www.colegioleodavinci.com.br 1
Disciplina: Ciências
Série: 5ª - 3º BIMESTRE
Professor: Ivone Azevedo da Fonseca
Assunto: A...
www.colegioleodavinci.com.br 2
# O ar exerce pressão?
Sim, o ar exerce pressão sobre os corpos. É o que chamamos de pressã...
www.colegioleodavinci.com.br 3
alguns cientistas não a considerem como uma camada real, considerando somente as últimas
du...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ciencias 5 ivone

151 visualizações

Publicada em

Ivone

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
151
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ciencias 5 ivone

  1. 1. www.colegioleodavinci.com.br 1 Disciplina: Ciências Série: 5ª - 3º BIMESTRE Professor: Ivone Azevedo da Fonseca Assunto: A atmosfera do planeta O Ar - A Atmosfera da Terra e o Efeito Estufa O ar está presente em todos os lugares sobre o nosso planeta. Não está presente somente em locais que já estejam ocupados por água ou sólidos. Apesar de não ser visível, o ar é essencial para a manutenção da vida no planeta. Não podemos ver o ar, mas sabemos que existe. Como comprovar a existência do ar? É simples. Basta irmos até uma janela e observarmos o movimento das ramagens das árvores, o movimento das roupas nos varais, o movimento de nossos cabelos na janela de um carro em movimento. # Como provar que o ar ocupa espaço? Uma maneira de comprovar a existência do ar e que você pode fazer em casa é colocar água com algum corante (suco, por exemplo) e virar um tubo de vidro, de modo que ele mergulhe no líquido colorido. Observe que o líquido entra somente na parte inferior do tubo. O restante ficará vazio. A razão não é complicada de entender: o ar que está dentro do tubo impede que o líquido ocupe mais espaço, provando que o ar está realmente lá e que ocupa espaço. # O ar tem peso? Sim, o ar tem peso. Se colocarmos dois balões vazios iguais em uma haste, ela deverá ficar equilibrada. Se enchermos de ar uma delas e a recolocarmos, o lado da bexiga cheia descerá mais, desnivelando a haste e provando que o ar tem peso. # Como saber se o ar expande quando a temperatura aumenta? Coloque um pouco de água em um copo de Becker, como o da figura ao lado. Depois coloque um balão vazio encaixado na boca do copo, esticando com cuidado. Amarre a boca do balão no gargalo do copo. Peça a um adulto que aqueça o balão contendo água e verá que, à medida que a água esquenta no frasco, o balão vai enchendo de ar e ficando cada vez mais erguido. Isto prova que o ar que estava dentro do frasco, ao ser aquecido, expandiu-se, aumentou de volume. # Qual a composição da atmosfera do nosso planeta? Atualmente a atmosfera da Terra é composta por cerca de 78% de nitrogênio, 21% de oxigênio e 1% de CO2, gases nobres, partículas de poeira, vapor de água. Gases nobres têm esse nome porque não se combinam com nenhum outro elemento, sendo encontrado em estado puro, na natureza.
  2. 2. www.colegioleodavinci.com.br 2 # O ar exerce pressão? Sim, o ar exerce pressão sobre os corpos. É o que chamamos de pressão atmosférica. Toda a grande camada de ar que rodeia nosso planeta, sendo que cerca de 90% da atmosfera está contida nos primeiros 18000 metros a partir da superfície, exerce peso sobre nós. Ao nível do mar a pressão atmosférica é a maior que podemos encontrar. Mas à medida que vamos nos deslocando para locais mais elevados, a camada de ar sobre os corpos é menor. Dizemos então que a pressão atmosférica é menor. Em locais como as cidades do México, a pressão atmosférica é tão baixa que o ar é chamado de RAREFEITO. Neste tipo de atmosfera torna-se difícil respirar porque há menor quantidade de moléculas de oxigênio por volume de ar inspirado. # Toda a atmosfera tem as mesmas características? Não. Por este motivo foram estipuladas camadas distintas, porque de região para região, à medida que nos afastamos da superfície terrestre, existem características diversas. Vamos estudar as camadas da atmosfera. A atmosfera é constituída de cinco camadas: troposfera, estratosfera, mesosfera, termosfera e exosfera. O ar se torna mais rarefeito quanto mais a gente sobe, e é por isso que os alpinistas normalmente levam oxigênio com eles quando escalam altas montanhas. A troposfera é a única camada em que os seres vivos podem respirar normalmente. Troposfera - As variações climáticas acontecem na camada inferior da atmosfera, chamada troposfera. Essa camada se estende até 20 km do solo, no equador, e a aproximadamente 10 km nos pólos. É nela que acontecem as chuvas, a neve, os ventos. Estratosfera - A estratosfera chega a 50 km do solo. A temperatura vai de 60ºC negativos na base ao ponto de congelamento na parte de cima. A estratosfera contém ozônio, um gás que absorve os prejudiciais raios ultravioletas do Sol. Hoje, a poluição está ocasionando "buracos" na camada de ozônio. Mesosfera - O topo da mesosfera fica a 80 km do solo. É muito fria, com temperaturas abaixo de 100ºC negativos. A parte inferior é mais quente porque absorve calor da estratosfera. Ionosfera- (íons + sfera): fica acima de 80 km de altitude, composta por moléculas ionizadas, isto é, carregadas eletricamente, é nesta camada que as ondas de rádio são refletidas de volta para a Terra. Na ionosfera ocorrem alguns fenômenos, como por exemplo, a aurora polar, que é visível nas regiões polares e a desintegração dos meteoros provenientes do espaço, é o que nós observamos como estrelas cadentes. A ionosfera fica entre a Mesosfera e a Termosfera, embora
  3. 3. www.colegioleodavinci.com.br 3 alguns cientistas não a considerem como uma camada real, considerando somente as últimas duas acima. Termosfera - O topo da termosfera fica a cerca de 450 km acima da Terra. É a camada mais quente, uma vez que as raras moléculas de ar absorvem a radiação do Sol. As temperaturas no topo chegam a 2.000ºC. Exosfera - A camada superior da atmosfera fica a mais ou menos 900 km acima da superfície da Terra. O ar é muito rarefeito e as moléculas de gás "escapam" constantemente para o espaço. Por isso é chamada de exosfera (parte externa da atmosfera). Acima da exosfera existe a ausência de matéria, ou seja, o vácuo absoluto. Não há matéria alguma. É o espaço sideral. # Como ocorre o efeito estufa? O dióxido de carbono e a água constituem 0,035% em volume, aproximadamente, da atmosfera. A presença de gás carbônico e de vapor de água (nuvens) na atmosfera é até certo ponto benéfica, pois retém o calor na Terra, possibilitando a vida dos animais e vegetais. Isso ocorre porque a luz solar atravessa a atmosfera e atinge a superfície terrestre. Uma parte dela é absorvida e o resto é refletido, na forma de radiação infravermelha. A seguir, parte desse calor refletido é absorvida pelas nuvens e pelo gás carbônico do ar, isso aquece a atmosfera e forma um efeito estufa natural: Contudo, o aumento de emissões de dióxido de carbono e outros gases poluentes, nos últimos séculos, passaram a provocar um efeito estufa prejudicial: Fig.1 A principal conseqüência é o aquecimento global, que aumentou cerca de 0,6ºC, desde 1861, época das primeiras medições com termômetro. Fig.2 Você pode ver claramente que na figura 1 aparecem as radiações solares que entram na nossa atmosfera e parte deles volta ao espaço sideral, ficando apenas um nível de calor que é compatível com a vida no planeta. Já na figura 2, a camada de gases poluentes formou uma barreira que retém grande parte dos raios ultravioleta que voltariam ao espaço. Essa retenção ocasiona uma alta concentração de CO2 e outros gases poluentes na atmosfera, causando doenças respiratórias, degelo das calotas polares, aumento do nível dos mares e oceanos.

×