Contrastes de desenvolvimento (...)

1.191 visualizações

Publicada em

Contrastes de desenvolvimento

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.191
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
272
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
36
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Contrastes de desenvolvimento (...)

  1. 1. GGEEOOGGRRAAFFIIAA –– 99º AANNOO CONTRASTES DE DESENVOLVIMENTO 2013/2014 “A Terra providencia o suficiente para satisfazer as necessidades de todos os homens, mas não a ganância de todos os homens.” (Mahatma Gandhi)
  2. 2. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o O mundo é marcado por fortes contrastes. • Nem todos os países apresentam o mesmo nível de riqueza e de bem-estar da sua população: o uns são muito ricos, o outros muito pobres. • De uma maneira geral, os países ricos situam-se no hemisfério norte (países do norte) enquanto os países pobres se localizam no hemisfério sul (países do sul). 2
  3. 3. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o De acordo com o grau de desenvolvimento alcançado pelo Homem, a Terra encontra-se dividida em dois grandes blocos: os países desenvolvidos (PD) e os países em desenvolvimento (PED). • Os PD, correspondem aos países onde: o a industrialização começou em finais do séc. XVIII; o existem melhores condições de alimentação, de acesso à saúde e à educação; o a maior parte da população trabalha em atividades do setor terciário e secundário - a agricultura emprega uma reduzida proporção da população ativa. • Os PED, correspondem aos países onde: o a industrialização foi tardia, começou na 2ª metade do séc. XX; o existem problemas de alimentação, de acesso à saúde e à educação; o a parte significativa da população ativa trabalha em atividades do setor primário, nomeadamente na agricultura. 3
  4. 4. Contrastes de desenvolvimento 4 • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento Equador
  5. 5. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Nos países desenvolvidos • a riqueza evidencia-se pela presença: o de boas infraestruturas produtivas; o boas redes de transporte e de comunicação; o e um sector comercial e de serviços ativo. • os níveis de instrução e de qualificação profissional são elevados e a maior parte da população tem acesso a cuidados de saúde de muita qualidade. 5
  6. 6. Contrastes de desenvolvimento 6 • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Nos países em desenvolvimento • domínio de atividades relacionadas com a agricultura, a criação de gado, a pesca e a exploração florestal; • elevada taxa de pobreza e fraco acesso aos cuidados de saúde; • fraco acesso à educação; • a população exerce profissões de fraca qualificação, com baixos salários, em instalações industriais que não oferecem nenhuma segurança; • forte êxodo rural e forte emigração dos países do Sul para os países ricos do Norte.
  7. 7. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Os países apresentam níveis de satisfação das necessidades básicas da população muito diferentes: 7 NNooss P PDD NNooss P PEEDD - o elevado rendimento; - a industrialização; - a quantidade e qualidade de serviços de saúde e educação. - o elevado rendimento; - a industrialização; - a quantidade e qualidade de serviços de saúde e educação. - o baixo rendimento; - o difícil acesso ou má qualidade de serviços de saúde e educação. - o baixo rendimento; - o difícil acesso ou má qualidade de serviços de saúde e educação. ppeerrmmititeemm nnããoo p peerrmmititeemm satisfazer as necessidades básicas satisfazer as necessidades básicas como a alimentação, a habitação, o vestuário, a saúde, a educação, a segurança (entre outras). como a alimentação, a habitação, o vestuário, a saúde, a educação, a segurança (entre outras).
  8. 8. Contrastes de desenvolvimento 8 CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO
  9. 9. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Estes contrastes refletem o grau de crescimento económico e o grau de desenvolvimento dos países. • O crescimento económico corresponde o ao aumento de riqueza de um país, ou seja, ao aumento da quantidade de bens e serviços produzidos. o Não tem em conta o modo como a riqueza se distribui nem o bem-estar e a qualidade de vida das populações. o É de natureza quantitativa. • O PIB per capita (produto interno bruto por habitante) é o indicador utilizado para medir o crescimento económico. Bem-estar – é o resultado daquilo que se espera (expectativas) e o que de facto se consegue (a realidade) e varia de pessoa para pessoa Qualidade de vida – condições reais de um indivíduo (tipo de habitação em que reside, os serviços de saúde a que tem acesso, as escolas que tem, a qualidade do ar que respira, os espaços verdes que tem ao seu dispor) 9
  10. 10. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento 10 o Estes contrastes refletem o grau de crescimento económico e o grau de desenvolvimento dos países. • O desenvolvimento é a capacidade de uma sociedade o satisfazer as necessidades da sua população, de garantir a igualdade de oportunidades para todos os cidadãos. • O desenvolvimento pressupõe qualidade de vida e bem-estar e progressos ao nível político, científico, ambiental, económico e social (respeito pelos direitos humanos, igualdade de oportunidades). • DE natureza qualitativa e qualitativa. o Note-se que um país pode ter um elevado crescimento económico e não ser um país desenvolvido, uma vez que a riqueza criada não se traduz na melhoria generalizada das condições de vida da população.
  11. 11. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento 11 o Estes contrastes refletem o grau de crescimento económico e o grau de desenvolvimento dos países. • Em termo desenvolvimento, mais do que gerar riqueza (crescer economicamente) importa saber como partilhá-la, de modo a as desigualdades, a satisfazer as necessidades essenciais e supérfluas e assegurar oportunidades idênticas a toda a população. o Para que haja desenvolvimento é necessário que o crescimento económico se traduza em melhorias sociais, culturais, psicológicas, científicas e ambientais e que beneficiem toda a sociedade. o O desenvolvimento depende do crescimento, mas não basta para que se alcance o desenvolvimento. Necessidades essenciais (básicas) – produtos e serviços essenciais à sobrevivência Necessidades supérfluas – produtos e serviços que não são indispensáveis, mas que contribuem para a melhoria do bem-estar e da qualidade de vida
  12. 12. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento 12 o As estratégias de crescimento económico e de desenvolvimento passam por uma boa gestão dos recursos (naturais e humanos) efetuada pelos governantes de cada país. • O Brasil é um país de grande crescimento económico mas com défice de desenvolvimento. • Angola é um país de grandes recursos mas de fraco desenvolvimento. o O rápido crescimento demográfico, a delapidação dos recursos naturais e a degradação ambiental, levantaram a questão da necessidade de promover um desenvolvimento sustentável. • O desenvolvimento sustentável procura satisfazer as necessidades presentes sem comprometer a satisfação das necessidades das gerações futuras.
  13. 13. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento 13
  14. 14. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Indicadores de crescimento económico 14 • A medição do nível de desenvolvimento de uma região é feita com base em indicadores de diferente natureza: o indicadores económicos (permitem medir o aumento da riqueza de um país ou região). • Produto Nacional Bruto (PNB) – quantidade de bens e serviços produzidos pelos nacionais de um país, internamente ou no estrangeiro, normalmente durante um ano. • Produto Interno Bruto (PIB) – valor total de bens e serviços produzidos num país, independentemente de serem produzidos por nacionais ou por estrangeiros, normalmente durante um ano. Para se estabelecer comparações utiliza-se o PNB e o PIB per capita (por habitante).
  15. 15. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Indicadores de desenvolvimento • A medição do nível de desenvolvimento de uma região é feita com base em indicadores de diferente natureza: o indicadores económicos o e indicadores demográficos e socioculturais 15
  16. 16. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Indicadores de desenvolvimento • Indicadores económicos (medem o grau de riqueza de um país) o o Produto Interno Bruto per capita (PIB/hab.); o o consumo de energia por habitante: o a produtividade do trabalho. 16
  17. 17. Contrastes de desenvolvimento 17
  18. 18. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Indicadores de desenvolvimento • Consumo de energia, por habitante (2004) 18
  19. 19. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Indicadores de desenvolvimento • Grau de liberdade no mundo 19
  20. 20. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Indicadores de desenvolvimento • Desigualdades nas despesas de saúde a nível mundial 20
  21. 21. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Indicadores de desenvolvimento • Em 1990, a ONU criou, um indicador composto (com várias dimensões socioeconómicas) para medir o grau de desenvolvimento dos países: o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), que combina três domínios: 1. o rendimento nacional bruto (RNB) per capita; • agrega o rendimento obtido pelos residentes de um país independentemente de ter sido ou não gerado no respetivo território, ou seja, corresponde ao conjunto dos rendimentos primários recebidos pelos agentes económicos residentes no país (famílias, empresas, administrações públicas). 1. os anos médios de estudo e os anos esperados de escolaridade; • Anos de escolaridade esperados – nº de anos de escolaridade que 1 criança em idade de entrada na escola pode esperar receber. • Média de anos de escolaridade – nº médio de anos de escolaridade recebida por pessoas a partir dos 25 anos. 1. a esperança média de vida (longevidade). 21
  22. 22. Contrastes de desenvolvimento 22 Índice de Desenvolvimento Humano Uma vida longa e saudável Um nível de vida digno Conhecimento Esperança média de vida média de anos de escolaridade anos de escolaridade esperados PNB per capita (dólar por PPC) ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO (IDH) Dimensão Indicador PPC – Paridade do Poder de Compra
  23. 23. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Indicadores de desenvolvimento • O IDH classifica os países numa escala que varia entre: o 0 (nenhum desenvolvimento humano) o e 1 (desenvolvimento humano total). 23 o Nota • Alguns países têm registado melhorias em várias variáveis do IDH, mas ainda não são classificados como desenvolvidos. • O Brasil, a China, a Índia e a Rússia encontram-se na fronteira da classificação entre PD e PED (apesar da forte industrialização falham na distribuição do rendimento). • Existem países menos industrializados (Argentina e Chile) com um certo nível de bem-estar social, apresentando um IDH elevado. Quanto mais próximo de 1, mais desenvolvido é o país. IDIDHH m muuitioto a altloto 2255%% d dee m meelhlhoor rI DIDHH IDIDHH a altloto 2255%% a abbaaixixoo d dooss p paaísíseess d dee m meelhlhoor rI DIDHH IDIDHH m mééddioio 2255%% a accimimaa d dooss p paaísíseess d dee m meennoor rI DIDHH IDIDHH b baaixixoo 2255%% d dee p paaísíseess d dee m meennoor rI DIDHH
  24. 24. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Indicadores de desenvolvimento • O IDH varia bastante de região para região. o Os países da Europa, os EUA, o Canadá, o Japão e a Austrália são os que apresentam índices de IDH mais elevados. o Os valores mais baixos do IDH encontram-se na África Subsariana e em alguns Estados asiáticos. 24
  25. 25. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Indicadores de desenvolvimento • Índice de Desenvolvimento Humano (2014) 25
  26. 26. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Indicadores de desenvolvimento • Índice de Desenvolvimento Humano (2012) 26 Dados de 2012, publicados em 14 de março de 2013.
  27. 27. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Indicadores de desenvolvimento • Índice de Desenvolvimento Humano (2012) 27 Portugal ocupava o 26º lugar em 2006. http://www.pnud.org.br/atlas/ranking/Ranking-IDH-Global-2013.aspx http://www.jn.pt/multimedia/infografia970.aspx?content_id=4045702
  28. 28. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Indicadores de desenvolvimento • Índice de Desenvolvimento Humano (2012) 28
  29. 29. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Indicadores de desenvolvimento • Índice de Desenvolvimento Humano (2012) 29 o As diferenças de desenvolvimento entre países resulta do modo como o rendimento é posto ao serviço da melhoria da condição humana. o Só existe desenvolvimento humano se todos os indivíduos forem beneficiados pela melhoria das suas condições de vida e pela satisfação dos seus direitos fundamentais.
  30. 30. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Indicadores de desenvolvimento • Através do IDH é possível verificar: 30 o que persistem grandes disparidades no desenvolvimento humano e avaliar a distância a percorrer para alcançar as metas desejáveis: • elevada esperança média de vida; • acesso à educação de toda a população (eliminar o analfabetismo e permitir uma escolarização elevada); • proporcionar um padrão de vida adequado, ou seja, um nível de rendimento que garanta a satisfação das necessidades básicas.
  31. 31. Contrastes de desenvolvimento 31 • Críticas ao IDH (limitações) o O IDH é calculado a partir de um reduzido número de indicadores simples, pelo que só traduz a relação entre rendimento, saúde e educação, não incluindo outros aspetos importantes como os direitos humanos, a democracia, a segurança, a degradação ambiental, etc. o O IDH é uma média nacional, pelo que não reflete as desigualdades entre grupos sociais, sexos, regiões ou etnias, e enfrenta os problemas da disponibilidade, atualização e fiabilidade dos dados estatísticos. Ex: IDH do Quénia = 0,491 IDH de Nairobi (capital do Quénia) = 0,750 IDH de Turkana (região pastoril do Norte do Quénia) = 0,290 o Os países do topo da classificação, onde as EMV é elevada, os níveis de educação rondam os 100% e o PNB per capita também é elevado, o IDH revela-se pouco eficaz para diferenciar os desempenhos nacionais.
  32. 32. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Indicadores de desenvolvimento 32 • Para atingir níveis de desenvolvimento elevados e melhorar a qualidade de vida das populações, é importante que os rendimentos aumentem, • mas também que: o a distribuição dos rendimentos seja mais equilibrada; o melhorem os serviços de saúde, a assistência médica e sanitária; o toda a população tenha acesso a água potável; o melhorem os níveis de alfabetização e de escolarização, sobretudo das mulheres e das minorias; o a alimentação seja adequada; o toda a população tenha o direito a habitação digna.
  33. 33. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Indicadores de desenvolvimento • Esperança Média de Vida 33 Expectativa de vida ao nascer em anos (2005/2010) # Estado/Território Expectativa Masculina Feminina 1 Japão 82.73 79.29 86.96 2 Suíça 81.81 79.31 84.12 3 Hong Kong 81.61 79.04 84.30 4 Austrália 81.44 79.12 83.75 5 Itália 81.37 78.58 83.98 6 Islândia 81.28 79.49 83.05 7 França (metropolitana) 80.95 77.48 84.32 8 Suécia 80.88 78.78 82.93 9 Israel 80.69 78.36 82.87 10 Singapura 80.60 78.48 82.71 11 Canadá 80.54 78.18 82.81 12 Espanha 80.48 77.22 83.75 13 Noruega 80.45 78.12 82.71 14 Áustria 80.24 77.41 82.88 15 Países Baixos 80.20 78.05 82.19 16 Nova Zelândia 80.13 78.03 82.16
  34. 34. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Indicadores de desenvolvimento • Esperança Média de Vida 34 Expectativa de vida ao nascer em anos (2005/2010) # Estado/Território Expectativa Masculina Feminina 185 Camarões 49.97 49.02 50.89 186 Angola 49.62 48.21 51.04 187 Burundi 48.81 47.48 50.05 188 Moçambique 48.77 47.56 49.88 189 Chade 48.52 47.15 49.90 190 República Democrática do Congo 47.42 45.93 48.91 191 Suazilândia 47.36 47.56 47.04 192 Afeganistão 47.32 47.19 47.47 193 Zâmbia 46.93 46.49 47.26 194 Guiné-Bissau 46.76 45.33 48.22 195 Zimbábue 46.59 47.45 45.43 196 Serra Leoa 46.26 45.65 46.88 197 Lesoto 46.02 46.46 45.18 198 República Centro-Africana 45.91 44.47 47.31
  35. 35. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Indicadores de desenvolvimento • Esperança Média de Vida 35 A nível mundial a esperança de vida tem vindo a aumentar e, nos últimos 30 anos, os PED têm vindo a aproximar-se dos PD ao nível da longevidade da população. À exceção da África Subsariana (a EMV é hoje inferior à de há três décadas atrás).Países como Botsuana, Suazilândia, Lesoto e Zâmbia os recuos de 20 a 13 anos. A nível mundial a esperança de vida tem vindo a aumentar e, nos últimos 30 anos, os PED têm vindo a aproximar-se dos PD ao nível da longevidade da população. À exceção da África Subsariana (a EMV é hoje inferior à de há três décadas atrás).Países como Botsuana, Suazilândia, Lesoto e Zâmbia os recuos de 20 a 13 anos. Para os contrastes na EMV contribui decisivamente a alimentação e o acesso aos cuidados de saúde. Estes fatores têm particular incidência na mortalidade, principalmente na mortalidade infantil e infanto-juvenil. Para os contrastes na EMV contribui decisivamente a alimentação e o acesso aos cuidados de saúde. Estes fatores têm particular incidência na mortalidade, principalmente na mortalidade infantil e infanto-juvenil. https://www.youtube.com/watch?v=wRthg04vz8k
  36. 36. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Contrastes de desenvolvimento • Contrastes sociais o Alimentação 36 • Os recursos alimentares não se distribuem de forma equilibrada no planeta. • Uma alimentação deficiente afeta a capacidade de trabalho e condiciona o crescimento e desenvolvimento físico e mental das crianças. - Nos PD, as pessoas comem mais de que o necessário, têm uma alimentação desequilibrada, originando a obesidade (sobrenutrição) e doenças cardiovasculares. - Nos PD, as pessoas comem mais de que o necessário, têm uma alimentação desequilibrada, originando a obesidade (sobrenutrição) e doenças cardiovasculares. - Nos PED, a carência de alimentos origina a subnutrição (carência de calorias, de vitaminas e proteínas) e a fome (carência de alimentos tanto em quantidade e qualidade). - Nos PED, a carência de alimentos origina a subnutrição (carência de calorias, de vitaminas e proteínas) e a fome (carência de alimentos tanto em quantidade e qualidade). • Em Portugal, o aumento do poder de compra promoveu o aumento do consumo e a alteração dos hábitos alimentares, fazendo com que metade da população seja obesa ou tenha excesso de peso. A qualidade de vida corresponde às condições de vida (nível de vida e bem-estar) e às condições disponibilizadas à sociedade (saúde, educação, equipamentos, ambiente, transportes…).
  37. 37. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Contrastes de desenvolvimento • Contrastes sociais o Alimentação • Nos PD uma percentagem considerável de pessoas tem uma “dieta” muito rica em sais, aaççúúccaarreess e gorduras. Os perigos são vários: ccaannccrrooss, ddooeennççaass ccaarrddííaaccaass, ddiiaabbeetteess… . • Por outro lado, as carências no consumo de alimentos travam o desenvolvimento humano e conduzem à pobreza. As insuficiências alimentares reduzem a resistência às doenças, a força física e a ação intelectual. As mães subalimentadas passam as insuficiências aos filhos, tornando-os mais débeis e menos atentos na escola. Cerca de 17 milhões de pessoas morrem, por ano, nos PED, vítimas de doenças infeciosas e parasitárias curáveis, tais como o sarampo, a diarreia, a malária e a tuberculose. • As carências alimentares não são apenas um problema dos países pobres. Nos países industrializados, muita gente não satisfaz as necessidades básicas. Por exemplo, a anemia por falta de ferro afeta mais de 55 milhões de pessoas. Nos EEUUAA, onde o consumo alimentar é dos mais elevados do mundo, 30 milhões de pessoas passam fome, incluindo 13 milhões de crianças com menos de 12 anos. Fonte: FAO e PNUD (adaptado) 37
  38. 38. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Contrastes de desenvolvimento • Contrastes sociais o Alimentação 38
  39. 39. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Contrastes de desenvolvimento • Contrastes sociais o Saúde 39 • Os avanços na medicina têm contribuído para o aumento da esperança média de vida, no entanto inda morrem muitas pessoas com doenças que se poderiam prevenir e curar (cólera, malária). - Nos PD, os avanços científico-tecnológicos, a melhoria da alimentação, dos cuidados de higiene, a oferta de uma rede de hospitais, permitem viver mais tempo. - No entanto, o sedentarismo, os maus hábitos alimentares, o tabagismo, o álcool e as drogas diminuem a qualidade de vida da população. - Nos PD, os avanços científico-tecnológicos, a melhoria da alimentação, dos cuidados de higiene, a oferta de uma rede de hospitais, permitem viver mais tempo. - No entanto, o sedentarismo, os maus hábitos alimentares, o tabagismo, o álcool e as drogas diminuem a qualidade de vida da população. - Nos PED, a subnutrição, a falta de médicos, de vacinas e de higiene e o consumo de água contaminada, facilitam a difusão de doenças. -A SIDA é a principal causa de morte nos PED, devido às falta de proteção nas relações sexuais, às transfusões de sangue e à falta de medicamentos. -Outras doenças graves dos PED: malária, cólera, tuberculose, difteria. - Nos PED, a subnutrição, a falta de médicos, de vacinas e de higiene e o consumo de água contaminada, facilitam a difusão de doenças. -A SIDA é a principal causa de morte nos PED, devido às falta de proteção nas relações sexuais, às transfusões de sangue e à falta de medicamentos. -Outras doenças graves dos PED: malária, cólera, tuberculose, difteria. • Em Portugal, a melhoria das condições de vida e o acesso aos cuidados de saúde reduziram a mortalidade infantil e aumentaram a esperança média de vida.
  40. 40. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Contrastes de desenvolvimento • Contrastes sociais o Saúde 40 • A mortalidade infantil é um dos indicadores que melhor traduz o bem-estar humano e, por consequência, os níveis de desenvolvimento As taxas de mortalidade infantil têm vindo a diminuir em praticamente todas as regiões do mundo. Contudo em muitas regiões a mortalidade infantil é superior a 100 por cada 1000 nados vivos (pág. 33) As taxas de mortalidade infantil têm vindo a diminuir em praticamente todas as regiões do mundo. Contudo em muitas regiões a mortalidade infantil é superior a 100 por cada 1000 nados vivos (pág. 33)
  41. 41. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Contrastes de desenvolvimento • Contrastes sociais o Saúde 41 Os valores mais elevados ocorrem no norte e os mais baixos no sul.
  42. 42. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Contrastes de desenvolvimento • Contrastes sociais o Educação 42 • Uma população qualificada está mais apta para trabalhar com novas tecnologias e é mais produtiva. - Os PD investem na educação. - Na maioria dos PD a taxa de alfabetização está próxima dos 100%. - No entanto, ainda existem muitas pessoas que têm dificuldade em preencher documentos, em compreender textos (artigos, instruções), o que significa que existe um baixo nível de literacia. - Os PD investem na educação. - Na maioria dos PD a taxa de alfabetização está próxima dos 100%. - No entanto, ainda existem muitas pessoas que têm dificuldade em preencher documentos, em compreender textos (artigos, instruções), o que significa que existe um baixo nível de literacia. - Nos PED, o processo de alfabetização é lento e desigual. - A taxa de analfabetismo é elevado, sobretudo o sexo feminino. - Cerca de 75% das crianças não estão na escola. - Nos PED, o processo de alfabetização é lento e desigual. - A taxa de analfabetismo é elevado, sobretudo o sexo feminino. - Cerca de 75% das crianças não estão na escola.
  43. 43. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Contrastes de desenvolvimento • Contrastes sociais o Educação o Causas de discriminação da mulher na educação. 43 • Os custos da educação e a preferência pelos rapazes (razões culturais ou religiosas) • A menor valorização social, por continuar a ser vista como mãe, doméstica e trabalhadora agrícola • O matrimónio precoce. Muito comum em países como a Etiópia (7 e 8 anos) ou Nepal (onde 40% das raparigas casam antes dos 15 anos) • Gravidez na adolescência • … https://www.youtube.com/watch?v=tf4VLfuEmlY
  44. 44. Contrastes de desenvolvimento 44 - Países com o maior PIB per capita2 em 2011: Luxemburgo (1135331), Catar (983291) e Noruega (9725511). - Países com o maior PIB per capita2 em 2011: Luxemburgo (1135331), Catar (983291) e Noruega (9725511). - Países com o menor PIB per capita2, em 2011: Libéria (2981), Burundi (2791) e República Democrática do Congo (2161). - Países com o menor PIB per capita2, em 2011: Libéria (2981), Burundi (2791) e República Democrática do Congo (2161). 1$USD (1 dólar norte-americano = 0,726691374 euros) 2http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Lista_de_pa%C3%ADses_por_PIB_nominal_per_capita
  45. 45. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Contrastes de desenvolvimento • Contrastes sociais o Habitação 45 - Nos PD, a população vive em habitações bem equipadas: bom isolamento térmico e acústico, saneamento, água canalizada, eletricidade… - Nos PD, a população vive em habitações bem equipadas: bom isolamento térmico e acústico, saneamento, água canalizada, eletricidade… - Nos PED, a população nem sempre tem as condições mínimas de habitabilidade. - A população vive em bairros degradados, sem infraestrutura básicas como o saneamento, água canalizada e eletricidade. - Nos PED, a população nem sempre tem as condições mínimas de habitabilidade. - A população vive em bairros degradados, sem infraestrutura básicas como o saneamento, água canalizada e eletricidade.
  46. 46. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Contrastes de desenvolvimento • Contrastes económicos o Emprego 46 • O desenvolvimento tecnológico, a deslocalização da indústria, o aumento do preço do petróleo (entre outros fatores) originaram muito desemprego, que afeta quer a população dos PD, quer a dos PED. - Nos PD, a população trabalha na indústria de elevado nível tecnológico, no comércio e nos serviços. - Nos PD, a população trabalha na indústria de elevado nível tecnológico, no comércio e nos serviços. - Nos PED, a população trabalha na agricultura de subsistência e/ou em profissões rudimentares. - Nos PED, a população trabalha na agricultura de subsistência e/ou em profissões rudimentares.
  47. 47. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Contrastes de desenvolvimento • Contrastes sociais o Proteção social 47 - Na maioria dos PD existe um sistema de segurança social que dá apoio financeiro em situações de doença, desemprego, maternidade, à infância e à terceira idade. - Na maioria dos PD existe um sistema de segurança social que dá apoio financeiro em situações de doença, desemprego, maternidade, à infância e à terceira idade. - Nos PED, as condições de trabalho são precárias, não havendo regalias sociais como nos PD. - Muitas empresas investem nestes países porque não existe a obrigação de descontar para a segurança social, os salários são baixos e não existem sindicatos. - Nos PED, as condições de trabalho são precárias, não havendo regalias sociais como nos PD. - Muitas empresas investem nestes países porque não existe a obrigação de descontar para a segurança social, os salários são baixos e não existem sindicatos.
  48. 48. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Contrastes de desenvolvimento • Contrastes sociais o Segurança e desenvolvimento (pág. 54 à 57) 48
  49. 49. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Contrastes de desenvolvimento • Contrastes sociais o Estatuto da mulher 49 • Ainda se verificam atitudes de segregação e discriminação em relação às mulheres. - Nos PD, as mulheres têm conquistado um lugar de destaque na sociedades: estuda, tem uma profissão, ocupa cargos importantes. - No entanto, ainda existe alguma discriminação salarial e de oportunidades. - Nos PD, as mulheres têm conquistado um lugar de destaque na sociedades: estuda, tem uma profissão, ocupa cargos importantes. - No entanto, ainda existe alguma discriminação salarial e de oportunidades. - Nos PED, os direitos das mulheres não são respeitados: não trabalham fora de casa, não participam na vida política, não votam. - Têm um papel de esposa e mãe. - Nos PED, os direitos das mulheres não são respeitados: não trabalham fora de casa, não participam na vida política, não votam. - Têm um papel de esposa e mãe.
  50. 50. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Contrastes de desenvolvimento • Contrastes económicos o Consumo • 20% da população mundial consome mais de 80% dos recursos da Terra. • Os PD consomem ¾ da energia comercializada no mundo. 50 - Na Europa, o consumo de água varia entre os 200 e 300 litros por dia. Nos EUA é de 575 litros por habitante. - Nos PD, por cada mil habitantes, existem 400 automóveis. - Na Suíça, por cada mil habitantes, existem 1034 telemóveis. - Na Europa, o consumo de água varia entre os 200 e 300 litros por dia. Nos EUA é de 575 litros por habitante. - Nos PD, por cada mil habitantes, existem 400 automóveis. - Na Suíça, por cada mil habitantes, existem 1034 telemóveis. - Nos PED, como Moçambique, o consumo médio de água é inferior a 10 litros por habitante. - No Níger, por mil habitantes, existem 4 automóveis. - Na Etiópia, por cada mil habitantes existem 3 telemóveis. - Nos PED, como Moçambique, o consumo médio de água é inferior a 10 litros por habitante. - No Níger, por mil habitantes, existem 4 automóveis. - Na Etiópia, por cada mil habitantes existem 3 telemóveis.
  51. 51. Contrastes de desenvolvimento • Países desenvolvidos e países em desenvolvimento o Contrastes de desenvolvimento • Contrastes sociais o Estatuto da criança 51 • As crianças são muito vulneráveis a doenças, a epidemias, á fome, à exploração e também são vítimas de guerras e conflitos. - Nos PD, as crianças vão à escola e beneficiam de determinados cuidados prestados pela família ou pela sociedade. - Nos PD, as crianças vão à escola e beneficiam de determinados cuidados prestados pela família ou pela sociedade. - Nos PED, as crianças são envolvidas no trabalho infantil: trabalham nos campos e em minas, e são utilizadas na guerra (crianças soldado). - Mais de 200 milhões de crianças são trabalhadores infantis. - Nos PED, as crianças são envolvidas no trabalho infantil: trabalham nos campos e em minas, e são utilizadas na guerra (crianças soldado). - Mais de 200 milhões de crianças são trabalhadores infantis.
  52. 52. Contrastes de desenvolvimento 52
  53. 53. Contrastes de desenvolvimento 53
  54. 54. Contrastes de desenvolvimento 54 PAÍSES DESENVOLVIDOS PAÍSES EM Existem fortes contrastes, no DESENVOLVIMENTO Existem fortes contrastes, no que respeita à riqueza produzida; à qualidade do ensino e da saúde; aos indicadores demográficos (mortalidade infantil e esperança média de vida). que respeita à riqueza produzida; à qualidade do ensino e da saúde; aos indicadores demográficos (mortalidade infantil e esperança média de vida). Os PED vivem em condições Os PED vivem em condições de extrema pobreza contrastando com a de extrema pobreza contrastando com a abundância e o desperdício verificados na maioria dos países industrializados e abundância e o desperdício verificados na maioria dos países industrializados e ricos. ricos. EEccoonnóómmicicooss PIB/hab; Consumo de energia/ano. PIB/hab; Consumo de energia/ano. São diferenciados através de vários indicadores DDeemmooggráráfifcicooss SSoocciaiaisis PPoolíltíitcicoo-c-cuultluturaraisis TM infantil; TM infantil; Esperança média de Esperança média de vida. vida. Nº de médicos por 10 000 hab. Nº de médicos por 10 000 hab. Respeito pelos direitos humanos; igualdade nas Respeito pelos direitos humanos; igualdade nas oportunidades para os 2 sexos. oportunidades para os 2 sexos. Indicador composto Indicador IDH composto muito alto; alto; médio; baixo muito alto; alto; médio; baixo Mede o grau de desenvolvimento de um país, com base no rendimento, na longevidade e no conhecimento Mede o grau de desenvolvimento de um país, com base no rendimento, na longevidade e no conhecimento
  55. 55. Contrastes de desenvolvimento 55 O DESENVOLVIMENTO apresenta resulta da CCOONNTTRRAASSTTEESS PAÍSES PAÍSES DESENVOLVIDOS DESENVOLVIDOS PAÍSES EM PAÍSES EM DESENVOLVIMENTO INTERDEPENDÊNCIA ENTRE ESPAÇOS DESENVOLVIMENTO originando INTERDEPENDÊNCIA ENTRE ESPAÇOS

×