Capítulos de 1 a 26

205 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
205
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Capítulos de 1 a 26

  1. 1. Tarefas do Google Docs Resumos dos 18 Capítulos A história tem início no Mercado das Pulgas em Paris, quando Max, um menino surdo, resgata um papagaio sequestrado. A partir daí foi formado um grupo de protagonistas dentro desse livro: um filósofo em uma cadeira de rodas, o menino surdo, um casal de gêmeos adolescentes e o papagaio resgatado que, além de tudo, sofre de amnésia. Esse elenco inusitado de repente se defronta (enfrenta)uma situação estranha quando a remessa de uma lendária biblioteca de livros raros de Matemática chega até sua casa, em Paris, enviada por um amigo há muito desaparecido. Trata-se da maior coleção literária de matemática do mundo que ficou durante anos escondida em terras brasileiras, embrenhada na selva amazônica. 19 – A Rosa dos Ventos Nesse capítulo retrata – se sobre, as possibilidades de direções que ajudou em um dos teoremas citados. Que se dividia em 3 partes: A primeira está encurralada entre 0 e 1. Mais provável do que 1 branco do que um branco! Menos provável do que 0 é menos possível do que impossível, 1 da certeza. O que compreendi foi é que eles querem como dizer “Matematizar o πR Fermat. provável”, A Geometria do acaso. 20 – Euler, O Homem que via a Matemática Nesse capítulo retrata – se sobre, Euler quando era reconhecido como “ reis dos números amigáveis” , e suas obras completas que tinham sido publicadas por ocasião do Bicentenário de sua morte em 1983. Então quando o rapaz foi terminar o livro que tinha começado abriu em uma página que tinha uma certa equação, que ao olhar viu que era um sexto do quadrado de Pi e igual a soma ... dos inversos ... dos quadrados dos diferentes números inteiros. Após de um estudo percebeu que ao resolver o quadrado de Pi estava pronto! Já sabia para onde ir. Mais ainda sim ouve outro problema para se resolver que eraLog 1 – 0,
  2. 2. ainda teve que pesquisar muito mais para resolver o tal problema que tinha surgido. Como o passar de sua pesquisa o rapaz foi compreendendo que era preciso escrevê-lo em forma matemática e resolve-lo com álgebra, pois seria muito mais eficaz para resolver esse tipo de problema. 21 – Conjetura e CIA ... Nesse capítulo retrata – se sobre, Christian Goldbach que era apaixonado por equações que começou a estudar atentamente a obra Fermat de Euler. Utilizando o método de Euler pôs imediatamente as mãos na obra, demonstrando a conjetura para n = 3, utilizando não os números reais mais os complexos. Foi assim que descobriu que “ Em números inteiros, um cubo não pode ser a soma de dois cubos”. Após compreender tudo o que dizia Euler em sua teoria, procurou saber mais teorias sobre os ilustres matemáticos que também utilizarão demonstrações como Euler para melhor entendimento sobre oque dizia em sua grande teoria. 22 – Impossível é Matemático Nesse capítulo retrata – se sobre, a Academia Real de Ciência em Paris, que resolveu não examinar mais nenhuma solução de problemas da duplicação de cubos, da trisseção do ângulo ou da quadratura do circulo, mas com o passar do tempo perceberam que era exigente que utilizassem essa solução para tais problemas como os ilustres matemáticos utilizavam para solucionar os problemas propostos. Tanto como Pi é irracional como A Quadratura do circulo com a régua e com o compasso é impossível por exemplo. 23 – Gostariade ver sua Siracusa Nesse capítulo retrata – se sobre, Alexandria e Siracusa que são como dois polos que dão as costas um pro outro, um grande e outro pequeno. Mostra quando pararam em um porto e começaram a atravessar a cidade para chegar a Siracusa após chegar observou suas grandes pedras que serviam para
  3. 3. construir uma cidade antiga. Após sua jornada e segui em frente e começou a subir dentro de uma camionete e logo avistou um castelo que logo o portão foi aberto sozinho, quando entraram não reconheceram nada pois tudo era tão bonito! A única coisa que avistaram após foi uma parede azul, suas mãos estavam pousadas em um tecido de uma incrível maciez. Logo apareceu um jardineiro com alguns minutos de observação e logo se aproximou junto com sua tesoura afiada, logo após uma conversa sobre o sequestro de Nofutur com o jardineiro eis que surgeseus gritos. Sr. Ruche disse que o único motivo por ele estar ali era por Nofutur, então eis que preferiram falar uma coisa de cada vez. 24 – Arquimedes. Quem pode Menos, Pode Mais Nesse capítulo retrata – se sobre, o passado e o reconhecimento dos caminhos que os levaraà Orechia di Dionisio, no dia da chegada. Desde então a paisagem mudou, os turistas saíram tudo mudou. Dom Otavio passou – lhe o chaveiro. De ouro, cravejado de diamantes. Logo quando a noite caiu ficaram se perguntando se a biblioteca nos deixaram bestas, pois nada esta certo agora. Após muitas buscas por Nofutur perceberam que na praça dizia que “Hiroshima man Amour” – que significava “ Não vi nada em Siracusa” 25 – Mamaguena! Nesse capítulo retrata – se sobre,Dois caminhos que Tabac De La Sorbonne décadas antes de se encontrarem ali. O primeiro longuíssimo, até o outro hemisfério para voltar algumas décadas mais tarde alguns quilômetros de seu ponto de partida. O segundo infinitamente mais curto , havia no mesmo período atravessado Paris de Sul a Norte, passando por Manumartre para chegar no mesmo lugar . Como o pequeno e o grande arco de uma mesma circunferência. 26 – As Pedras do Vau Nesse capítulo retrata – se sobre, A volta de Max e de Sr. Ruche, a Livraria Mil e Uma Folhas, na Rua Ravignan, e as comemorações feitas para os dois. Quando Max foi na direção do Sr. Ruche com um bolo de 85 velas, lembrou do
  4. 4. bilhete que tinha em seu bolso de dom Otavio que escreveu “No incêndio de Crotona provocado por Gilon, um dos pitagóricos conseguiu escapar, Gr...”, Mais apesar de tudo em que passaram Sr. Ruche resolveu não conta nada para mais ninguém. A Conferência dos Pássaros Quando a noite caia, e os pássaros estavam para se recolher no mundo inteiro eis que surge uma voz rouca bem alto, Mamanguena, vulgo de Nofutur, pôs – se a falar . Não repetindo, não relatando, Mias exatamente, demonstrando ... Num silêncios onde todos os pássaros estavam reunidos Nofutur reproduzia as duas intermináveis demonstrações de Grosrouvre lhe confiara, e assim a noite caiu depressa.

×