O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Introdução à Semiótica Peirceana _ Arquitetura de Peirce

Objeto de aprendizagem "Arquitetura de Peirce" do Recurso Educacional Aberto "Introdução à Semiótica Peirceana" composto por mais seis objetos de aprendizagem.

Para saber mais sobre o projeto recomenda-se iniciar pelo arquivo Apresentação!

  • Seja o primeiro a comentar

Introdução à Semiótica Peirceana _ Arquitetura de Peirce

  1. 1. Introdução à Semiótica Peirceana Introdução Arquitetura de Peirce Categorias Cenopitagóricas | Signo como relação triádica | Tricotomias Arquitetura de Peirce Este objeto de aprendizagem é parte de um recurso educacional que contempla uma Introdução aos aspectos gerais da teoria semiótica desenvolvida por Charles Sanders Peirce. O trabalho “Introdução à Semiótica Peirceana” de Gabrielle Hartmann Grimm foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada. acessar “Notas”
  2. 2. Introdução à Semiótica Peirceana Introdução Arquitetura de Peirce Categorias Cenopitagóricas | Signo como relação triádica | Tricotomias Os tópicos contemplados neste objeto de aprendizagem são os seguintes: Quem foi Peirce; Classificação das Ciências; Localização da semiótica no sistema de Peirce. acessar “Notas”
  3. 3. Introdução à Semiótica Peirceana Introdução Arquitetura de Peirce Categorias Cenopitagóricas | Signo como relação triádica | Tricotomias história e filosofia da ciência geodésia lógico matemático metrologia filosofia da matemática filósofocientistaeconomia linguísticateoria da gravitaçãopsicologia experimental história e filosofia da lógica Charles Sanders Peirce (1839-1914) acessar “Notas”
  4. 4. Introdução à Semiótica Peirceana Introdução Arquitetura de Peirce Categorias Cenopitagóricas | Signo como relação triádica | Tricotomias história e filosofia da ciência geodésia lógico matemático Tentava metrologia filosofia da matemática encontrar uma filósofocientista linguagemeconomia linguística comum a todas àsteoria da gravitação ciências.psicologia experimental história e filosofia da lógica Charles Sanders Peirce (1839-1914) acessar “Notas”
  5. 5. Introdução à Semiótica Peirceana Introdução Arquitetura de Peirce Categorias Cenopitagóricas | Signo como relação triádica | Tricotomias A Semiótica é apenas uma parte no conjunto do sistema filosófico desenvolvido por Peirce, e o estudo da semiótica só se toma explicável e definível localizando seu lugar nessa arquitetura maior (SANTAELLA, 1985). acessar “Notas”
  6. 6. Introdução à Semiótica Peirceana Introdução Arquitetura de Peirce Categorias Cenopitagóricas | Signo como relação triádica | Tricotomias Seu sistema filosófico foi construído de modo que as partes estão: “ sistematicamente co-implicadas através de certos princípios” e mantém relações dependência entre as partes (QUEIROZ, 2004, p.19). hierárquicas de 11 22 33 acessar “Notas”
  7. 7. Introdução à Semiótica Peirceana Introdução Arquitetura de Peirce Categorias Cenopitagóricas | Signo como relação triádica | Tricotomias Para investigar os conceitos da semiótica, portanto, necessita-se uma introdução pelas fundações do sistema filosófico de Peirce. 1 1 2 1 3 1 2 1 SEMIÓTICA 2 3 3 3
  8. 8. Introdução à Semiótica Peirceana Introdução Arquitetura de Peirce Categorias Cenopitagóricas | Signo como relação triádica | Tricotomias semiótica “ a doutrina da natureza essencial e fundamental de todas as variedades possíveis de semioses” visa descrever e analisar a estrutura de processos semióticos sem se importar com base em que suporte material tais processos podem acontecer, ou em que escala podem ser observados (QUEIROZ, 2004, p.20). 1 2 1 SEMIÓTICA 2 3 3 acessar “Notas”
  9. 9. Introdução à Semiótica Peirceana Introdução Arquitetura de Peirce Categorias Cenopitagóricas | Signo como relação triádica | Tricotomias Para investigar os conceitos da semiótica, portanto, necessita-se uma introdução pelas fundações do sistema filosófico de Peirce. 1 1 2 1 3 1 2 1 SEMIÓTICA 2 3 3 3
  10. 10. Introdução à Semiótica Peirceana Introdução Arquitetura de Peirce Categorias Cenopitagóricas | Signo como relação triádica | Tricotomias Filosofia A Semiótica ou também entendida como Lógica, está localizada entre as ciências filosóficas, é concebida, também, como uma ciência baseada na experiência comum.
  11. 11. Introdução à Semiótica Peirceana Introdução Arquitetura de Peirce Categorias Cenopitagóricas | Signo como relação triádica | Tricotomias Filosofia Primeiridade 1. Fenomenologia 1. Fenomenologia Categorias cenopitagóricas Categorias cenopitagóricas Secundidade Terceiridade 1. Estética Estética 2. Ciências 2. Ciências 1. Gramática especulativa Normativas Normativas 2. Ética Estuda e classifica Os signos Lógica ouou semiótica 3. Lógica ou semiótica Lógica ousemiótica 3. Lógica semiótica 2. Lógica crítica Estuda os tipos de inferências, raciocínios, argumentos 3. Metafísica 3. Metafísica (abdução, indução, dedução) 3. Metodêutica Analisa os métodos à que cada raciocínio dá origem MERKLE (2002), SANTAELLA (1985), SANTAELLA (2005). acessar “Notas”
  12. 12. Introdução à Semiótica Peirceana Introdução Arquitetura de Peirce Categorias Cenopitagóricas | Signo como relação triádica | Tricotomias Filosofia 1. Fenomenologia 1. Fenomenologia Observa-se ao lado três ciências filosóficas: 2. Ciências Essas ciências seguem a lógica 2. Ciências Normativas Normativas triádica e evolutiva. Assim a fenomenologia deve fornecer as 3. Metafísica 3. Metafísica bases para o pensamento nas ciências normativas e este para o metafísico. MERKLE (2002), SANTAELLA (1985), SANTAELLA (2005). acessar “Notas”
  13. 13. Introdução à Semiótica Peirceana Introdução Arquitetura de Peirce Categorias Cenopitagóricas | Signo como relação triádica | Tricotomias Filosofia 1. Fenomenologia 1. Fenomenologia é uma ciência que se ocupa com os elementos formais dos fenômenos, “totalidade” presente numa mente qualquer num dado instante qualquer, “ a descrição daquilo que está defronte à mente ou na consciência” (PEIRCE apud QUEIROZ, 2004, p.39). acessar “Notas”
  14. 14. Introdução à Semiótica Peirceana Introdução Arquitetura de Peirce Categorias Cenopitagóricas | Signo como relação triádica | Tricotomias Filosofia 1. Fenomenologia 1. Fenomenologia Categorias cenopitagóricas Categorias cenopitagóricas O resultado é um catálogo dos “departamentos da ação mental”, indicando as categorias do pensamento. acessar “Notas”
  15. 15. Introdução à Semiótica Peirceana Introdução Arquitetura de Peirce Categorias Cenopitagóricas | Signo como relação triádica | Tricotomias Filosofia Primeiridade 1. Fenomenologia 1. Fenomenologia Categorias cenopitagóricas Categorias cenopitagóricas Secundidade Terceiridade Por meio de categorias podemos investigar os elementos fundamentais presentes na consciência, são elas: Primeiridade, Secundidade e Terceiridade. Acesse “Categorias do Pensamento” para mais definições acerca das categorias. acessar “Notas”
  16. 16. Introdução à Semiótica Peirceana Introdução Arquitetura de Peirce Categorias Cenopitagóricas | Signo como relação triádica | Tricotomias Filosofia A ciência normativa trata das “leis da relação dos fenômenos com os fins” (PEIRCE, 2003, p.198) 2. Ciências 2. Ciências Normativas Normativas Está subdividida em estética, ética e lógica ou semiótica, e estudam os fenômenos, segundo certas especificidades e normas. acessar “Notas”
  17. 17. Introdução à Semiótica Peirceana Introdução Arquitetura de Peirce Categorias Cenopitagóricas | Signo como relação triádica | Tricotomias Filosofia A estética considera 1. Estética 2. Ciências aquelas coisas cujos fins 2. Ciências Normativas Normativas 2. Ética devem incorporar qualidades do sentir, 3. Lógica ou semiótica 3. Lógica ou semiótica a ética considera aquelas coisas cujos a lógica, aquelas coisas fins residem na cujo fim é o de representar ação, alguma coisa. (PEIRCE, 2003, p.201). acessar “Notas”
  18. 18. Introdução à Semiótica Peirceana Introdução Arquitetura de Peirce Categorias Cenopitagóricas | Signo como relação triádica | Tricotomias Filosofia 1. Estética 2. Ciências 2. Ciências Normativas Normativas 2. Ética 3. Lógica ou semiótica 3. Lógica ou semiótica lógica triádica e evolutiva, relação de dependência. A estética fornece bases para a ética, que por sua vez fornece bases para semiótica. Isto implica que, a semiótica é focada em representações, mas pressupõe ação e percepção (MERKLE, 2002). acessar “Notas”
  19. 19. Introdução à Semiótica Peirceana Introdução Arquitetura de Peirce Categorias Cenopitagóricas | Signo como relação triádica | Tricotomias 2. Ciências 2. Ciências 3. Lógica ou semiótica Normativas Normativas 3. Lógica ou semiótica 1. Gramática especulativa 2. Lógica crítica 3. Metodêutica Semiótica ou Lógica: o estudo das condições gerais dos signos, transmissão de significado de uma mente para outra e de um estado mental para o outro.
  20. 20. Introdução à Semiótica Peirceana Introdução Arquitetura de Peirce Categorias Cenopitagóricas | Signo como relação triádica | Tricotomias 1. Gramática especulativa 3. Lógica ou semiótica 3. Lógica ou semiótica 2. Lógica crítica 3. Metodêutica Por essa diversidade de tarefas a semiótica é dividida em três ramos:
  21. 21. Introdução à Semiótica Peirceana Introdução Arquitetura de Peirce Categorias Cenopitagóricas | Signo como relação triádica | Tricotomias 1. Gramática especulativa 3. Lógica ou semiótica 3. Lógica ou semiótica estudo de todos os tipos 2. Lógica crítica de signos, estuda e classifica, nos faz 3. Metodêutica identificar os signos. estuda os tipos de inferências, analisa os métodos a que raciocínios ou cada um dos tipos de argumentos que se raciocínio dá origem. estruturam através de signos (abdução, indução, dedução).
  22. 22. Introdução à Semiótica Peirceana Introdução Arquitetura de Peirce Categorias Cenopitagóricas | Signo como relação triádica | Tricotomias 1. Gramática especulativa 3. Lógica ou semiótica 3. Lógica ou semiótica 2. Lógica crítica 3. Metodêutica lógica triádica e evolutiva, relação de dependência. A gramática especulativa fornece bases para lógica crítica, que por sua vez fornece bases para a metodêutica.
  23. 23. Introdução à Semiótica Peirceana Introdução Arquitetura de Peirce Categorias Cenopitagóricas | Signo como relação triádica | Tricotomias Filosofia A metafísica tem a tarefa de estudar a realidade. Cabe à metafísica estudar aquilo que é mais geral, limitando-se à observação direta. 3. Metafísica 3. Metafísica acessar “Notas”
  24. 24. Introdução à Semiótica Peirceana Introdução Arquitetura de Peirce Categorias Cenopitagóricas | Signo como relação triádica | Tricotomias Para acessar qualquer objeto de aprendizagem clique na área de navegação acima. Como próximo passo, sugere-se acessar ao objeto de aprendizagem “Categorias do Pensamento”. O recurso educacional “Introdução à Semiótica” é composto por cinco objetos de aprendizagem que contemplam uma Introdução aos aspectos gerais da teoria semiótica desenvolvida por Charles Sanders Peirce..

×