SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
VINAGRE CONTRA DENGUE
Desde 2003, o engenheiro agrônomo Reinado José Rodella coordenou, em Piracicaba,  uma série de pesquisas  usando o vinagre  diluído na água contaminada com larvas do mosquito  Aedes aegypti,  transmissor da Dengue. Confirmou-se, nos laboratórios, que o ácido acético  presente no vinagre  eliminou todas as larvas  das amostras analisadas.
De imediato, o coordenador do Projeto de Combate à dengue  de Piracicaba, Valdemar Correr, pediu aos agentes  que estivessem percorrendo os bairros em campanha  orientassem os moradores a colocar uma simples  colher de vinagre nos recipientes com água parada.   Agente de Saúde "Durante todo o ano passado,  foram registrados na cidade  apenas seis casos da doença,  todos eles importados, ou seja, originários de outros municípios".
A descoberta do engenheiro Rodella promete revolucionar  o combate a uma doença que, sempre nos períodos de chuva, torna-se um risco de epidemia em todo o Brasil. Só o Estado do Rio de Janeiro, investiu nos últimos  cinco anos R$ 10 milhões nas campanhas públicas  para eliminar os criadouros do mosquito,  inclusive com a importação de um biolarvicida cubano.
As atuais estatísticas estão bem longe dos números assustadores de 2002, quando o Brasil registrou 800 mil casos da doença. Mas o risco de epidemia continua. No Estado de São Paulo, segundo o Ministério da Saúde, existe hoje a notificação de 14 casos para cada grupo  de 100 mil habitantes.  Na região de São José do Rio Preto, a mais crítica,  há municípios com índices equivalentes a 200 casos por 100 mil habitantes. Gasta-se muito com equipamentos e mão-de-obra usados nos "fumacês" que dizimam as larvas.
"Bastaria que todos os brasileiros fossem orientados a usar o vinagre, um produto comum e sem qualquer contra-indicação",  afirma Rodella. Porém não há interesse dos governantes municipais em divulgar que um simples vinagre resolve este “problemão”, pois a Dengue gera uma “FORTUNA” aos municípios, e como se sabe muitos estão aproveitando disto!!!! Nos testes feitos no Centro de Controle de Zoonoses,  na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), na Carnevalli Biotecnologia e na Escola de Engenharia  de Piracicaba foi constatado que basta a adição de  5% de vinagre no recipiente com água   para que as larvas sejam eliminadas.
FIQUE ATENTO A dengue é uma doença febril aguda  causada por um  vírus  da família Flaviviridae  de evolução benigna, na maioria dos casos. Existem duas formas de dengue: a clássica e a hemorrágica. Vírus Da Dengue
Sintomas A  dengue clássica  apresenta-se, geralmente, com febre,  dor de cabeça, no corpo, nas articulações e por trás dos olhos, podendo afetar crianças e adultos. A  dengue hemorrágica  é a forma mais severa da doença, pois, além dos sintomas citados, é possível ocorrer sangramento, e, ocasionalmente, falência múltipla  dos órgãos e a morte.
Hospedeiro  O principal vetor é o mosquito Aedes aegypti,  que se desenvolve em áreas tropicais e subtropicais. Fêmea Macho
Tratamento O tratamento é apenas sintomático.  Tomar muito líquido, para evitar desidratação, e utilizar antipiréticos e analgésicos, para aliviar os sintomas.  São as medidas de rotina.  Por interferir com a coagulação,  medicamentos que contenham ácido acetilsalicílico  são contra-indicados.
Reportagem:  Rogério Verzignasse, Correio Popular, em 15/03/06. http://www.paulinianews.com.br/links/noticia400400 Veja mais em: http://www.aprendebrasil.com.br/reportagens/dengue/erradicar.asp http://www.saudeanimal.com.br/dengue1.htm Revisão de Texto e Formatação: JaneGuerr@

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (19)

Pesquisa Sobre Dengue
Pesquisa Sobre DenguePesquisa Sobre Dengue
Pesquisa Sobre Dengue
 
Doenças transmitidas pela água
Doenças transmitidas pela águaDoenças transmitidas pela água
Doenças transmitidas pela água
 
Doenças Transmissíveis por Água
Doenças Transmissíveis por ÁguaDoenças Transmissíveis por Água
Doenças Transmissíveis por Água
 
Jornal mural aedes aegypti
Jornal mural aedes aegyptiJornal mural aedes aegypti
Jornal mural aedes aegypti
 
Dengue(1)
Dengue(1)Dengue(1)
Dengue(1)
 
Febre tifoide
Febre tifoideFebre tifoide
Febre tifoide
 
Dengue
DengueDengue
Dengue
 
mosquito da Dengue
mosquito da Denguemosquito da Dengue
mosquito da Dengue
 
Legionella
LegionellaLegionella
Legionella
 
Dengue Vitoria Edyane, Rebeca
Dengue Vitoria Edyane, RebecaDengue Vitoria Edyane, Rebeca
Dengue Vitoria Edyane, Rebeca
 
Palestra de Dengue
Palestra de DenguePalestra de Dengue
Palestra de Dengue
 
Dengue p alestra
Dengue p alestraDengue p alestra
Dengue p alestra
 
Dengue
Dengue Dengue
Dengue
 
Leptospirose
LeptospiroseLeptospirose
Leptospirose
 
Cuidados mosquito sindiconet
Cuidados mosquito sindiconetCuidados mosquito sindiconet
Cuidados mosquito sindiconet
 
Slides sobre dengue para eproinfo atual
Slides sobre dengue para eproinfo atualSlides sobre dengue para eproinfo atual
Slides sobre dengue para eproinfo atual
 
Doenças Hidoveiculadas Dra. Clea
Doenças Hidoveiculadas Dra. CleaDoenças Hidoveiculadas Dra. Clea
Doenças Hidoveiculadas Dra. Clea
 
Doenças causadas por água contaminada
Doenças causadas por água contaminadaDoenças causadas por água contaminada
Doenças causadas por água contaminada
 
Dengue
DengueDengue
Dengue
 

Semelhante a Prevenção contra a Dengue

TCF sobre Doenças causadas pelo aedes aegpyti
TCF sobre Doenças causadas pelo aedes aegpytiTCF sobre Doenças causadas pelo aedes aegpyti
TCF sobre Doenças causadas pelo aedes aegpytiMarcia Oliveira
 
Doenças tropicais
Doenças tropicaisDoenças tropicais
Doenças tropicaisURCA
 
Programas estrategicos dengue oficial
Programas estrategicos dengue oficialProgramas estrategicos dengue oficial
Programas estrategicos dengue oficialDaniela Batista
 
Slaide sobre dengue e saneamento básico
Slaide sobre dengue  e saneamento básicoSlaide sobre dengue  e saneamento básico
Slaide sobre dengue e saneamento básicoJully Santos
 
Slaide sobre dengue e saneamento básico
Slaide sobre dengue  e saneamento básicoSlaide sobre dengue  e saneamento básico
Slaide sobre dengue e saneamento básicoJully Santos
 
Abordagem Epidemiológica da Dengue Professora Goretti Morais
Abordagem Epidemiológica da Dengue Professora Goretti MoraisAbordagem Epidemiológica da Dengue Professora Goretti Morais
Abordagem Epidemiológica da Dengue Professora Goretti MoraisProfessor Robson
 
Site da dengue_www_dengue_org_br
Site da dengue_www_dengue_org_brSite da dengue_www_dengue_org_br
Site da dengue_www_dengue_org_brRicardo Valério
 
Conscientização sobre a dengue
Conscientização sobre a dengueConscientização sobre a dengue
Conscientização sobre a dengueEni Bertolini
 
Dengue 2008
Dengue 2008Dengue 2008
Dengue 2008J. C.
 
Dengue 2008
Dengue 2008Dengue 2008
Dengue 2008J. C.
 
A DENGUE EM SOBRAL (CE): ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA DO PERÍODO DE 2008 A 2011
A DENGUE EM SOBRAL (CE): ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA DO PERÍODO DE 2008 A 2011A DENGUE EM SOBRAL (CE): ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA DO PERÍODO DE 2008 A 2011
A DENGUE EM SOBRAL (CE): ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA DO PERÍODO DE 2008 A 2011Débora Freire
 
TEMA: "NOVOS DESAFIOS DE SAÚDE PÚBLICA: CONTROLO AMBIENTAL E DE VECTORES"
TEMA: "NOVOS DESAFIOS DE SAÚDE PÚBLICA: CONTROLO AMBIENTAL E DE VECTORES"TEMA: "NOVOS DESAFIOS DE SAÚDE PÚBLICA: CONTROLO AMBIENTAL E DE VECTORES"
TEMA: "NOVOS DESAFIOS DE SAÚDE PÚBLICA: CONTROLO AMBIENTAL E DE VECTORES"Francisco Fernandes
 
Proposta de boletim informativo primeiro exemplar
Proposta de boletim informativo   primeiro exemplarProposta de boletim informativo   primeiro exemplar
Proposta de boletim informativo primeiro exemplarAilton José da Silva
 
Slides sobre dengue para eproinfo
Slides sobre dengue para eproinfoSlides sobre dengue para eproinfo
Slides sobre dengue para eproinfomarildacabral
 

Semelhante a Prevenção contra a Dengue (20)

TCF sobre Doenças causadas pelo aedes aegpyti
TCF sobre Doenças causadas pelo aedes aegpytiTCF sobre Doenças causadas pelo aedes aegpyti
TCF sobre Doenças causadas pelo aedes aegpyti
 
Doenças tropicais
Doenças tropicaisDoenças tropicais
Doenças tropicais
 
Programas estrategicos dengue oficial
Programas estrategicos dengue oficialProgramas estrategicos dengue oficial
Programas estrategicos dengue oficial
 
Dengue ok
Dengue okDengue ok
Dengue ok
 
Arboviroses
ArbovirosesArboviroses
Arboviroses
 
Slaide sobre dengue e saneamento básico
Slaide sobre dengue  e saneamento básicoSlaide sobre dengue  e saneamento básico
Slaide sobre dengue e saneamento básico
 
Slaide sobre dengue e saneamento básico
Slaide sobre dengue  e saneamento básicoSlaide sobre dengue  e saneamento básico
Slaide sobre dengue e saneamento básico
 
Abordagem Epidemiológica da Dengue Professora Goretti Morais
Abordagem Epidemiológica da Dengue Professora Goretti MoraisAbordagem Epidemiológica da Dengue Professora Goretti Morais
Abordagem Epidemiológica da Dengue Professora Goretti Morais
 
Site da dengue_www_dengue_org_br
Site da dengue_www_dengue_org_brSite da dengue_www_dengue_org_br
Site da dengue_www_dengue_org_br
 
Conscientização sobre a dengue
Conscientização sobre a dengueConscientização sobre a dengue
Conscientização sobre a dengue
 
Dengue 2008
Dengue 2008Dengue 2008
Dengue 2008
 
Dengue 2008
Dengue 2008Dengue 2008
Dengue 2008
 
A DENGUE EM SOBRAL (CE): ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA DO PERÍODO DE 2008 A 2011
A DENGUE EM SOBRAL (CE): ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA DO PERÍODO DE 2008 A 2011A DENGUE EM SOBRAL (CE): ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA DO PERÍODO DE 2008 A 2011
A DENGUE EM SOBRAL (CE): ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA DO PERÍODO DE 2008 A 2011
 
TEMA: "NOVOS DESAFIOS DE SAÚDE PÚBLICA: CONTROLO AMBIENTAL E DE VECTORES"
TEMA: "NOVOS DESAFIOS DE SAÚDE PÚBLICA: CONTROLO AMBIENTAL E DE VECTORES"TEMA: "NOVOS DESAFIOS DE SAÚDE PÚBLICA: CONTROLO AMBIENTAL E DE VECTORES"
TEMA: "NOVOS DESAFIOS DE SAÚDE PÚBLICA: CONTROLO AMBIENTAL E DE VECTORES"
 
Doenças Negligenciadas
Doenças NegligenciadasDoenças Negligenciadas
Doenças Negligenciadas
 
Dengue 8ª b
Dengue  8ª bDengue  8ª b
Dengue 8ª b
 
Proposta de boletim informativo primeiro exemplar
Proposta de boletim informativo   primeiro exemplarProposta de boletim informativo   primeiro exemplar
Proposta de boletim informativo primeiro exemplar
 
Mpdf
MpdfMpdf
Mpdf
 
dengue
denguedengue
dengue
 
Slides sobre dengue para eproinfo
Slides sobre dengue para eproinfoSlides sobre dengue para eproinfo
Slides sobre dengue para eproinfo
 

Mais de Francisco Coelho (20)

Cafe e dengue
Cafe e dengueCafe e dengue
Cafe e dengue
 
Cafe e dengue
Cafe e dengueCafe e dengue
Cafe e dengue
 
Dia 5 de maio dia do meio ambiente!!!
Dia 5 de maio dia do meio ambiente!!!Dia 5 de maio dia do meio ambiente!!!
Dia 5 de maio dia do meio ambiente!!!
 
Falando De Agua
Falando De AguaFalando De Agua
Falando De Agua
 
Falando De Agua
Falando De AguaFalando De Agua
Falando De Agua
 
Adivinhe
AdivinheAdivinhe
Adivinhe
 
Green Posters
Green PostersGreen Posters
Green Posters
 
Sete FenôMenos Da Natureza
Sete FenôMenos Da NaturezaSete FenôMenos Da Natureza
Sete FenôMenos Da Natureza
 
Fotos incriveis
Fotos incriveisFotos incriveis
Fotos incriveis
 
Victor Hugo
Victor HugoVictor Hugo
Victor Hugo
 
Supermercado Verde
Supermercado VerdeSupermercado Verde
Supermercado Verde
 
Como Remover Um Barco
Como Remover Um BarcoComo Remover Um Barco
Como Remover Um Barco
 
Pin ups
Pin upsPin ups
Pin ups
 
Apenas 3 Homens Andaram Sobre As áGuas Em
Apenas 3 Homens Andaram Sobre As áGuas EmApenas 3 Homens Andaram Sobre As áGuas Em
Apenas 3 Homens Andaram Sobre As áGuas Em
 
Pamukkale
PamukkalePamukkale
Pamukkale
 
Aviso Importante
Aviso ImportanteAviso Importante
Aviso Importante
 
Fotos Y Fotografos
Fotos Y Fotografos Fotos Y Fotografos
Fotos Y Fotografos
 
Nossos Carros Antigos Saudade
Nossos Carros Antigos SaudadeNossos Carros Antigos Saudade
Nossos Carros Antigos Saudade
 
Asmelhoresimagens
AsmelhoresimagensAsmelhoresimagens
Asmelhoresimagens
 
Fotos aereas
Fotos aereasFotos aereas
Fotos aereas
 

Último

EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAMarcio Venturelli
 
Apostila e caderno de exercicios de WORD
Apostila e caderno de exercicios de  WORDApostila e caderno de exercicios de  WORD
Apostila e caderno de exercicios de WORDRONDINELLYRAMOS1
 
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Dirceu Resende
 
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfFrom_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfRodolpho Concurde
 
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiPaulo Pagliusi, PhD, CISM
 
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASCOI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASMarcio Venturelli
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPaulo Pagliusi, PhD, CISM
 
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx2m Assessoria
 
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)Alessandro Almeida
 
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx2m Assessoria
 
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx2m Assessoria
 

Último (11)

EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
 
Apostila e caderno de exercicios de WORD
Apostila e caderno de exercicios de  WORDApostila e caderno de exercicios de  WORD
Apostila e caderno de exercicios de WORD
 
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
 
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfFrom_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
 
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
 
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASCOI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
 
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
 
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
 
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
 
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
 

Prevenção contra a Dengue

  • 2. Desde 2003, o engenheiro agrônomo Reinado José Rodella coordenou, em Piracicaba, uma série de pesquisas usando o vinagre diluído na água contaminada com larvas do mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue. Confirmou-se, nos laboratórios, que o ácido acético presente no vinagre eliminou todas as larvas das amostras analisadas.
  • 3. De imediato, o coordenador do Projeto de Combate à dengue de Piracicaba, Valdemar Correr, pediu aos agentes que estivessem percorrendo os bairros em campanha orientassem os moradores a colocar uma simples colher de vinagre nos recipientes com água parada. Agente de Saúde "Durante todo o ano passado, foram registrados na cidade apenas seis casos da doença, todos eles importados, ou seja, originários de outros municípios".
  • 4. A descoberta do engenheiro Rodella promete revolucionar o combate a uma doença que, sempre nos períodos de chuva, torna-se um risco de epidemia em todo o Brasil. Só o Estado do Rio de Janeiro, investiu nos últimos cinco anos R$ 10 milhões nas campanhas públicas para eliminar os criadouros do mosquito, inclusive com a importação de um biolarvicida cubano.
  • 5. As atuais estatísticas estão bem longe dos números assustadores de 2002, quando o Brasil registrou 800 mil casos da doença. Mas o risco de epidemia continua. No Estado de São Paulo, segundo o Ministério da Saúde, existe hoje a notificação de 14 casos para cada grupo de 100 mil habitantes. Na região de São José do Rio Preto, a mais crítica, há municípios com índices equivalentes a 200 casos por 100 mil habitantes. Gasta-se muito com equipamentos e mão-de-obra usados nos "fumacês" que dizimam as larvas.
  • 6. "Bastaria que todos os brasileiros fossem orientados a usar o vinagre, um produto comum e sem qualquer contra-indicação", afirma Rodella. Porém não há interesse dos governantes municipais em divulgar que um simples vinagre resolve este “problemão”, pois a Dengue gera uma “FORTUNA” aos municípios, e como se sabe muitos estão aproveitando disto!!!! Nos testes feitos no Centro de Controle de Zoonoses, na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), na Carnevalli Biotecnologia e na Escola de Engenharia de Piracicaba foi constatado que basta a adição de 5% de vinagre no recipiente com água para que as larvas sejam eliminadas.
  • 7. FIQUE ATENTO A dengue é uma doença febril aguda causada por um vírus da família Flaviviridae de evolução benigna, na maioria dos casos. Existem duas formas de dengue: a clássica e a hemorrágica. Vírus Da Dengue
  • 8. Sintomas A dengue clássica apresenta-se, geralmente, com febre, dor de cabeça, no corpo, nas articulações e por trás dos olhos, podendo afetar crianças e adultos. A dengue hemorrágica é a forma mais severa da doença, pois, além dos sintomas citados, é possível ocorrer sangramento, e, ocasionalmente, falência múltipla dos órgãos e a morte.
  • 9. Hospedeiro O principal vetor é o mosquito Aedes aegypti, que se desenvolve em áreas tropicais e subtropicais. Fêmea Macho
  • 10. Tratamento O tratamento é apenas sintomático. Tomar muito líquido, para evitar desidratação, e utilizar antipiréticos e analgésicos, para aliviar os sintomas. São as medidas de rotina. Por interferir com a coagulação, medicamentos que contenham ácido acetilsalicílico são contra-indicados.
  • 11. Reportagem: Rogério Verzignasse, Correio Popular, em 15/03/06. http://www.paulinianews.com.br/links/noticia400400 Veja mais em: http://www.aprendebrasil.com.br/reportagens/dengue/erradicar.asp http://www.saudeanimal.com.br/dengue1.htm Revisão de Texto e Formatação: JaneGuerr@