Sessão de sensibilização sobre a CAF

269 visualizações

Publicada em

Formação prestada pela empresa Another Step ao Agrupamento de Escolas de Montenegro

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
269
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sessão de sensibilização sobre a CAF

  1. 1. Sessão de Sensibilização CAF Hugo Caldeira hcaldeira@anotherstep.pt www.anotherstep.pt
  2. 2. 2 Sumário Introdução • A empresa Another Step • Qualidade nas Escolas A CAF • • • • • • O que é, quem desenvolveu e para que serve? Critérios e Subcritérios Fases do projecto Instrumentos de Avaliação Notas finais Próximos passos
  3. 3. 4 Another Step Início Grupo de investigação da Universidade Católica Portuguesa A adesão de um número cada vez maior de escolas a experiências de autoavaliação Spin-off do grupo de investigação da UCP Escolas Elementos com 20 anos de experiência de ensino Projectos Nacionais • Iniciativa Novas Oportunidades • Apoio a Autarquias - Oeiras, Ponte de Sor, Évora, Mora, ... • Cartas Educativas: Torres Novas, Ponte de Sor, Porto A Another Step já implementou metodologias de qualidade (ex: CAF) em mais de 100 escolas em todo o país Internacionais Duas escolas já obtiveram o 1º nível de Excelência da EFQM •EIPA, Bruxelas - Bélgica •Yambol Municipality - Bulgária •EDEL, Luanda – Angola •Nord-Trøndelag - Noruega
  4. 4. Dimensão da intervenção 1.º Ano 2.º Ano Diagnóstico Acção Sensibilização 3.º Ano 4.º Ano Consolidação Prestação de Contas Dimensão Pedagógica Avaliação Intermédia Avaliação Final
  5. 5. 6 A auto-avaliação na Escola
  6. 6. Lei nº 31/2002, de 20 de Dezembro (Avaliação Ensino Não Superior) DL 75/2008, de 22 de Abril (Definição dos novos órgãos, Autonomia e avaliação) Portaria nº 1260/2007, de 26 de Setembro (Contratos de Autonomia) Portaria 731/2009, de 7 de Junho (Certificação Competências TIC) IGE (AutoAvaliação e a avaliação externa institucional, Documentos, Quotas) Melhoria Contínua Qualidade nas escolas
  7. 7. 8 O que diz a IGE sobre a CAF?
  8. 8. 9 Avaliação externa das Escolas (relatórios) 5. Capacidade de auto-regulação e melhoria Fonte: relatório avaliação externa da Escola Secundária Leal da Câmara
  9. 9. 10 Avaliação externa das Escolas (relatórios) 5. Capacidade de auto-regulação e melhoria Fonte: relatório avaliação externa do Agrupamento de Escolas Cidade de Castelo Branco
  10. 10. 11 O que é, quem a desenvolveu, para que serve?
  11. 11. 12 Pressupostos Autoavaliação Olhar criticamente para si mesma Melhorar o desempenho da organização CAF Common Assessment Framework Estrutura Comum de Avaliação Ferramenta de AA da Qualidade EIPA –EU Qualidade É um modelo simplificado (EFQM) Adaptado aos organismos públicos Introduz a Qualidade no sector público Modelo Proceder ao diagnóstico do desempenho numa perspectiva de melhoria contínua Medir o progresso através de autoavaliações regulares
  12. 12. 13 Ciclo da melhoria CAF visa retroacção Acções de Melhoria Autoavaliação origina operacionalizado Plano de Melhoria
  13. 13. O Modelo CAF e o Novo Modelo da IGE Critérios de Meios 3. Pessoas 3. 2. 1. Liderança Planeamento e Liderançae Gestão Estratégia 4. Parcerias e Recursos 2. Prestação de Serviço Educativo 7. Resultados relativos às pessoas 5. 6. Resultados orientados para os cidadãos/clientes Processos 9. Resultados de Desempenho Chave 8. Impacto na Sociedade 1. Resultados
  14. 14. 15 Objectivos da CAF Conhecer Revelar Mobilizar Credibilizar Reconhecimento Público Pontos fortes Percepção das pessoas em relação à Escola Áreas a melhorar Reconhecer Aumentar a mobilização interna para a mudança Garantir a credibilidade do desempenho da Escola APQ – Committed to Excellence in Europe (auditoria) Válido por 2 anos
  15. 15. 16
  16. 16. 17 Fases do Projecto 1. Constituição da equipa de auto-avaliação (Direcção) 2. Explicação do modelo à equipa auto-avaliação (AS) 3. Elaboração dos indicadores (EAA) e construção dos questionários (AS) 4. Sessões de Sensibilização ao PD e PND e aplicação dos questionários (AS/EAA)
  17. 17. 18 Fases do Projecto 5. Preenchimento da(s) Grelha(s) de Auto-Avaliação (EAA) 6. Tratamento estatístico (UCP-CESOP) 7. Elaboração do Relatório de Diagnóstico Organizacional (AS) 8. Discussão dos resultados (EAA)
  18. 18. 19 Fases do Projecto 9. Identificação das acções de melhoria (EAA) 10. Decisão da candidatura APQ (Direcção) 11. Apresentação dos resultados ao PD e PND (AS/EAA) 12. Constituição dos grupos das acções de melhoria / Elaboração do PAM/ Implementação das acções de melhoria (EAA)
  19. 19. 20 A) Grelha de AA (EAA) B) Questionários (Comunidade)
  20. 20. 21
  21. 21. 22 Grelha de Auto-Avaliação É o documento através do qual a Equipa de AA avalia a organização escolar A Equipa de AA analisa em profundidade cada um dos indicadores contemplados na respectiva grelha Deve ter uma visão muito concreta e precisa do modo de funcionamento da Escola e dos seus resultados, para a identificação das evidências Os resultados escolares são recolhidos como evidências e posteriormente analisados e avaliados
  22. 22. 23
  23. 23. 24 Objectivos Conhecer a opinião das pessoas relativamente a determinadas questões relacionadas com o modo de funcionamento e desempenho da Escola Saber como o colaborador percepciona a Escola de modo a aferir o seu grau de satisfação e de motivação para as actividades que desenvolve Envolver a comunidade educativa no processo de mudança iniciado com a auto-avaliação
  24. 24. 25 Estrutura dos Questionários - Alunos e EE Questões sobre o nível de satisfação Critério 6 Resultados orientados para os cidadãos/ clientes Escala 0 a 10 relativa ao grau de Caracterização estatística Género concordância Idade NS/NR Sugestões Ano O que falta para satisfação plena (pontuação máxima de 10)
  25. 25. 26 Estrutura dos Questionários – PD e PND Questões sobre a organização Escala Caracterização estatística Sugestões Idade 0 a 10 9 Critérios CAF Antiguidade Pontos fortes Género NS/NR Habilitações académicas (PD) Categoria profissional (PND) Pontos a melhorar
  26. 26. 27
  27. 27. Questionário online Grupos de inquirição Questionários Pessoal Docente (universo) Pessoal Não Docente (universo) Alunos (universo/amostra) PD e PND Preenchimento do questionário em casa e/ou escola Anónimo e Confidencial Distribuição de códigos (aleatório) Alunos Prazos Alunos: Códigos estarão na sala onde vão responder (calendário de inquirição) 1 semana
  28. 28. Questionário online
  29. 29. 30 Questionário online
  30. 30. 31 Questionário online
  31. 31. 32
  32. 32. 33 Questionário online Indique 3 pontos fortes
  33. 33. 34 Questionário online Indique 3 pontos a melhorar
  34. 34. 35 Questionário online
  35. 35. 36
  36. 36. 37 Questionário papel Grupo de inquirição Questionário Entrega Anónimo Respondem em questionário impresso, entregue pelos seus educandos (distribuição aleatória) Pais/Encarregados de Educação (amostra) Confidencial
  37. 37. 38 Condições de sucesso para o projecto de monitorização da Qualidade na escola
  38. 38. Condições de sucesso Direcção Equipa AA Comunidade educativa Envolvimento no processo Representativa da comunidade Apelo à participação Política de Comunicação Rigor no cumprimento de prazos Envolvimento nas Acções de Melhoria
  39. 39. 40 Próximos Passos Email (escola) com: Manual da plataforma (códigos de acesso da EAA) Questionários dos pais/EE Amostra dos EE a inquirir Grelhas de AA Equipas (GAA, formação a seguir) A fazer pelas EAA: Imprimir códigos dos PD, PND e Alunos (plataforma) Imprimir questionários pais/EE Reunião Geral de apresentação da informação e distribuição de códigos Cronograma de inquirição dos alunos
  40. 40. 41 Próximos Passos Enviar à AS (logo que possível) Data de apresentação à comunidade Próxima reunião A marcar (após receção das GAA) Datas da inquirição online Inquéritos dos pais/EE quando recebidos Para entrega do relatório CAF Preparação da apresentação à comunidade Formação PAM
  41. 41. Questões?
  42. 42. FIM Um pequeno passo para um grande desafio www.anotherstep.pt

×