A LUA
A Lua executa o seu movimento em volta da Terra em 29,531 dias. Isto é,exatamente o mesmo tempo que demora a dar uma volta...
A maior parte da superfície lunar está coberta de rigolito, uma mistura de poeira finae pequenos fragmentos de rocha, resu...
Terrea (continentes)As zonas claras apresentam um maior número de crateras de impacto do que aszonas escuras e são mais an...
Marea (mares)Apresentam a sua superfície mais plana do que a dos continentes.São escuros, constituídos por basaltos, refle...
Preservação das crateras de impacto mais antigasA superfície lunar apresenta um aspeto característico, devido às inúmeras ...
O estudo de impacto de corpos celestes primitivos na Lua auxilia na compreensãoda história terrestre, pois devido à proxim...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Lua

527 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
527
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lua

  1. 1. A LUA
  2. 2. A Lua executa o seu movimento em volta da Terra em 29,531 dias. Isto é,exatamente o mesmo tempo que demora a dar uma volta em torno de si própria, doponto de vista de um observador na Terra.Apresenta assim sempre a mesma face voltada para a Terra.O diâmetro da Lua é cerca de 27 por cento do diâmetro da Terra, e a massa poucomais de um centésimo da massa da Terra.A Lua tem uma densidade 40 por cento inferior à da Terra.A Lua não tem atmosfera, o que faz com que as temperaturas à superfície variementre uma média de 125ºC durante o dia e -235ºC de noite.
  3. 3. A maior parte da superfície lunar está coberta de rigolito, uma mistura de poeira finae pequenos fragmentos de rocha, resultantes de impactos de meteoritos.Existem dois tipos de terrenos na Lua: os terrea, zonas altas, e cheias de crateras eos marea, planos, com poucas crateras e muito mais escuros.
  4. 4. Terrea (continentes)As zonas claras apresentam um maior número de crateras de impacto do que aszonas escuras e são mais antigas do que estas.São constituídas por rochas mais claras, essencialmente formadas por feldspatos,que refletem 18% da luz incidente proveniente do Sol.Ocupam a maior extensão da superfície lunar.
  5. 5. Marea (mares)Apresentam a sua superfície mais plana do que a dos continentes.São escuros, constituídos por basaltos, refletindo apenas 6% a 7% da luzincidente.A formação dos mares, que são mais abundantes na face não visível/ou face ocultado que na face visível, relaciona-se com os impactos meteoríticos.Como consequência de alguns impactos resultaram fenómenos de vulcanismo, comsubida de magmas basálticos que preencheram as depressões resultantes dessesimpactos.A consolidação das lavas, de natureza basáltica, originou os mares.
  6. 6. Preservação das crateras de impacto mais antigasA superfície lunar apresenta um aspeto característico, devido às inúmeras craterasresultantes dos choques de meteoritos, ocorridos desde há milhares de milhões deanos.A ausência de atmosfera e de hidrosfera na Lua faz com que não haja umaerosão significativa da superfície lunar, preservando-se as crateras de impactoantigas.Como a Lua é um planeta geologicamente morto, a ausência de atividadegeológica interna não renova a superfície e mantém as crateras de impacto desde asua formação.
  7. 7. O estudo de impacto de corpos celestes primitivos na Lua auxilia na compreensãoda história terrestre, pois devido à proximidade da Terra com a Lua, conclui-se queaquela devia ter estado sujeita aos mesmos fenómenos de impactismo.Estes foram apagados da superfície terrestre devido à atividade geológica da Terra,mas mantém-se na Lua, que funciona como um registo dos primeiros estádios deformação do nosso planeta.

×