola de Natação Aquabarra www.aquabarra.com.br PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  20. 20. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICAFederação Maranhense de Desportos Aquáticos (FMDA)• Fundada em 25 de Janeiro de 1980;• Atual presidente Márcio Cunha em seu segundo mandato consecutivo e Vice-Presidente Fábio Dualibe; PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  21. 21. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Aquabarra• Fundada em março de 2006;• Filia-se a FMDA em 2007;• Em 21 de Abril de 2007, em trabalho conjunto com a Associação de Capoeira Flecha, realizou-se o I Festival Seletivo de Natação e Capoeira, visando definir quais seriam os atletas que iriam representar o município no JEM’s (Jogos Escolares Maranhenses). PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  22. 22. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Aquabarra• 2009, a Aquabarra se consagra como Campeã Maranhense da Categoria Mirim/Petiz no Torneio Inicio de Natação• 2010, tentativa de participar das Olimpíadas Escolares Brasileiras, pelo estado do Piauí• 2011, retorno para competições no estado do Maranhão;• 2012, primeiro curso de arbitragem em natação em Barra do Corda• Participação dos JEM’s e OE e indicação do professor Leonardo Delgado como técnico da seleção maranhense PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  23. 23. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Nadar– O nadar é entendido como “qualquer ação motora que o indivíduo realiza intencionalmente para propulsionar-se através da água” (LANGENDORFER, 1986, p. 63).– Esse conceito amplia o escopo do ensino tradicional da natação, uma vez que não considera os estilos – crawl, costas, peito e borboleta – como único referencial, abrindo a possibilidade de estabelecer um ponto de chegada mais abrangente (estilos, nado sincronizado, mergulho, pólo aquático, saltos ornamentais etc.) (FREUDENHEIM et al., 1996). PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  24. 24. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Atividades Aquáticas• Podemos definir atividades aquáticas como: “todo tipo de programas que se desenvolvem no meio aquático”; aquático” PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  25. 25. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Natação• Natação é "esporte ou competição que reúne um determinado número de pessoas, que objetivam a performance por distância ou em determinado tempo, que consiste em manter-se sobre a superfície da água, movendo braços e pernas, e utilizando para isso os estilos crawl, peito, borboleta e costas". PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  26. 26. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Natação Competitiva (Pura)• A natação pura, também conhecida por natação desportiva, é a prática da natação de competição em piscina, envolvendo os 5 provas básicas, Crawl, Peito, Costas, Borboleta e Medley.• Insere-se nos desportos aquáticos e faz parte dos Jogos Olímpicos modernos desde o seu inicio em 1896. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  27. 27. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICACategorias em Natação Competitiva– Mini-mirim: 7 anos ou menos – Juvenil 1: 15 anos– Pré-mirim: 8 anos – Juvenil 2: 16 anos– Mirim 1: 9 anos – Junior 1: 17 anos– Mirim 2: 10 anos – Junior 2: 18 e 19 anos– Petiz 1: 11 anos – Sênior: 20 a 21 anos– Petiz 2: 12 anos – Pré-Master: 22 a 24 anos– Infantil 1: 13 anos – Master: Maior de 25 anos– Infantil 2: 14 anos PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  28. 28. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Natação Recreativa• O ensino da natação recreativa para crianças em torno de três anos a seis anos está baseado em uma infinidade de ofertas de experiências sensório-perceptivas e motora global que propiciam o desenvolvimento integral.• Segundo Le Boulch (1992:130), a atividade corporal global em uma perspectiva de desenvolvimento nesse estágio ocorre porque: “(...)traduz de uma necessidade fundamental de movimento, de investigação e de expressão que deve ser satisfeita.” PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  29. 29. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Polo Aquático• O Polo Aquático é um jogo de características muito parecidas com outras modalidades de esportes coletivos.• O jogo foi oficialmente inventado no fim do século XIX, embora existam desportos ancestrais ao polo aquático praticados desde o início do século XVIII.• Entretanto, seu grau de dificuldade aumenta pelo fato dos praticantes se deslocarem na água sem auxílio de recursos que facilitem a sustentação e o deslocamento.• O principal objetivo é o gol que junto com plasticidade das imagens torna o esporte muito atrativo.
  30. 30. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICACont...• Era conhecido como o rageb aquático e junto ao futebol, foram os primeiros desportos coletivos oficiais das olimpíadas dos tempos modernos (SILVA, 2007).• Cada equipa é formada por sete jogadores (incluindo o Goleiro) e seis suplentes, e o campo de jogo é um piscina de no mínimo 20 e no máximo 30 metros de comprimento — distância entre as balizas —, no mínimo 10 e no máximo 20 metros de largura e a profundidade mínima de 2 metros. A baliza tem 3 metros de largura e esta 90 centímetros acima da superfície da água. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  31. 31. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICACont...• As duas regras básicas oficiais são: a bola não pode ser agarrada com as duas mãos juntas por qualquer jogador com exceção do goleiro, a bola não pode ser afundada por qualquer jogador quando atacado. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  32. 32. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADOCURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  33. 33. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Saltos Ornamentais– Saltos ornamentais ou saltos para a água são os nomes dados ao conjunto de habilidades que envolve saltar de uma plataforma elevada ou trampolim em direção à água, executando movimentos estéticos durante a queda.– É considerado um esporte de técnica plástica e flexível. Oriundo de um movimento natural do ser humano, o ato de saltar, o esporte limita as possibilidades a uma plataforma de dez metros de altura. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  34. 34. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Movimentos e Posições Corporais• Apesar de possuir uma extensa variante de saltos, que se juntam em um número cada vez maior de possíveis realizações, existem seis grupos deles.• Os quatro primeiros envolvem rotação em diversas direções, o quinto é qualquer salto com giro, e o último, usado em salto de plataforma, começa com uma parada de mãos, conhecida também por “bananeira” PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  35. 35. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Tabela de movimentos básicos Grupos Movimentos1 - Para frente Saída de frente para a água e execução para frente; o atleta fica de frente para o trampolim e faz uma série de rotações em direção à água, sem mudar a posição de chegada, que será de frente.2 - De costas Saída de costas para a água e execução para trás; o atleta posiciona-se no final do trampolim de costas para a água e sua direção da rotação é sempre para longe a partir da plataforma.3 - Ponta pé a Saída de frente para a água e execução para trás; começam com olua atleta voltado para frente do trampolim e terminam com uma rotação em direção à plataforma.4 - Revirado Saída de costas para a água e execução para frente; em oposto ao movimento II, o atleta fica no fim da plataforma e realiza uma rotação em direção do trampolim.5 - Parafuso Giro do corpo em torno de si, independentemente do tipo de saída; todos os saltos com giros se incluem neste grupo, sejam eles para frente, para trás, reverso e para dentro.6 - Equilíbrio Saída em parada de mãos; o atleta realiza a parada de mãos, posição esta em que o atleta deve permanecer por cinco segundos antes de realizar o salto. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  36. 36. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA• Além destes seis grupos, existem as posições corporais que o saltador combina para gerar seus movimentos. Estas posições são de quatro tipos: – A - Grupada: corpo junto ao quadril e joelhos, coxas puxadas contra o peito, tornozelos mantidos junto às nádegas. – B - Carpada: o corpo deve estar flexionado na cintura, mas as pernas e o pés devem estar bem estendidos; posição dos braços variável. Entre as pernas e o tronco, o ideal é que a posição gere um grau de 90. – C - Esticada: os pés devem estar juntos com as pontas esticadas e o corpo não pode estar flexionado na cintura e nos joelhos; posição dos braços variável. – D - Livre: opcional; trata de uma combinação das posições básicas. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  37. 37. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Regras• Estipulam os tamanhos oficiais das plataformas, trampolins e tipos de piscinas• Os saltos obrigatórios são divididos em duas categorias (trampolim e plataforma);• Cada atleta então deve saltar cinco vezes do trampolim e quatro na plataforma• O mesmo tipo de salto não pode ser repetido. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  38. 38. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA• Em vias gerais, alguns detalhes são fundamentais para que um salto seja considerado bom. São eles: – As passadas no trampolim ou na plataforma, – O pulo para a ponta, – A altura da saída, – A precisão do salto, – A entrada na água, e, – Para os casos das duplas, o sincronismo preciso em todas as fases do salto. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  39. 39. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Julgamento do salto• Ao se classificar um salto, cinco etapas de execução são levadas em conta: – Aproximação: deve ser forte e suave ao mesmo tempo, o que demonstra bom controle e uma boa forma. – Partida: também deve mostrar controle e equilíbrio, além do ângulo correto de partida para o tipo de salto adotado. – Elevação: o impulso e a altura que o atleta atingem são muito importantes. – Execução: é o mais importante, já que é a acrobacia em si. O juiz observa a performance mecânica, técnica, forma e graça do desempenho. – Entrada: a chegada na água é muito significativa pois é a última coisa que o juiz vê. Os dois critérios a serem avaliados são o ângulo de entrada, que deve ser próximo ao vertical, e a quantidade de água espalhada, que deve ser a mínima possível. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  40. 40. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA• Após cada salto o árbitro faz um sinal aos juízes com um apito.• Os juízes, que não se comunicam uns com os outros, imediatamente mostram suas notas.• Um salto é cotado entre zero e dez pontos, com um ponto ou menos colocado por cada juiz.• A lista das notas e seus significados é a seguinte: – 0 – Completo fracasso – 0,5 - 2 - Insatisfatório – 2,5 – 4,5 - Deficiente – 5 - 6 - Satisfatório – 6,5 - 8 - Bom – 8,5 - 10 – Muito bom. POLO DE BARRA DO CORDA/MA
  41. 41. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADOCURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  42. 42. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Nado Sincronizado• Desporto praticado exclusivamente por mulheres em grupo ou em duplas. Inclui conceitos da natação, da ginástica e da dança. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  43. 43. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICACont...• Consistindo aos nadadores (indivíduos, duetos, trios, equipes ou combos) executar uma rotina sincronizada de movimentos elaborados e dramáticos na água, acompanhada de uma música.• A natação sincronizada exige habilidades de primeira ordem na água ao exigir força, resistência, flexibilidade, benevolência, arte e o sincronismo preciso, sem mencionar o controle excepcional da respiração quando estiver de cabeça para baixo na água. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  44. 44. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADOCURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  45. 45. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Maratonas Aquáticas• Esta modalidade remete às origens da natação, quando ainda não havia piscinas.• Em finais do século XIX e no primeiro quartel do século XX as competições em águas abertas tiveram uma grande aceitação. Até, porque, devido à existência de poucas piscinas, as competições de natação desenrolavam-se utilizando os meios aquáticos naturais. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  46. 46. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA• Os primeiros desportistas da natação procuravam vencer desafios difíceis e, por vezes, extravagantes.• A necessidade de alcançar grandes feitos, em diferentes domínios, era uma constante. Os jornais da época publicitavam disputas, desafios públicos para que alguns homens, do desporto náutico, cometessem esta ou aquela façanha ou medissem forças numa prova definida. Quanto mais difícil melhor era para atrair as audiências.• Juntavam-se multidões para assistirem a esses duelos onde o espírito de honra era posto em causa e que o cumprimento integral do proposto era prestigiante. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  47. 47. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA• Hoje as provas são divididas entre as de distância inferior e superior a 10km. Nos campeonatos mundiais, são realizadas três provas da modalidade, nas distâncias de 5km, 10km e 25km, sempre para mulheres e homens.• Em 27 de Outubro de 2005, o Comité Olímpico Internacional decidiu integrar a natação de águas livres no programa dos Jogos Olímpicos de Verão de 2008[1]. Uma só prova, a de 10 km, será disputada por homens e mulheres. No mês seguinte, a Organização Desportiva Pan-Americana (ODEPA) incluiu a modalidade no programa dos Jogos Pan-americanos do Rio 2007, quando também fez a estréia em edições de Jogos Pan- americanos. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  48. 48. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Atividades Aquáticas Higiênicas/Preventivas– Natação para masters– Hidroginástica– Atividades terapêuticas e alterações na coluna;– Atividades aquáticas para a terceira idade;– Atividades aquáticas para pessoas com necessidades especiais;– Atividades aquáticas para gestantes e hidroginástica. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  49. 49. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Natação Másters– Masters é uma modalidade de natação para nadadores que tenham abandonado a alta competição mas que queiram continuar a praticar a modalidade.– A natação Masters começou oficialmente 2 de Maio de 1970[1] após o Capitão Ransom J. Arthur, um médico da marinha de San Diego ter convencido John Spannuth, presidente da Associação de Treinadores dos Estados Unidos da América a realizar o primeiro Campeonato Nacional Masters de Natação na piscina do Amarillo Aquatic Club. Ransom sentiu que, se o incentivo fosse apelativo, daria aos nadadores mais velhos (ex- atletas de alta competição e principiantes) um objetivo para se manterem fisicamente activos.– Além de provas locais e campeonatos regionais e nacionais, também se realizam campeonatos Europeus e Mundiais. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  50. 50. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Hidroginástica• É um programa de condicionamento, desenvolvido na água, que inclui exercícios do tipo aeróbios e exercícios para o desenvolvimento da resistência muscular localizada, força muscular e flexibilidade. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  51. 51. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Esqui Aquático• No esqui aquático a pessoa precisa manter o corpo em equilíbrio na água a uma velocidade de 80 km/h. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  52. 52. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Objetivos Gerais Atividades Aquáticas Utilitário Objetivo Fatores de Ensino Respiração Flutuação Propulsão Domínio do meio aquático Educativo Objetivo Saltos Deslocamento Giros Lançamentos Equilíbrios Progressão Ensino 4 Estilos e medley individual e revezamentoNatação Desportiva Saltos Nado Sincronizado Pólo Aquático PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  53. 53. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Objetivos Específicos Esportes Aquáticos– Familiarização com o meio aquático– Respiração no meio aquático– Flutuação / equilíbrio– Propulsão / deslocamentos– Saltos– Giros– Lançamentos e recepções– Habilidades Especifica Esportivas– Técnica estilos/saídas/viradas– Resistencia/força/velocidade/Flexibilidade. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  54. 54. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICAFatores que Podem Influenciar nos Objetivos• Nº Alunos.• Duração do curso.• Idade dos alunos.• Freqüência das aulas.• Tipo de piscina.• Material auxiliar.• Tipo de organização. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  55. 55. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICADesenvolvimento das Habilidades Motoras PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  56. 56. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Movimentos Reflexos (0 a 1 ano)• Movimentos reflexos que darão origem à manipulação. – Reflexos de busca ou orais (CORIAT. 1977), reflexo de pressão palmar (CRATTY. 1982), reflexo de Babinski ou de preensão plantar (CRATTY, 1982) reflexo de tração (CRATTY, 1982).• Movimentos reflexos que darão origem à locomoção – Reflexo do Moro (CRATTY, 1982), reflexo tônico cervical das extremidades, reflexo labiríntico de endireitamento, reflexo da marcha (CRATTY, 1982), reflexo de rastejar (CRATTY, 1982) e reflexo de natação (CRATTY, 1982). PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  57. 57. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Movimentos Rudimentares (1 a 2 anos)• São divididos em 2 estágios:• Estágio de inibição reflexa: reflexos primitivos e posturais são substituídos pelo comportamento motor voluntário. Os movimentos aparecem incontrolados e não refinados.• Estágio pré-controle: a criança começa a ganhar maior precisão e controle dos seus movimentos. A criança aprende a manter o equilíbrio, a manipular objetos e locomover-se, através do seu ambiente, com alto grau de proficiência e controle. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  58. 58. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Movimentos Fundamentais (2 a 7 anos)• Habilidades de manipulação simples (empurrar, puxar e carregar ou transportar);• Habilidades de locomoção, de acordo com a posição em que é realizada (rastejamento ventral, dorsal e lateral, gatinho, sentado; quadrupedia ventral e dorsal; e bipedia);• Habilidades de manipulação combinada (lançar e receber; saltar e cair; e subir e descer); PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  59. 59. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Fase de Habilidades CulturalmenteDeterminadas ou Movimento Relacionado com o Esporte• Estágio Geral ou Transitório (7 a 10 anos);• Estágio de Habilidades Motoras Específicas (11 a 13 anos);• Estágio das Habilidades Motoras Especializadas (14 anos); PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  60. 60. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Diferenças entre meio Terrestre e Meio Aquático• Alterações do equilíbrio;• Alterações da visão;• Alterações da audição;• Alterações da respiração;• Alterações das informações recebidas do meio – proprioceptivas;• Alterações do sistema termo – regulador do organismo. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  61. 61. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Alterações de Comportamentos no MeioTerrestre e no Meio Aquático com relação ao Equilíbrio Meio Terrestre Meio Aquático Posição do corpo Vertical Posição do Corpo Horizontal Cabeça Vertical Cabeça Horizontal Olhar Horizontal Olhar vertical Apoios plantares Perda de apoios plantares Ação exclusiva da força Ação das forças da gravidade e da gravidade empuxo hidrostático PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  62. 62. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Alterações de Comportamentos no MeioTerrestre e no Meio Aquático com relação a Respiração Meio Terrestre Meio Aquático Involuntária Voluntária Nasal Bucal - Nasal Inspiração = Expiração Expiração >Inspiração Caixa torácica aumenta o Forçando – Pressão da água na seu volume Caixa Torácica Não há trocas de posição Problema segundo estilo e posição PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  63. 63. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Alterações de Comportamentos no MeioTerrestre e no Meio Aquático com relação a Propulsão Meio Terrestre Meio Aquático Pernas Propulsivas Braços Propulsivos Braços equilibradores Pernas equilibradoras (Exceto no nado de peito) Apoios Fixos Apoios Móveis Posição Vertical Posição Horizontal PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  64. 64. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICADesenvolvimento das Habilidades Aquáticas PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  65. 65. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Reflexo Natatório• É observável quando o bebé é colocado em contato com a água total ou parcialmente.• Consiste em movimentos segmentares alternados com acentuado carácter rítmico.• Foram observados pela primeira vez por McGraw (1966) na segunda semana de vida e são registados até cerca do 5º mês. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  66. 66. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Habilidades Aquáticas Básicas• Objetivos: (i) Promover a familiarização do sujeito com o meio aquático; (ii) Promover a criação de autonomia no meio aquático e; (iii)Criar as bases para posteriormente aprender habilidades motoras aquáticas específicas.• Componentes Fundamentais (i) O equilíbrio, incluindo a flutuação e as rotações; (ii) A propulsão, onde se integram os saltos; (iii) A respiração e; (iv) As manipulações, que também abrangem os lançamentos e as recepções. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  67. 67. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Técnica de Nado Rudimentar (Nado Natural)• É o nado realizado de forma independente dos processos de ensino‐aprendizagem tecnicistas ou tradicionais, que o nadador desenvolve a capacidade de nadar a partir de experiências naturais, vivenciando o ambiente aquático hostil, equilibrando‐se e deslocando‐ se de forma não determinada pela cultura da técnica, definida por regras. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  68. 68. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Nados Catalogados• 1. NADO CACHORRINHO – Nado CURTO ‐(cabeça alta) – Nado MÉDIO ‐(médio) – Nado LONGO ‐(cabeça submersa)• 2. NADO de ARRANQUE – Cabeça alta – Cabeça Baixa• 3. NADO de COSTAS – Braçadas duplas (remada curta, remada média, remada alta) – Braçadas alternadas PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  69. 69. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA• 4. NADO de PEITO – Cabeça Alta – Cabeça Baixa• 5. NADO ONDULATÓRIO – Com braços à frente – Com braços ao lado do corpo• 6. NADO LATERAL PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  70. 70. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Aperfeiçoamento Técnico• O objetivo nessa fase é o desenvolvimento de combinações mais complexas e específicas. Aqui, como nas demais fases, a prática deve ser um tipo particular de repetição sem repetição, em outras palavras, a prática consiste em repetir o processo de solução dos problemas motores, e não os meios para solucioná-los, e, se esta posição for ignorada, se tornará meramente mecânica (TANI, 1995). PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  71. 71. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Especialização Técnica• É nesta fase de desenvolvimento de talentos que a presença do treinador torna-se fundamental para que se inicie o treinamento limitado da prática deliberada.• Entende-se por prática deliberada as atividades altamente estruturadas, intensas e com objetivos direcionados, cujos níveis de exigência são específicos e demandam alto esforço do praticante, não sendo praticadas como lazer, à medida que exigem alto nível de dedicação. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  72. 72. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Níveis de Desenvolvimento da Natação• Adaptação;• Aprendizagem (Iniciação e Fixação);• Aperfeiçoamento técnico(Exercícios Corretivos);• Treinamento;• Manutenção e promoção de saúde. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  73. 73. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Divisão por Faixa Etária• Primeira Infância – 6 meses a 2 anos• Segunda Infância – 2 a 6 anos• Terceira Infância – 7 a 9 anos• Puberdade – 10 a 14 anos• Juventude- 15 a 20 anos• Adulto – 21 a 65 anos• Idoso – mais de 65 anos PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  74. 74. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Plano de aula• É a expressão aplicada a cada sessão do planejamento, de forma a garantir o êxito, organização e sistemática utilizada no trabalho.• Deve ser feito para cada sessão, constando: – os objetivos a atingir - com exposição breve e clara para motivar os alunos, para melhorar a capacidade de retenção; – tarefas a cumprir - o tempo previsto para cada exercício e ou número de repetições para cada um deles; – tempo de cada parte da aula - divisão equilibrada e coerente com as dificuldades; PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  75. 75. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA• Material auxiliar a utilizar - deve ser apropriado e de acordo com as características dos alunos;• formas de organização - a distribuição e agrupamento dos alunos depende: – do tipo de exercício – das características dos alunos – dos objetivos pretendidos – das características da piscina; PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  76. 76. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Duração das Aulas• ANTES: sessões de 1 hora• AGORA – BEBÊS: 10/15/30 minutos (em função da idade dos bebês, suas capacidades fisiológicas e a temperatura da água) – CRIANÇAS: 30 minutos. – JOVENS: 30/45 minutos. – ADULTOS: 30/45 minutos – TREINAMENTOS: 60/… minutos. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  77. 77. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Idade dos Alunos• CAPACIDADES FÍSICAS(Força, Habilidades motrizes, etc.).• CAPACIDADES FISIOLÓGICAS(Perda de calor, etc.).• CAPACIDADES COGNITIVAS(Comunicação professor / aluno, compreensão, etc.). PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  78. 78. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Tipos de Piscinas• Piscina rasa DE ENSINO ( Próprias para adaptação)• Piscinas de AQUA-FITNESS (Próprias para ginásticas na água)• Piscinas DE COMPETIÇÃO ( com medidas oficiais 25 / 50 metros)• Piscinas de RECREATIVOS (com brinquedos, toboáguas e etc.) – Vantagens / Inconvenientes PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  79. 79. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADOCURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Equipamentos PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  80. 80. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICACont... PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  81. 81. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICACont... PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  82. 82. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Segurança e Higiene• Entrada e saída da piscina – Proteger a borda (Ex. Colchonete) – Precaução escadas vertical com meninos e maiores – Não correr na área da piscina – Pé-de-pato (não andar calçado)• Saltos e saídas – Pés na borda ou bloco de saída – Observar que não há pessoas abaixo – Evitar bordas Laterais (Paredes) – Situação Professor (Ajudar aos pequenos)• Nado – Rodízio nas raias – Evitar relógios /pulseiras (Golpes) – * Ducha (antes ePÓLO DE BARRA DO CORDA/MA depois) e Sapatilhas.
  83. 83. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Segurança e Higiene• Ter aos alunos sempre dentro do campo visual do professor.• Cuidados com os tapetes de e.v.a• Ao início da sessão conhecer o número de alunos que vieram a aula.• Ao final da sessão comprovar que nenhum aluno esteja na água.• Ao fechar a instalação: Comprovar que não fique ninguém no espaço da piscina, em vestuários, etc. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  84. 84. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICAInformações Importantes PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  85. 85. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADOCURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  86. 86. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA METODOLOGIA GUSTAVO BORGES Supervisão Pedagógica Prof. William Urizzi de Lima Níveis Numero de Idade Cores dospedagógicos alunos por níveis turma / prof Bebê I Até 10 entre 6 a 14 Amarelo meses Bebê II Até 10 entre 15 a 24 Amarelo meses Bebê III Até 04 entre 25 e 36 Amarelo meses Adaptação Até 05 a partir de 3 Amarelo anos Iniciação Até 06 a partir de 4 Vermelho anos PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  87. 87. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Níveis Numero de Idade Cores dos pedagógicos alunos por níveis turma / profAperfeiçoamento 1 Até 10 a partir de 6 Azul Claro anosAperfeiçoamento 2 Até 10 a partir de 7 Azul Escuro anosAperfeiçoamento 3 Até 10 a partir de 8 Laranja anos Iniciação Até 12 a partir de 13 anos PretoCondicionamento PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  88. 88. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Atividades Aquáticas 0 a 2 anos1. Flutuação dorsal2. Giros3. Borbulhas ou bolhas4. Apneias curtas5. Saltos na água e mergulho6. Movimentos de pernas e braços equilibradores PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  89. 89. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Atividades Aquáticas 2 a 3 anos1. Deslocamentos com uma angulação de 45- 60º.2. Emergir pela ação de pernas.3. Mergulhar e emergir e respirar.4. Mecânica respiratória sem ritmo.5. Movimentos propulsivos de pernas e braços. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  90. 90. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Atividades Aquáticas 3 a 5 anos1. Movimentos simétricos de braços.2. Deslocamentos horizontais com pernas e braços, assim como em imersão.3. Respiração aquática sem ritmo. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  91. 91. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Atividades Aquáticas 5 a 6 anos1. Aprendizagem básica e global do crawl e costas.2. Aprendizagem de movimentos similares.3. Ritmo respiratório.4. Coordenações não complexas.5. Não ensinar técnica complexas. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  92. 92. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Atividades Aquáticas 6 a 8 anos1. Pernada de Borboleta.2. Facilidade de movimentos alternativos – simétricos.3. Noção de ritmo. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  93. 93. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Atividades Aquáticas 8 a 10 anos1. Movimentos precisos2. Domínio de segmentos corporais3. Pouca força e velocidade4. Estudo das técnicas elementares PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  94. 94. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Atividades Aquáticas 11 anos em diante1. Aumento da capacidade motora.2. Técnicas precisas3. Coordenação dos quatro estilos PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  95. 95. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Adaptação ao Meio Líquido• Consiste em ambientar o praticante ao meio líquido.• Estabelecer uma relação segura com a água.• Tornar a convivência com o meio líquido a mais agradável possível.• Importante para construção da afinidade com a água.• Esta é a fase de aquisição das habilidades aquáticas básicas, cujo desenvolvimento possibilitará em fases posteriores alcançar diferentes níveis de aprendizagem. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  96. 96. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA As Adaptações– ADAPTAÇÃO PSICOLÓGICA: visa familiarizar o aluno ao meio líquido de uma maneira mais lúdica, através de jogos e brincadeiras que busquem contato direto com a água.– ADAPTAÇÃO FISIOLÓGICA: visa ambientar o aluno a partir da imersão (mergulho) do rosto e/ou cabeça. Nesta fase, inicia a respiração principalmente a expiração que favorece tremendamente o acesso ao fundo. Esta fase depende muito de um bom trabalho durante a fase de adaptação psicológica. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  97. 97. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Objetivos• Geral: Aquisição de Habilidades Aquáticas Básicas e suas Combinações• Objetivos Específicos: – Adquirir adaptação dos órgãos sensoriais e da respiração, de forma diversificada. – Controlar as posturas estática e dinâmica nas posições vertical e horizontal, de diferentes formas, com e sem auxílio. – Realizar deslocamentos e deslizes, com e sem auxílio: variando os movimentos de cabeça, tronco, braços, mãos, pernas e pés, separadamente e em combinação, em diferentes velocidades, direções e posições do corpo, na superfície e submerso. – Desenvolver entradas e saltos: PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  98. 98. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Conteúdos de Ensino• O equilíbrio, incluindo a flutuação e as rotações;• A propulsão, onde se integram os saltos;• A respiração; e• As manipulações, que também abrangem os lançamentos e as recepções. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  99. 99. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Equilíbrio• Quanto ao Equilíbrio dividimos este fundamento em 3 principais componentes básicos. – Equilíbrio Vertical; – Equilíbrio Horizontal - Flutuação ventral e dorsal; – Equilíbrio Misto e Dinâmico: deslizes, giros, balanços e inversões; PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  100. 100. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA• Equilíbrio Vertical • Equilíbrio Horizontal – Reconhecimento do – Imersão; ambiente externo da piscina; – Mergulho; – Apresentação da piscina e – Flutuação ventral e dorsal; entrada na água; – Deslize ventral e dorsal; – Reconhecimento do – Alterações de equilíbrio ambiente interno da piscina (balanços, giros e com apoio das mãos; inversões); – Equilíbrio vertical sem apoio – Saltos da borda; das mãos; – Sobrevivência Aquática; – Equilíbrio em locais profundos, com auxílio de implementos flutuadores; PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  101. 101. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Equilíbrio Misto - Giros• Com os giros se trabalha … – Coordenação dinâmica geral – Orientação espacial – Percepção temporário – Tempos do apnéia – Mecânica respiratória PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  102. 102. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Saltos• LONGITUDE - ALTURA Mãos apontando para o fundoImpulso Pés segurando na borda ou plataforma Frontal De cabeçaVoo Lateral Queda De mãos De pés De costas Encolhido PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  103. 103. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Respiração• Conhecimento das fase respiratória. – Inspiração = Boca. – Expiração = Boca e nariz.• Possibilidades de desenvolvimento da fase. – Boca. – Nariz.• Fases de apneia. – Apneia inspiratória. – Apneia expiratória. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  104. 104. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICAEtapas do Controle Respiratório– Descontração facial– Imersão da cabeça– Apnéia voluntária– Visão subaquática– Expiração no meio líquido– Respiração vertical– Respiração frontal associada ao movimento de pernas– Respiração lateral com prancha– Respiração lateral com braço girando– Respiração bilateral com prancha e braço.– Ritmo respiratório PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  105. 105. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Propulsão• A seqüência metodológica para desenvolvimento dessa habilidade motora aquática básica pode ser a seguinte:• Deslocamentos submersos; – Marcha na posição vertical – Deslocamentos submersos – Pernada na posição horizontal – Sobrevivência Aquática; – Lateralidade; – Propulsão rudimentar de braços; – Sustentação da cabeça fora d’água (Cachorrinho); – Técnicas rudimentares; PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  106. 106. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Deslocamentos PropulsivosPosição do corpo Fonte Propulsiva Coordenação Respiração segmentosVentral Pernas Alternada LivreLateral Braços Simultânea CoordenadaDorsal PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  107. 107. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Fatores que Intervém na Propulsão• Quantidade de superfície propulsiva• Orientação da superfícies• Longitude do trajeto do apoio• Profundidade dos apoios• Forma do percurso• Ritmo do percurso PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  108. 108. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Manipulações• As manipulações consistem em manter uma relação de interação entre o indivíduo e um ou vários objetos, permitindo explorá-lo(s) e, simultaneamente, explorar todas as suas possibilidades;• Objetivo do lançamento. – Distância. – Precisão.• Recepção. – 1 mão - 2 mãos – Com apoio no fundo. – Em suspensão na água. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  109. 109. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Níveis de Adaptação ao Meio Liquido• Adaptação I (ou Familiarização ao Meio Liquido)• Adaptação II (ou Aquisição do Equilíbrio Horizontal); e• Adaptação III (ou Exploração das Capacidades Propulsivas). PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  110. 110. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Pressupostos Metodológicos• Local de Aula: Piscina Pequena;• Numero de Aluno: 8 a 10• Temperatura da água: 29 a 30°C• Freqüência dos Estímulos: de três e no mínimo duas vezes por semana;• Tempo de aula: 30 a 40 minutos.• Material Pedagógico: prancha, macarrão, brinquedos, flutuadores e etc. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  111. 111. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Adaptação I• Familiarização com o meio, o professor, o material, …• METODOLOGIA – Conhecer sensações – Equilíbrios com apoios fixos – Deslocamentos elementares – Imersões – Exploração do entorno• SUPERAR – Perdas do contato – Aquisição posição horizontal – Perca do medo e Superar desconforto da água – Sensações propulsivas básicas PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  112. 112. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICAConteúdos de Ensino Adaptação I EQUILÍBRIO RESPIRAÇÃO PROPULSÃO 1. Reconhecimento do 1. Descontração facial 1. Marcha na posição ambiente externo da 2. Apnéia voluntária vertical piscina 3. Visão subaquática 2. Apresentação da 4. Expiração no meio piscina líquido 3. Entrada na água 5. Respiração vertical 4. Reconhecimento da piscina 5. Equilíbrio em locais profundos, com auxílio de implementos flutuadores 6. Imersão 7. Mergulho PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  113. 113. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Critérios de Avaliação• Demonstra-se familiarizado com o professor, colegas e piscina;• Realizar saltos e deslocamento com e sem acessório;• Apresentar descontração facial, controle da respiração e apneia; PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  114. 114. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Adaptação II• Aquisição do Equilíbrio Horizontal• METODOLOGIA – Conhecer sensações – Equilíbrios com apoios móveis – Flutuação e deslize – Mergulhos e saltos• SUPERAR – Descontração facial – Aquisição movimentos propulsivos – Perca do medo em águas profundas – Saltos em diversas formas PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  115. 115. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICAConteúdos de Ensino Adaptação II EQUILÍBRIO RESPIRAÇÃO PROPULSÃO 1. Flutuação ventral e 1. Expiração no meio 1. Deslocamentos dorsal líquido submersos 2. Deslize 2.Respiração frontal 2. Pernada na posição 3. Alterações de associada ao horizontal equilíbrio (giros) movimento de pernas 3. Propulsão 4. Saltos da borda rudimentar de braços PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  116. 116. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Critérios de Avaliação• Realizar o deslizamento e flutuação com e sem material;• Possuir elementos de propulsão rudimentar alternada e simultânea de braços e pernas;• Sustentar a cabeça fora da água• Executar troca de decúbitos.• Saltar de cabeça da borda da piscina;• Executar dez respirações na borda, consecutivamente;• Deslizar ventral e dorsalmente após impulso, com batimento alternado de pernas. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  117. 117. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Adaptação III• Exploração das Capacidades Propulsivas• METODOLOGIA – Nado natural – Capacidade de nadar com autodomínio, propulsão, sustentação e equilíbrio corporal na superfície do ambiente líquido• SUPERAR – Movimentos alternados das pernas crawl e costas – Coordenação dos movimentos alternados da pernada e braçada com a respiração específica – Movimentos simultâneos da pernada e braçada – Ondulações – Saltos em diversas formas PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  118. 118. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICAConteúdos de Ensino Adaptação III EQUILÍBRIO RESPIRAÇÃO PROPULSÃO 1. Cambalhotas 1. Respiração lateral 1. Lateralidade 2. Reequilibrações com prancha 2. Sustentação da através da ação 2. Respiração lateral cabeça fora d’água propulsiva com braço girando 3. Crawl rudimentar 3. Sobrevivência 3. respiração bilateral 4. Coordenações Aquática com prancha e braço. diversas, nas 4. Ritmo respiratório posições ventral e 5. Controle dorsal diferenciadas respiratório dos padrões formais. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  119. 119. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Critérios de Avaliação– Executar dez respirações na borda, consecutivamente;– Deslocar-se de cachorrinho, nove metros, sem auxílio;– Executar a pernada de crawl com respiração frontal, partido do deslize, na distância de quinze metros, com prancha;– Executar a pernada de crawl, nove metros, sem prancha;– Executar a pernada de costas, com prancha, na distância de nove metros;– Executar o crawl em apnéia, em nove metros, partindo do mergulho de cabeça;– Deslocar-se submerso, pegando vários objetos, no raso e no fundo;– Executar a pernada de costas, sem prancha, em quinze metros. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  120. 120. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA Conclusão• No decurso do processo de adaptação ao meio aquático deverão ser abordadas diversas habilidades motoras aquáticas básicas, as quais permitirão a posterior aquisição e assimilação de habilidades motoras aquáticas específicas de diversas atividades aquáticas. PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA
  121. 121. INTRODUÇÃO AO ESPORTE AQUÁTICO LEONARDO DE ARRUDA DELGADOCURSO DE LICENCIATURA PLENA EM EDUCAÇÃO FÍSICA PÓLO DE BARRA DO CORDA/MA

×