SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Baixar para ler offline
Protetor Facial para Esportes:
Relato de Caso
Autores: Reinaldo Brito e Dias, Neide Pena Coto, Milton de Oliveira
Batista Filho
Introdução
A cada ano que passa os esportes de
contato tornam-se mais competitivos
com lances muito rápidos. Como bônus
observa-se melhora dos resultados finais
nas competições, e como ônus as fraturas
dos ossos da face estão cada vez mais
frequentes, por estarem mais expostos e
sem proteção. 	 Quando ocorre a fratura
de algum osso da face, como o nasal e
zigomático, por exemplo, para que ocorra
uma boa reparação, o osso não pode
sofrer deslocamentos durante o período de
cicatrização. Assim, o atleta é muitas vezes
afastado de treinos e competições por um
longo período de tempo. Isso compromete
a sua carreira e acarreta grande prejuízo
financeiro para o Clube. Trabalhos mostram
que o atleta perde condicionamento físico,
além de apresentar, em muitos casos,
tendência à depressão, o que prejudica sua
recuperação física.
Uma das soluções para evitar este
afastamento é usar uma proteção facial
durante a prática desportiva. O protetor
deve evitar que, durante um impacto, o osso
em processo de reparação seja deslocado
ou sofra refratura. O protetor também
pode ser usado de forma preventiva em
modalidades de alto risco de fraturas faciais.
A geometria do protetor e os pontos de
ancoragem na face devem garantir conforto
para o atleta, para não comprometer o seu
desempenho físico durante jogos e treinos.
Além disso, é importante que o material
a ser utilizado apresente boa capacidade
amortecedora.
Um material que se destaca neste requisito
é o copolímero de etileno e acetato de
vinila (EVA). É um polímero termoplástico,
que tem se tornado o material preferido
para confecção de protetores na área
odontológica. Além da capacidade
amortecedora, o EVA apresenta algumas
vantagens como: conformação a baixa
temperatura, facilidade de manipulação,
reprodutibilidade, boa coesão entre
camadas, transparência e baixo custo.
No mercado odontológico, o EVA
apresenta-se sob a forma de placas planas
rígidas e flexíveis, em espessuras de um a
cinco milímetros (mm). Assim, a associação
de placas flexíveis e rígidas parece uma
solução interessante para aperfeiçoar as
propriedades do material.
O Laboratório de Pesquisa em Odontologia
do Esporte e Biomecânica da FOUSP –
LAPOEBI – tem, como uma de suas linhas
de pesquisa a proteção orofacial nos
esportes, sendo responsável pelo depósito
de patente junto a Agência USP de Inovação
sob o número BR 20 023048 9.
Caso Clínico
Atletadefuteboldecampodetimeprofissional
de São Paulo, fraturou o osso zigomático
durante disputa (figura 1). Após ser liberado
pela equipe médica, sem necessidade de
intervenção cirúrgica, foi encaminhado para
o Ambulatório de Odontologia do Esporte
da FOUSP com a solicitação de confecção
de protetor facial para esporte. Sua liberação
para participar de treinos e competições
ficou vinculada ao uso do mesmo.
Foi realizada a moldagem da face e obtido
o modelo em gesso (figura 2). O protetor
facial foi confeccionado em EVA, lâmina
flexível sobreposta de rígida (figura 3). O
Protetor foi recortado e provado no atleta,
acertando os limites da fixação pericraniana
com fitas elásticas e presilhas (figura 4).
Teste da visão periférica e entrega do
protetor ao atleta após instruções de uso
( figura 5).
Considerações Finais
O protetor facial para esporte, desde que
bem indicado e utilizado, auxilia no retorno
do atleta aos treinos e competições. Como
todo e qualquer equipamento de proteção,
em um primeiro momento é visto pelo
atleta como um complicador a sua atuação,
porém é de responsabilidade do Cirurgião
Dentista que o acompanha, explicar a
importância do seu uso.
Figura 1 – Imagem de fratura do osso zigomático
Figura 3 – Confecção do protetor facial para esporte
Figura 4 – Fixação do protetor na face do atleta
Figura 5 – Entrega do protetor facial ao atleta
Figura 2 – Modelo em gesso da face do atleta
Referências
Bibliográficas 
Antoun JS, Lee KH. Sports-related maxillofacial
fractures over an 11-year period. J Oral Maxillofac
Surg2008 Mar;66(3):504-8.
Cascone P, Petrucci B, Ramieri V, Marianetti TM.
Security Hi-tech Individual Extra-light Device Mask:
a new protection for [soccer] players. J Craniofac
Surg2008 May;19(3):772-6.
Carroll SM, Jawad MA, West M, O’Connor TP. One
hundred and ten sports related facial fractures. Br J
Sports Med1995 Sep;29(3):194-5.
Coto, NP; Meira, JBC: Dias, RB; Driemeier, L;
Roveri, GO ; Noritomi, PY. Assessment of nose
protector for sport activities: finite element analysis.
DentTraumatol, 2012a Apr;28(2):108-13. 
Coto, NP; Driemeier, L; Roveri, GO; Meira JBC; Dias
RB; Noritomi, PY. Numerical study of the face bone
behaviour when impacted by rigid ball.J Biomech.
2012; Jul 45:1121.
Dias RB, Coto NP. Odontologia do Esporte: Uma
Abordagem Multiprofissional. São Paulo: Medbook,
2014 148 p.
Flanders RA, Bhat M. The incidence of orofacial
injuries in sports: a pilot study in Illinois. J Am Dent
Assoc1995 Apr;126(4):491-6.
Ellis E, 3rd, Kittidumkerng W. Analysis of treatment
for isolated zygomaticomaxillary complex fractures.
J Oral Maxillofac Surg1996 Apr;54(4):386-400;
discussion -1.
Frenguelli A, Ruscito P, Bicciolo G, Rizzo S,
Massarelli M. Head and neck trauma in sporting
activities. Review of 208 cases. J Craniomaxillofac
Surg1991 May;19(4):178-81.
Garza JR, Baratta RV, Odinet K, Metzinger S, Bailey
D, Best R, et al. Impact tolerances of the rigidly
fixated maxillofacial skeleton. Ann Plast Surg1993
Mar;30(3):212-6.
Kaplan S, Driscoll CF, Singer MT. Fabrication of a
facial shield to prevent facial injuries during sporting
events: a clinical report. J Prosthet Dent2000
Oct;84(4):387-9.
Levin L, Friedlander LD, Geiger SB. Dental and oral
trauma and mouthguard use during sport activities
in Israel. Dent Traumatol2003 Oct;19(5):237-42.
Linn EW, Vrijhoef MM, de Wijn JR, Coops RP, Cliteur
BF, Meerloo R. Facial injuries sustained during sports
and games. J Maxillofac Surg1986 Apr;14(2):83-8.
McIntosh L, Cordell JM, Wagoner Johnson AJ.
Impact of bone geometry on effective properties of
bone scaffolds. Acta Biomater2009 Feb;5(2):680-
92.
Ranalli DN, Demas PN. Orofacial injuries from sport:
preventive measures for sports medicine. Sports
Med2002;32(7):409-18.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Revista "O SORRISO" - Associação Paulista dos Cirurgiões-Dentistas (APCD) - P...
Revista "O SORRISO" - Associação Paulista dos Cirurgiões-Dentistas (APCD) - P...Revista "O SORRISO" - Associação Paulista dos Cirurgiões-Dentistas (APCD) - P...
Revista "O SORRISO" - Associação Paulista dos Cirurgiões-Dentistas (APCD) - P...apcd_saude
 
Bifosfonatos e osteonecrose
Bifosfonatos e osteonecroseBifosfonatos e osteonecrose
Bifosfonatos e osteonecroseSobracid Eap
 
Gonartrose - revisão bibliográfica
Gonartrose - revisão bibliográficaGonartrose - revisão bibliográfica
Gonartrose - revisão bibliográficaNay Ribeiro
 
indicação de órteses para fraturas de MMII
indicação de órteses para fraturas de MMIIindicação de órteses para fraturas de MMII
indicação de órteses para fraturas de MMIIFábio Dias
 
Desafios no pós-operatório de idoso submetido à cirurgia de artroplastia de q...
Desafios no pós-operatório de idoso submetido à cirurgia de artroplastia de q...Desafios no pós-operatório de idoso submetido à cirurgia de artroplastia de q...
Desafios no pós-operatório de idoso submetido à cirurgia de artroplastia de q...Júnior Maidana
 
Osteoporose (Parte 3/3) - Bifosfonatos
Osteoporose (Parte 3/3) - BifosfonatosOsteoporose (Parte 3/3) - Bifosfonatos
Osteoporose (Parte 3/3) - BifosfonatosHomeopatia Mais Vida
 
Instabilidade do Joelho no Esporte Adaptado
Instabilidade do Joelho no Esporte AdaptadoInstabilidade do Joelho no Esporte Adaptado
Instabilidade do Joelho no Esporte AdaptadoDavid Sadigursky
 
Nuno Craveiro Lopes - Currículo 2016
Nuno Craveiro Lopes - Currículo 2016Nuno Craveiro Lopes - Currículo 2016
Nuno Craveiro Lopes - Currículo 2016Nuno Craveiro Lopes
 
Cetao news 10
Cetao news 10Cetao news 10
Cetao news 10CETAO
 

Mais procurados (20)

Revista "O SORRISO" - Associação Paulista dos Cirurgiões-Dentistas (APCD) - P...
Revista "O SORRISO" - Associação Paulista dos Cirurgiões-Dentistas (APCD) - P...Revista "O SORRISO" - Associação Paulista dos Cirurgiões-Dentistas (APCD) - P...
Revista "O SORRISO" - Associação Paulista dos Cirurgiões-Dentistas (APCD) - P...
 
Catálogo Medical Life Brasil 2014
Catálogo Medical Life Brasil 2014Catálogo Medical Life Brasil 2014
Catálogo Medical Life Brasil 2014
 
Bifosfonatos e osteonecrose
Bifosfonatos e osteonecroseBifosfonatos e osteonecrose
Bifosfonatos e osteonecrose
 
Gonartrose - revisão bibliográfica
Gonartrose - revisão bibliográficaGonartrose - revisão bibliográfica
Gonartrose - revisão bibliográfica
 
Osteoartrose
Osteoartrose Osteoartrose
Osteoartrose
 
indicação de órteses para fraturas de MMII
indicação de órteses para fraturas de MMIIindicação de órteses para fraturas de MMII
indicação de órteses para fraturas de MMII
 
Desafios no pós-operatório de idoso submetido à cirurgia de artroplastia de q...
Desafios no pós-operatório de idoso submetido à cirurgia de artroplastia de q...Desafios no pós-operatório de idoso submetido à cirurgia de artroplastia de q...
Desafios no pós-operatório de idoso submetido à cirurgia de artroplastia de q...
 
Osteoporose (Parte 3/3) - Bifosfonatos
Osteoporose (Parte 3/3) - BifosfonatosOsteoporose (Parte 3/3) - Bifosfonatos
Osteoporose (Parte 3/3) - Bifosfonatos
 
Osteoartrose Na Terceira Idade
Osteoartrose Na Terceira IdadeOsteoartrose Na Terceira Idade
Osteoartrose Na Terceira Idade
 
Instabilidade do Joelho no Esporte Adaptado
Instabilidade do Joelho no Esporte AdaptadoInstabilidade do Joelho no Esporte Adaptado
Instabilidade do Joelho no Esporte Adaptado
 
VERSÃO-FINAL_PROJETO-1
VERSÃO-FINAL_PROJETO-1VERSÃO-FINAL_PROJETO-1
VERSÃO-FINAL_PROJETO-1
 
Nuno Craveiro Lopes - Currículo 2016
Nuno Craveiro Lopes - Currículo 2016Nuno Craveiro Lopes - Currículo 2016
Nuno Craveiro Lopes - Currículo 2016
 
Artroplastia pri ma ria do quadril
Artroplastia pri ma ria do quadrilArtroplastia pri ma ria do quadril
Artroplastia pri ma ria do quadril
 
Cetao news 10
Cetao news 10Cetao news 10
Cetao news 10
 
Artrose quadril
Artrose quadrilArtrose quadril
Artrose quadril
 
Osteoporose 2013
Osteoporose 2013Osteoporose 2013
Osteoporose 2013
 
Tratamento artrose
Tratamento artroseTratamento artrose
Tratamento artrose
 
Apostila biomateriais
Apostila biomateriaisApostila biomateriais
Apostila biomateriais
 
Oa 2013
Oa 2013Oa 2013
Oa 2013
 
Artrose
ArtroseArtrose
Artrose
 

Mais de Fundecto

Bases legais da Odontologia do Trabalho
Bases legais da Odontologia do TrabalhoBases legais da Odontologia do Trabalho
Bases legais da Odontologia do TrabalhoFundecto
 
ORTODONTIA INTERCEPTATIVA: CORREÇAO DA MORDIDA CRUZADA ANTERIOR DENTÁRIA
ORTODONTIA INTERCEPTATIVA: CORREÇAO DA MORDIDA CRUZADA ANTERIOR DENTÁRIAORTODONTIA INTERCEPTATIVA: CORREÇAO DA MORDIDA CRUZADA ANTERIOR DENTÁRIA
ORTODONTIA INTERCEPTATIVA: CORREÇAO DA MORDIDA CRUZADA ANTERIOR DENTÁRIAFundecto
 
COMPLICAÇÕES DECORRENTES DA COLOCAÇÃO DE PIERCINGS EM CAVIDADE ORAL – RELATO ...
COMPLICAÇÕES DECORRENTES DA COLOCAÇÃO DE PIERCINGS EM CAVIDADE ORAL – RELATO ...COMPLICAÇÕES DECORRENTES DA COLOCAÇÃO DE PIERCINGS EM CAVIDADE ORAL – RELATO ...
COMPLICAÇÕES DECORRENTES DA COLOCAÇÃO DE PIERCINGS EM CAVIDADE ORAL – RELATO ...Fundecto
 
Acompanhamento da PBMF em caso de Carcinoma Epidermóide em criança
Acompanhamento da PBMF em caso de Carcinoma Epidermóide em criançaAcompanhamento da PBMF em caso de Carcinoma Epidermóide em criança
Acompanhamento da PBMF em caso de Carcinoma Epidermóide em criançaFundecto
 
Mantenedor de Espaço Estético-Funcional em Odontopediatria - Prótese Fixa ...
Mantenedor de Espaço Estético-Funcional em Odontopediatria - Prótese Fixa ...Mantenedor de Espaço Estético-Funcional em Odontopediatria - Prótese Fixa ...
Mantenedor de Espaço Estético-Funcional em Odontopediatria - Prótese Fixa ...Fundecto
 
A importância de se repor dentes perdidos – Descrição de caso - FFO
A importância de se repor dentes perdidos – Descrição de caso - FFOA importância de se repor dentes perdidos – Descrição de caso - FFO
A importância de se repor dentes perdidos – Descrição de caso - FFOFundecto
 
Alternativa para remoção de instrumento fraturado – Descrição de caso - FFO
Alternativa para remoção de instrumento fraturado – Descrição de caso - FFO Alternativa para remoção de instrumento fraturado – Descrição de caso - FFO
Alternativa para remoção de instrumento fraturado – Descrição de caso - FFO Fundecto
 

Mais de Fundecto (7)

Bases legais da Odontologia do Trabalho
Bases legais da Odontologia do TrabalhoBases legais da Odontologia do Trabalho
Bases legais da Odontologia do Trabalho
 
ORTODONTIA INTERCEPTATIVA: CORREÇAO DA MORDIDA CRUZADA ANTERIOR DENTÁRIA
ORTODONTIA INTERCEPTATIVA: CORREÇAO DA MORDIDA CRUZADA ANTERIOR DENTÁRIAORTODONTIA INTERCEPTATIVA: CORREÇAO DA MORDIDA CRUZADA ANTERIOR DENTÁRIA
ORTODONTIA INTERCEPTATIVA: CORREÇAO DA MORDIDA CRUZADA ANTERIOR DENTÁRIA
 
COMPLICAÇÕES DECORRENTES DA COLOCAÇÃO DE PIERCINGS EM CAVIDADE ORAL – RELATO ...
COMPLICAÇÕES DECORRENTES DA COLOCAÇÃO DE PIERCINGS EM CAVIDADE ORAL – RELATO ...COMPLICAÇÕES DECORRENTES DA COLOCAÇÃO DE PIERCINGS EM CAVIDADE ORAL – RELATO ...
COMPLICAÇÕES DECORRENTES DA COLOCAÇÃO DE PIERCINGS EM CAVIDADE ORAL – RELATO ...
 
Acompanhamento da PBMF em caso de Carcinoma Epidermóide em criança
Acompanhamento da PBMF em caso de Carcinoma Epidermóide em criançaAcompanhamento da PBMF em caso de Carcinoma Epidermóide em criança
Acompanhamento da PBMF em caso de Carcinoma Epidermóide em criança
 
Mantenedor de Espaço Estético-Funcional em Odontopediatria - Prótese Fixa ...
Mantenedor de Espaço Estético-Funcional em Odontopediatria - Prótese Fixa ...Mantenedor de Espaço Estético-Funcional em Odontopediatria - Prótese Fixa ...
Mantenedor de Espaço Estético-Funcional em Odontopediatria - Prótese Fixa ...
 
A importância de se repor dentes perdidos – Descrição de caso - FFO
A importância de se repor dentes perdidos – Descrição de caso - FFOA importância de se repor dentes perdidos – Descrição de caso - FFO
A importância de se repor dentes perdidos – Descrição de caso - FFO
 
Alternativa para remoção de instrumento fraturado – Descrição de caso - FFO
Alternativa para remoção de instrumento fraturado – Descrição de caso - FFO Alternativa para remoção de instrumento fraturado – Descrição de caso - FFO
Alternativa para remoção de instrumento fraturado – Descrição de caso - FFO
 

Último

AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASArtthurPereira2
 
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdfManual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdfClivyFache
 
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASERTERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASERCarlaDaniela33
 
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfGustavoWallaceAlvesd
 
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptxENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptxcontatofelipearaujos
 
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdMedicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdClivyFache
 
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptPSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptAlberto205764
 
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgeryCarlos D A Bersot
 
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptx
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptxCONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptx
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptxWenderSantos21
 
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOeMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOMayaraDayube
 

Último (10)

AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
 
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdfManual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
 
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASERTERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
 
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
 
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptxENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
 
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdMedicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
 
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptPSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
 
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
 
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptx
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptxCONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptx
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptx
 
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOeMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
 

Protetor Facial Esportes Relato Caso EVA

  • 1. Protetor Facial para Esportes: Relato de Caso Autores: Reinaldo Brito e Dias, Neide Pena Coto, Milton de Oliveira Batista Filho Introdução A cada ano que passa os esportes de contato tornam-se mais competitivos com lances muito rápidos. Como bônus observa-se melhora dos resultados finais nas competições, e como ônus as fraturas dos ossos da face estão cada vez mais frequentes, por estarem mais expostos e sem proteção. Quando ocorre a fratura de algum osso da face, como o nasal e zigomático, por exemplo, para que ocorra uma boa reparação, o osso não pode sofrer deslocamentos durante o período de cicatrização. Assim, o atleta é muitas vezes afastado de treinos e competições por um longo período de tempo. Isso compromete a sua carreira e acarreta grande prejuízo financeiro para o Clube. Trabalhos mostram que o atleta perde condicionamento físico, além de apresentar, em muitos casos, tendência à depressão, o que prejudica sua recuperação física. Uma das soluções para evitar este afastamento é usar uma proteção facial durante a prática desportiva. O protetor deve evitar que, durante um impacto, o osso em processo de reparação seja deslocado ou sofra refratura. O protetor também pode ser usado de forma preventiva em modalidades de alto risco de fraturas faciais. A geometria do protetor e os pontos de ancoragem na face devem garantir conforto para o atleta, para não comprometer o seu desempenho físico durante jogos e treinos. Além disso, é importante que o material a ser utilizado apresente boa capacidade amortecedora. Um material que se destaca neste requisito é o copolímero de etileno e acetato de vinila (EVA). É um polímero termoplástico, que tem se tornado o material preferido para confecção de protetores na área odontológica. Além da capacidade amortecedora, o EVA apresenta algumas vantagens como: conformação a baixa temperatura, facilidade de manipulação, reprodutibilidade, boa coesão entre camadas, transparência e baixo custo. No mercado odontológico, o EVA apresenta-se sob a forma de placas planas rígidas e flexíveis, em espessuras de um a cinco milímetros (mm). Assim, a associação de placas flexíveis e rígidas parece uma solução interessante para aperfeiçoar as propriedades do material. O Laboratório de Pesquisa em Odontologia do Esporte e Biomecânica da FOUSP – LAPOEBI – tem, como uma de suas linhas de pesquisa a proteção orofacial nos esportes, sendo responsável pelo depósito de patente junto a Agência USP de Inovação sob o número BR 20 023048 9. Caso Clínico Atletadefuteboldecampodetimeprofissional de São Paulo, fraturou o osso zigomático durante disputa (figura 1). Após ser liberado pela equipe médica, sem necessidade de intervenção cirúrgica, foi encaminhado para o Ambulatório de Odontologia do Esporte da FOUSP com a solicitação de confecção de protetor facial para esporte. Sua liberação para participar de treinos e competições ficou vinculada ao uso do mesmo.
  • 2. Foi realizada a moldagem da face e obtido o modelo em gesso (figura 2). O protetor facial foi confeccionado em EVA, lâmina flexível sobreposta de rígida (figura 3). O Protetor foi recortado e provado no atleta, acertando os limites da fixação pericraniana com fitas elásticas e presilhas (figura 4). Teste da visão periférica e entrega do protetor ao atleta após instruções de uso ( figura 5). Considerações Finais O protetor facial para esporte, desde que bem indicado e utilizado, auxilia no retorno do atleta aos treinos e competições. Como todo e qualquer equipamento de proteção, em um primeiro momento é visto pelo atleta como um complicador a sua atuação, porém é de responsabilidade do Cirurgião Dentista que o acompanha, explicar a importância do seu uso. Figura 1 – Imagem de fratura do osso zigomático Figura 3 – Confecção do protetor facial para esporte Figura 4 – Fixação do protetor na face do atleta Figura 5 – Entrega do protetor facial ao atleta Figura 2 – Modelo em gesso da face do atleta
  • 3. Referências Bibliográficas  Antoun JS, Lee KH. Sports-related maxillofacial fractures over an 11-year period. J Oral Maxillofac Surg2008 Mar;66(3):504-8. Cascone P, Petrucci B, Ramieri V, Marianetti TM. Security Hi-tech Individual Extra-light Device Mask: a new protection for [soccer] players. J Craniofac Surg2008 May;19(3):772-6. Carroll SM, Jawad MA, West M, O’Connor TP. One hundred and ten sports related facial fractures. Br J Sports Med1995 Sep;29(3):194-5. Coto, NP; Meira, JBC: Dias, RB; Driemeier, L; Roveri, GO ; Noritomi, PY. Assessment of nose protector for sport activities: finite element analysis. DentTraumatol, 2012a Apr;28(2):108-13.  Coto, NP; Driemeier, L; Roveri, GO; Meira JBC; Dias RB; Noritomi, PY. Numerical study of the face bone behaviour when impacted by rigid ball.J Biomech. 2012; Jul 45:1121. Dias RB, Coto NP. Odontologia do Esporte: Uma Abordagem Multiprofissional. São Paulo: Medbook, 2014 148 p. Flanders RA, Bhat M. The incidence of orofacial injuries in sports: a pilot study in Illinois. J Am Dent Assoc1995 Apr;126(4):491-6. Ellis E, 3rd, Kittidumkerng W. Analysis of treatment for isolated zygomaticomaxillary complex fractures. J Oral Maxillofac Surg1996 Apr;54(4):386-400; discussion -1. Frenguelli A, Ruscito P, Bicciolo G, Rizzo S, Massarelli M. Head and neck trauma in sporting activities. Review of 208 cases. J Craniomaxillofac Surg1991 May;19(4):178-81. Garza JR, Baratta RV, Odinet K, Metzinger S, Bailey D, Best R, et al. Impact tolerances of the rigidly fixated maxillofacial skeleton. Ann Plast Surg1993 Mar;30(3):212-6. Kaplan S, Driscoll CF, Singer MT. Fabrication of a facial shield to prevent facial injuries during sporting events: a clinical report. J Prosthet Dent2000 Oct;84(4):387-9. Levin L, Friedlander LD, Geiger SB. Dental and oral trauma and mouthguard use during sport activities in Israel. Dent Traumatol2003 Oct;19(5):237-42. Linn EW, Vrijhoef MM, de Wijn JR, Coops RP, Cliteur BF, Meerloo R. Facial injuries sustained during sports and games. J Maxillofac Surg1986 Apr;14(2):83-8. McIntosh L, Cordell JM, Wagoner Johnson AJ. Impact of bone geometry on effective properties of bone scaffolds. Acta Biomater2009 Feb;5(2):680- 92. Ranalli DN, Demas PN. Orofacial injuries from sport: preventive measures for sports medicine. Sports Med2002;32(7):409-18.