Trabalho De Portugues

50.505 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
50.505
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
50
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
37
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho De Portugues

  1. 1. Trabalho de Português <ul><li>Escola Municipal Alcides Carvalho Professora:Márcia Valéria Série:7ºB Nome:Kelly Morgane </li></ul>
  2. 2. Crônica de uma morte anunciada Gabriel García Márquez
  3. 3. Informações sobre o autor <ul><li>Gabriel García Márquez o mestre do realismo fantástico latino-americano,nasceu em1928, em Arataca, Colômbia.Iniciou sua carreira no jornalismo em Cartagena,Barranquilla,e em Bogotá. Sua vasta obra abrange contos,romances e relatos autobiográficos.entre seus títulos mais conhecido destacam-se Ninguém escreve ao coronel,A incrível e triste história da Cândida Eréndira e sua avó desalmada, o amor nos tempos do cólera e cem anos de solidão.Em 1928,Gabriel García Márquez foi laureado com o prêmio Nobel de literatura. </li></ul>
  4. 4. Resumo da obra <ul><li>No início do livro, Garcia Marquez revela-nos logo o seu final. No tentanto, este facto é esquecido durante a leitura dos primeiros parágrafos, e deixa ainda de ter importância pois a trama é mais cativante do que o final já conhecido. Depois de tudo, a morte é uma parte necessária da vida, mas como chegamos a ela? é justa a morte? chegar-nos -à quando o destino a manda? haverá alguma mão invisivel que pode mudar este desígnio? ou é essa a mão que escreve o desígnio? De alguma forma, com o passar dos capítulos, sente-se a morte do protagonista como algo inevitável, mas chega-se ao final com um sabor de impotência e de esperança frustrada, quase dando lugar à censura ao escritor por não salvar o protagonista com uma astúcia estilística. De que serve o realismo mágico se não pode cprrigir o corrompido. Espera-se até ao final ver esse instante de piedade do autor que evitaria uma morte tão anunciada como no título do livro que é tão inútil e injusta. O livro deixa um sentimento de vergonha. São, seremos, os seres humanos tão irreflexivos e tão escravos da sociedade em que vivemos? É desejável uma mudança na mentalidade humana que aponte a verdadeiros valores baseados em sentimentos genuínos, em vez de preconceitos vazios e restrições sociais aceitáveis, como as que Garcia Marquez magistralmente mostra nestas horas antes de uma morte anunciada. </li></ul>
  5. 5. Apresetação do livro
  6. 6. Estrutura do livro <ul><li>O livro é narrado em 3ª pessoa e é composto de dez capítulos . </li></ul>
  7. 7. Apresentação dos Personagens <ul><li>Santiago Nasar ,era um sonhador tinha uma reputação muito bem merecida de intérprete certeira dos sonhos alheios ,desde que fossem contados em jejum , mais não percebera qualquer augúrio aziado nesses dois sonhos do filho , nem nos outros sonhos com árvore que ele lhe contara nas manhãs que precederam sua morte... </li></ul>

×