FACULDADE EVANGÉLICA CRISTO REI
AS MULTIFACETAS NO ENSINO DE MULTISERIADO:
DEFICIÊNCIAS E AVANÇOS NA APRENDIZAGEM
ORIENTAD...
JUSTIFICATIVA


A MINHA ESCOLHA EM RELAÇÃO AO TEMA
SURGIU DEVIDO A GRANDE IMPORTÂNCIA DAS
INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE CONT...
PROBLEMA


SE A ESCOLA NÃO SOUBER O CERTO COMO
PROCEDER DIANTE DAS CRIANÇAS COM
DIFICULDADES ALCANÇARÁ ÊXITO?



PORQUE ...
OBJETIVO

• O objetivo da pesquisa é analisar
como ocorre o ensino multisseriado e
sua eficácia no processo de ensino e
ap...
METODOLOGIA
• O presente trabalho seguiu os caminhos de
uma pesquisa de cunho qualitativo, cujo
foco central foi a obtençã...
FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA
• Dialogou-se nesta tessitura com os teóricos:
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•

ANDRÉ ( 2005);
BLOOM (1981);
C...
CONTEXTUALIZANDO AS DIFICULDADES DE
APRENDIZAGEM NO ENSINO MULTISERIADO

Dificuldades de Aprendizagem no Ensino de
Multise...
CONTEXTUALIZANDO AS DIFICULDADES DE
APRENDIZAGEM NO ENSINO MULTISERIADO

• Condições para que a aprendizagem ocorra;
• Con...
ACHADOS DA PESQUISA
• A pesquisa de campo aconteceu na Escola
Municipal Cariolano Alves, situada na localidade
Pau do Enxu...
CONSIDERAÇÕES FINAIS
• Tendo em vista que a aprendizagem em sala de aulas de
multiseriado torna-se restrito e monótono dev...
REFERÊNCIAS
•

ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo Afonso de. Estudo de caso em pesquisa e avaliação educacional. Brasília:
Liberli...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Slide maria jose (1)

242 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
242
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Slide maria jose (1)

  1. 1. FACULDADE EVANGÉLICA CRISTO REI AS MULTIFACETAS NO ENSINO DE MULTISERIADO: DEFICIÊNCIAS E AVANÇOS NA APRENDIZAGEM ORIENTADORA: Prof(a). M.s. ANDRÉA KARLA DE SOUZA GONZAGA
  2. 2. JUSTIFICATIVA  A MINHA ESCOLHA EM RELAÇÃO AO TEMA SURGIU DEVIDO A GRANDE IMPORTÂNCIA DAS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE CONTEÚDO QUE NOS FAZ SABER E CONHECER A DEFICIENCIA DE APRENDIZADO E DOS PROBLEMAS EXISTENTES.
  3. 3. PROBLEMA  SE A ESCOLA NÃO SOUBER O CERTO COMO PROCEDER DIANTE DAS CRIANÇAS COM DIFICULDADES ALCANÇARÁ ÊXITO?  PORQUE É IMPORTANTE SABER O QUE ACONTECE COM ALUNOS E PROFESSORES NA ESCOLA?
  4. 4. OBJETIVO • O objetivo da pesquisa é analisar como ocorre o ensino multisseriado e sua eficácia no processo de ensino e aprendizagem.
  5. 5. METODOLOGIA • O presente trabalho seguiu os caminhos de uma pesquisa de cunho qualitativo, cujo foco central foi a obtenção de dados, que permitiu tecer possíveis conhecimento através do conhecimento de alguns teóricos.
  6. 6. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA • Dialogou-se nesta tessitura com os teóricos: • • • • • • • • • • • ANDRÉ ( 2005); BLOOM (1981); CAMPOS ( 1986); FONSECA (1999); LAJONQUIERE (1999); MATOS, (1993); NOGUEIRA, (1998); PAIN, (1985); PIAGET, (1986); REVISTA NOVA ESCOLA,(2001); SPINK, (1995).
  7. 7. CONTEXTUALIZANDO AS DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM NO ENSINO MULTISERIADO Dificuldades de Aprendizagem no Ensino de Multiseriado: Causas Prováveis. • As emocionais; • Motora e sensorial; • O tipo de Educação que a pessoa recebe na infância.
  8. 8. CONTEXTUALIZANDO AS DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM NO ENSINO MULTISERIADO • Condições para que a aprendizagem ocorra; • Condições Físicas; • Condições Psicológicas.
  9. 9. ACHADOS DA PESQUISA • A pesquisa de campo aconteceu na Escola Municipal Cariolano Alves, situada na localidade Pau do Enxuí, zona rural do município de Jaicós Piauí.
  10. 10. CONSIDERAÇÕES FINAIS • Tendo em vista que a aprendizagem em sala de aulas de multiseriado torna-se restrito e monótono devido a vários fatores existentes, assim como: a falta de material pedagógico adequado, falta de acompanhamento dos pais, o tempo insuficiente que impede o educador de trabalhar as potencialidades do aluno, os problemas de leitura e escrita unidas a quadros de agressividade e hiperatividade, timidez, falta de atenção e coordenação motora e, principalmente, a heterogeneidade.Esse, resultado vem ao encontro do que a bibliografia aponta, enfatizando que o aluno com deficiência de aprendizagem, geralmente, sofre de uma combinação infeliz, pois sua dificuldade não se dá isoladamente, mas sim entrecruzada e combinada.
  11. 11. REFERÊNCIAS • ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo Afonso de. Estudo de caso em pesquisa e avaliação educacional. Brasília: Liberlivros, 2005. • BLOOM, B.S. Características humanas e aprendizagem escolar. Trad. Maria Ângela Vinagre de Almeida. Porto Alegre. Globo. 1981 • • CAMPOS. D.M. de S. Psicologia da Aprendizagem. 11 Ed. Petrópolis: vozes, 1986 FONSECA, Claudia. Quando cada caso NÃO é um caso: pesquisa etnográfica e educação. Revista Brasileira de Educação (São Paulo), 1999 • LAJONQUIERE, Infância e ilusão (pisco). Pedagogia Petrópolis: vozes, 1999 • MATOS, M. G. Corpos, movimento e Socialização. Rio de Janeiro: Sprint, 1993 • NOGUEIRA, N. R. Uma pratica para o Desenvolvimento das múltiplas Inteligências. São Paulo: Érica, 1998 PAIN, S. Diagnostico e tratamento dos problemas de aprendizagem. Porto Alegre: Metrópoles, 1985. PIAGET, J. Psicologia e Pedagogia. Rio de Janeiro: Forense, 1986. REVISTA NOVA ESCOLA. O que eles ainda têm a nos ensinar. 139ª Ed. São Paulo: Abril, 2001. SPINK, M. J. (org.) O Conhecimento no cotidiano: as representações sociais na perspectiva da psicologia social. São Paulo: Brasiliense, 1995. VIGOTISKY, L.S.A. A formação Social da mente: O desenvolvimento dos processos Psicológicos Superiores. São Paulo: Martins Fontes, 1984. • • • • •

×