liberal tecnicista

6.660 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.660
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
163
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

liberal tecnicista

  1. 1. LiberalTecnicistaEnsinar a fazerGabrielli MiguezMat.: 201010224111Artes Visuais
  2. 2. A escola liberal tecnicista atua noaperfeiçoamento da ordem social,articulando-se diretamente com osistema produtivo, empregando ocontrole comportamental nos alunos.Seu interesse principal é, produzirindivíduos “competentes” para omercado de trabalho, mão de obraqualificada.
  3. 3. Com forte influência das teoriaspositivistas e da psicologiabehaviorista de Skinner, otecnicismo busca ensinar o alunopor meio do treinamento. Osconteúdos aplicados no ensinosão informações ordenadas numasequência lógica e encontram-sesistematizados nos manuais, noslivros didáticos etc;
  4. 4. A relação professor aluno é verticale objetiva onde o professortransmite informações técnicas e oaluno vai fixá-las através derepetição de exercícios, semespaço pra atividades que acriatividade é valorizada. O aluno é um mero recepto doconteúdo transmitido.
  5. 5. Essa tendência é implementadainicialmente nos Estados Unidos, oque acaba influenciando o Brasil,que tinha fortes ligação com ogoverno americano.A tendência liberal tecnicista foiintroduzida no Brasil nada décadade 1960, a partir da Reforma doEnsino, através da Lei 5.692/71, como objetivo de adequar o sistemaeducacional ao regime militar.
  6. 6. Nos anos 60 o ensino médio eradividido, o Ensino Médio Cientifico, oEnsino Médio Normal e Ensino MédioClássico, onde o currículo do curso eradirecionado segundo a área deconhecimento escolhido. No Clássicoera voltado para matérias humanascomo História, Letras, Direito,Sociologia. Já no cientifico tínhamosMatemática, Física, Química , Biologia.
  7. 7. Por conta da valorização decertas matérias em detrimentode outras, não tínhamos umaeducação hegemônica pratodos. O que nos levou a umdéficit de ensino.
  8. 8. “A queda do nível de ensinorepercutiu de forma maisdrástica na escola pública.Obrigada a atender à lei ao péda letra, enquanto as escolasparticulares de certa forma"contornavam" as exigênciasoficiais, assumindo apenas anomenclatura dos cursos eoferecendo os conteúdostradicionais.
  9. 9. Isso aumentou a seletividade denossa educação, fazendo com queo ensino superior se destinasse cadavez mais aos filhos da elite.”portaleducacao.com.br/Artigo/Imprimir/37579
  10. 10. “Quanto à escola pública, oque se conseguiu, de fato, foia formação de mão de obrabarata, não qualificada;pronta para engrossar o"exército de reserva"trabalhadores disponíveis paraempregos de baixaremuneração.”(ARANHA, 1996, p. 177).
  11. 11. Nos tempos atuais ainda temos otecnicismo em escolas “especiais”, asescolas técnicas. Onde é cursado o ensinomédio em concomitância ao ensinotécnico. O aluno escolhe o cursopretendido que geralmente é cursado emem 6 dias por semana durante 3 anos.FAETEC, CEFET, IFRJ são exemplos deescolas técnicas públicas.

×