O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
Governo do Distrito Federal             Secretaria de Estado de Educação     Diretoria Regional de Ensino do Recanto das E...
"O que mais preocupa não é o grito dos corruptos, dosviolentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética. O quemais ...
ARTEApresentaçãoAs manifestações e produções artísticas devem ser entendidas como objetos culturais.Foram construídas pelo...
A faixa etária dos alunos é um diferencial no desenvolvimento desses processos porqueenvolvem aspectos cognitivos, interes...
CEM 111 - Ensino Médio 2011 RECANTO DAS EMAS                    Projeto do 2° bimestre: Você tem 3 PoderesProjeto         ...
 Aprender que todo aluno/cidadão tem seus direitos e deveres;       Observar que os três poderes são importantes para to...
c) Relativizar que os trabalhos devem ser criados a partir da realidade de cada            turma;       d) Demonstrar nas ...
6. Cronograma:        MesesAções            Maio   Junho   JulhoAulas dadase vídeosObservaçõesem salaOrientaçõesAnálise do...
BARBOSA, Ana Mae Tavares Bastos. Teoria e prática da educação artística. 3 ed. SãoPaulo: Cultrix, 19. 115p.BOAL, Augusto. ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Projeto do 2º Bim para os 2º e 3º Anos: Voce Tem 3 Poderes

1.855 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Projeto do 2º Bim para os 2º e 3º Anos: Voce Tem 3 Poderes

  1. 1. Governo do Distrito Federal Secretaria de Estado de Educação Diretoria Regional de Ensino do Recanto das Emas Centro de Ensino Médio 111 Telefone 3901.3355 “Brasília – Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade” www.ferreira18.blogspot.comPROJETO DE ARTE- 2º BIMESTRE VOCÊ TEM 3 PODERES. NÃO ÉSUPER-HERÓI. MAS, TEM 3PODERES. USE-OS. CIDADANIZE-SE. A ARTE AJUDA. Prof. Francisco Ferreira Brasília- Recanto das Emas - DF 2011
  2. 2. "O que mais preocupa não é o grito dos corruptos, dosviolentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética. O quemais preocupa é o silêncio dos bons." Martin Luther King
  3. 3. ARTEApresentaçãoAs manifestações e produções artísticas devem ser entendidas como objetos culturais.Foram construídas pelo homem ao longo de sua vida e carregam dentro de si inúmerossignificados que devem ser desvendados na escola. O estudo da Arte deve ser entendidocomo a reconstrução do próprio objeto artístico, suas condições de produção e recepção(autoria, finalidade, momento e lugar histórico da criação, materiais utilizados, recursosutilizados, agentes financiadores, público-alvo, comercialização, usos etc.). Cada objetoartístico tem uma história que precisa ser recuperada para dar-se um sentido a ele. Essahistória muda muito de acordo com o valor que se atribui socialmente a esse objeto Issosignifica que esse objeto vai se transformando e adquirindo a forma de um objetocultural. O ensino de Arte na escola, em todos os anos escolares, respeitando a faixaetária dos alunos, tem por objetivos: ampliar as formas de ver e sentir os objetosartísticos; reconhecer outros objetos artísticos que não fazem parte de seu acervoimediato; preservar esses objetos como representação de culturas, de identidades, depatrimônio da humanidade.Enfim, que o aluno desenvolva o letramento em Arte, aprendendo a dar significado aosseus objetos e, se possível, produzi-los, com base nesse conhecimento. Semelhante aosestudos realizados em língua portuguesa, sobre os textos literários (objetos de Arte), osalunos vão recuperar a intertextualidade desses objetos que vão além do próprio objeto.A Arte na escola deve ser vista como o direito de os alunos usufruírem o patrimônioartístico da humanidade, de terem acesso a ele, valorizando as experiências estéticascomo representações culturais de luta e de construção de identidades em diferentestempos e lugares e, ao mesmo tempo, reconstruindo-as frente às suas expectativaspessoais. O estudo da Arte faz parte de uma filosofia de mundo. Os conteúdos de Artedevem ser vistos como modos de ampliar o conhecimento de mundo do aluno. Não hásubordinação entre esses conteúdos, se forem colocados em cheque com o carátertransitório da Arte, porque nunca um objeto artístico será igual ao outro, envolvendomuitas leituras sujeitas à perspectiva de quem lê, porque aprendeu a ler. De início,indica-se o estudo da Arte como linguagens construídas com códigos e materiaispróprios (artes visuais, música, teatro e dança), de acordo com suas funções sociais.As artes visuais são identificadas por sua linguagem visual.A música é identificada por sua linguagem musical.O teatro é identificado por sua linguagem teatral.A dança é identificada por sua linguagem corporal.Considerando a conceituação dos Parâmetros Curriculares Nacionais, as expectativas deaprendizagem relacionam-se ao desenvolvimento de habilidades relativas à:1. Produção: percepção, experimentação, criação, produção.2. Fruição ( apreciação): comunicação, leitura, compreensão, análise e interpretação.3. Reflexão (contextualização): pesquisa, reflexão, crítica, autocrítica.
  4. 4. A faixa etária dos alunos é um diferencial no desenvolvimento desses processos porqueenvolvem aspectos cognitivos, interesses pessoais, conhecimentos prévios. A seguir, sãoapresentadas as expectativas de aprendizagem em cada um dos tópicos. A leitura dasexpectativas de aprendizagem deve considerar os conteúdos de ensino a que se referem.As expectativas de aprendizagem não pretendem reduzir os conhecimentos a seremensinados / aprendidos, mas, sim, indicar os limites sem os quais o aluno teriadificuldades para prosseguir seus estudos, bem como participar ativamente na vidasocial. PCN - Parâmetros Curriculares Nacionais 2009.
  5. 5. CEM 111 - Ensino Médio 2011 RECANTO DAS EMAS Projeto do 2° bimestre: Você tem 3 PoderesProjeto Você tem 3 poderes. Não é super herói. Mas, tem 3 poderes. Use-os. Cidadanize- se. A Arte ajuda.Público Alunos do 2º e 3º anosProfessor Francisco FerreiraAtividade Fazer um vídeo/propaganda de 1 minuto divulgando direitos ou deveres.Tema: Você tem 3 poderes. Não é super herói. Mas, tem 3 poderes. Use-os.Cidadanize-se. A Arte ajuda.1. Justificativa: Este projeto foi fruto de observações em sala de aula, sabendo que o conhecimentoem Arte deve abarcar não só o teatro, o cinema, a dança, mas também a propaganda.Sabendo que a ação pedagógica de avaliação no CEM 111 – Diurno RECANTO DASEMAS seria mais eficaz se os alunos fossem avaliados com um modelo mais próximodeles, tanto no que tange a facilidade de fazer a avaliação como se apropriar ou estáinserido fisicamente na própria. Justamente por a clientela do CEM 111 – Diurno doRECANTO das EMAS-DF ser de alunos de faixa etária entre 13 e 20 anos se pensouesse trabalho para a aprendizagem ser mais significativa.2. Objetivos do trabalho: Fazer com que os alunos entendam o saber e o fazer artísticos a partir de um tema tãodistante e ao mesmo tempo tão perto, pois nos afeta e os afeta mais ainda a falta dessespoderes e muito mais sua omissão e mais ainda o total desconhecimento de suaexistência. Acredita-se numa real interação dos três poderes: CLDF/Cidadão, GDF/ RA-XV e TJDFT/Fórum se fazendo presente na escola e diminuindo esse abismoexistencial, além que em contra partida essas instituições estariam sendo retratadas emseus vídeos/propagandas divulgando direitos e deveres. 2.1 Objetivos específicos:  Conhecer os três poderes do DF para melhor compreender suas atuações;
  6. 6.  Aprender que todo aluno/cidadão tem seus direitos e deveres;  Observar que os três poderes são importantes para toda a sociedade, desde que os conheçamos;  Entender que todo processo artístico, mesmo no vídeo/propaganda é sempre impregnado de saberes e fazeres artísticos e demanda tempos de estudos;  Saber que a cidadania nos liberta quando a buscamos e a levamos à busca de direitos e deveres;  Expor para o CEM 111 Ensino Médio - Diurno – em parceria com as intuições supracitadas todos os vídeos/propagandas das turmas.3. Conteúdos Curriculares O que mais se utilizará será a integração entres as instituições e os alunos, pois oaluno aprenderá nas aulas e colocará os conhecimentos em prática, cada um com suaespecificidade (2º e 3º anos), seu olhar em relação aos 3 poderes, de si mesmo econsequentemente de sua reflexão de cidadão ou cidadã. Utilizaram-se os PCN-ARTE Ensino Fundamental e Ensino Médio-EJA,www.tjdft.jus.br, www.cl.df.gov.br, www.df.gov.br e Orientações Curriculares-EnsinoMédio. O importante será que os alunos aprendam que seus vídeos sejam criados com maiorfacilidade a partir das observações das aulas do professor e das correlativas visitasinstitucionais.4. Metodologias O primeiro passo para esse projeto dar certo será sua sensibilização. Serão usados osseguintes procedimentos: a) Receber uma visita-palestra institucional chamada: “Você tem 3 poderes”; b) Mostrar a todas as turmas do CEM 111 Ensino Médio-Diurno num total de 14 turmas que o vídeo/propaganda institucional também é possível ser arte;
  7. 7. c) Relativizar que os trabalhos devem ser criados a partir da realidade de cada turma; d) Demonstrar nas aulas que as Instituições supracitadas e as Orientações Curriculares são os principais sustentáculos dos trabalhos, que aliados, claro, à organização, criatividade e imaginação dos educandos; e) Criar os trabalhos a partir dos seguintes recursos: câmera digital ou não, figurino, cenografia, iluminação, sonoplastia, etc. Utilizar qualquer recurso que seja um facilitador do seu trabalho e dê um retorno de qualidade desejado; f) Apresentar os trabalhos na escola ou instituições parceiras já devidamente editados e preparados; g) Lembrar que os parceiros da escola são peças-chaves no sucesso deste projeto: TJDFT, CLDF, GDF, RA-XV, Direção do CEM 111, Professores do CEM 111 e Alunos (as).5. Avaliação A avaliação do processo de aprendizagem do aluno será efetuada a partir de trêsperguntas: o que de fato eles aprenderam? Como foi considerado seu desenvolvimentono vídeo/propaganda? E como medir a qualidade “arte” dos trabalhos apresentados? I. O que de fato eles aprenderam? Esse processo será avaliado no dia-a-dia, pois o professor regente usará expedientes da própria aula para instigar os alunos e as turmas à pesquisa in loco e a experimentação; II. Como foi considerado seu desenvolvimento no trabalho? A justa avaliação periódica e o acompanhamento dos trabalhos e o desenvolvimento dos mesmos;III. E como medir a qualidade dos trabalhos? Comparando seu desenvolvimento no bimestre, observando as orientações curriculares e sua pertinência no tema dos trabalhos, bem como a observação do professor regente à avaliação.
  8. 8. 6. Cronograma: MesesAções Maio Junho JulhoAulas dadase vídeosObservaçõesem salaOrientaçõesAnálise dosVídeosExposiçãoREFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
  9. 9. BARBOSA, Ana Mae Tavares Bastos. Teoria e prática da educação artística. 3 ed. SãoPaulo: Cultrix, 19. 115p.BOAL, Augusto. Teatro do oprimido e outras poéticas políticas. 7 ed. Rio de Janeiro:Civilização Brasileiria, 2005.CARLSON, M. Teorias do teatro: estudo histórico-crítico, dos gregos à atualidade. SãoPaulo: UNESP, 1997.COHEN, Renato. Performance como linguagem. São Paulo: Perspectiva, 2002.PAVIS, P. A análise dos espetáculos. São Paulo: Perspectiva, 1999.SPOLIN, Viola. Jogos Teatrais: O fichário de Viola Spolin. 2 ed. São Paulo:Perspectiva, 2006.Siteswww.cl.df.gov.brwww.df.gov.brwww.portacurtas.com.brwww.tjdft.jus.brwww.smec.salvador.ba.gov.br/site/documentos/espaco-virtual/espaco

×