SlideShare uma empresa Scribd logo

Interações Sociais -Grupos Sociais

Interações Sociais- Grupos Sociais

1 de 12
Baixar para ler offline
Interações Sociais-Grupos Sociais
Na vida quotidiana os indivíduos relacionam-se uns com os outros, com os
seus familiares, amigos, colegas de emprego, etc. Mas também se
estabelece outro tipo de relacionamentos mais esporádicos (ex: no cinema).
Deste modo, os indivíduos estão constantemente a agir e reagir com aqueles
que nos rodeiam. Este processo de relacionamento dos indivíduos uns com
os outros, designa-se por interação social.
Os espaços onde essas interações ocorrem também podem ser
diferentes, podendo corresponder a situações de interação de:
1. Caráter formal (espaço público), dado que os comportamentos dos
indivíduos são influenciados pelos mecanismos de controlo social,
que os fazem atuar em conformidade com as normas sociais.
2. Caráter informal (espaço privado), pois os comportamentos dos
indivíduos apresentam um menor ou quase ausente controlo social.
No dia-a-dia, os indivíduos estão em constante interação uns com os outros,
expressando-se verbal ou não verbalmente (expressão facial, gestos,
movimentos corporais, etc.).
Essas rotinas do quotidiano, ao corresponderem a situações de interação
muito semelhantes, tipificam formas de relacionamento, ou seja padrões de
interação → formas de relacionamento tipificadas (base de estruturação da
sociedade).
PADRÕES DE INTERAÇÃO
Por um lado, estes padrões de interação constituem a base de
estruturação da sociedade, pois a vida organiza-se
geralmente em torno da repetição de interações.
Por outro, contribuem também para a construção social da
realidade, na medida em que os indivíduos, agindo e
tomando decisões de forma criativa, podem contribuir para
transformar a realidade social.
Grupo social é um conjunto de indivíduos que, dado partilharem objetivos e
interesses semelhantes, estabelecem entre si relações diretas, contínuas e
duradouras. Estas mesmas relações levam a que o grupo construa uma
estrutura e uma identidade próprias e a que os seus membros desenvolvam
um sentimento de pertença ao grupo.
Escola Coletividade desportiva

Recomendados

Grupos sociais
Grupos sociaisGrupos sociais
Grupos sociaismikto
 
Atitudes e representações sociais
Atitudes e representações sociais Atitudes e representações sociais
Atitudes e representações sociais RaQuel Oliveira
 
Socialização e cultura
Socialização e culturaSocialização e cultura
Socialização e culturaSergio Grunbaum
 
Papéis sociais, conflitos de papéis e as relações sociais no trabalho
Papéis sociais, conflitos de papéis e as relações sociais no trabalhoPapéis sociais, conflitos de papéis e as relações sociais no trabalho
Papéis sociais, conflitos de papéis e as relações sociais no trabalhoCristiano Bodart
 
Sociologia: Interação social
Sociologia: Interação socialSociologia: Interação social
Sociologia: Interação socialhap99
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Interação Social
Interação SocialInteração Social
Interação SocialAna Antunes
 
Interação social
Interação  socialInteração  social
Interação socialtchiquita98
 
Interação social e papéis sociais
Interação social e papéis sociaisInteração social e papéis sociais
Interação social e papéis sociaisturma12c
 
Interação social
Interação socialInteração social
Interação socialturma12d
 
Papéis e estatutos sociais
Papéis e estatutos sociaisPapéis e estatutos sociais
Papéis e estatutos sociaisNúriaa Gourgel
 
Teoria das representações sociais
Teoria das representações sociaisTeoria das representações sociais
Teoria das representações sociaisJhonata Andrade
 
Interação social
Interação socialInteração social
Interação socialturma12d
 
Processo de socialização
Processo de socializaçãoProcesso de socialização
Processo de socializaçãohomago
 
Interacção social
Interacção socialInteracção social
Interacção socialturma12d
 
Socialização.
Socialização.Socialização.
Socialização.Nuno Cunha
 
Grupos sociais e instituições (tema 9)
Grupos sociais e instituições (tema 9)Grupos sociais e instituições (tema 9)
Grupos sociais e instituições (tema 9)Wilton Moretto
 
Obstáculos Epistemológicos
Obstáculos EpistemológicosObstáculos Epistemológicos
Obstáculos EpistemológicosAntónio Silvano
 
As relações entre indivíduo e sociedade
As relações  entre indivíduo e sociedadeAs relações  entre indivíduo e sociedade
As relações entre indivíduo e sociedadeJosé Amaral
 
Representações Sociais
Representações SociaisRepresentações Sociais
Representações SociaisSara Afonso
 
Interação Social
Interação SocialInteração Social
Interação Socialturma12d
 

Mais procurados (20)

Interação Social
Interação SocialInteração Social
Interação Social
 
Interação social
Interação  socialInteração  social
Interação social
 
Interação social e papéis sociais
Interação social e papéis sociaisInteração social e papéis sociais
Interação social e papéis sociais
 
Interação social
Interação socialInteração social
Interação social
 
Papéis e estatutos sociais
Papéis e estatutos sociaisPapéis e estatutos sociais
Papéis e estatutos sociais
 
Teoria das representações sociais
Teoria das representações sociaisTeoria das representações sociais
Teoria das representações sociais
 
Interação social
Interação socialInteração social
Interação social
 
Influência social
Influência socialInfluência social
Influência social
 
Processo de socialização
Processo de socializaçãoProcesso de socialização
Processo de socialização
 
Representações Sociais
Representações SociaisRepresentações Sociais
Representações Sociais
 
Interacção social
Interacção socialInteracção social
Interacção social
 
Individuo sociedade
Individuo sociedadeIndividuo sociedade
Individuo sociedade
 
Grupos - Social
Grupos - SocialGrupos - Social
Grupos - Social
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
 
Socialização.
Socialização.Socialização.
Socialização.
 
Grupos sociais e instituições (tema 9)
Grupos sociais e instituições (tema 9)Grupos sociais e instituições (tema 9)
Grupos sociais e instituições (tema 9)
 
Obstáculos Epistemológicos
Obstáculos EpistemológicosObstáculos Epistemológicos
Obstáculos Epistemológicos
 
As relações entre indivíduo e sociedade
As relações  entre indivíduo e sociedadeAs relações  entre indivíduo e sociedade
As relações entre indivíduo e sociedade
 
Representações Sociais
Representações SociaisRepresentações Sociais
Representações Sociais
 
Interação Social
Interação SocialInteração Social
Interação Social
 

Destaque

Grupos sociais e integração
Grupos sociais e integraçãoGrupos sociais e integração
Grupos sociais e integraçãoColegio GGE
 
Sociologia - interacões e grupos sociais- Prof.Altair Aguilar
Sociologia - interacões e grupos sociais- Prof.Altair AguilarSociologia - interacões e grupos sociais- Prof.Altair Aguilar
Sociologia - interacões e grupos sociais- Prof.Altair AguilarAltair Moisés Aguilar
 
Interação e grupos sociais
Interação e grupos sociaisInteração e grupos sociais
Interação e grupos sociaisEstifania Viegas
 
Papel social psicologia
Papel social psicologiaPapel social psicologia
Papel social psicologiaRuiSantos18
 
Mediação em serviço social modelo analitico e trajetos de pesquisa- iscte-i...
Mediação em serviço social   modelo analitico e trajetos de pesquisa- iscte-i...Mediação em serviço social   modelo analitico e trajetos de pesquisa- iscte-i...
Mediação em serviço social modelo analitico e trajetos de pesquisa- iscte-i...Helena Almeida
 
Liderança - OGD
Liderança - OGDLiderança - OGD
Liderança - OGDJoão Brito
 
Interação social e linguagem
Interação social e linguagemInteração social e linguagem
Interação social e linguagemSoráia Oliveira
 
Instituições Sociais
Instituições SociaisInstituições Sociais
Instituições SociaisAlfredo Garcia
 
Sociologia - Relações Sociais
Sociologia - Relações SociaisSociologia - Relações Sociais
Sociologia - Relações SociaisPaulo Alexandre
 
Indivíduo e Sociedade
Indivíduo e SociedadeIndivíduo e Sociedade
Indivíduo e Sociedadecarlosbidu
 
Slide sociologia 1
Slide sociologia 1Slide sociologia 1
Slide sociologia 1Over Lane
 

Destaque (20)

Grupos sociais
Grupos sociaisGrupos sociais
Grupos sociais
 
Grupos Sociais
Grupos SociaisGrupos Sociais
Grupos Sociais
 
Grupos sociais e integração
Grupos sociais e integraçãoGrupos sociais e integração
Grupos sociais e integração
 
Sociologia - interacões e grupos sociais- Prof.Altair Aguilar
Sociologia - interacões e grupos sociais- Prof.Altair AguilarSociologia - interacões e grupos sociais- Prof.Altair Aguilar
Sociologia - interacões e grupos sociais- Prof.Altair Aguilar
 
Interação e grupos sociais
Interação e grupos sociaisInteração e grupos sociais
Interação e grupos sociais
 
Papel social psicologia
Papel social psicologiaPapel social psicologia
Papel social psicologia
 
3. psicologia social
3. psicologia social3. psicologia social
3. psicologia social
 
Mediação em serviço social modelo analitico e trajetos de pesquisa- iscte-i...
Mediação em serviço social   modelo analitico e trajetos de pesquisa- iscte-i...Mediação em serviço social   modelo analitico e trajetos de pesquisa- iscte-i...
Mediação em serviço social modelo analitico e trajetos de pesquisa- iscte-i...
 
Atividades avaliativas para o 2º ano
Atividades avaliativas para o 2º anoAtividades avaliativas para o 2º ano
Atividades avaliativas para o 2º ano
 
Grupos sociais p1
Grupos sociais p1Grupos sociais p1
Grupos sociais p1
 
Agrupamentos Sociais
Agrupamentos SociaisAgrupamentos Sociais
Agrupamentos Sociais
 
Liderança - OGD
Liderança - OGDLiderança - OGD
Liderança - OGD
 
Instituições sociais
Instituições sociaisInstituições sociais
Instituições sociais
 
Interação social e linguagem
Interação social e linguagemInteração social e linguagem
Interação social e linguagem
 
Instituições Sociais
Instituições SociaisInstituições Sociais
Instituições Sociais
 
Sociologia - Relações Sociais
Sociologia - Relações SociaisSociologia - Relações Sociais
Sociologia - Relações Sociais
 
Psicologia Social
Psicologia SocialPsicologia Social
Psicologia Social
 
Indivíduo e Sociedade
Indivíduo e SociedadeIndivíduo e Sociedade
Indivíduo e Sociedade
 
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA 2º ANO
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA 2º ANOAVALIAÇÃO DE HISTÓRIA 2º ANO
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA 2º ANO
 
Slide sociologia 1
Slide sociologia 1Slide sociologia 1
Slide sociologia 1
 

Semelhante a Interações Sociais -Grupos Sociais

2014 conceitos básicos sociologia
2014 conceitos básicos sociologia2014 conceitos básicos sociologia
2014 conceitos básicos sociologiaFelipe Hiago
 
Instituições sociais e controlo social.pdf
Instituições sociais e controlo social.pdfInstituições sociais e controlo social.pdf
Instituições sociais e controlo social.pdftanques7
 
Interacção social
Interacção socialInteracção social
Interacção socialturma12d
 
Resumo relações interpessoais
Resumo relações interpessoaisResumo relações interpessoais
Resumo relações interpessoaisJorge Barbosa
 
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13dcm116
 
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13dcm116
 
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13dcm116
 
Interaçoes sociais-e-grupos-sociais joao, rafa
Interaçoes sociais-e-grupos-sociais joao, rafaInteraçoes sociais-e-grupos-sociais joao, rafa
Interaçoes sociais-e-grupos-sociais joao, rafaRafaela Frazão
 
Assistente Administrativo
Assistente AdministrativoAssistente Administrativo
Assistente AdministrativoLiberty Ensino
 
Resumo Relações Interpessoais
Resumo Relações InterpessoaisResumo Relações Interpessoais
Resumo Relações InterpessoaisJorge Barbosa
 
Introdução a Redes Sociais
Introdução a Redes SociaisIntrodução a Redes Sociais
Introdução a Redes Sociaisandre rossiter
 
003 grupos e equipes de trabalho nas organizações
003   grupos e equipes de trabalho nas organizações003   grupos e equipes de trabalho nas organizações
003 grupos e equipes de trabalho nas organizaçõesPsicologia_2015
 
A organização como contexto social e desenvolvimento cognitivo
A organização como contexto social e desenvolvimento cognitivoA organização como contexto social e desenvolvimento cognitivo
A organização como contexto social e desenvolvimento cognitivoAnderson Cássio Oliveira
 

Semelhante a Interações Sociais -Grupos Sociais (20)

Socialização (CPII)
Socialização (CPII)Socialização (CPII)
Socialização (CPII)
 
2014 conceitos básicos sociologia
2014 conceitos básicos sociologia2014 conceitos básicos sociologia
2014 conceitos básicos sociologia
 
Instituições sociais e controlo social.pdf
Instituições sociais e controlo social.pdfInstituições sociais e controlo social.pdf
Instituições sociais e controlo social.pdf
 
Aula sociologia
Aula sociologiaAula sociologia
Aula sociologia
 
Interacção social
Interacção socialInteracção social
Interacção social
 
Resumo relações interpessoais
Resumo relações interpessoaisResumo relações interpessoais
Resumo relações interpessoais
 
unid_2.pdf
unid_2.pdfunid_2.pdf
unid_2.pdf
 
Teoria e técnica de dinâmica de grupo
Teoria e técnica de dinâmica de grupoTeoria e técnica de dinâmica de grupo
Teoria e técnica de dinâmica de grupo
 
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
 
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
 
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
 
Interação social
Interação socialInteração social
Interação social
 
Cognição social
Cognição socialCognição social
Cognição social
 
Interaçoes sociais-e-grupos-sociais joao, rafa
Interaçoes sociais-e-grupos-sociais joao, rafaInteraçoes sociais-e-grupos-sociais joao, rafa
Interaçoes sociais-e-grupos-sociais joao, rafa
 
Assistente Administrativo
Assistente AdministrativoAssistente Administrativo
Assistente Administrativo
 
Resumo Relações Interpessoais
Resumo Relações InterpessoaisResumo Relações Interpessoais
Resumo Relações Interpessoais
 
Introdução a Redes Sociais
Introdução a Redes SociaisIntrodução a Redes Sociais
Introdução a Redes Sociais
 
003 grupos e equipes de trabalho nas organizações
003   grupos e equipes de trabalho nas organizações003   grupos e equipes de trabalho nas organizações
003 grupos e equipes de trabalho nas organizações
 
Padrões Sociais.pptx
Padrões Sociais.pptxPadrões Sociais.pptx
Padrões Sociais.pptx
 
A organização como contexto social e desenvolvimento cognitivo
A organização como contexto social e desenvolvimento cognitivoA organização como contexto social e desenvolvimento cognitivo
A organização como contexto social e desenvolvimento cognitivo
 

Último

MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024assedlsam
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...azulassessoriaacadem3
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxPROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxssuser86fd77
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdfkeiciany
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...manoelaarmani
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.azulassessoriaacadem3
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxSlides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfkeiciany
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfkeiciany
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIAHisrelBlog
 

Último (20)

MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxPROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxSlides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
 

Interações Sociais -Grupos Sociais

  • 2. Na vida quotidiana os indivíduos relacionam-se uns com os outros, com os seus familiares, amigos, colegas de emprego, etc. Mas também se estabelece outro tipo de relacionamentos mais esporádicos (ex: no cinema). Deste modo, os indivíduos estão constantemente a agir e reagir com aqueles que nos rodeiam. Este processo de relacionamento dos indivíduos uns com os outros, designa-se por interação social.
  • 3. Os espaços onde essas interações ocorrem também podem ser diferentes, podendo corresponder a situações de interação de: 1. Caráter formal (espaço público), dado que os comportamentos dos indivíduos são influenciados pelos mecanismos de controlo social, que os fazem atuar em conformidade com as normas sociais. 2. Caráter informal (espaço privado), pois os comportamentos dos indivíduos apresentam um menor ou quase ausente controlo social.
  • 4. No dia-a-dia, os indivíduos estão em constante interação uns com os outros, expressando-se verbal ou não verbalmente (expressão facial, gestos, movimentos corporais, etc.). Essas rotinas do quotidiano, ao corresponderem a situações de interação muito semelhantes, tipificam formas de relacionamento, ou seja padrões de interação → formas de relacionamento tipificadas (base de estruturação da sociedade). PADRÕES DE INTERAÇÃO
  • 5. Por um lado, estes padrões de interação constituem a base de estruturação da sociedade, pois a vida organiza-se geralmente em torno da repetição de interações. Por outro, contribuem também para a construção social da realidade, na medida em que os indivíduos, agindo e tomando decisões de forma criativa, podem contribuir para transformar a realidade social.
  • 6. Grupo social é um conjunto de indivíduos que, dado partilharem objetivos e interesses semelhantes, estabelecem entre si relações diretas, contínuas e duradouras. Estas mesmas relações levam a que o grupo construa uma estrutura e uma identidade próprias e a que os seus membros desenvolvam um sentimento de pertença ao grupo. Escola Coletividade desportiva
  • 7. 1. Objetivos e interesses comuns; 2. Identificação; 3. Valores e normas; 4. Relações mútuas; 5. Estrutura; 6. Diferenciação de papéis; 7. Duração. A identidade de um grupo social é muitas vezes expressa por uma certa unidade na forma de pensar, de agir e de reagir que decorre da própria interação. Nalguns casos, a estrutura do grupo pode levar à criação de regras próprias e de sanções (por exemplo, pressões psicológicas) para os membros que violem as regras estabelecidas.
  • 8. Os grupos primários são caracterizados por: 1. Serem restritos, de um modo geral; 2. Estabelecerem relacionamentos espontâneos, naturais e informais entre os membros do grupo; 3. Identificarem valores culturais básicos; 4. Terem como principal objetivo o afeto. Grupo Primário-família
  • 9. Os grupos secundários são caraterizados por: 1. Terem um número de membros geralmente mais vasto; 2. Estabelecerem relacionamentos mais formais, frios e impessoais; 3. Terem como principal objetivo o alcance do sucesso e/ou da eficácia. Grupo secundário- empresa
  • 10. Para além dos grupos a que efetivamente pertencem – grupos de pertença – os indivíduos, muitas vezes, aspiram pertencer a outros grupos, sendo influenciados pelas caraterísticas desses mesmos grupos, nomeadamente porque consideram que estes defendem valores que gostariam de partilhar ou porque associam os seus membros a uma posição social superior à sua – grupo de referência → grupo a que o indivíduo se tenta identificar, de um modo consciente ou inconsciente.
  • 11. Critérios Categorias Classificação dos grupos sociais Posição do indivíduo face ao grupo Grupo de pertença Grupo de referência Tipo de relacionamento Grupo primário Grupo secundário Função social desempenhada Família – função de socialização Escola – função de socialização e de qualificação Empresa – função de produção Partido político – função ideológica Igreja – função espiritual