Fábula Os 7 sábios cegos e o elefante unesp

905 visualizações

Publicada em

A importância da visão do todo do negócio

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
905
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
27
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fábula Os 7 sábios cegos e o elefante unesp

  1. 1. Cursodeaperfeiçoamentoem“LicitaçãoeContrataçãoPública”. Prof. Dr. José Luís Bizelli
  2. 2. Cursodeaperfeiçoamentoem“LicitaçãoeContrataçãoPública”. Pensamento Sistêmico
  3. 3. Cursodeaperfeiçoamentoem“LicitaçãoeContrataçãoPública”. O pensamento sistêmico exige uma visão do todo, o que significa que para se ter uma visão sistêmica é necessário compreender o sistema por completo e não apenas seus fragmentos. Um bom exemplo dessa visão é o dilema dos sete cegos e o elefante, velha parábola hindu, a qual possui algumas variações já que transmitida através da oralidade, método que permite sempre reinterpretações das informações.
  4. 4. Cursodeaperfeiçoamentoem“LicitaçãoeContrataçãoPública”. Em uma cidade da Índia viviam sete sábios cegos. Certa noite após uma discussão sobre a vida, o sétimo sábio ficou aborrecido e resolveu morar sozinho nas montanhas. Ao se afastar disse aos companheiros: – Somos cegos para que possamos ouvir e entender melhor o que outras pessoas pensam sobre a vida! Em vez disso, vocês ficam discutindo como se estivessem participando de uma competição. Não aguento mais isso, vou embora! Alguns dias depois os sábios foram convidados a descrever um elefante, animal que eles não conheciam e nunca tinham tocado.
  5. 5. Cursodeaperfeiçoamentoem“LicitaçãoeContrataçãoPública”. O primeiro sábio apalpou a barriga do elefante e falou: – Trata-se de um ser gigantesco e muito forte, posso tocar seus músculos e eles não se movem, parecem paredes. Que idiotice, disse o segundo sábio, tocando as presas do elefante, este animal é pontiagudo como uma lança, uma verdadeira arma de guerra. Ambos estão enganados, retorquiu o terceiro sábio, que apertava a tromba do elefante, este animal é idêntico a uma serpente! Mas não morde por que não tem dentes na boca. É uma cobra mansa e macia ... Vocês estão totalmente alucinados, gritou o sábio que mexia nas orelhas do elefante, este animal é diferente de todos os outros, seus movimentos são ondulantes. Ele se parece com uma grande cortina ambulante.
  6. 6. Cursodeaperfeiçoamentoem“LicitaçãoeContrataçãoPública”. Vejam só! Todos vocês estão totalmente errados, irritou-se o sexto sábio, tocando a pequena calda do elefante. Este animal é como uma rocha com uma corda presa no corpo. Posso até me pendurar nele. Assim os seis sábios permaneceram debatendo, por horas. Até que apareceu o sétimo sábio, conduzido por uma criança. Ouvindo a discussão, pediu ao menino que desenhasse no chão a figura do elefante. Quando tateou a figura, percebeu que todos os outros estavam certos e errados ao mesmo tempo. Agradeceu o menino e afirmou:
  7. 7. Cursodeaperfeiçoamentoem“LicitaçãoeContrataçãoPública”. Literalmente a fábula nos mostra que não é apenas estudando uma parte e juntando esses pedaços que conseguiremos entender o todo. Quanto mais se estudam os problemas de nossa época, mais se percebe que eles não podem ser entendidos isoladamente. São problemas sistêmicos, o que significa que estão interligados e são interdependentes, devemos sempre partir do principio que o todo é mais que a soma das partes. O sistema é um todo integrado cujas propriedades essenciais surgem das inter-relações entre suas partes. Visão sistêmica consiste na habilidade de compreender os sistemas de acordo com a abordagem da Teoria Geral dos Sistemas, ou seja, conhecer o todo, de modo a poder analisar ou interferir no seu funcionamento. Exige a capacidade de identificar as ligações de fatos particulares ao sistema como um todo.
  8. 8. Cursodeaperfeiçoamentoem“LicitaçãoeContrataçãoPública”. A ciência sistêmica mostra que os sistemas não podem ser compreendidos por meio da análise das partes separadas. As propriedades das partes não são necessariamente propriedades extrínsecas, mas precisam ser vistas e entendidas dentro do contexto. Nessa perspectiva o pensamento cartesiano, o pensamento holístico e o pensamento sistêmico – apesar de possuírem identidade, método e história próprios – não são opostos, apenas tomam caminhos diferentes para chegar ao mesmo objetivo: o todo (CAPRA, 1996, p. 51). Infelizmente, o ser humano e a própria ciência criam preconceitos para com a visão sistêmica, estabelecendo divergências difíceis de serem superadas. É necessário, porém, uma ruptura nesse modo de pensar, a qual deve superar os– velhos paradigmas e abrir nossas mentes em direção ao novo.
  9. 9. Cursodeaperfeiçoamentoem“LicitaçãoeContrataçãoPública”. Equipe Licitação e Contratação Pública Fonte: http://www.administradores.com.br/informe-se/producao-academica/visao-sistemica/4020/
  10. 10. Cursodeaperfeiçoamentoem“LicitaçãoeContrataçãoPública”. Equipe Licitação e Contratação Pública Fonte: http://www.administradores.com.br/informe-se/producao-academica/visao-sistemica/4020/

×