Criando um Google App Engine Cloud 
Endpoint RESTful 
Autores: 
Fábio Rosato ­fabio. 
rosato@sensedia.com ­@ 
frosato 
Jos...
Criando um projeto Google App Engine 
Clique em File => New => Other… para criar um projeto do tipo Web Application Projec...
Dê um nome para o projeto no campo “Project Name” e inclua o nome base do pacote dos 
códigos­fontes 
no campo “Package”. ...
Abaixo a estrutura do projeto ComidaBoteco criada: 
Agora vamos criar as entidades que serão os recursos da nossa API. Vam...
Abaixo os atributos e utilizados no recurso Restaurantes.
Abaixo os atributos do recurso Pratos. 
Isto é tudo que precisamos para persistir no lado do servidor os objetos Restaunte...
… e depois para a entidade Pratos.
O plugin criou três arquivos. Um para o lado da persistência dos dados (EMF.java), outro que 
expõe as operações CRUD da c...
Esta é a lista de todas REST APIsThis espostas pelo noso servidor. Existem duas APIs, a 
RestaurantesEndpoint e a PratosEn...
...e 
http://localhost:8888/_ah/api/discovery/v1/apis/pratosendpoint/v1/rest 
Nós podemos testar as APIs utilizando o Post...
Se você tentar fazer deploy irá receber o seguinte erro:
O erro ocorre, pois precisamos criar um aplicação no Google App Engine para termos um 
Application ID. Para criar a aplica...
Voltando no Eclipse, clique em “App Engine Project Settings…” e preencha o campo 
“Application ID” com o valor que você ut...
A aplicação será compilada, otimizada, entregue e inicializada no Google App Engine. 
As URLs dos recursos na cloud ficam:...
Pratos 
● obter um restaurante => GET: /pratos/{nome} 
● inserir um prato => POST: /pratos/ 
● lista de pratos => GET: /pr...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

APIs gerenciadas de ponta a ponta - construção

281 visualizações

Publicada em

Guia com passo a passo para criar um Google App Engine Cloud Endpoint RESTful.

Publicada em: Software
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
281
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

APIs gerenciadas de ponta a ponta - construção

  1. 1. Criando um Google App Engine Cloud Endpoint RESTful Autores: Fábio Rosato ­fabio. rosato@sensedia.com ­@ frosato José Vahl ­jose. vahl@sensedia.com ­@ josevahl Documentação disponível em: http://goo.gl/vZEo6v Premissas As ferramentas utilizadas no cursos são as seguintes, com os respectivos links para download: ● Java 7+ ○ http://www.oracle.com/technetwork/java/javase/downloads/index.html ● Eclipse IDE for Java EE Developers ○ https://www.eclipse.org/downloads/ ● Google Plugin for Eclipse ○ https://developers.google.com/eclipse/ ● Postman ou SoapUI ○ http://www.getpostman.com/ ○ http://www.soapui.org/ Além disso é imprescíndivel ter uma conta Google para a realização do deploy da aplicação ou endpoint no Google App Engine. A conta deve estar configuração no no Google Eclipse Plugin.
  2. 2. Criando um projeto Google App Engine Clique em File => New => Other… para criar um projeto do tipo Web Application Project. Selecione no Wizard o tipo de projeto Google Web Application Project.
  3. 3. Dê um nome para o projeto no campo “Project Name” e inclua o nome base do pacote dos códigos­fontes no campo “Package”. Depois clique em “Finish”.
  4. 4. Abaixo a estrutura do projeto ComidaBoteco criada: Agora vamos criar as entidades que serão os recursos da nossa API. Vamos utilizar uma classe de entidade para Restaurantes e outra para Pratos.
  5. 5. Abaixo os atributos e utilizados no recurso Restaurantes.
  6. 6. Abaixo os atributos do recurso Pratos. Isto é tudo que precisamos para persistir no lado do servidor os objetos Restauntes e Pratos. Agora vamos utilizar um gerador de código que vem com o Google Eclipse Plugin para criar um appengine cloud endpoint. Clique com o botão direto sobre a classe e selecione "Create Cloud Endpoint Class" (tal como na imagem abaixo). Vamos fazer isso para a entidade Restaurantes...
  7. 7. … e depois para a entidade Pratos.
  8. 8. O plugin criou três arquivos. Um para o lado da persistência dos dados (EMF.java), outro que expõe as operações CRUD da classe Restaurantes (RestaurantesEndpoint.java) e outro para Pratos (RestaurantesEndpoint.java). Isto é tudo pessoal! Vamos iniciar a e acessar localmente a API. Execução local da API Execute o projeto como “Web Application” e será iniciado um servidor AppEngine local. Pronto sua API já está disponível localmente. Acessando a API Existem um número de APIs expostas pelo appengine, e elas estão rodando sobre a URL _ah/api. Vamos acessar o Discovery API, acessível via: http://localhost:8888/_ah/api/discovery/v1/apis
  9. 9. Esta é a lista de todas REST APIsThis espostas pelo noso servidor. Existem duas APIs, a RestaurantesEndpoint e a PratosEndpoint. Nós podemos navegar nelas nos links abaixo: http://localhost:8888/_ah/api/discovery/v1/apis/restaurantesendpoint/v1/rest (referenciado pelo campo "discoveryLink". Que retorna um host de informações sobre o endpoint da API de Restaurantes...
  10. 10. ...e http://localhost:8888/_ah/api/discovery/v1/apis/pratosendpoint/v1/rest Nós podemos testar as APIs utilizando o Postman ou SoapUI. Deploy da API Agora vamos realizar o deploy da aplicação na cloud do Google. Com o projeto selecionado clique no ícone do Google, conforme a imagem abaixo e selelecione a opção “Deploy to App Engine…”
  11. 11. Se você tentar fazer deploy irá receber o seguinte erro:
  12. 12. O erro ocorre, pois precisamos criar um aplicação no Google App Engine para termos um Application ID. Para criar a aplicação acesse o link: https://appengine.google.com/ e crie uma aplicação com o mesmo Application ID definido nas configurações da aplicação, clicando no botão “Create Application”. Preencha os campos “Application Identifier” e “Application Title”. O Application Identifier é que iremos utilizar no Google Eclipse Plugin para referenciar a aplicação na cloud e realizarmos o deploy. Se tudo correu bem você receberá a seguinte mensagem:
  13. 13. Voltando no Eclipse, clique em “App Engine Project Settings…” e preencha o campo “Application ID” com o valor que você utilizou para o popular o campo “Application Identifier”. Agora está tudo ok para a realização do deploy.
  14. 14. A aplicação será compilada, otimizada, entregue e inicializada no Google App Engine. As URLs dos recursos na cloud ficam: ● https://1­dot­comida­boteco. appspot.com/_ah/api/restaurantesendpoint/v1/restaurantes ● https://1­dot­comida­boteco. appspot.com/_ah/api/pratosendpoint/v1/pratos A lista completa de operações são: Restaurantes ● obter um restaurante => GET: /restaurantes/{nome} ● inserir um restaurante => POST: /restaurantes/ ● lista de restaurantes => GET: /restaurantes/ ● excluir um restaurante => DELETE: /restaurantes/{nome} ● atualizar um restaurante => PUT: /restaurantes/{nome}
  15. 15. Pratos ● obter um restaurante => GET: /pratos/{nome} ● inserir um prato => POST: /pratos/ ● lista de pratos => GET: /pratos/ ● excluir um prato => DELETE: /pratos/{nome} ● atualizar um prato => PUT: /pratos/{nome} Você pode utilizar e testar os endpoints com a linha de comando CURL ou Postman ou o SOAPUI.

×