1
Projeto Livro       Digital2
O Projeto           As histórias estão presentes em nossa cultura hámuito tempo e o hábito de ouvi- las e contá-las tem in...
Capitulo 1                  Caminho Errado        O sol já ia se escondendo atrás das montanhas aolonge e por consequência...
- Não, mas estamos mais de duas horas rodando nessaestrada esburacada.     - Conheço um atalho que lhes poupara horas devi...
Assustado Caio tenta dar a partida no carro, mas ocarro não pegava, a floresta estava cada vez mais silenciosae escura.   ...
Caio, Cindy, Charles e Gabriela voltaram para dentrodo carro. Marcos com seu cigarro fica fumando no lado defora.        C...
- Você está louca! Diz Charles, não estamos vendonada.    Charles pega uma garrafa de whisky e começa a beber,se desentend...
Capitulo 2                       Separação    - Você nos meteu aqui nesse fim de mundo diz Charles.    Depois de uma discu...
Cindy fica meio sonolenta, quando de repente temuma estranha sensação e escuta uma voz sussurrando emseu ouvido:     - Nos...
Marcos fala: como vamos sair daqui sem saber quecaminho tomar, nem sabemos ao menos onde estamos.    - Vamos nos perder na...
Capitulo 3                 A Casa Assombrada     Mas o que eles não sabiam é que Charle, que estava àprocura de um abrigo,...
falando próximo dele, tenta falar, mas não consegue. Charlenão imagina que está dentro da velha casa.                     ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Noite Sombria

326 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
326
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Noite Sombria

  1. 1. 1
  2. 2. Projeto Livro Digital2
  3. 3. O Projeto As histórias estão presentes em nossa cultura hámuito tempo e o hábito de ouvi- las e contá-las tem inúmerossignificados. Está relacionado ao cuidado afetivo, àconstrução da identidade, ao desenvolvimento daimaginação, à capacidade de ouvir o outro e à de seexpressar. Além disso, a leitura de histórias aproxima osalunos do universo letrado e colabora para a democratizaçãode um de nossos mais valiosos patrimônios culturais: aescrita. O projeto Livro digital veio para incentivar tanto aleitura e a escrita quanto à inclusão digital por meio dainformática educativa. Por isso poder juntar e familiarizar os nossos alunoscom a informática educativa está sendo uma missãoprazerosa no sentido de ampliar nosso repertório de atraçõespara a aprendizagem satisfatória. 3
  4. 4. Capitulo 1 Caminho Errado O sol já ia se escondendo atrás das montanhas aolonge e por consequência as estrelas do céu começaram abrilhar. O calor do dia começava a esfriar, enquanto Caiosua namorada Cindy, Marcos, Charles e Gabriela iam paracidade natal de Charles que ficava mais de 200 KLM dacidade onde moravam, já era muito tarde e não tinhamchegado à metade do caminho. Cansado Caio resolveu parar em um velho posto degasolina para pedir informações a respeito de qual estradapegar para chegar à pequena cidade o mais rápido possível,aproximou-se do carro um velho que lhe disse: - Estão perdidos?4
  5. 5. - Não, mas estamos mais de duas horas rodando nessaestrada esburacada. - Conheço um atalho que lhes poupara horas deviagem, diz o velho. Seguindo pela a estrada de barro batido que o velhotinha indicado como atalho, uma estrada pela qual passavano meio de uma floresta assustadora. A noite caiu e não havia luar. Já haviam rodadoaproximadamente o dobro do percurso indicado pelo velho.Trovões anunciavam uma tempestade e uma neblina densacaia sobre a floresta tampando a visão da estrada. Derepente Caio vê uma pessoa entrando na frente do carrotenta desviar e bate em uma arvore. - Matamos alguém diz Cindy. Caio meio tonto com a pancada na cabeça sai do carropara ver em que tinham batido, não havia ninguém porperto, o carro fica meio estragado com a batida na arvore. 5
  6. 6. Assustado Caio tenta dar a partida no carro, mas ocarro não pegava, a floresta estava cada vez mais silenciosae escura. Sem saber que estavam em um lugar onde no passadotinha ocorrido uma misteriosa tragédia, saíram novamentedo carro para examiná-lo, apesar da batida na arvore nãohavia nada de errado, o carro não dava mais a partida e aneblina ficava cada vez mais densa sobre a floresta.6
  7. 7. Caio, Cindy, Charles e Gabriela voltaram para dentrodo carro. Marcos com seu cigarro fica fumando no lado defora. Coisas estranhas começam a acontecer ao seu redor.Barulho de pisadas nas folhas estava ficando cada vez maispróximo, Marcos se afasta do carro para ver quem é. - Tem alguém ai? Pergunta Marcos. Quando de repente, vários pássaros saem voando deuma arvore derrubando Marcos que fica com tanto medoque volta correndo para dentro do carro. Vidros embaçados pela neblina, Cindy olha para fora ever uma luz que se aproxima. - Estamos salvos! - Que foi Cindy? Perguntou Caio. - Vem um carro se aproximando diz Cindy. 7
  8. 8. - Você está louca! Diz Charles, não estamos vendonada. Charles pega uma garrafa de whisky e começa a beber,se desentendo com Caio por ele ta bebendo naquelemomento onde todos estavam apavorados. Charles colocatoda culpa no Caio por ter desviado a rodovia principal e terpegado o atalho indicado pelo velho, onde acabaram seperdendo.8
  9. 9. Capitulo 2 Separação - Você nos meteu aqui nesse fim de mundo diz Charles. Depois de uma discussão feia com Caio, sem noção doperigo que estava correndo ali, Charles sai do carro esozinho pega a estrada atrás de abrigo para passar a noite.Sem rumo, ele entra cada vez mais floresta adentro ondeacaba se perdendo. Gabriela que esconde uma paixão desde o tempo decriança por Charles, com muito medo que aconteça algocom seu amado, sai do carro e resolve ir atrás dele, mesmosem saber para que lado tivesse ido Charles, separandoassim o grupo de amigos. Meia hora se passou até que Charles tinha saído embusca de um abrigo. No carro, Caio, Cindy e Marcos. 9
  10. 10. Cindy fica meio sonolenta, quando de repente temuma estranha sensação e escuta uma voz sussurrando emseu ouvido: - Nos libertem! - Nos tire daqui! Cindy apavorada acorda chorando, sem conseguirfalar, mais não sabia quem ou o que tinha falado tudoaquilo para ela. - Pensou Cindy, Será um sonho? Sem saber o que fazernaquele momento, saiu do carro meio atordoada, gritandopara seus amigos voltarem. - Temos que sair daqui o mais rápido possível, DizCindy. - Vamos! Temos que procurar uma saída vamosprocurar Charle e Gabriela.10
  11. 11. Marcos fala: como vamos sair daqui sem saber quecaminho tomar, nem sabemos ao menos onde estamos. - Vamos nos perder na floresta, como estar não temcomo sair daqui, temos que esperar o dia amanhecer. - Eu concordo com você Marcos, Diz Caio. - Gabriela foi atrás de Charle e não sabemos pra quelado eles foram com essa neblina tampando nossa visão.Então ficamos aqui e esperamos o dia amanhecer diz Caio. 11
  12. 12. Capitulo 3 A Casa Assombrada Mas o que eles não sabiam é que Charle, que estava àprocura de um abrigo, já cansado e pensando em voltarpara junto dos amigos de longe avistou um claro, entãoseguiu em direção. Longe avistou uma velha casa no alto deuma colina, feliz por ter visto a casa, logo saiu correndoachando que ia encontrar ajuda, quando de repenteprendeu o pé em uma armadilha de pegar animaissilvestres. Charle chorando com a dor consegue tirar a perna daarmadilha e se arrastar até próximo da casa, chegandodesmaia por ter perdido muito sangue com o ferimento naperna. Charle acorda meio tonto deitado em uma cama, abreos olhos mais sem enxergar direito ver vultos de pessoas12
  13. 13. falando próximo dele, tenta falar, mas não consegue. Charlenão imagina que está dentro da velha casa. 13

×