SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 136
Baixar para ler offline
Resource Description and Access (RDA)
um exercício prático
Biblioteca de Estudos e
Aplicação de Metadados
Fabrício Assumpção
fabricioassumpcao.com | assumpcao.f@gmail.com
Marília, 23 de junho de 2016
Introdução
O que catalogamos?
O que catalogamos?
Les Misérables
Francês Português
Adaptações
Estrutura
AACR2
 Partes I (descrição) e II
(pontos de acesso)
 Capítulos
 Áreas
 Elementos
 Regras
RDA
 Partes (Atributos e
Relacionamentos)
 Seções
 Capítulos
 Elementos
 Regras
Estrutura
 Seção
 Capítulo com instruções gerais
 Capítulos com instruções específicas para cada tipo de
entidade
 Elemento
 Escopo
 Fontes de informação
 Regras (casos específicos, exceções, alternativas)
Estrutura – Exemplo
Estrutura – Hierarquia dos elementos
 Indicação de edição
 Designação
 Indicação de responsabilidade
 Indicação de publicação
 Local
 Nome
 Data
Elementos essenciais (Core elements)
Fluxo de trabalho
 Registro MARC 21 (ou outro padrão)
 Obra, Expressão, Manifestação, Item
 Manifestação e Item, Obra e Expressão
Fluxo de trabalho
Relacionamentos entre
pessoas, famílias e
entidades coletivas
Seção 9 (29-32)
Atributos da
manifestação e do item
Seção 1 (1-4)
1
Atributos da
obra e da expressão
Seção 2 (5-7)
2
Pessoas, famílias
e entidades coletivas
associadas ao recurso
Seção 6 (18-22)
3
Atributos de
pessoas, famílias e
entidades coletivas
Seção 3 (8-11)
4
Obras, expressões,
manifestações e itens
relacionados
Seção 8 (24-28)
5
Exercício
Ref. Elementos Dados
Titulo : subtítulo / indicação
de responsabilidade
245 1 _ $a... $b... $c...
Pontuação da ISBDFormato MARC 21
Registro dos atributos de
manifestação e item
Seção 1
Seção 1
 1 Diretrizes gerais para o registro dos atributos de
manifestações e itens
 2 Identificação de manifestações e itens
 3 Descrição dos suportes
 4 Informações de aquisição e acesso
1.5 Tipo de descrição
 1.5.2 Descrição abrangente (o recurso como um todo)
 1.5.3 Descrição analítica (partes de um recurso)
 1.5.4 Descrição hierárquica (o recurso e suas partes)
2 Identificação de manifestações e itens
 2.0 Propósito
 Os elementos deste capítulo são utilizados para identificar
um recurso:
a) determinar se o recurso descrito é o recurso buscado
b) distinguir recursos com informações de identificação
similares.
2.1 Bases para a identificação do recurso
 Escolher a fonte de informação apropriada ao:
a) tipo de descrição (abrangente, analítica)
b) modo de publicação (unidade única, monografia
multiparte, publicação seriada, recurso contínuo)
2.1.2.2 Escolha uma fonte de informação
de identifique o recurso como um todo...
2.2 Fontes de informação
 2.2.1 Aplique a todos os elementos do capítulo 2, a não ser
que as fontes de informação para um elemento digam o
contrário.
 2.2.2 Fonte de informação preferida
 Formatos de apresentação
 2.2.2.2 Uma ou mais páginas, folhas, lâminas ou cartões
 2.2.2.3 Imagens em movimento
 2.2.2.4 Outros recursos
2.2.2 Fonte de informação preferida
2.2.2.2 Uma ou mais páginas, folhas, lâminas ou cartões
“Se o recurso consiste de:
uma ou mais páginas, folhas, lâminas ou cartões (e.g., um livro, um número
de um periódico, um pôster, uma série de mapas, um conjunto de
flashcards)
ou
imagens de uma ou mais páginas, folhas, lâminas ou cartões (e.g., um
reprodução em microficha de uma partitura, um arquivo PDF de um texto,
[…] uma imagem JPEG de uma fotografia)
então:
use a página de rosto, a title sheet ou o title card (ou uma imagem dela)
como a fonte de informação preferida.”
2.2.4 Outras fontes de informação
 “Se a informação requerida para a identificação do recurso não consta em
um fonte que é parte do recurso (veja 2.2.2.1), tome-a de uma das seguintes
fontes (em ordem de preferência):
a) material adicional [...]
b) outras descrições publicadas do recurso
c) container não publicado [issued] com o recurso [...]
d) qualquer fonte de informação disponível (e.g., uma fonte de referência)
 Quando as instruções especificarem a transcrição, indique que a informação
advém de uma fonte externa ao recurso:
através de uma nota (veja 2.17) ou
através de outro meio (e.g., codificando ou utilizando colchetes).”
2.3 Título
 2.3.1 Instruções básicas para o registro de títulos
 2.3.2 Título principal
 2.3.3 Título principal paralelo
 2.3.4 Outras informações sobre o título
 2.3.5 Outras informações paralelas sobre o título
 2.3.6 Título variante
 2.3.7 Título anterior
 2.3.8 Título posterior
 2.3.9 Título-chave
 2.3.10 Título abreviado
2.3.1 Instruções básicas para o registro de títulos
 2.3.1.1 Escopo
 2.3.1.2 Fontes de informação
 2.3.1.4 Registro de títulos
 “Transcreva um título como ele consta na fonte de
informação (veja 1.7).”
 Instruções para casos específicos: 2.3.1.5-2.3.1.7.2.
2.3.2 Título principal*
 2.3.2.2 “[...] Tome o título principal da fonte preferida de
informação conforme especificado em 2.2.2-2.2.3. [...]”
 2.3.2.7 Registro do título principal
 “Registre o título principal aplicando as instruções básicas
de 2.3.1.”
1.7 Transcrição
 1.7.2 Uso de maiúsculas (capitalização). Apêndice A (A.4)
 1.7.3 Pontuação
 1.7.4 Sinais diacríticos
 1.7.5 Símbolos
 1.7.6 Espaçamento de iniciais e acrônimos
 1.7.7 Letras ou palavras para serem lidas mais de uma vez
 1.7.8 Abreviaturas. Apêndice B (B.4)
 1.7.9 Incorreções
1.7.3 Pontuação
 “Transcreva a pontuação como consta na fonte.”
...and then there were none
What is it?...what is it not?
I don’t do dishes!
»... dass der Mensch was lernen muss.«
 Acrescente pontuação, se necessário, para esclarecer.
 Alternativa: “Se a transcrição da pontuação como consta na fonte
dificulta significativamente a clareza, omita ou modifique a pontuação
na medida do necessário.” Indique em nota, se necessário.
1.7.3 Pontuação. Exceções
 Omita a pontuação se ela:
a) separar diferentes elementos (e.g., título principal e outras informações sobre
o título)
Controle de autoridade: definições, processos e componentes
Título principal: Controle de autoridade
Outras informações sobre o título: definições, processos e componentes
b) separar as ocorrências de um mesmo elemento (e.g., vários locais de
publicação)
2.3.4 Outras informações sobre o título
2.3.4.3 Registro de outras informações sobre o título
 “Registre outras informações sobre o título que constem
na mesma fonte de informação que o título principal.
Aplique as instruções básicas para o registro de títulos de
2.3.1.”
2.4 Indicação de responsabilidade
 2.4.2 Indicação de responsabilidade relacionada ao título principal
2.4.3 … (paralela)
 2.5.4 Indicação de responsabilidade relacionada à edição
 2.5.5 … (paralela)
 2.5.8 Indicação de responsabilidade relacionada a uma revisão
nomeada de uma edição
 2.5.9 … (paralela)
 2.12.6 Indicação de responsabilidade relacionada à serie
 2.12.7 … (paralela)
 2.12.14 … (subsérie)
 2.12.15 … (subsérie, paralela)
“Uma indicação de responsabilidade é uma indicação
relacionada à identificação e/ou função de quaisquer
pessoas, famílias ou entidades coletivas responsáveis pela
criação do conteúdo intelectual ou artístico de um recurso
ou que contribuíram para a realização deste conteúdo.”
2.4.1 Instruções básicas
 2.4.1.4 Registro de indicações de responsabilidade
“Transcreva uma indicação de responsabilidade como consta
na fonte de informação (veja 1.7)”.
 2.4.1.5 Indicação nomeando mais de uma pessoa, etc.
“Registre uma indicação de responsabilidade nomeando mais
de uma pessoa, família ou entidade como uma única indicação
se as pessoas, etc. desempenharem a mesma função ou
funções diferentes.”
2.4.1.5 Indicação nomeando mais de uma pessoa, etc.
 “Omissão opcional. Se uma mesma indicação de responsabilidade
nomeia mais de três PFEcs desempenhando a mesma função (ou com
o mesmo grau de responsabilidade), omita qualquer uma delas
exceto a primeira de cada grupo de PFEcs. Indique a omissão
resumindo o que foi omitido em um idioma e alfabeto preferidos pela
agência que está elaborando a descrição. (…)”
 “Se os membros de um grupo, conjunto, companhia, etc. estão
nomeados, assim como o grupo, etc., omita os nomes dos membros
da indicação de responsabilidade. Se considerados importantes para
a identificação, o acesso ou a seleção, registre-os em uma nota sobre
a indicação de responsabilidade (veja 2.17.3).”
2.4.1.6 Mais de uma indicação de responsabilidade
 “Se houver mais de uma indicação de responsabilidade,
registre as indicações na ordem indicada pela sequência,
layout ou tipografia da fonte de informação da qual a
informação de título, edição ou série foi retirada.”
2.4.2 Indicação de responsabilidade relacionada
ao título principal*
 Elemento essencial. Se houver mais de uma, apenas a primeira
registrada é requerida.
 2.4.2.2 Fontes de informação:
a) a mesma fonte do título principal (veja 2.3.2.2)
b) outra fonte dentro do próprio recurso (veja 2.2.2)
c) uma das outras fontes de informação especificadas em
2.2.4.
2.4.2 Indicação de responsabilidade relacionada
ao título principal*
 2.4.2.3 “Registre as indicações de responsabilidade relacionadas ao
título principal aplicando as instruções básicas de 2.4.1.”
 “Se nem todas as indicações de responsabilidade que constam na(s)
fonte(s) de informação serão registradas, dê preferência àquelas que
identificam criadores do conteúdo intelectual ou artístico. Em caso de
dúvida, registre a primeira indicação.”
 “Faça um nota sobre as PFEcs não registradas na indicação de
responsabilidade, se consideradas importantes para a identificação, o
acesso ou a seleção (veja 2.17.3).”
2.5 Indicação de edição
 2.5.2 Designação de edição*
 2.5.3 … (paralela)
 2.5.4 Indicação de responsabilidade relacionada à edição
 2.5.5 … (paralela)
 2.5.6 Designação de uma revisão nomeada de uma edição*
 2.5.7 … (paralela)
 2.5.8 Indicação de responsabilidade relacionada a uma revisão
nomeada de uma edição
 2.5.9 … (paralela)
2.5 Indicação de edição
 2.5.1.4 Registro de indicações de edição
“Transcreva uma indicação de edição como consta na fonte de
informação (veja 1.7).”
“Acréscimo opcional. Se em um recurso não constar uma indicação
de edição, mas se sabe que ele contém alterações significativas em
comparação com outras edições, forneça uma indicação de edição
se considerada importante para a identificação ou o acesso. Indique
que a informação foi retirada de uma fonte externa ao recurso (veja
2.2.4).”
2.5.2 Designação de edição*
 2.5.2.1 “[...] Em caso de dúvida se uma indicação é uma
designação de edição, considere a presença dessas palavras ou
indicações como evidência de que é uma designação de edição:
 a) uma palavra tal como edition, issue, release, level, state,
ou update […] ou
 b) um indicação de: diferença no conteúdo; diferença na
cobertura geográfica; diferença no idioma; diferença no
público-alvo; formato ou apresentação física; diferente data
associada ao conteúdo; [...]”
2.5.2 Designação de edição*
 2.5.2.2 Fontes de informação:
a) a mesma fonte do título principal (veja 2.3.2.2)
b) outra fonte dentro do próprio recurso (veja 2.2.2)
c) uma das outras fontes de informação especificadas em 2.2.4.
 2.5.2.3 “Registre uma designação de edição aplicando as
instruções básicas de 2.5.1. [...] Se houver mais de uma
designação de edição, registre-as na ordem indicada pela
sequência, layout ou tipografia das indicações na fonte de
informação.”
2.6 Numeração de publicações seriadas
 2.6 Numeração de publicações seriadas
Produção, publicação, distribuição, manufatura
 2.7 Indicação de produção (recursos não publicados)
 2.8 Indicação de publicação
 2.9 Indicação de distribuição
 2.10 Indicação de manufatura
2.x Indicação de...
2.x.1 Instruções básicas
2.x.2 Local de...
2.x.3 Local de... (paralelo)
2.x.4 Nome do...
2.x.5 Nome do... (paralelo)
2.x.6 Data de...
2.8 Indicação de publicação
 2.8.1.4 Registro de indicações de publicação
 “Transcreva nomes de locais de publicação e de
publicadores como constam na fonte de informação (veja
1.7).
 Registre as datas de publicação como constam na fonte de
informação. Aplique as diretrizes gerais de transcrição para
as palavras que não são números (veja 1.7). Aplique as
diretrizes gerais para números expressos como numerais
ou como palavras (veja 1.8).”
2.8.2 Local de publicação*
* Mais de um: apenas o primeiro é requerido.
 2.8.2.2 Fontes de informação:
a) a mesma fonte do nome do publicador (veja 2.8.4.2)
b) outra fonte dentro do próprio recurso (veja 2.2.2)
c) uma das outras fontes de informação especificadas em
2.2.4.
 2.8.2.3 “Registre o local de publicação aplicando as
instruções básicas de 2.8.1.”
2.8.2 Local de publicação*
 2.8.2.3. “Inclua o nome do local (cidade, município, etc.) e
o nome das jurisdições maiores (estado, província, etc.
e/ou país), se presente na fonte de informação.”
 “Acréscimo opcional. [...] Inclua o nome da jurisdição
maior (estado, província, etc. e/ou país) como parte do
nome do local se considerado importante para a
identificação ou o acesso. Indique que a informação foi
retirada de uma externa ao recurso (veja 2.2.4).”
2.8.2 Local de publicação*
 2.8.2.4 Mais de um local de publicação
 “[...] registre os nomes dos locais na ordem indicada pela sequência,
layout ou tipografia dos nomes na fonte de informação.”
 “Se:
houver dois ou mais publicadores
 E:
houver dois ou mais locais associados a um ou mais de um publicador
 Então:
registre os nomes dos locais associados a cada publicador na ordem indicada
pela sequência, layout ou tipografia dos nomes dos locais na fonte de
informação.”
2.8.2 Local de publicação*
 2.8.2.6 Local de publicação não identificado no recurso
 2.8.2.6.1 Local conhecido: [Toronto]
 2.8.2.6.2 Local provável: [Munich?]
 2.8.2.6.3 País, estado, província, etc. conhecido: [Canada]
 2.8.2.6.4 País, estado, província, etc. provável: [Spain?]
 2.8.2.6.5 “Local de publicação não identificado”
2.8.4 Nome do publicador*
* Mais de um: apenas o primeiro é requerido.
 2.8.4.2 Fontes de informação:
a) a mesma fonte do título principal (veja 2.3.2.2)
b) outra fonte dentro do próprio recurso (veja 2.2.2)
c) uma das outras fontes de informação especificadas em 2.2.4.
 2.8.4.3 “Registre o nome do publicador aplicando as instruções
básicas de 2.8.1.”
 2.8.4.5 Mais de um publicador: registre na ordem indicada pela
sequência, layout ou tipografia.
2.8.6 Data de publicação*
 2.8.4.2 Fontes de informação:
a) a mesma fonte do título principal (veja 2.3.2.2)
b) outra fonte dentro do próprio recurso (veja 2.2.2)
c) uma das outras fontes de informação especificadas em
2.2.4.
 2.8.6.3 “Registre a data de publicação aplicando as
instruções básicas de 2.8.1.”
 1.8 Números expressos com numerais ou palavras
2.8.6 Data de publicação*
 2.8.6.6 “Se a data de publicação
não está identificada em um
recurso de parte única, informe a
data de publicação exata ou
aproximada (veja 1.9.2).”
 “Se uma data de publicação para
um recurso de parte única não
puder ser razoavelmente
determinada, registre a data de
publicação não identificada. [...]”
1.9.2.1 [2003]
1.9.2.2 [2003 ou 2004]
1.9.2.3 [2003?]
1.9.2.4 [entre 1800 e 1899?]
1.9.2.5 [não antes de 2003]
2.11 Data de copyright
 2.11.1.2 “Retire a informação de qualquer fonte.”
 2.11.1.3 “Registre datas de copyright aplicando as
diretrizes gerais para números expressos com numerais ou
com palavras (veja 1.8).”
 “Preceda a data com o símbolo de copyright (©) ou de
phonogram copyright (℗). Se o símbolo apropriado não
puder ser reproduzido, preceda a data com copyright ou
phonogram copyright.
2.12 Indicação de série
 2.12.1.4 Registro de indicações de série
 “Transcreva os subelementos de uma indicação de série
como constam na fonte de informação (veja 1.7).”
 Instruções adicionais para numeração: 2.12.9 e 2.12.17
2.12 Indicação de série
 2.12.2 Título principal da série
 2.12.3 … (paralelo)
 2.12.4 Outras informações sobre o
título da série
 2.12.5 … (paralelo)
 2.12.6 Indicação de responsabilidade
relacionada à série
 2.12.7 … (paralelo)
 2.12.8 ISSN da série
 2.12.9 Numeração dentro da série
 2.12.10 Título principal da subsérie
 2.12.11 … (paralelo)
 2.12.12 Outras informações sobre o
título da subsérie
 2.12.13 … (paralelo)
 2.12.14 Indicação de
responsabilidade relacionada ao
título da subsérie
 2.12.15 … (paralelo)
 2.12.16 ISSN da subsérie
2.12.2 Título principal da série*
 2.12.2.2 Fontes de informação:
a) a página de rosto da série [series title page]
b) outra fonte dentro do próprio recurso (veja 2.2.2)
c) uma das outras fontes de informação especificadas
em 2.2.4.
 2.12.2.3 “Registre o título principal da série aplicando as
instruções básicas para o registro de títulos dadas em
2.3.1.”
2.12.4 Outras informações sobre o título da série
 2.12.4.2 Fonte de informação: a mesma utilizada para o título
principal.
 2.12.2.3 Registro de outras informações sobre o título da série
“Registre outras informações sobre o título de uma série
somente se consideradas necessárias para a identificação da
série.”
“Ao registrar outras informações sobre o título de uma série,
aplique as instruções para o registro de outras informações
sobre o título dadas em 2.3.4.3.”
2.12.8 ISSN da série
 2.12.8.3 Transcreva o ISSN de uma série como consta na
fonte de informação.
2.12.9 Numeração dentro da série*
 2.12.9.2 Fontes de informação:
a) a página de rosto da série [series title page]
b) outra fonte dentro do próprio recurso (veja 2.2.2)
c) uma das outras fontes de informação especificadas em
2.2.4.
 2.12.9.2 “Registre numerais expressos como números ou como
palavras aplicando as diretrizes gerais de 1.8.
 Transcreva outras palavras, caracteres ou grupos de palavras
e/ou caracteres como constam na fonte de informação
aplicando as diretrizes gerais de 1.7.”
2.13 Modo de issuance [emissão, publicação]
 2.13.1.2 Fontes de informação: o próprio recurso;
qualquer fonte.
 2.13.1.3 Registro do modo de emissão
 single unit [unidade única]
 multipart monograph [monografia multiparte]
 serial [seriado, periódico]
 integrating resource [recurso contínuo]
2.14 Frequência
 2.14.1.1 “Frequência é o intervalo no qual os números ou
partes de uma publicação seriada ou as atualizações de
um recurso contínuo são emitidas.”
 daily, three times a week
 biweekly, weekly, semiweekly
 three times a month, bimonthly, monthly, semimonthly, quarterly
 three times a year, semiannual, annual, biennial, triennial
 irregular
2.15 Identificador da manifestação*
 Mais de um: dê preferencia ao internacional;
identificadores adicionais são opcionais.
 2.15.1.4 “Se houver um formato de apresentação
específico do identificador (e.g., ISBN, ISSN, URN), registre-
o utilizando este formato.”
 URLs utilizados para o acesso: registre em 4.6.
2.16 Citação preferida
 2.16 Preferred Citation
2.17 Nota sobre a manifestação
 2.17.1.1 “[...] Para notas descrevendo suportes, veja 3.21.”
 2.17.1.3 Registro de notas sobre a manifestação
 “Faça um nota sobre a manifestação aplicando as
diretrizes gerais de 1.10.”
1.10 Notas
 1.10.2 Uso de maiúsculas
 1.10.3 Citações
 1.10.4 Referências
 1.10.5 Aplicação da informação registrada em nota
2.17 Nota sobre a manifestação
 2.17.2 Nota sobre o título
 2.17.3 Nota sobre a indicação de responsabilidade
 2.17.4 Nota sobre a indicação de edição
 2.17.5 Nota sobre a numeração de publicações seriadas
 2.17.6 Nota sobre a indicação de produção
 2.17.7 Nota sobre a indicação de publicação
 2.17.8 Nota sobre a indicação de distribuição
 2.17.9 Nota sobre a indicação de manufatura
 2.17.10 Nota sobre a data de copyright
 2.17.11 Nota sobre a indicação de série
 2.17.12 Nota sobre a frequência
 2.17.13 Nota sobre o número ou parte utilizada como base para a identificação do recurso
 2.17.14 Nota sobre o identificador da manifestação
2.18 História da custódia do item
 2.18.1.1 “[...] é um registro da posse ou da custódia
anterior de um item.”
 2.18.1.3 Registro da história da custódia do item
 “Registre as transferências de posse, de
responsabilidade, de custódia ou de controle do
recurso. Registro o nome do(s) proprietário(s)
anteriores. Acrescente os anos de posse após o nome.”
2.19 Fonte de aquisição imediata do item
 2.19.1.3 “Registre a fonte da qual o item foi adquirido, a
data e o método de aquisição, se essas informações não
são confidenciais.”
2.20 Identificador do item
 2.20.1.1 “Um identificador de um item é uma cadeia de
caracteres associada a um item que serve para diferenciá-lo dos
demais itens.”
 2.20.1.4 Registro do identificador do item
 “Se houver um formato de apresentação específico para o
identificador do item, registre o identificador utilizando tal
formato.
 Se não houver um formato de apresentação específico para o
identificador, registre-o como consta na fonte. Preceda o
identificador com o nome da agência, etc. responsável por atribuí-
lo, se isso puder ser facilmente determinado.”
2.21 Nota sobre o item
 2.21.1.1 Escopo
 “[...] Para notas descrevendo características específicas do
suporte do item, veja 3.22.”
 2.21.1.3 Registro de notas sobre o item
 “Faça um nota sobre o item aplicando as diretrizes gerais de
1.10.”
3 Descrição dos suportes
 3.0 Propósito e escopo
Os elementos deste capítulo são comumente utilizados para
selecionar um recurso que satisfaça as necessidades do
usuário em relação:
“a) às características físicas do suporte
b) à formatação e codificação da informação contida
ou armazenada no suporte.”
São utilizados também para identificar (diferenciar recursos
com características similares).
3.1.1 Fontes de informação
 “Baseie a descrição do(s) suporte(s) em evidências
apresentadas pelo próprio recurso ou qualquer material
ou container que o acompanhe. Se informações adicionais
são consideradas importantes para a identificação ou a
seleção, tome evidências adicionais de qualquer fonte.”
3.2 Tipo de mídia
 3.2.1.1 “O Tipo de mídia é uma categorização que reflete o
tipo geral de dispositivo de intermediação necessário para
visualizar, ouvir, executar, etc. o conteúdo de um recurso.”
 3.2.1.3 Registro do tipo de mídia
“Registre o tipo de mídia utilizando um ou mais termos
listados na tabela 3.1.”
3.2 Tipo de mídia
 audio [áudio]
 computer [computador]
 microform [microforma]
 microscopic [microscópico]
 projected [projetado]
 stereographic [estereográfico]
 unmediated [não-midiático]
 video [vídeo]
 outro
 não especificado
3.3 Tipo de suporte*
 3.3.1.1 “O Tipo de suporte é uma categorização que reflete o
formato do meio de armazenamento de um suporte em
combinação com o tipo de dispositivo de intermediação
necessário para visualizar, ouvir, executar, etc. o conteúdo de
um recurso.”
 3.3.1.3 Registro do tipo de suporte
 “Registre o tipo de suporte utilizando um ou mais termos da
seguinte lista.”
3.3 Tipo de suporte*
Audio carriers
audio belt
audio cartridge
audio cylinder
audio disc
audio roll
audio wire reel
audiocassette
audiotape reel
sound-track reel
Computer carriers
computer card
computer chip cartridge
computer disc
computer disc cartridge
computer tape cartridge
computer tape cassette
computer tape reel
online resource
Microform carriers
aperture card
microfiche
microfiche cassette
microfilm cartridge
microfilm cassette
microfilm reel
microfilm roll
microfilm slip
microopaque
Microscopic carriers
microscope slide
3.3 Tipo de suporte*
Projected image carriers
film cartridge
film cassette
film reel
film roll
filmslip
filmstrip
filmstrip cartridge
overhead transparency
slide
Stereographic carriers
stereograph card
stereograph disc
Unmediated carriers
card
flipchart
object
roll
sheet
volume
Video carriers
video cartridge
videocassette
videodisc
videotape reel
outro
não especificado
3.4 Extensão*
 3.4.1.1 Escopo
“Extensão é o número e o tipo de unidades e/ou
subunidades que compõem um recurso.”
Unidades: volumes, mapas, arquivos digitais, etc.
Subunidades: páginas, folhas, frames, etc.
 Duração (tempo) de um recurso: veja 7.22.
3.4 Extensão*
 3.4.1.3 “Registre a extensão do recurso informando o
número e o tipo de unidades. Para o tipo de unidade
utilize um termo apropriado da lista de tipos de suportes
de 3.3.1.3. Registre o termo no singular ou plural,
conforme o necessário.”
 “Especifique o número de subunidades, se aplicável (veja
3.4.1.7-3.4.1.9).”
3.4 Extensão*
 3.4.2 Extensão de recursos cartográficos*
 3.4.3 Extensão de partituras*
 3.4.4 Extensão de imagens estáticas*
 3.4.5 Extensão de texto*
 3.4.6 Extensão de formas tridimensionais*
3.4.5 Extensão de texto*
 Recurso consistindo em uma única unidade
 3.4.5.2 Volume único com páginas, folhas ou colunas
numeradas
 Recurso consistindo em mais de uma unidade
 3.4.5.16 Mais de um volume
3.5 Dimensões
 3.5.1.4.14 Volumes
 “Registre a altura do volume. Se o volume medir menos
de 10 centímetros, registre a altura em milímetros e use
o símbolo mm.”
 Exceções
 “Se a largura do volume for menor que a metade da
altura ou maior que a altura, registre altura x largura.”
3 Descrição dos suportes
 3.6 Material base
 cerâmica, vidro, couro, papel, vinil, madeira, etc.
 3.7 Material aplicado
 tinta acrílica, guache, tinta óleo, grafite, aquarela, etc.
 3.8 Mount
 cerâmica, vidro, couro, papel, vinil, madeira, granito, etc.
 3.9 Método de produção
 impressão, litografia, estampagem, xilogravura, etc.
 3.10 Geração
 Relação entre original e reprodução
3 Descrição dos suportes
 3.11 Layout
 3.12 Formato do livro
 3.12 Tamanho da fonte
 3.14 Polaridade
 3.15 Escala de redução
 3.16 Características sonoras
 3.17 Características de projeção de filmes
 3.18 Características de vídeo
3.19 Características de arquivo digital
 3.19.2 Tipo de arquivo
 audio file, data file, image file, program file, text file, video file
 3.19.3 Formato de codificação
 CD audio, MP3, Excel, XML, GIF, JPEG, HTML, PDF, etc.
 3.19.4 Tamanho do arquivo
 3.19.5 Resolução
 3.19.6 Codificação regional
 3.19.7 Encoded Bitrate
 3.19.8 Representação digital do conteúdo cartográfico
3 Descrição dos suportes
 3.20 Equipamento ou sistema requerido
 3.21 Nota sobre o suporte
 3.21.2 Nota sobre a extensão da manifestação
 3.21.3 Nota sobre as dimensões da manifestação
 3.21.4 Nota sobre mudanças nas características do suporte
 3.22 Nota sobre características específicas do suporte do item
 3.22.2 Nota sobre a extensão do item
 3.22.3 Nota sobre as dimensões do item
4 Aquisição e acesso
 4.0 Propósito e escopo
 “[…] registrar atributos de manifestações e itens que
são utilizados frequentemente para auxiliar na
aquisição e no acesso.”
 4.1.1 Fontes de informação: qualquer fonte.
4.2 Condições de disponibilidade
 4.2.2. Registro das condições de disponibilidade
 “Registre as condições nas quais o recurso está disponível.
Essas condições incluem:
 o preço (registrado em numerais com símbolos
padronizados), se o recurso estiver a venda
Ou
 uma indicação breve de outros termos, se o recurso
não estiver a venda.”
4.3 Informação de contato
 4.3.1.3 “Registre informações de contato de publicador,
distribuidor, etc. se consideradas importante para
aquisição ou acesso.”
 4.3.1.4 “Para recursos e coleções arquivísticos, registre o
nome e a localização do repositório que guarda o recurso.
Registre o nome do repositório incluindo quaisquer
entidades superiores. Inclua o endereço de
correspondência e outras informações de contato de
consideradas importantes para o acesso.”
4.4 Restrições de acesso
 4.4.1.3 “Registre todas as restrições de acesso da forma
mais específica possível. Inclua a natureza e a duração da
restrição.
 Se uma afirmação sobre a ausência de restrições é
considerada importante para o acesso, registre que não há
restrições de acesso.”
4.5 Restrições de uso
 4.5.1.3 “Registre todas as restrições de uso da forma mais
específica possível. Inclua a natureza e a duração da
restrição.”
4.6 Uniform Resource Locator (URL)
 4.6.1.3 Registre o URL
 “Se houver mais de um URL, registre um ou mais de
acordo com a política da agência que prepara a
descrição.”
Registro dos atributos de
obra e expressão
Seção 2
6 Identificação de obras e expressões
6.0 Propósito e escopo
 “Este capítulo provê diretrizes e instruções gerais para:
a) a escolha de títulos preferidos para obras (veja 6.2.2)
b) o registro de títulos preferidos e variantes para obras (veja 6.2)
c) o registro de outros atributos de identificação da obra ou da expressão
(veja 6.3-6.13)
d) a construção de pontos de acesso autorizados representando a obra ou
expressão (veja 6.27.1-6.27.3)
e) a construção de pontos de acesso variantes representando a obra ou
expressão (veja 6.27.4)”
 “O capítulo provê instruções para o registro de títulos e de outros atributos de
identificação como elementos separados, como partes dos pontos de acesso
ou como ambos.”
6 Identificação de obras e expressões
Pontos de acesso representando obras e expressões:
 “a) reunir todas as descrições de recursos que materializam uma obra
quando várias manifestações aparecem sob diferentes títulos
 b) identificar uma obra quando o título pelo qual ela é conhecida
difere do título principal do recurso descrito
 c) diferenciar duas ou mais obras com o mesmo título
 d) organizar visualizações hierárquicas das descrições dos recursos
que materializam diferentes expressões de uma obra
 e) registrar um relacionamento com uma obra relacionada (veja o
capítulo 25) ou uma expressão (veja o capítulo 26).”
6 Identificação de obras e expressões
 6.1.1 Fontes de informação
 Quaisquer fontes
 Instruções adicionais sobre as fontes de informação
para o título preferido da obra: 6.2.2.2
6.2 Título da obra
 6.2.2 Título preferido para a obra*
 6.2.3 Título variante para obra
 6.2.1.3 Diretrizes gerais para o registro de títulos de obras
6.2.2 Título preferido para a obra*
Escolha do título preferido para a obra:
 6.2.2.4 Obras criadas após 1500
 6.2.2.5 Obras criadas antes de 1501
 6.2.2.6 Títulos no idioma original não encontrados ou não aplicáveis
 6.2.2.7 Títulos encontrados em um alfabeto não preferido
 6.14.2 Obras musicais
 6.19.2 Obras legais
 6.23.2 Obras religiosas
 6.26.2 Comunicações oficiais
6.2.2 Título preferido para a obra*
6.2.2.4 Obras criadas após 1500
 “[...] escolha como título preferido o título ou forma do título no
idioma original pelo qual a obra é comumente identificada nos
recursos que a materializam ou em fontes de referência.”
 “Se não houver um título ou forma do título no idioma original
estabelecido como aquele pelo qual a obra é comumente
identificada
 ou em caso de dúvida
 então: escolha o título principal da edição original (veja 2.3.2)
como o título preferido.”
 6.2.2.8 Registro do título preferido para a obra
6.2.3 Título variante da obra
 6.2.3.3 “Registre um título variante da obra quando ele for
diferente do título registrado como título preferido.”
 6.2.3.4 Forma linguística alternativa do título da obra
 Traduções, transliterações, alfabetos, grafias
 6.2.3.5 Outro título variante da obra
Outros atributos de identificação de obras
 6.3 Forma da obra*
 Classe ou gênero da obra: Filme, Série, Programa de
televisão
 6.4 Data da obra*
 Data mais antiga associada à obra
 6.5 Local de origem da obra*
 6.6 Outra característica distinta da obra*
 6.7 História da obra
 Exemplo: Les Misérables
6.8 Identificador da obra*
 6.8.1.1 Escopo
 “Um identificador da obra é uma cadeia de caracteres
associada unicamente com a obra ou com um substituto dela
(e.g., um registro de autoridade).”
 6.8.1.3 Registro do identificador da obra
 “[...] Preceda o identificador com o nome ou uma
identificação da agência, etc. responsável pela atribuição do
identificador, se isso puder ser facilmente identificado.”
 “Library of Congress control number: n 79046204”
6.9 Tipo de conteúdo*
 6.9.1.3 Registro do tipo de conteúdo
 “Registre o tipo de conteúdo contido em um recurso
utilizando um ou mais termos listados na tabela 6.1.”
6.10 Data da expressão*
 6.10.1.1 Escopo
 “A data da expressão é a data mais antiga associada à
expressão.”
6.11 Idioma da expressão*
 6.11.1.3 Registro do idioma da expressão
 “Registre o(s) idioma(s) da expressão utilizando um
termo ou termos apropriados no idioma preferido pela
agência criadora dos dados. Selecione termos de uma
lista padronizada de nomes de idioma, se disponível.”
 6.11.1.4 Expressões envolvendo mais de um idioma
 “Se uma mesma expressão de uma obra envolve mais
de um idioma, registre cada idioma.”
6.12 Outra característica distinta da expressão*
 6.12.1.1 Escopo
 “[...] uma característica diferente do tipo de conteúdo,
do idioma ou da data da expressão. Serve para
diferenciar uma expressão de outras expressões da
mesma obra.”
6.13 Identificador da expressão*
 6.13.1.3 Registro do identificador da expressão
 “[...] Preceda o identificador com o nome ou uma
identificação da agência, etc. responsável pela
atribuição do identificador, se isso puder ser facilmente
identificado.”
 “Library of Congress control number: no 96031405”
Instruções adicionais para obras musicais
 6.14.2 Preferred Title for a Musical Work*
 6.14.3 Variant Title for a Musical Work
 6.15 Medium of Performance*
 6.16 Numeric Designation of a Musical Work*
 6.17 Key*
 6.18 Other Distinguishing Characteristic of the Expression
of a Musical Work*
Instruções adicionais para obras legais
 6.19.2 Preferred Title for a Legal Work*
 6.19.3 Variant Title for a Legal Work*
 6.20 Date of a Legal Work*
 6.20.2 Date of Promulgation of a Law, Etc.*
 6.20.3 Date of a Treaty*
 6.21 Other Distinguishing Characteristic of a Legal Work*
 6.22 Participant in a Treaty
Instruções adicionais para obras e expressões
religiosas
 6.23.2 Preferred Title for a Religious Work*
 6.23.3 Variant Title for a Religious Work
 6.24 Date of Expression of a Religious Work*
 6.25 Other Distinguishing Characteristic of the Expression
of a Religious Work*
Instruções adicionais para comunicações oficiais
 6.26.2 Preferred Title for an Official Communication*
 6.26.3 Variant Title for an Official Communication
7 Descrição do conteúdo
Atributos da obra
 7.2 Natureza do conteúdo
 “[…] característica específica do conteúdo principal de um
recurso (e.g., artigos legais, relatório preliminar)
 7.3 Cobertura do conteúdo
 7.4 Coordenadas do conteúdo cartográfico
 7.5 Equinócio
 7.6 Época
 7.7 Público alvo
 7.8 Sistema de organização
7.9 Informações de dissertações e teses
 7.9.2 Grau acadêmico
 7.9.3 Instituição ou faculdade concessora
 7.9.4 Ano de obtenção do grau
7 Descrição do conteúdo
Atributos da expressão
 7.10 Sumarização do conteúdo
 7.11 Local e data de captura
 7.12 Idioma do conteúdo
 Detalhes sobre legendas, comentários, etc.
 7.13 Forma de notação
 Alfabeto, notação táctil, musical ou de movimento
7 Descrição do conteúdo
Atributos da expressão
 7.14 Acessibilidade do conteúdo
 7.15 Conteúdo ilustrativo
 ilustrações, mapas, gráficos, 15 fotografias, etc.
 7.16 Conteúdo suplementar
 índice, apêndice, bibliografia, etc.
 7.17 Cor do conteúdo
 monocromático, policromático, preto e branco, “azul,
vermelho e branco”, “ilustrações (algumas coloridas)”, etc.
7 Descrição do conteúdo
Atributos da expressão
 7.18 Conteúdo sonoro
 7.19 Formato de imagem
 7.20 Formato da notação musical
 7.21 Meio de performance do conteúdo musical
 7.22 Duração
7 Descrição do conteúdo
Atributos da expressão
 7.25 Escala*
 7.26 Projeção do conteúdo cartográfico
 7.27 Outros detalhes do conteúdo cartográfico
 7.28 Prêmio
 7.29 Nota sobre a expressão
Pessoas, famílias e entidades coletivas
associadas ao recurso
Seção 6
Seção 6
 18 Diretrizes gerais para o registro dos relacionamentos entre
pessoas, famílias e entidades coletivas associadas ao recurso
 19 Pessoas, famílias e entidades coletivas associadas a uma
obra
 20 Pessoas, famílias e entidades coletivas associadas a uma
expressão
 21 Pessoas, famílias e entidades coletivas associadas a uma
manifestação
 22 Pessoas, famílias e entidades coletivas associadas a um
item
18 Diretrizes gerais...
 18.4.1 “Registre o relacionamento entre o recurso e uma
pessoa, família ou entidade coletiva a ele relacionada utilizando
uma dessas técnicas seguintes ou ambas:
a) identificador (veja 18.4.1.1)
e/ou
b) ponto de acesso autorizado (veja 18.4.1.2)
 Registre um designador de relacionamento para especificar a
função desempenhada pela pessoa, família ou entidade
coletiva em relação ao recurso (veja 18.5).”
 Apêndice I
19 PFEcs associadas a uma obra
 19.1.1 Fontes de informação
 “Tome informações sobre PFEcs associadas a uma obra das indicações que
constam nas fontes de informação preferidas (veja 2.2.2) nos recursos que
materializam a obra.
 Se essas indicações são ambíguas ou insuficientes, utilize as seguintes fontes
de informação, em ordem de preferência:
 a) outras indicações que aparecem em destaque nos recursos
 b) informação que aparecem somente no conteúdo dos recursos (e.g., o
texto de um livro, o conteúdo sonoro de uma gravação de áudio)
 c) outras fontes.”
19.2 Criador*
 * “Se houver mais de um criador responsável pela obra,
somente o criador com responsabilidade principal
nomeado primeiro nos recursos que materializam a obra
ou em fontes de referência é requerido.
 Se a responsabilidade principal não estiver indicada,
somente o primeiro criador mencionado é requerido.”
 19.2.1 Instruções básicas para o registro de criadores
19.3 Outra PFEc associada à obra*
 19.3.1.1 Escopo
 “[...] Outras pessoas, famílias e entidades coletivas associadas à obra incluem:
 Pessoas, etc. as quais uma correspondência é endereçada
 Pessoas, etc. homenageadas em uma coletânea de homenagem
 Diretores, cinematographers [diretores de fotografia], etc.
 Entidades financiadores
 Companhias produtoras, etc.
 Instituições, etc. que sediam uma exposição ou evento, etc.
 19.3.1.3 “Registre outras PFEcs associadas à obra se consideradas
importantes para o acesso. Aplique as diretrizes gerais de 18.4.”
20 PFEcs associadas a uma expressão
 20.1.1 Fontes de informação: as mesmas do capítulo 19.
 20.2 Contribuidor
 Inclui tradutores, editores, atores, músicos, etc.
 20.2.1.3 Registro dos contribuidores
Registro dos atributos de pessoas,
famílias e entidades coletivas
Seção 3
Seção 3
 8 Diretrizes gerais para o registro dos atributo de pessoas,
famílias e entidades coletivas
 9 Identificação de pessoas
 10 Identificação de famílias
 11 Identificação de entidades coletivas
9 Identificação de pessoas
9.19.1 Ponto de acesso autorizado
representando uma pessoa
9.2.2 Nome preferido para a pessoa
+
9.19.1.2–9.19.1.8 Acréscimos
Carlos, Prince of Asturias
Clement I, Pope
More, Thomas, Saint
Luke, Saint (Spirit)
Smith, John, 1978–
Smith, John, 1832–1911
Allen, Richard (Richard H.)
Allen, Richard (Richard Ian
Gordon)
Pontos de acesso representando obras e
expressões
 6.27 Construção de pontos de acesso representando obras e
expressões
 6.27.1 Ponto de acesso autorizado representando uma obra
 6.27.2 Ponto de acesso autorizado representando uma parte
ou partes de uma obra
 6.27.3 Ponto de acesso autorizado representando uma
expressão
 6.27.4 Ponto de acesso variante representando uma obra ou
expressão
6.27.1 Ponto de acesso autorizado
representando uma obra
 6.27.1.2 Obras criadas por uma pessoa, família ou
entidade coletiva
 Ponto de acesso autorizado representando a pessoa,
família ou entidade coletiva + Título preferido para a
obra
 Cassatt, Mary, 1844–1926. Children playing on the beach
 Axel-Lute, Paul. Same-sex marriage
 Coldplay (Musical group). Parachutes
6.27.1 Ponto de acesso autorizado
representando uma obra
 6.27.1.3 Obras colaborativas
 Ponto de acesso autorizado representando a PFEc com
responsabilidade principal (e/ou mencionada primeiro) +
Título preferido para a obra
 Alternativa:
 Pontos de acesso autorizados de todos os criadores + Título
preferido para a obra
 Exceção para filmes, vídeos, videogames, etc.:
 Título preferido para a obra
6.27.1 Ponto de acesso autorizado
representando uma obra
 6.27.1.4 Compilações de obras de diferentes PFEcs
 Título preferido para a obra
 6.27.1.5 Adaptações e revisões
 Acréscimos ao ponto de acesso autorizado:
 Forma, data, local de origem e/ou outra característica
distinta da obra
Ocean’s eleven (Motion picture : 1960)
Ocean’s eleven (Motion picture : 2001)
6.27.3 Ponto de acesso autorizado
representando uma expressão
 Ponto de acesso autorizado representando a obra + Tipo
de conteúdo, Data, Idioma e/ou outro característica
distinta da expressão
 Hugo, Victor, 1802-1885. Notre-Dame de Paris. Francês
 Hugo, Victor, 1802-1885. Notre-Dame de Paris. Português
6.27.4 Ponto de acesso variante representando
uma obra ou expressão
 “Remissivas ver”: Pontos de acesso criados com base nos
títulos variantes.
 Dickens, Charles, 1812–1870. The posthumous papers of the Pickwick Club
Ponto de acesso autorizado para a obra: Dickens, Charles, 1812–1870. The
Pickwick papers
 Solzheni͡tsyn, Aleksandr Isaevich, 1918–2008. Один день Ивана Денисовича
Ponto de acesso autorizado para a obra: Solzhen͡itsyn, Aleksandr Isaevich,
1918–2008. Odin denʹ Ivana Denisovicha
Obras, expressões, manifestações e
itens relacionados
Seção 8
Seção 8
 24.4 Registro dos relacionamentos entre obras, expressões,
manifestações e itens
“a) identificador da obra, expressão, manifestação ou item relacionado (veja
24.4.1)
b) ponto de acesso autorizado representando a obra ou expressão (veja 24.4.2)
e/ou
c) descrição da obra, expressão, manifestação ou item relacionado (veja
24.4.3)”
 24.5 Designador de relacionamento: Apêndice J
25.1 Obra relacionada
 Parody of: Tolkien, J. R. R. (John Ronald Reuel), 1892–1973.
The lord of the rings
 Recurso descrito: Bored of the rings : a parody of J.R.R. Tolkien’s The lord
of the rings / by Henry N. Beard and Douglas C. Kenney of The Harvard
lampoon
 25.1.1.3 Registro dos relacionamentos para obras
relacionadas
Concluindo...
Questões?
Formatos MARC 21
 http://access.rdatoolkit.org
 Aba “Tools”, opção “RDA Mappings”
 RDA to MARC Bibliographic Mapping
 MARC Bibliographic to RDA Mapping
 RDA to MARC Authority Mapping
 MARC Authority to RDA Mapping
RDA in Many Metadata Formats (RIMMF)
 Download e instalação:
 http://www.marcofquality.com/wiki/rimmf3/doku.php?
id=download&nocache
 Resolvendo a mensagem de erro (no Windows 8):
 http://www.marcofquality.com/wiki/rimmf3/doku.php?
id=download&nocache#installation_notes
Referências
 RDA Toolkit. [S.n.: s.l], 2016. Disponível em:
<http://access.rdatoolkit.org/>. Acesso em: 24 maio 2016.
Obrigado!
;)
Biblioteca de Estudos e
Aplicação de Metadados
Fabrício Assumpção
fabricioassumpcao.com | assumpcao.f@gmail.com
Marília, 23 de junho de 2016

Mais conteúdo relacionado

Destaque

RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)
RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)
RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)Fabrício Silva Assumpção
 
Conversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLT
Conversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLTConversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLT
Conversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLTFabrício Silva Assumpção
 
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...Fabrício Silva Assumpção
 
Conversão de registros em XML para MARC 21: um modelo baseado em XSLT (ENANCI...
Conversão de registros em XML para MARC 21:um modelo baseado em XSLT (ENANCI...Conversão de registros em XML para MARC 21:um modelo baseado em XSLT (ENANCI...
Conversão de registros em XML para MARC 21: um modelo baseado em XSLT (ENANCI...Fabrício Silva Assumpção
 
Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...
Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...
Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...Fabrício Silva Assumpção
 
Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...
Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...
Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...Fabrício Silva Assumpção
 
Falando sobre RDA: O que é e o que podemos esperar do novo código de catalogação
Falando sobre RDA: O que é e o que podemos esperar do novo código de catalogaçãoFalando sobre RDA: O que é e o que podemos esperar do novo código de catalogação
Falando sobre RDA: O que é e o que podemos esperar do novo código de catalogaçãoFabrício Silva Assumpção
 
Introdução ao RDA - Módulo 1: Modelos conceituais e desenvolvimento do RDA
Introdução ao RDA - Módulo 1: Modelos conceituais e desenvolvimento do RDAIntrodução ao RDA - Módulo 1: Modelos conceituais e desenvolvimento do RDA
Introdução ao RDA - Módulo 1: Modelos conceituais e desenvolvimento do RDAFabrício Silva Assumpção
 
Minicurso Introdução ao FRBR e ao RDA (SNBU 2014, Belo Horizonte)
Minicurso Introdução ao FRBR e ao RDA (SNBU 2014, Belo Horizonte)Minicurso Introdução ao FRBR e ao RDA (SNBU 2014, Belo Horizonte)
Minicurso Introdução ao FRBR e ao RDA (SNBU 2014, Belo Horizonte)Fabrício Silva Assumpção
 
Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendências
Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendênciasCatalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendências
Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendênciasFabrício Silva Assumpção
 
Introdução ao RDA - Módulo 2: Estrutura do RDA
Introdução ao RDA - Módulo 2: Estrutura do RDAIntrodução ao RDA - Módulo 2: Estrutura do RDA
Introdução ao RDA - Módulo 2: Estrutura do RDAFabrício Silva Assumpção
 
Um estudo sobre os componentes do trabalho de autoridade
Um estudo sobre os componentes do trabalho de autoridadeUm estudo sobre os componentes do trabalho de autoridade
Um estudo sobre os componentes do trabalho de autoridadeFabrício Silva Assumpção
 
Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)
Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)
Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)Fabrício Silva Assumpção
 

Destaque (20)

RDA: Dando um passo à frente
RDA:Dando um passo à frenteRDA:Dando um passo à frente
RDA: Dando um passo à frente
 
Mudanças e desafios na utilização do RDA
Mudanças e desafios na utilização do RDAMudanças e desafios na utilização do RDA
Mudanças e desafios na utilização do RDA
 
AACR2r Parte II: Pontos de acesso (2015)
AACR2r Parte II: Pontos de acesso (2015)AACR2r Parte II: Pontos de acesso (2015)
AACR2r Parte II: Pontos de acesso (2015)
 
MARCXML
MARCXMLMARCXML
MARCXML
 
Pensando a catalogação a partir do RDA
Pensando a catalogação a partir do RDAPensando a catalogação a partir do RDA
Pensando a catalogação a partir do RDA
 
RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)
RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)
RDA - Resource Description and Access (UFC, Fortaleza, 24 out 2014)
 
Conversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLT
Conversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLTConversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLT
Conversão de registros: um modelo baseado em folhas de estilo XSLT
 
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...
Repositórios institucionais como ambientes de acesso aberto nas universidades...
 
Conversão de registros em XML para MARC 21: um modelo baseado em XSLT (ENANCI...
Conversão de registros em XML para MARC 21:um modelo baseado em XSLT (ENANCI...Conversão de registros em XML para MARC 21:um modelo baseado em XSLT (ENANCI...
Conversão de registros em XML para MARC 21: um modelo baseado em XSLT (ENANCI...
 
Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...
Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...
Reutilização de dados catalográficos: um olhar sobre o uso estratégico das te...
 
Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...
Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...
Tecnologias aplicadas à catalogação: a utilização de folhas de estilo XSLT na...
 
Resource Description and Access (RDA)
Resource Description and Access (RDA)Resource Description and Access (RDA)
Resource Description and Access (RDA)
 
Falando sobre RDA: O que é e o que podemos esperar do novo código de catalogação
Falando sobre RDA: O que é e o que podemos esperar do novo código de catalogaçãoFalando sobre RDA: O que é e o que podemos esperar do novo código de catalogação
Falando sobre RDA: O que é e o que podemos esperar do novo código de catalogação
 
Formatos MARC 21
Formatos MARC 21Formatos MARC 21
Formatos MARC 21
 
Introdução ao RDA - Módulo 1: Modelos conceituais e desenvolvimento do RDA
Introdução ao RDA - Módulo 1: Modelos conceituais e desenvolvimento do RDAIntrodução ao RDA - Módulo 1: Modelos conceituais e desenvolvimento do RDA
Introdução ao RDA - Módulo 1: Modelos conceituais e desenvolvimento do RDA
 
Minicurso Introdução ao FRBR e ao RDA (SNBU 2014, Belo Horizonte)
Minicurso Introdução ao FRBR e ao RDA (SNBU 2014, Belo Horizonte)Minicurso Introdução ao FRBR e ao RDA (SNBU 2014, Belo Horizonte)
Minicurso Introdução ao FRBR e ao RDA (SNBU 2014, Belo Horizonte)
 
Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendências
Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendênciasCatalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendências
Catalogação: conceitos, práticas, atualidades e tendências
 
Introdução ao RDA - Módulo 2: Estrutura do RDA
Introdução ao RDA - Módulo 2: Estrutura do RDAIntrodução ao RDA - Módulo 2: Estrutura do RDA
Introdução ao RDA - Módulo 2: Estrutura do RDA
 
Um estudo sobre os componentes do trabalho de autoridade
Um estudo sobre os componentes do trabalho de autoridadeUm estudo sobre os componentes do trabalho de autoridade
Um estudo sobre os componentes do trabalho de autoridade
 
Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)
Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)
Mudanças e desafios na utilização do RDA (Rede de BIbliotecas da UNESP)
 

Último

Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?MrciaRocha48
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 

Último (20)

Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 

RDA: um exercício prático (23 jun. 2016)

  • 1. Resource Description and Access (RDA) um exercício prático Biblioteca de Estudos e Aplicação de Metadados Fabrício Assumpção fabricioassumpcao.com | assumpcao.f@gmail.com Marília, 23 de junho de 2016
  • 4. O que catalogamos? Les Misérables Francês Português Adaptações
  • 5. Estrutura AACR2  Partes I (descrição) e II (pontos de acesso)  Capítulos  Áreas  Elementos  Regras RDA  Partes (Atributos e Relacionamentos)  Seções  Capítulos  Elementos  Regras
  • 6. Estrutura  Seção  Capítulo com instruções gerais  Capítulos com instruções específicas para cada tipo de entidade  Elemento  Escopo  Fontes de informação  Regras (casos específicos, exceções, alternativas)
  • 8. Estrutura – Hierarquia dos elementos  Indicação de edição  Designação  Indicação de responsabilidade  Indicação de publicação  Local  Nome  Data
  • 10. Fluxo de trabalho  Registro MARC 21 (ou outro padrão)  Obra, Expressão, Manifestação, Item  Manifestação e Item, Obra e Expressão
  • 11. Fluxo de trabalho Relacionamentos entre pessoas, famílias e entidades coletivas Seção 9 (29-32) Atributos da manifestação e do item Seção 1 (1-4) 1 Atributos da obra e da expressão Seção 2 (5-7) 2 Pessoas, famílias e entidades coletivas associadas ao recurso Seção 6 (18-22) 3 Atributos de pessoas, famílias e entidades coletivas Seção 3 (8-11) 4 Obras, expressões, manifestações e itens relacionados Seção 8 (24-28) 5
  • 12. Exercício Ref. Elementos Dados Titulo : subtítulo / indicação de responsabilidade 245 1 _ $a... $b... $c... Pontuação da ISBDFormato MARC 21
  • 13. Registro dos atributos de manifestação e item Seção 1
  • 14. Seção 1  1 Diretrizes gerais para o registro dos atributos de manifestações e itens  2 Identificação de manifestações e itens  3 Descrição dos suportes  4 Informações de aquisição e acesso
  • 15. 1.5 Tipo de descrição  1.5.2 Descrição abrangente (o recurso como um todo)  1.5.3 Descrição analítica (partes de um recurso)  1.5.4 Descrição hierárquica (o recurso e suas partes)
  • 16. 2 Identificação de manifestações e itens  2.0 Propósito  Os elementos deste capítulo são utilizados para identificar um recurso: a) determinar se o recurso descrito é o recurso buscado b) distinguir recursos com informações de identificação similares.
  • 17. 2.1 Bases para a identificação do recurso  Escolher a fonte de informação apropriada ao: a) tipo de descrição (abrangente, analítica) b) modo de publicação (unidade única, monografia multiparte, publicação seriada, recurso contínuo) 2.1.2.2 Escolha uma fonte de informação de identifique o recurso como um todo...
  • 18. 2.2 Fontes de informação  2.2.1 Aplique a todos os elementos do capítulo 2, a não ser que as fontes de informação para um elemento digam o contrário.  2.2.2 Fonte de informação preferida  Formatos de apresentação  2.2.2.2 Uma ou mais páginas, folhas, lâminas ou cartões  2.2.2.3 Imagens em movimento  2.2.2.4 Outros recursos
  • 19. 2.2.2 Fonte de informação preferida 2.2.2.2 Uma ou mais páginas, folhas, lâminas ou cartões “Se o recurso consiste de: uma ou mais páginas, folhas, lâminas ou cartões (e.g., um livro, um número de um periódico, um pôster, uma série de mapas, um conjunto de flashcards) ou imagens de uma ou mais páginas, folhas, lâminas ou cartões (e.g., um reprodução em microficha de uma partitura, um arquivo PDF de um texto, […] uma imagem JPEG de uma fotografia) então: use a página de rosto, a title sheet ou o title card (ou uma imagem dela) como a fonte de informação preferida.”
  • 20. 2.2.4 Outras fontes de informação  “Se a informação requerida para a identificação do recurso não consta em um fonte que é parte do recurso (veja 2.2.2.1), tome-a de uma das seguintes fontes (em ordem de preferência): a) material adicional [...] b) outras descrições publicadas do recurso c) container não publicado [issued] com o recurso [...] d) qualquer fonte de informação disponível (e.g., uma fonte de referência)  Quando as instruções especificarem a transcrição, indique que a informação advém de uma fonte externa ao recurso: através de uma nota (veja 2.17) ou através de outro meio (e.g., codificando ou utilizando colchetes).”
  • 21. 2.3 Título  2.3.1 Instruções básicas para o registro de títulos  2.3.2 Título principal  2.3.3 Título principal paralelo  2.3.4 Outras informações sobre o título  2.3.5 Outras informações paralelas sobre o título  2.3.6 Título variante  2.3.7 Título anterior  2.3.8 Título posterior  2.3.9 Título-chave  2.3.10 Título abreviado
  • 22. 2.3.1 Instruções básicas para o registro de títulos  2.3.1.1 Escopo  2.3.1.2 Fontes de informação  2.3.1.4 Registro de títulos  “Transcreva um título como ele consta na fonte de informação (veja 1.7).”  Instruções para casos específicos: 2.3.1.5-2.3.1.7.2.
  • 23. 2.3.2 Título principal*  2.3.2.2 “[...] Tome o título principal da fonte preferida de informação conforme especificado em 2.2.2-2.2.3. [...]”  2.3.2.7 Registro do título principal  “Registre o título principal aplicando as instruções básicas de 2.3.1.”
  • 24. 1.7 Transcrição  1.7.2 Uso de maiúsculas (capitalização). Apêndice A (A.4)  1.7.3 Pontuação  1.7.4 Sinais diacríticos  1.7.5 Símbolos  1.7.6 Espaçamento de iniciais e acrônimos  1.7.7 Letras ou palavras para serem lidas mais de uma vez  1.7.8 Abreviaturas. Apêndice B (B.4)  1.7.9 Incorreções
  • 25. 1.7.3 Pontuação  “Transcreva a pontuação como consta na fonte.” ...and then there were none What is it?...what is it not? I don’t do dishes! »... dass der Mensch was lernen muss.«  Acrescente pontuação, se necessário, para esclarecer.  Alternativa: “Se a transcrição da pontuação como consta na fonte dificulta significativamente a clareza, omita ou modifique a pontuação na medida do necessário.” Indique em nota, se necessário.
  • 26. 1.7.3 Pontuação. Exceções  Omita a pontuação se ela: a) separar diferentes elementos (e.g., título principal e outras informações sobre o título) Controle de autoridade: definições, processos e componentes Título principal: Controle de autoridade Outras informações sobre o título: definições, processos e componentes b) separar as ocorrências de um mesmo elemento (e.g., vários locais de publicação)
  • 27. 2.3.4 Outras informações sobre o título 2.3.4.3 Registro de outras informações sobre o título  “Registre outras informações sobre o título que constem na mesma fonte de informação que o título principal. Aplique as instruções básicas para o registro de títulos de 2.3.1.”
  • 28. 2.4 Indicação de responsabilidade  2.4.2 Indicação de responsabilidade relacionada ao título principal 2.4.3 … (paralela)  2.5.4 Indicação de responsabilidade relacionada à edição  2.5.5 … (paralela)  2.5.8 Indicação de responsabilidade relacionada a uma revisão nomeada de uma edição  2.5.9 … (paralela)  2.12.6 Indicação de responsabilidade relacionada à serie  2.12.7 … (paralela)  2.12.14 … (subsérie)  2.12.15 … (subsérie, paralela) “Uma indicação de responsabilidade é uma indicação relacionada à identificação e/ou função de quaisquer pessoas, famílias ou entidades coletivas responsáveis pela criação do conteúdo intelectual ou artístico de um recurso ou que contribuíram para a realização deste conteúdo.”
  • 29. 2.4.1 Instruções básicas  2.4.1.4 Registro de indicações de responsabilidade “Transcreva uma indicação de responsabilidade como consta na fonte de informação (veja 1.7)”.  2.4.1.5 Indicação nomeando mais de uma pessoa, etc. “Registre uma indicação de responsabilidade nomeando mais de uma pessoa, família ou entidade como uma única indicação se as pessoas, etc. desempenharem a mesma função ou funções diferentes.”
  • 30. 2.4.1.5 Indicação nomeando mais de uma pessoa, etc.  “Omissão opcional. Se uma mesma indicação de responsabilidade nomeia mais de três PFEcs desempenhando a mesma função (ou com o mesmo grau de responsabilidade), omita qualquer uma delas exceto a primeira de cada grupo de PFEcs. Indique a omissão resumindo o que foi omitido em um idioma e alfabeto preferidos pela agência que está elaborando a descrição. (…)”  “Se os membros de um grupo, conjunto, companhia, etc. estão nomeados, assim como o grupo, etc., omita os nomes dos membros da indicação de responsabilidade. Se considerados importantes para a identificação, o acesso ou a seleção, registre-os em uma nota sobre a indicação de responsabilidade (veja 2.17.3).”
  • 31. 2.4.1.6 Mais de uma indicação de responsabilidade  “Se houver mais de uma indicação de responsabilidade, registre as indicações na ordem indicada pela sequência, layout ou tipografia da fonte de informação da qual a informação de título, edição ou série foi retirada.”
  • 32. 2.4.2 Indicação de responsabilidade relacionada ao título principal*  Elemento essencial. Se houver mais de uma, apenas a primeira registrada é requerida.  2.4.2.2 Fontes de informação: a) a mesma fonte do título principal (veja 2.3.2.2) b) outra fonte dentro do próprio recurso (veja 2.2.2) c) uma das outras fontes de informação especificadas em 2.2.4.
  • 33. 2.4.2 Indicação de responsabilidade relacionada ao título principal*  2.4.2.3 “Registre as indicações de responsabilidade relacionadas ao título principal aplicando as instruções básicas de 2.4.1.”  “Se nem todas as indicações de responsabilidade que constam na(s) fonte(s) de informação serão registradas, dê preferência àquelas que identificam criadores do conteúdo intelectual ou artístico. Em caso de dúvida, registre a primeira indicação.”  “Faça um nota sobre as PFEcs não registradas na indicação de responsabilidade, se consideradas importantes para a identificação, o acesso ou a seleção (veja 2.17.3).”
  • 34. 2.5 Indicação de edição  2.5.2 Designação de edição*  2.5.3 … (paralela)  2.5.4 Indicação de responsabilidade relacionada à edição  2.5.5 … (paralela)  2.5.6 Designação de uma revisão nomeada de uma edição*  2.5.7 … (paralela)  2.5.8 Indicação de responsabilidade relacionada a uma revisão nomeada de uma edição  2.5.9 … (paralela)
  • 35. 2.5 Indicação de edição  2.5.1.4 Registro de indicações de edição “Transcreva uma indicação de edição como consta na fonte de informação (veja 1.7).” “Acréscimo opcional. Se em um recurso não constar uma indicação de edição, mas se sabe que ele contém alterações significativas em comparação com outras edições, forneça uma indicação de edição se considerada importante para a identificação ou o acesso. Indique que a informação foi retirada de uma fonte externa ao recurso (veja 2.2.4).”
  • 36. 2.5.2 Designação de edição*  2.5.2.1 “[...] Em caso de dúvida se uma indicação é uma designação de edição, considere a presença dessas palavras ou indicações como evidência de que é uma designação de edição:  a) uma palavra tal como edition, issue, release, level, state, ou update […] ou  b) um indicação de: diferença no conteúdo; diferença na cobertura geográfica; diferença no idioma; diferença no público-alvo; formato ou apresentação física; diferente data associada ao conteúdo; [...]”
  • 37. 2.5.2 Designação de edição*  2.5.2.2 Fontes de informação: a) a mesma fonte do título principal (veja 2.3.2.2) b) outra fonte dentro do próprio recurso (veja 2.2.2) c) uma das outras fontes de informação especificadas em 2.2.4.  2.5.2.3 “Registre uma designação de edição aplicando as instruções básicas de 2.5.1. [...] Se houver mais de uma designação de edição, registre-as na ordem indicada pela sequência, layout ou tipografia das indicações na fonte de informação.”
  • 38. 2.6 Numeração de publicações seriadas  2.6 Numeração de publicações seriadas
  • 39. Produção, publicação, distribuição, manufatura  2.7 Indicação de produção (recursos não publicados)  2.8 Indicação de publicação  2.9 Indicação de distribuição  2.10 Indicação de manufatura 2.x Indicação de... 2.x.1 Instruções básicas 2.x.2 Local de... 2.x.3 Local de... (paralelo) 2.x.4 Nome do... 2.x.5 Nome do... (paralelo) 2.x.6 Data de...
  • 40. 2.8 Indicação de publicação  2.8.1.4 Registro de indicações de publicação  “Transcreva nomes de locais de publicação e de publicadores como constam na fonte de informação (veja 1.7).  Registre as datas de publicação como constam na fonte de informação. Aplique as diretrizes gerais de transcrição para as palavras que não são números (veja 1.7). Aplique as diretrizes gerais para números expressos como numerais ou como palavras (veja 1.8).”
  • 41. 2.8.2 Local de publicação* * Mais de um: apenas o primeiro é requerido.  2.8.2.2 Fontes de informação: a) a mesma fonte do nome do publicador (veja 2.8.4.2) b) outra fonte dentro do próprio recurso (veja 2.2.2) c) uma das outras fontes de informação especificadas em 2.2.4.  2.8.2.3 “Registre o local de publicação aplicando as instruções básicas de 2.8.1.”
  • 42. 2.8.2 Local de publicação*  2.8.2.3. “Inclua o nome do local (cidade, município, etc.) e o nome das jurisdições maiores (estado, província, etc. e/ou país), se presente na fonte de informação.”  “Acréscimo opcional. [...] Inclua o nome da jurisdição maior (estado, província, etc. e/ou país) como parte do nome do local se considerado importante para a identificação ou o acesso. Indique que a informação foi retirada de uma externa ao recurso (veja 2.2.4).”
  • 43. 2.8.2 Local de publicação*  2.8.2.4 Mais de um local de publicação  “[...] registre os nomes dos locais na ordem indicada pela sequência, layout ou tipografia dos nomes na fonte de informação.”  “Se: houver dois ou mais publicadores  E: houver dois ou mais locais associados a um ou mais de um publicador  Então: registre os nomes dos locais associados a cada publicador na ordem indicada pela sequência, layout ou tipografia dos nomes dos locais na fonte de informação.”
  • 44. 2.8.2 Local de publicação*  2.8.2.6 Local de publicação não identificado no recurso  2.8.2.6.1 Local conhecido: [Toronto]  2.8.2.6.2 Local provável: [Munich?]  2.8.2.6.3 País, estado, província, etc. conhecido: [Canada]  2.8.2.6.4 País, estado, província, etc. provável: [Spain?]  2.8.2.6.5 “Local de publicação não identificado”
  • 45. 2.8.4 Nome do publicador* * Mais de um: apenas o primeiro é requerido.  2.8.4.2 Fontes de informação: a) a mesma fonte do título principal (veja 2.3.2.2) b) outra fonte dentro do próprio recurso (veja 2.2.2) c) uma das outras fontes de informação especificadas em 2.2.4.  2.8.4.3 “Registre o nome do publicador aplicando as instruções básicas de 2.8.1.”  2.8.4.5 Mais de um publicador: registre na ordem indicada pela sequência, layout ou tipografia.
  • 46. 2.8.6 Data de publicação*  2.8.4.2 Fontes de informação: a) a mesma fonte do título principal (veja 2.3.2.2) b) outra fonte dentro do próprio recurso (veja 2.2.2) c) uma das outras fontes de informação especificadas em 2.2.4.  2.8.6.3 “Registre a data de publicação aplicando as instruções básicas de 2.8.1.”  1.8 Números expressos com numerais ou palavras
  • 47. 2.8.6 Data de publicação*  2.8.6.6 “Se a data de publicação não está identificada em um recurso de parte única, informe a data de publicação exata ou aproximada (veja 1.9.2).”  “Se uma data de publicação para um recurso de parte única não puder ser razoavelmente determinada, registre a data de publicação não identificada. [...]” 1.9.2.1 [2003] 1.9.2.2 [2003 ou 2004] 1.9.2.3 [2003?] 1.9.2.4 [entre 1800 e 1899?] 1.9.2.5 [não antes de 2003]
  • 48. 2.11 Data de copyright  2.11.1.2 “Retire a informação de qualquer fonte.”  2.11.1.3 “Registre datas de copyright aplicando as diretrizes gerais para números expressos com numerais ou com palavras (veja 1.8).”  “Preceda a data com o símbolo de copyright (©) ou de phonogram copyright (℗). Se o símbolo apropriado não puder ser reproduzido, preceda a data com copyright ou phonogram copyright.
  • 49. 2.12 Indicação de série  2.12.1.4 Registro de indicações de série  “Transcreva os subelementos de uma indicação de série como constam na fonte de informação (veja 1.7).”  Instruções adicionais para numeração: 2.12.9 e 2.12.17
  • 50. 2.12 Indicação de série  2.12.2 Título principal da série  2.12.3 … (paralelo)  2.12.4 Outras informações sobre o título da série  2.12.5 … (paralelo)  2.12.6 Indicação de responsabilidade relacionada à série  2.12.7 … (paralelo)  2.12.8 ISSN da série  2.12.9 Numeração dentro da série  2.12.10 Título principal da subsérie  2.12.11 … (paralelo)  2.12.12 Outras informações sobre o título da subsérie  2.12.13 … (paralelo)  2.12.14 Indicação de responsabilidade relacionada ao título da subsérie  2.12.15 … (paralelo)  2.12.16 ISSN da subsérie
  • 51. 2.12.2 Título principal da série*  2.12.2.2 Fontes de informação: a) a página de rosto da série [series title page] b) outra fonte dentro do próprio recurso (veja 2.2.2) c) uma das outras fontes de informação especificadas em 2.2.4.  2.12.2.3 “Registre o título principal da série aplicando as instruções básicas para o registro de títulos dadas em 2.3.1.”
  • 52. 2.12.4 Outras informações sobre o título da série  2.12.4.2 Fonte de informação: a mesma utilizada para o título principal.  2.12.2.3 Registro de outras informações sobre o título da série “Registre outras informações sobre o título de uma série somente se consideradas necessárias para a identificação da série.” “Ao registrar outras informações sobre o título de uma série, aplique as instruções para o registro de outras informações sobre o título dadas em 2.3.4.3.”
  • 53. 2.12.8 ISSN da série  2.12.8.3 Transcreva o ISSN de uma série como consta na fonte de informação.
  • 54. 2.12.9 Numeração dentro da série*  2.12.9.2 Fontes de informação: a) a página de rosto da série [series title page] b) outra fonte dentro do próprio recurso (veja 2.2.2) c) uma das outras fontes de informação especificadas em 2.2.4.  2.12.9.2 “Registre numerais expressos como números ou como palavras aplicando as diretrizes gerais de 1.8.  Transcreva outras palavras, caracteres ou grupos de palavras e/ou caracteres como constam na fonte de informação aplicando as diretrizes gerais de 1.7.”
  • 55. 2.13 Modo de issuance [emissão, publicação]  2.13.1.2 Fontes de informação: o próprio recurso; qualquer fonte.  2.13.1.3 Registro do modo de emissão  single unit [unidade única]  multipart monograph [monografia multiparte]  serial [seriado, periódico]  integrating resource [recurso contínuo]
  • 56. 2.14 Frequência  2.14.1.1 “Frequência é o intervalo no qual os números ou partes de uma publicação seriada ou as atualizações de um recurso contínuo são emitidas.”  daily, three times a week  biweekly, weekly, semiweekly  three times a month, bimonthly, monthly, semimonthly, quarterly  three times a year, semiannual, annual, biennial, triennial  irregular
  • 57. 2.15 Identificador da manifestação*  Mais de um: dê preferencia ao internacional; identificadores adicionais são opcionais.  2.15.1.4 “Se houver um formato de apresentação específico do identificador (e.g., ISBN, ISSN, URN), registre- o utilizando este formato.”  URLs utilizados para o acesso: registre em 4.6.
  • 58. 2.16 Citação preferida  2.16 Preferred Citation
  • 59. 2.17 Nota sobre a manifestação  2.17.1.1 “[...] Para notas descrevendo suportes, veja 3.21.”  2.17.1.3 Registro de notas sobre a manifestação  “Faça um nota sobre a manifestação aplicando as diretrizes gerais de 1.10.”
  • 60. 1.10 Notas  1.10.2 Uso de maiúsculas  1.10.3 Citações  1.10.4 Referências  1.10.5 Aplicação da informação registrada em nota
  • 61. 2.17 Nota sobre a manifestação  2.17.2 Nota sobre o título  2.17.3 Nota sobre a indicação de responsabilidade  2.17.4 Nota sobre a indicação de edição  2.17.5 Nota sobre a numeração de publicações seriadas  2.17.6 Nota sobre a indicação de produção  2.17.7 Nota sobre a indicação de publicação  2.17.8 Nota sobre a indicação de distribuição  2.17.9 Nota sobre a indicação de manufatura  2.17.10 Nota sobre a data de copyright  2.17.11 Nota sobre a indicação de série  2.17.12 Nota sobre a frequência  2.17.13 Nota sobre o número ou parte utilizada como base para a identificação do recurso  2.17.14 Nota sobre o identificador da manifestação
  • 62. 2.18 História da custódia do item  2.18.1.1 “[...] é um registro da posse ou da custódia anterior de um item.”  2.18.1.3 Registro da história da custódia do item  “Registre as transferências de posse, de responsabilidade, de custódia ou de controle do recurso. Registro o nome do(s) proprietário(s) anteriores. Acrescente os anos de posse após o nome.”
  • 63. 2.19 Fonte de aquisição imediata do item  2.19.1.3 “Registre a fonte da qual o item foi adquirido, a data e o método de aquisição, se essas informações não são confidenciais.”
  • 64. 2.20 Identificador do item  2.20.1.1 “Um identificador de um item é uma cadeia de caracteres associada a um item que serve para diferenciá-lo dos demais itens.”  2.20.1.4 Registro do identificador do item  “Se houver um formato de apresentação específico para o identificador do item, registre o identificador utilizando tal formato.  Se não houver um formato de apresentação específico para o identificador, registre-o como consta na fonte. Preceda o identificador com o nome da agência, etc. responsável por atribuí- lo, se isso puder ser facilmente determinado.”
  • 65. 2.21 Nota sobre o item  2.21.1.1 Escopo  “[...] Para notas descrevendo características específicas do suporte do item, veja 3.22.”  2.21.1.3 Registro de notas sobre o item  “Faça um nota sobre o item aplicando as diretrizes gerais de 1.10.”
  • 66. 3 Descrição dos suportes  3.0 Propósito e escopo Os elementos deste capítulo são comumente utilizados para selecionar um recurso que satisfaça as necessidades do usuário em relação: “a) às características físicas do suporte b) à formatação e codificação da informação contida ou armazenada no suporte.” São utilizados também para identificar (diferenciar recursos com características similares).
  • 67. 3.1.1 Fontes de informação  “Baseie a descrição do(s) suporte(s) em evidências apresentadas pelo próprio recurso ou qualquer material ou container que o acompanhe. Se informações adicionais são consideradas importantes para a identificação ou a seleção, tome evidências adicionais de qualquer fonte.”
  • 68. 3.2 Tipo de mídia  3.2.1.1 “O Tipo de mídia é uma categorização que reflete o tipo geral de dispositivo de intermediação necessário para visualizar, ouvir, executar, etc. o conteúdo de um recurso.”  3.2.1.3 Registro do tipo de mídia “Registre o tipo de mídia utilizando um ou mais termos listados na tabela 3.1.”
  • 69. 3.2 Tipo de mídia  audio [áudio]  computer [computador]  microform [microforma]  microscopic [microscópico]  projected [projetado]  stereographic [estereográfico]  unmediated [não-midiático]  video [vídeo]  outro  não especificado
  • 70. 3.3 Tipo de suporte*  3.3.1.1 “O Tipo de suporte é uma categorização que reflete o formato do meio de armazenamento de um suporte em combinação com o tipo de dispositivo de intermediação necessário para visualizar, ouvir, executar, etc. o conteúdo de um recurso.”  3.3.1.3 Registro do tipo de suporte  “Registre o tipo de suporte utilizando um ou mais termos da seguinte lista.”
  • 71. 3.3 Tipo de suporte* Audio carriers audio belt audio cartridge audio cylinder audio disc audio roll audio wire reel audiocassette audiotape reel sound-track reel Computer carriers computer card computer chip cartridge computer disc computer disc cartridge computer tape cartridge computer tape cassette computer tape reel online resource Microform carriers aperture card microfiche microfiche cassette microfilm cartridge microfilm cassette microfilm reel microfilm roll microfilm slip microopaque Microscopic carriers microscope slide
  • 72. 3.3 Tipo de suporte* Projected image carriers film cartridge film cassette film reel film roll filmslip filmstrip filmstrip cartridge overhead transparency slide Stereographic carriers stereograph card stereograph disc Unmediated carriers card flipchart object roll sheet volume Video carriers video cartridge videocassette videodisc videotape reel outro não especificado
  • 73. 3.4 Extensão*  3.4.1.1 Escopo “Extensão é o número e o tipo de unidades e/ou subunidades que compõem um recurso.” Unidades: volumes, mapas, arquivos digitais, etc. Subunidades: páginas, folhas, frames, etc.  Duração (tempo) de um recurso: veja 7.22.
  • 74. 3.4 Extensão*  3.4.1.3 “Registre a extensão do recurso informando o número e o tipo de unidades. Para o tipo de unidade utilize um termo apropriado da lista de tipos de suportes de 3.3.1.3. Registre o termo no singular ou plural, conforme o necessário.”  “Especifique o número de subunidades, se aplicável (veja 3.4.1.7-3.4.1.9).”
  • 75. 3.4 Extensão*  3.4.2 Extensão de recursos cartográficos*  3.4.3 Extensão de partituras*  3.4.4 Extensão de imagens estáticas*  3.4.5 Extensão de texto*  3.4.6 Extensão de formas tridimensionais*
  • 76. 3.4.5 Extensão de texto*  Recurso consistindo em uma única unidade  3.4.5.2 Volume único com páginas, folhas ou colunas numeradas  Recurso consistindo em mais de uma unidade  3.4.5.16 Mais de um volume
  • 77. 3.5 Dimensões  3.5.1.4.14 Volumes  “Registre a altura do volume. Se o volume medir menos de 10 centímetros, registre a altura em milímetros e use o símbolo mm.”  Exceções  “Se a largura do volume for menor que a metade da altura ou maior que a altura, registre altura x largura.”
  • 78. 3 Descrição dos suportes  3.6 Material base  cerâmica, vidro, couro, papel, vinil, madeira, etc.  3.7 Material aplicado  tinta acrílica, guache, tinta óleo, grafite, aquarela, etc.  3.8 Mount  cerâmica, vidro, couro, papel, vinil, madeira, granito, etc.  3.9 Método de produção  impressão, litografia, estampagem, xilogravura, etc.  3.10 Geração  Relação entre original e reprodução
  • 79. 3 Descrição dos suportes  3.11 Layout  3.12 Formato do livro  3.12 Tamanho da fonte  3.14 Polaridade  3.15 Escala de redução  3.16 Características sonoras  3.17 Características de projeção de filmes  3.18 Características de vídeo
  • 80. 3.19 Características de arquivo digital  3.19.2 Tipo de arquivo  audio file, data file, image file, program file, text file, video file  3.19.3 Formato de codificação  CD audio, MP3, Excel, XML, GIF, JPEG, HTML, PDF, etc.  3.19.4 Tamanho do arquivo  3.19.5 Resolução  3.19.6 Codificação regional  3.19.7 Encoded Bitrate  3.19.8 Representação digital do conteúdo cartográfico
  • 81. 3 Descrição dos suportes  3.20 Equipamento ou sistema requerido  3.21 Nota sobre o suporte  3.21.2 Nota sobre a extensão da manifestação  3.21.3 Nota sobre as dimensões da manifestação  3.21.4 Nota sobre mudanças nas características do suporte  3.22 Nota sobre características específicas do suporte do item  3.22.2 Nota sobre a extensão do item  3.22.3 Nota sobre as dimensões do item
  • 82. 4 Aquisição e acesso  4.0 Propósito e escopo  “[…] registrar atributos de manifestações e itens que são utilizados frequentemente para auxiliar na aquisição e no acesso.”  4.1.1 Fontes de informação: qualquer fonte.
  • 83. 4.2 Condições de disponibilidade  4.2.2. Registro das condições de disponibilidade  “Registre as condições nas quais o recurso está disponível. Essas condições incluem:  o preço (registrado em numerais com símbolos padronizados), se o recurso estiver a venda Ou  uma indicação breve de outros termos, se o recurso não estiver a venda.”
  • 84. 4.3 Informação de contato  4.3.1.3 “Registre informações de contato de publicador, distribuidor, etc. se consideradas importante para aquisição ou acesso.”  4.3.1.4 “Para recursos e coleções arquivísticos, registre o nome e a localização do repositório que guarda o recurso. Registre o nome do repositório incluindo quaisquer entidades superiores. Inclua o endereço de correspondência e outras informações de contato de consideradas importantes para o acesso.”
  • 85. 4.4 Restrições de acesso  4.4.1.3 “Registre todas as restrições de acesso da forma mais específica possível. Inclua a natureza e a duração da restrição.  Se uma afirmação sobre a ausência de restrições é considerada importante para o acesso, registre que não há restrições de acesso.”
  • 86. 4.5 Restrições de uso  4.5.1.3 “Registre todas as restrições de uso da forma mais específica possível. Inclua a natureza e a duração da restrição.”
  • 87. 4.6 Uniform Resource Locator (URL)  4.6.1.3 Registre o URL  “Se houver mais de um URL, registre um ou mais de acordo com a política da agência que prepara a descrição.”
  • 88. Registro dos atributos de obra e expressão Seção 2
  • 89. 6 Identificação de obras e expressões 6.0 Propósito e escopo  “Este capítulo provê diretrizes e instruções gerais para: a) a escolha de títulos preferidos para obras (veja 6.2.2) b) o registro de títulos preferidos e variantes para obras (veja 6.2) c) o registro de outros atributos de identificação da obra ou da expressão (veja 6.3-6.13) d) a construção de pontos de acesso autorizados representando a obra ou expressão (veja 6.27.1-6.27.3) e) a construção de pontos de acesso variantes representando a obra ou expressão (veja 6.27.4)”  “O capítulo provê instruções para o registro de títulos e de outros atributos de identificação como elementos separados, como partes dos pontos de acesso ou como ambos.”
  • 90. 6 Identificação de obras e expressões Pontos de acesso representando obras e expressões:  “a) reunir todas as descrições de recursos que materializam uma obra quando várias manifestações aparecem sob diferentes títulos  b) identificar uma obra quando o título pelo qual ela é conhecida difere do título principal do recurso descrito  c) diferenciar duas ou mais obras com o mesmo título  d) organizar visualizações hierárquicas das descrições dos recursos que materializam diferentes expressões de uma obra  e) registrar um relacionamento com uma obra relacionada (veja o capítulo 25) ou uma expressão (veja o capítulo 26).”
  • 91. 6 Identificação de obras e expressões  6.1.1 Fontes de informação  Quaisquer fontes  Instruções adicionais sobre as fontes de informação para o título preferido da obra: 6.2.2.2
  • 92. 6.2 Título da obra  6.2.2 Título preferido para a obra*  6.2.3 Título variante para obra  6.2.1.3 Diretrizes gerais para o registro de títulos de obras
  • 93. 6.2.2 Título preferido para a obra* Escolha do título preferido para a obra:  6.2.2.4 Obras criadas após 1500  6.2.2.5 Obras criadas antes de 1501  6.2.2.6 Títulos no idioma original não encontrados ou não aplicáveis  6.2.2.7 Títulos encontrados em um alfabeto não preferido  6.14.2 Obras musicais  6.19.2 Obras legais  6.23.2 Obras religiosas  6.26.2 Comunicações oficiais
  • 94. 6.2.2 Título preferido para a obra* 6.2.2.4 Obras criadas após 1500  “[...] escolha como título preferido o título ou forma do título no idioma original pelo qual a obra é comumente identificada nos recursos que a materializam ou em fontes de referência.”  “Se não houver um título ou forma do título no idioma original estabelecido como aquele pelo qual a obra é comumente identificada  ou em caso de dúvida  então: escolha o título principal da edição original (veja 2.3.2) como o título preferido.”  6.2.2.8 Registro do título preferido para a obra
  • 95. 6.2.3 Título variante da obra  6.2.3.3 “Registre um título variante da obra quando ele for diferente do título registrado como título preferido.”  6.2.3.4 Forma linguística alternativa do título da obra  Traduções, transliterações, alfabetos, grafias  6.2.3.5 Outro título variante da obra
  • 96. Outros atributos de identificação de obras  6.3 Forma da obra*  Classe ou gênero da obra: Filme, Série, Programa de televisão  6.4 Data da obra*  Data mais antiga associada à obra  6.5 Local de origem da obra*  6.6 Outra característica distinta da obra*  6.7 História da obra  Exemplo: Les Misérables
  • 97. 6.8 Identificador da obra*  6.8.1.1 Escopo  “Um identificador da obra é uma cadeia de caracteres associada unicamente com a obra ou com um substituto dela (e.g., um registro de autoridade).”  6.8.1.3 Registro do identificador da obra  “[...] Preceda o identificador com o nome ou uma identificação da agência, etc. responsável pela atribuição do identificador, se isso puder ser facilmente identificado.”  “Library of Congress control number: n 79046204”
  • 98. 6.9 Tipo de conteúdo*  6.9.1.3 Registro do tipo de conteúdo  “Registre o tipo de conteúdo contido em um recurso utilizando um ou mais termos listados na tabela 6.1.”
  • 99. 6.10 Data da expressão*  6.10.1.1 Escopo  “A data da expressão é a data mais antiga associada à expressão.”
  • 100. 6.11 Idioma da expressão*  6.11.1.3 Registro do idioma da expressão  “Registre o(s) idioma(s) da expressão utilizando um termo ou termos apropriados no idioma preferido pela agência criadora dos dados. Selecione termos de uma lista padronizada de nomes de idioma, se disponível.”  6.11.1.4 Expressões envolvendo mais de um idioma  “Se uma mesma expressão de uma obra envolve mais de um idioma, registre cada idioma.”
  • 101. 6.12 Outra característica distinta da expressão*  6.12.1.1 Escopo  “[...] uma característica diferente do tipo de conteúdo, do idioma ou da data da expressão. Serve para diferenciar uma expressão de outras expressões da mesma obra.”
  • 102. 6.13 Identificador da expressão*  6.13.1.3 Registro do identificador da expressão  “[...] Preceda o identificador com o nome ou uma identificação da agência, etc. responsável pela atribuição do identificador, se isso puder ser facilmente identificado.”  “Library of Congress control number: no 96031405”
  • 103. Instruções adicionais para obras musicais  6.14.2 Preferred Title for a Musical Work*  6.14.3 Variant Title for a Musical Work  6.15 Medium of Performance*  6.16 Numeric Designation of a Musical Work*  6.17 Key*  6.18 Other Distinguishing Characteristic of the Expression of a Musical Work*
  • 104. Instruções adicionais para obras legais  6.19.2 Preferred Title for a Legal Work*  6.19.3 Variant Title for a Legal Work*  6.20 Date of a Legal Work*  6.20.2 Date of Promulgation of a Law, Etc.*  6.20.3 Date of a Treaty*  6.21 Other Distinguishing Characteristic of a Legal Work*  6.22 Participant in a Treaty
  • 105. Instruções adicionais para obras e expressões religiosas  6.23.2 Preferred Title for a Religious Work*  6.23.3 Variant Title for a Religious Work  6.24 Date of Expression of a Religious Work*  6.25 Other Distinguishing Characteristic of the Expression of a Religious Work*
  • 106. Instruções adicionais para comunicações oficiais  6.26.2 Preferred Title for an Official Communication*  6.26.3 Variant Title for an Official Communication
  • 107. 7 Descrição do conteúdo Atributos da obra  7.2 Natureza do conteúdo  “[…] característica específica do conteúdo principal de um recurso (e.g., artigos legais, relatório preliminar)  7.3 Cobertura do conteúdo  7.4 Coordenadas do conteúdo cartográfico  7.5 Equinócio  7.6 Época  7.7 Público alvo  7.8 Sistema de organização
  • 108. 7.9 Informações de dissertações e teses  7.9.2 Grau acadêmico  7.9.3 Instituição ou faculdade concessora  7.9.4 Ano de obtenção do grau
  • 109. 7 Descrição do conteúdo Atributos da expressão  7.10 Sumarização do conteúdo  7.11 Local e data de captura  7.12 Idioma do conteúdo  Detalhes sobre legendas, comentários, etc.  7.13 Forma de notação  Alfabeto, notação táctil, musical ou de movimento
  • 110. 7 Descrição do conteúdo Atributos da expressão  7.14 Acessibilidade do conteúdo  7.15 Conteúdo ilustrativo  ilustrações, mapas, gráficos, 15 fotografias, etc.  7.16 Conteúdo suplementar  índice, apêndice, bibliografia, etc.  7.17 Cor do conteúdo  monocromático, policromático, preto e branco, “azul, vermelho e branco”, “ilustrações (algumas coloridas)”, etc.
  • 111. 7 Descrição do conteúdo Atributos da expressão  7.18 Conteúdo sonoro  7.19 Formato de imagem  7.20 Formato da notação musical  7.21 Meio de performance do conteúdo musical  7.22 Duração
  • 112. 7 Descrição do conteúdo Atributos da expressão  7.25 Escala*  7.26 Projeção do conteúdo cartográfico  7.27 Outros detalhes do conteúdo cartográfico  7.28 Prêmio  7.29 Nota sobre a expressão
  • 113. Pessoas, famílias e entidades coletivas associadas ao recurso Seção 6
  • 114. Seção 6  18 Diretrizes gerais para o registro dos relacionamentos entre pessoas, famílias e entidades coletivas associadas ao recurso  19 Pessoas, famílias e entidades coletivas associadas a uma obra  20 Pessoas, famílias e entidades coletivas associadas a uma expressão  21 Pessoas, famílias e entidades coletivas associadas a uma manifestação  22 Pessoas, famílias e entidades coletivas associadas a um item
  • 115. 18 Diretrizes gerais...  18.4.1 “Registre o relacionamento entre o recurso e uma pessoa, família ou entidade coletiva a ele relacionada utilizando uma dessas técnicas seguintes ou ambas: a) identificador (veja 18.4.1.1) e/ou b) ponto de acesso autorizado (veja 18.4.1.2)  Registre um designador de relacionamento para especificar a função desempenhada pela pessoa, família ou entidade coletiva em relação ao recurso (veja 18.5).”  Apêndice I
  • 116. 19 PFEcs associadas a uma obra  19.1.1 Fontes de informação  “Tome informações sobre PFEcs associadas a uma obra das indicações que constam nas fontes de informação preferidas (veja 2.2.2) nos recursos que materializam a obra.  Se essas indicações são ambíguas ou insuficientes, utilize as seguintes fontes de informação, em ordem de preferência:  a) outras indicações que aparecem em destaque nos recursos  b) informação que aparecem somente no conteúdo dos recursos (e.g., o texto de um livro, o conteúdo sonoro de uma gravação de áudio)  c) outras fontes.”
  • 117. 19.2 Criador*  * “Se houver mais de um criador responsável pela obra, somente o criador com responsabilidade principal nomeado primeiro nos recursos que materializam a obra ou em fontes de referência é requerido.  Se a responsabilidade principal não estiver indicada, somente o primeiro criador mencionado é requerido.”  19.2.1 Instruções básicas para o registro de criadores
  • 118. 19.3 Outra PFEc associada à obra*  19.3.1.1 Escopo  “[...] Outras pessoas, famílias e entidades coletivas associadas à obra incluem:  Pessoas, etc. as quais uma correspondência é endereçada  Pessoas, etc. homenageadas em uma coletânea de homenagem  Diretores, cinematographers [diretores de fotografia], etc.  Entidades financiadores  Companhias produtoras, etc.  Instituições, etc. que sediam uma exposição ou evento, etc.  19.3.1.3 “Registre outras PFEcs associadas à obra se consideradas importantes para o acesso. Aplique as diretrizes gerais de 18.4.”
  • 119. 20 PFEcs associadas a uma expressão  20.1.1 Fontes de informação: as mesmas do capítulo 19.  20.2 Contribuidor  Inclui tradutores, editores, atores, músicos, etc.  20.2.1.3 Registro dos contribuidores
  • 120. Registro dos atributos de pessoas, famílias e entidades coletivas Seção 3
  • 121. Seção 3  8 Diretrizes gerais para o registro dos atributo de pessoas, famílias e entidades coletivas  9 Identificação de pessoas  10 Identificação de famílias  11 Identificação de entidades coletivas
  • 122. 9 Identificação de pessoas 9.19.1 Ponto de acesso autorizado representando uma pessoa 9.2.2 Nome preferido para a pessoa + 9.19.1.2–9.19.1.8 Acréscimos Carlos, Prince of Asturias Clement I, Pope More, Thomas, Saint Luke, Saint (Spirit) Smith, John, 1978– Smith, John, 1832–1911 Allen, Richard (Richard H.) Allen, Richard (Richard Ian Gordon)
  • 123. Pontos de acesso representando obras e expressões  6.27 Construção de pontos de acesso representando obras e expressões  6.27.1 Ponto de acesso autorizado representando uma obra  6.27.2 Ponto de acesso autorizado representando uma parte ou partes de uma obra  6.27.3 Ponto de acesso autorizado representando uma expressão  6.27.4 Ponto de acesso variante representando uma obra ou expressão
  • 124. 6.27.1 Ponto de acesso autorizado representando uma obra  6.27.1.2 Obras criadas por uma pessoa, família ou entidade coletiva  Ponto de acesso autorizado representando a pessoa, família ou entidade coletiva + Título preferido para a obra  Cassatt, Mary, 1844–1926. Children playing on the beach  Axel-Lute, Paul. Same-sex marriage  Coldplay (Musical group). Parachutes
  • 125. 6.27.1 Ponto de acesso autorizado representando uma obra  6.27.1.3 Obras colaborativas  Ponto de acesso autorizado representando a PFEc com responsabilidade principal (e/ou mencionada primeiro) + Título preferido para a obra  Alternativa:  Pontos de acesso autorizados de todos os criadores + Título preferido para a obra  Exceção para filmes, vídeos, videogames, etc.:  Título preferido para a obra
  • 126. 6.27.1 Ponto de acesso autorizado representando uma obra  6.27.1.4 Compilações de obras de diferentes PFEcs  Título preferido para a obra  6.27.1.5 Adaptações e revisões  Acréscimos ao ponto de acesso autorizado:  Forma, data, local de origem e/ou outra característica distinta da obra Ocean’s eleven (Motion picture : 1960) Ocean’s eleven (Motion picture : 2001)
  • 127. 6.27.3 Ponto de acesso autorizado representando uma expressão  Ponto de acesso autorizado representando a obra + Tipo de conteúdo, Data, Idioma e/ou outro característica distinta da expressão  Hugo, Victor, 1802-1885. Notre-Dame de Paris. Francês  Hugo, Victor, 1802-1885. Notre-Dame de Paris. Português
  • 128. 6.27.4 Ponto de acesso variante representando uma obra ou expressão  “Remissivas ver”: Pontos de acesso criados com base nos títulos variantes.  Dickens, Charles, 1812–1870. The posthumous papers of the Pickwick Club Ponto de acesso autorizado para a obra: Dickens, Charles, 1812–1870. The Pickwick papers  Solzheni͡tsyn, Aleksandr Isaevich, 1918–2008. Один день Ивана Денисовича Ponto de acesso autorizado para a obra: Solzhen͡itsyn, Aleksandr Isaevich, 1918–2008. Odin denʹ Ivana Denisovicha
  • 129. Obras, expressões, manifestações e itens relacionados Seção 8
  • 130. Seção 8  24.4 Registro dos relacionamentos entre obras, expressões, manifestações e itens “a) identificador da obra, expressão, manifestação ou item relacionado (veja 24.4.1) b) ponto de acesso autorizado representando a obra ou expressão (veja 24.4.2) e/ou c) descrição da obra, expressão, manifestação ou item relacionado (veja 24.4.3)”  24.5 Designador de relacionamento: Apêndice J
  • 131. 25.1 Obra relacionada  Parody of: Tolkien, J. R. R. (John Ronald Reuel), 1892–1973. The lord of the rings  Recurso descrito: Bored of the rings : a parody of J.R.R. Tolkien’s The lord of the rings / by Henry N. Beard and Douglas C. Kenney of The Harvard lampoon  25.1.1.3 Registro dos relacionamentos para obras relacionadas
  • 133. Formatos MARC 21  http://access.rdatoolkit.org  Aba “Tools”, opção “RDA Mappings”  RDA to MARC Bibliographic Mapping  MARC Bibliographic to RDA Mapping  RDA to MARC Authority Mapping  MARC Authority to RDA Mapping
  • 134. RDA in Many Metadata Formats (RIMMF)  Download e instalação:  http://www.marcofquality.com/wiki/rimmf3/doku.php? id=download&nocache  Resolvendo a mensagem de erro (no Windows 8):  http://www.marcofquality.com/wiki/rimmf3/doku.php? id=download&nocache#installation_notes
  • 135. Referências  RDA Toolkit. [S.n.: s.l], 2016. Disponível em: <http://access.rdatoolkit.org/>. Acesso em: 24 maio 2016.
  • 136. Obrigado! ;) Biblioteca de Estudos e Aplicação de Metadados Fabrício Assumpção fabricioassumpcao.com | assumpcao.f@gmail.com Marília, 23 de junho de 2016