Modelo de Negócios Canvas

676 visualizações

Publicada em

Aula aos alunos de Empreendedorismo do Centro Universitário UDF sobre Modelo de Negócios (Canvas).
Setembro/2015.
Link da vídeo-aula: https://youtu.be/NjdAYaQ9ghI

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
676
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
31
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Modelo de Negócios Canvas

  1. 1. Modelo de Negócios PROF. GABRIEL CARDOSO Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  2. 2. REFERÊNCIAS Material elaborado a partir das seguintes referências: DORNELAS, José et al. Plano de Negócios com o Modelo Canvas. São Paulo: GEN/LTC, 2015 OSTERWALDER, Alexander. Business Model Generation: inovação em modelos de negócios. São Paulo: Alta Books, 2013. SEBRAE: Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. Cartilha do Quadro de Modelo de Negócios. Brasília: Sebrae, 2013. 2Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  3. 3. AGENDA 1. Introdução 2. A divisão em cores 3. Visão geral do Canvas 4. Os 9 blocos do Canvas 5. Dicas de preenchimento 6. Exemplos 3Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  4. 4. 1. Introdução o “Qualquer negócio é um sistema. Um sistema é a combinação de vários elementos, interconectados, de forma a constituir um todo organizado. Entende-se que um negócio é um sistema porque ele é constituído por várias partes ou funções e necessita de todas elas para ser bem-sucedido.” Sebrae, 2013. o “Um Modelo de Negócios descreve a lógica de criação, entrega e captura de valor por parte de uma organização.” Alexander Osterwalder o Chamado também de Canvas ou Quadro 4Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  5. 5. 1. Introdução o O modelo de negócio precede o plano de negócio. o O modelo de negócio descreverá a lógica do negócio, mostrando a relação de interdependência e a mútua influência das partes que o compõe. o O plano de negócio descreverá a forma como o negócio será estruturado, pormenorizadamente, com prazos, responsáveis, planilhas, dados empresariais etc. 5Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  6. 6. 1. Introdução 6 Diferencias do modelo Pensamento Visual Visão Sistêmica Cocriação Simplicidade Ludicidade Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  7. 7. 3. Visão geral do Canvas São 9 blocos que compõem um negócio, agrupados em 4 questões que precisam ser respondidas. 7 Fonte: Sebrae, 2013 Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  8. 8. 3. Visão geral do Canvas 8 Fonte:Sebrae,2013 Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  9. 9. 3. Visão geral do Canvas São 9 blocos que compõem um negócio, agrupados em IV questões que precisam ser respondidas. A. Vou fazer (I) o quê? Essa resposta será a sua (1) Proposta de valor. B. 2. Para (II)quem vou fazer? Aqui estão incluídos três blocos: (2) Segmento de cliente; (3) Canais e (4) Relacionamento com clientes. C. 3. (III) Como vou fazer? Descubra quais são os (5) Recursos principais; as (6) Atividades e os (7) Parceiros principais. D. 4. (IV) Quanto? Avalie quais e como serão obtidas as (8) Receitas e qual será a (9) Estrutura de custos para viabilizar o negócio. 9Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  10. 10. 4. Os 9 blocos do Canvas O QUE SERÁ FEITO? o Proposta de Valor: definição do valor do produto ou serviço que seu futuro negócio oferecerá aos clientes. o “Valor é a razão ou o motivo pelo qual pessoas adquirem seus produtos e serviços. Você deve pensar se está atendendo a uma necessidade, resolvendo um problema ou melhorando alguma situação existente.” Sebrae, 2013. 10Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  11. 11. 4. Os 9 blocos do Canvas O QUE SERÁ FEITO? o Para estabelecer a proposta de valor, pergunte-se (Dornelas, 2015): 1. Que valores entregaremos aos nossos clientes? 2. Quais problemas de nosso clientes ajudaremos a resolver? 3. Que categorias de produtos/serviços ofereceremos a cada segmento de clientes? 4. Quais os desejos/necessidades dos clientes que nós iremos satisfazer? 11Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  12. 12. 4. Os 9 blocos do Canvas O QUE SERÁ FEITO? Alguns tipos de propostas de valor 12 Customização Performance Redução de riscos Conveniência Acessibilidade Novidade Design Status Preço Redução de custos Fonte: Sebrae, 2013 Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  13. 13. 4. Os 9 blocos do Canvas O QUE SERÁ FEITO? Exemplos: 13 Fonte:Sebrae,2013 Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  14. 14. 4. Os 9 blocos do Canvas O QUE SERÁ FEITO? Exemplos: 14 Fonte:Sebrae,2013 Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  15. 15. 4. Os 9 blocos do Canvas PARA QUEM? o Segmento de clientes: definir os clientes que o negócio irá propor valor (proposta de valor) o Pergunte-se como eles se caracterizam, se dividem, onde se localizam, como se assemelham etc. o Os mais tradicionais são: o Mercado de massa o Mercado de nicho o Segmento o Diversificado o Plataformas multilaterais 15Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  16. 16. 4. Os 9 blocos do Canvas PARA QUEM? o Para estabelecer o segmento de clientes, pergunte-se (Dornelas, 2015): 1. Para quem nós criaremos valor? 2. Quem serão nossos mais importantes clientes? 3. Quais serão nossos clientes típicos/padrão? 16Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  17. 17. 4. Os 9 blocos do Canvas PARA QUEM? o Canais: definir como a proposta de valor chegará até o seu segmento de clientes o Os canais propostos pelo Sebrae são: o Distribuidores o Lojas parceiras o Atacado o Equipe de vendas o Site e redes sociais o Loja própria 17Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  18. 18. 4. Os 9 blocos do Canvas PARA QUEM? oPara definir os canais, pergunte-se (Dornelas, 2015): 1. Através de que canais nosso segmento de cliente quer ser alcançado? 2. Como outras empresas chegam até eles atualmente? 3. Quais canais funcionariam melhor? 4. Quais canais são mais eficientes em termos de custos? 5. Como promoveremos a integração dos canais com a rotina dos clientes? 18Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  19. 19. 4. Os 9 blocos do Canvas PARA QUEM? o Relacionamento com clientes: definir como será a relação do seu negócio com os clientes oSegundo o Sebrae (2013), as principais formas são: o Assistência pessoal simples ou dedicada o Self-service o Serviços automatizados o Comunidades o Cocriação 19Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  20. 20. 4. Os 9 blocos do Canvas PARA QUEM? oPara estabelecer o relacionamento com os clientes, pergunte-se (Dornelas, 2015): 1. Como nós conquistaremos, manteremos e/ou aumentaremos nossos clientes? 2. Quais relacionamentos com os clientes nós queremos ter? 3. Como esses relacionamentos estarão vinculados ao nosso modelo de negócio? 4. Qual será o custo envolvido? 20Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  21. 21. 4. Os 9 blocos do Canvas QUANTO? o Fontes de Receitas: de onde virá a receita do negócio (quanto e como os clientes pagarão pela proposta de valor) oSegundo o Sebrae (2013), as principais fontes são: o Venda direta o Pagamento pelo uso o Assinatura o Aluguel o Licenciamento o Comissões o Anúncios 21Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  22. 22. 4. Os 9 blocos do Canvas QUANTO? oPara estabelecer a Fontes de Receitas, Dornelas (2015) recomenda as seguintes questões: 1. Que proposta de valor nossos clientes estarão dispostos a pagar? 2. O que eles estão comprando / pagando hoje? 3. Qual será nosso modelo de receita? 4. Quais serão nossas políticas de preços? 22Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  23. 23. 4. Os 9 blocos do Canvas QUANTO? o Estrutura de custos: todos os custos necessários para que seja oferecida a proposta de valor aos clientes oSegundo o Sebrae (2013), as principais focos para estruturar custos são: o Custos reduzidos o Valor (qualidade) o Custos fixos o Escala de vendas o Grandes clientes o Diversidade de produtos 23Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  24. 24. 4. Os 9 blocos do Canvas QUANTO? oPara estabelecer a Estrutura de Custos, Dornelas (2015) recomenda que se faça as seguintes perguntas: 1. Quais serão os custos mais importantes de nosso modelo de negócios? 2. Quais recursos-chave serão os mais caros? 3. Quais atividades-chave serão as mais caras? 24Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  25. 25. 4. Os 9 blocos do Canvas COMO? o Recurso Principais: definir os principais recursos para viabilizar a proposta de valor. o Segundo o Sebrae (2013), as principais tipos de recursos são: o Físicos o Humanos o Intelectuais o Financeiros 25Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  26. 26. 4. Os 9 blocos do Canvas COMO? o Segundo Dornelas (2015), para estabelecer a Recursos Principais, pergunte-se: 1. Quais recursos-chave nossa proposta de valor precisará? 2. Canais, relacionamentos, modelos de receita? 26Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  27. 27. 4. Os 9 blocos do Canvas COMO? o Atividades Principais: relacionar as principais ações para o funcionamento de seu negócio oSegundo o Sebrae (2013), os tipos mais conhecidos são: o Produção o Resolução de problemas o Plataforma o Rede 27Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  28. 28. 4. Os 9 blocos do Canvas COMO? oPara estabelecer a Atividades Principais, Dornelas (2015) recomenda que se faça as seguintes perguntas: 1. Quais atividades-chave serão necessárias para oferecer nossa proposta de valor? 2. Quais serão os nossos canais de distribuição? 3. Como será o relacionamento com o cliente? 4. Quais serão as fontes de receitas? 28Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  29. 29. 4. Os 9 blocos do Canvas COMO? o Parcerias Principais: definir os principais fornecedores e parceiros que apoiarão a realização do negócio. oSegundo o Sebrae (2013), os fornecedores e parceiros podem auxiliar em: o Otimização e economia de escala o Redução de risco e incerteza o Terceirização 29Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  30. 30. 4. Os 9 blocos do Canvas COMO? oSegundo Dornelas (2015), as Parcerias Principais, surgem com as respostas às perguntas: 1. Quem serão seus parceiros-chave? 2. Quem serão seus fornecedores-chave? 3. Quais recursos-chave iremos adquiris de nossos parceiros-chave? 4. Quais atividades nossos parceiros realizam? 30Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  31. 31. 4. Dicas de preenchimento 1. Separe os materiais necessários ◦ Quadro (se possível impresso em grande formato) ◦ Adesivos autocolantes com 4 cores diferentes; ◦ Canetas de várias cores 2. Utilize o quadro com algumas ideias em mente ◦ Funil de ideias ◦ Brainstorming 3. Inicie o quadro, preferencialmente, nos itens Proposta de Valor e Segmento de Clientes 31 Fonte: tagcultural.com.br Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  32. 32. 4. Dicas de preenchimento 4. Cole os adesivos e os movimente sem medo de errar 5. Procure completar o lado direito do quadro antes de partir para o lado esquerdo 6. Não há problema se alguns pontos não forem preenchidos inicialmente; o quadro pode ser preenchido / melhorado em várias sessões 7. Utilize softwares e aplicativos para construção em equipe 32 DICA I canvanizer.com DICA II bmdesigner.com Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  33. 33. 5. Exemplos 33 Fonte:startupsorocaba.com/ Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br
  34. 34. APRENDA MAIS... 34Prof. Gabriel Cardoso - www.gabrielcardoso.com.br /mudevoceomundo /olivromudevoceomundo migre.me/qaoDP /mudevoceomundo br.linkedin.com/in/gcardoso2 /gabrielfcardoso www.mudevoceomundo.com.br www.gabriecardoso.com.br www.olivromudevoceomundo.com.br gabriel.mudevoceomundo@gmail.com

×