Workshop - Social Analytics Summit 2014

1.852 visualizações

Publicada em

Módulo: Métricas além do clichê.

Agradeço ao Alexandre Formagio, Tarcizio Silva e Priscila Marcenes pelo convite!

Publicada em: Mídias sociais
1 comentário
19 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.852
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
54
Comentários
1
Gostaram
19
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Workshop - Social Analytics Summit 2014

  1. 1. Métricas além do clichê Workshop Social Analytics Summit 2014
  2. 2. Gabriel Ishida Coordenador de Social Intelligence na DP6 Coca-Cola Company, Itaú, Mizuno, Visa, Philips, Johnson & Johnson… Co-criador do projeto Atlas Media Lab Criador do blog Midializado Quem sou eu?
  3. 3. Métricas de Twitter Métricas de Youtube Métricas de Instagram Como analisar métricas Exemplos Agenda
  4. 4. Objetivo do módulo Mostrar como pensar e analisar métricas em sintonia com os objetivos de negócio e de marca, considerando cada rede social e aplicando o raciocínio para novas e futuras redes.
  5. 5. Twitter 01
  6. 6. Duas ferramentas nativas: Twitter Analytics Twitter Ads Twitter
  7. 7. Twitter Analytics Vantagens: Métricas “inéditas" como impressões, hashtag clicks, etc. Traz dados de tweets promovidos Traz dados de interesses dos seguidores Desvantagens: Sem possibilidade de monitorar concorrentes
  8. 8. Twitter Analytics Principais métricas na ferramenta: Impressões Taxa de engajamento Engajamento (retweets, favoritos, respostas) Seguidores URL cliques Hashtag cliques App downloads Video plays Cliques em phone e e-mail Métricas de Promoted Post
  9. 9. Twitter Analytics Tela principal
  10. 10. Twitter Analytics
  11. 11. Twitter Analytics Tela de informações sobre seguidores
  12. 12. Twitter Ads Vantagens: Métricas de mídia, como custo por clique, por interações, etc. Visualização por segmentação ou por tipo de mídia Desvantagens: Dificuldades para extrair por período Sem possibilidade de monitorar concorrentes
  13. 13. Twitter Ads
  14. 14. Twitter Ads
  15. 15. Twitter Ads Principais métricas na ferramenta: Impressões Taxa de engajamento Engajamento (retweets, favoritos, respostas) Seguidores Custo por resposta Total gasto por campanha Custo por seguidor Menções
  16. 16. Ferramentas terceiras Algumas ferramentas que possuem mensuração em Twitter Socialbakers Simply Measured Crowdbooster Quintly Graphmonitor Twittercounter FollowerWonk …
  17. 17. Métricas para ficar de olho: Taxa de engajamento Impressões Custo por resposta
  18. 18. Youtube 02
  19. 19. Uma ferramenta nativa: Youtube Analytics Youtube
  20. 20. Youtube Analytics
  21. 21. Youtube Analytics Vantagens: Segmentação dos dados por origem de tráfico, demografia, locais de reprodução, dispositivos, etc. Métricas em tempo real Desvantagens: Sem possibilidade de monitorar concorrentes
  22. 22. Youtube Analytics Principais métricas na ferramenta: Visualizações Minutos assistidos Inscritos Gostei e Não Gostei Comentários Compartilhamentos Favoritos
  23. 23. Youtube Analytics Métricas para ficar de olho: Gostei e Não Gostei Compartilhamentos Dica: Crie uma métrica semelhante a Taxa de Engajamento
  24. 24. Ferramentas terceiras Algumas ferramentas que possuem mensuração em Youtube Socialbakers Simply Measured Channel Meter Quintly Graphmonitor …
  25. 25. Instagram 03
  26. 26. Uma ferramenta nativa (mas não disponível para o público geral ainda): Instagram Ads Analytics Instagram
  27. 27. Alternativas gratuitas: Iconosquare (aka Statisgram) Simply Measured Instagram
  28. 28. Iconosquare
  29. 29. Simply Measured
  30. 30. Fique de olho: Veja quais temáticas de imagens geram mais engajamento Dica: a ferramenta Gazemetrix traz as imagens mais utilizadas pelo público da sua marca Instagram
  31. 31. Análise 04
  32. 32. Nunca se analisa uma métrica de forma isolada Muitas vezes, as métricas influenciam uma na outra
  33. 33. Alcance no Facebook Histórias (Stories) Fãs Divulgação externa Anúncios
  34. 34. Impressões no Twitter Retweets Fontes externas Anúncios
  35. 35. Cultura das métricas erradas Muitas vezes, olhamos para as métricas erradas para fazer uma análise
  36. 36. Qual trouxe mais resultados? Marca: Netshoes Objetivo: vender no Black Friday Post com Ad no FB 20k de impressões 1.200 likes 250 shares 1.000 URL cliques CTR: 5% Anúncio no FB 100k de impressões 400 likes 300 shares 10k URL cliques CTR: 10% Tweet promovido 100k de impressões 100 favoritos 1.000 retweets 20k URL cliques CTR: 20% CTR = Click Through Rate - Taxa de cliques Cliques / Impressões
  37. 37. Resposta: nenhum Temos que olhar as vendas (conversões) vindas dessas mídias
  38. 38. Como fazer isso? Todas ações que levem para seu site, você precisa ter uma ferramenta de web analytics instalada no seu site. A mais famosa e gratuita: Google Analytics (GA) Com o GA instalado, use o URL Builder para construir URLs que irão sinalizar para o GA quando uma visita veio de Social Media.
  39. 39. Exemplo: “Fiz um post no Twitter anunciando a promoção de celulares no meu e-commerce” URL Builder: www.meusite.com.br/celular? utm_source=twitter&utm_medium=post1 No GA, todas as vendas que surgirem via esse post serão mostradas. Assim, você mostra o famoso ROI
  40. 40. Web analytics Mas o aprofundamento disso é assunto para outro curso…
  41. 41. Cultura das métricas erradas Pergunta: 100 mil seguidores no Twitter é muito ou é pouco?
  42. 42. Cultura das métricas erradas Resposta: depende do referencial Seus concorrentes: 1 milhão de seguidores cada A média do seu mercado: 10 mil seguidores Meta da marca pro período: 200 mil seguidores Média do Twitter: 1.000 seguidores
  43. 43. Cultura das métricas erradas O segredo de uma boa análise é você escolher o referencial correto E fazer as perguntas e escolhas de métricas corretas!
  44. 44. Cultura das métricas erradas Por que olhamos fãs/seguidores se o objetivo é a pessoa assistir ao vídeo? Por que olhamos engajamento se o objetivo é a pessoa entrar no site? Por que olhamos impressões se o objetivo é fazer as pessoas gostarem do conteúdo?
  45. 45. Cultura das métricas erradas Temos que entender o que influencia e no que se baseia cada métrica
  46. 46. Twitter: Engajamento ≠ Respostas Facebook: Alcance ≠ Impressões Youtube: Gostei ≠ Favoritos Twitter: Replys ≠ Menções
  47. 47. Exemplos 05
  48. 48. Marca do segmento esportivo Objetivo: gerar inscrições para um evento Mídias: Facebook e Instagram
  49. 49. Marca do segmento esportivo KPIs? Cliques Comentários Quem clica no link para a inscrição no evento possui uma tendência a realizar inscrição Marcar amigos nos comentários é um sinal de chamar pessoas para o evento
  50. 50. Marca de bebidas alcóolicas Objetivo: gerar conversações sobre uma campanha Mídias: Youtube e Twitter
  51. 51. Marca de bebidas alcóolicas KPIs? Menções Comentários A maioria dos usuários tagueiam a marca quando comentam sobre alguma ação Gerar conversas dentro dos canais da marca também é importante
  52. 52. E O NOSSO CASE?
  53. 53. MARCA: Conto Figueira Objetivo: Gerar branding Mídias: Twitter, Youtube e Instagram
  54. 54. KPIs? Seguidores/Inscritos Visualizações Likes Instagram Shares/Retweets
  55. 55. Obrigado! gabriel.ishida@dp6.com.br @gabrielishida

×