SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 30
Baixar para ler offline
[object Object],Weber Coutinho Gerente de Planejamento e Monitoramento Ambiental Coordenador Adjunto do Comitê Municipal sobre Mudanças Climáticas e Ecoeficiência
SMMA :  Antônio Sergio Braga GPLA:  Weber Coutinho GRHI:  Sônia Knauer GESIA :  Cyleno Guimarães GESTEC :  Maurício Barbosa  EQUIPE TÉCNICA Jurema Pereira – Energia e Emissões Atmosféricas Silmara Teixeira – Água Wagner Moravia – Resíduos Cássio Martins – Tecnologia da Informação APOIO: COMITÊ MUNICIPAL SOBRE MUDANÇAS CLIMÁTICAS E ECOEFICIENCIA Secretária Executiva: Anna Louzada - Júnia Marcia Bueno Neves - Letícia Maria R. Epaminondas COMITÊ EXECUTIVO DA COPA 2014 - Presidente: Tiago Lacerda - Gerente dos Projetos da Copa: Flávia Rolfhs - ASCOM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO -  Prodabel
Programação ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
I – Histórico  POLÍTICA PARA REDUÇÃO DA  EMISSÃO DOS GASES DE EFEITO ESTUFA 1)  Criação do Comitê Municipal sobre Mudanças Climáticas e Ecoeficiencia  -  DECRETO Nº 12.362 - MAIO / 2006   I -  uso de fontes renováveis de energia;  ;  III -  melhoria da eficiência energética e uso racional de energia;   IV  - promoção da redução, reutilização e reciclagem de resíduos ;  2)  Aprovação da Deliberação Normativa n.º 66  (2009) “ institui o Programa de Certificação em Sustentabilidade Ambiental e estabelece medidas de sustentabilidade, combate às mudanças climáticas e gestão de emissões de gases de efeito estufa no âmbito da prefeitura municipal de Belo Horizonte e dá outras providências ” 3)  Elaboração do   Inventário dos Gases de Efeito Estufa do   Município de Belo Horizonte   (2009) 4)  Concepção do Programa de Certificação de Sustentabilidade  Ambiental (2009 a 2011) 5)  Elaboração do PREGEE – Plano de Redução dos Gases de Efeito Estufa e atualização do Inventário (2011/ 2012)
I - Estrutura e Funcionamento do Programa  
Empreendimentos
IMPLEMENTAÇÃO Período: 2011 a 2014
I - Estrutura e Funcionamento do Programa   Sistema de Informática de Certificação de Sustentabilidade  Ambiental de Empreendimentos  FORMULÁRIO DE CARACTERIZAÇÃO DE EMPREENDIMENTO DE IMPACTO – FCEI CADASTRO SIASP: 01 - IDENTIFICAÇÃO DO EMPREENDEDOR / SOLICITANTE NOME: CNPJ/CPF: ENDEREÇO: BAIRRO: CEP: TELEFONE:  FAX: E-MAIL: RESPONSÁVEL LEGAL:  CPF:  02 - IDENTIFICAÇÃO DO EMPREENDIMENTO A SER LICENCIADO RAZÃO SOCIAL: NOME FANTASIA (nome mais conhecido): CNPJ / CPF|: INSCRIÇÃO MUNICIPAL : RESPONSÁVEL PELO LICENCIAMENTO:  □  SÓCIO  □  ADMINISTRADOR  □  CONSULTORIA  □  TÉCNICO  □  OUTRO:  NOME:  CPF :  CONTATO: TELEFONE:  FAX :  E-MAIL:  03 - LOCALIZAÇÃO DO EMPREENDIMENTO A SER LICENCIADO ENDEREÇO (RUA, AV.) :  N.º :  COMPLEMENTO:  BAIRRO: REGIONAL : QUADRA(S) (CTM): CADASTRO DE PLANTAS (CP): QUARTEIRÃO(ÕES): LOTE(S): ÍNDICE CADASTRAL DO IPTU (de todos os lotes utilizados – utilizar verso, se necessário): ZONEAMENTO DE USO DO SOLO NO LOCAL DO EMPREENDIMENTO: □  ZPAM  □  ZP1  □  ZP-2  □  ZP-3  □  ZAR-1  □  ZAR-2  □  ZAP  □  ZC-ZHIP  □  ZC-ZCBH  □  ZC-ZCBA  □  ZC-ZCVN  □  ZA  □  ZEIS-1  □  ZEIS-2  □  ZE  □  AEIS-1  □  AEIS-2 □  ADE(TIPO OU NOME);___________________________  □  OUTRO: ­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­___________________________________ Á REA DE INTERESSE DO PATRIMÔNIO:  □  NÃO  □  SIM:  □ FEDERAL  □ ESTADUAL  □  MUNICIPAL 11 -  PROGRAMA DE CERTIFICA Ç ÃO EM SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL  □  NÃO   □  SIM :  Declaramos interesse em participar do programa de Certifica ç ão em Sustentabilidade Ambiental, institu í do por meio da Delibera ç ão Normativa 66/09, apresentando projeto preliminar que contempla as diretrizes estabelecidas na citada Delibera ç ão Normativa. Optamos por certifica ç ão nas seguintes dimensões: □  Á GUA  □  ENERGIA  □  RES Í DUO S Ó LIDO  □  REDU Ç ÃO DAS EMISSÕES ATMOSF É RICAS
I - Estrutura e Funcionamento do Programa   Sistema de Informática de Certificação de Sustentabilidade  Ambiental de Empreendimentos Portal de Serviços e Informações
I - Estrutura e Funcionamento do Programa   Sistema de Informática de Certificação de Sustentabilidade  Ambiental de Empreendimentos SAC Web – Entrada de Dados do Empreendimento
I - Estrutura e Funcionamento do Programa   Solicitação da certificação Presencial: BH Resolve Internet: SACWEB Telefone: 156 Cadastro do Empreendimento Sistema Gerencial de Controle de Expediente SGCE/SMMA Empreendedor GPLA/SMMA Avaliação de Sustentabilidade Internet WEB - www Empreendedor Certificação de Sustentabilidade Interface Fluxo Usuário Sistema Gerencial de Controle de Expediente SGCE/SMMA GPLA/SMMA ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Alvará  existe? sim Pendência  ambiental? não Notifica empreendedor não Envia Senha de acesso ao sistema de avaliação de sustentabilidade (WEB) sim Login e senha Preenche planilhas com tecnologias de sustentabilidade ambiental Seleciona empreendimento Finaliza preenchimento  (solicita reunião para apresentação do projeto) Apresenta proposta Auditoria de conformidade Certificado de Boas Práticas ok Auditoria de performance Certificação: Recebe o selo ok EMPREENDEDOR não não Aprovação da proposta pela SMMA Implantação da proposta Reavaliação da proposta
II – Mecanismos Promotores da Sustentabilidade Ambiental   
II – Mecanismos Promotores da Sustentabilidade Ambiental  
II – Mecanismos Promotores da Sustentabilidade Ambiental   Mecanismo1  Componentes do Módulo Fotovoltáico Mecanismo2  Biomassa Sólida Mecanimo3  Biomassa Líquida - Biodiesel Mecanismo4   Biomassa Líquida - Etanol Mecanismo5   Biomassa Gasosa
II – Mecanismos Promotores da Sustentabilidade Ambiental  
II – Mecanismos Promotores da Sustentabilidade Ambiental  
II – Mecanismos Promotores da Sustentabilidade Ambiental  
II – Mecanismos Promotores da Sustentabilidade Ambiental     BOAS  PRÁTICAS São ações  ambientais que quando adotadas causam um  resultado importante para a consolidação  do processo de Certificação.  Mecanismos  de Gestão de Águas  Pluviais : pisos permeáveis, telhado verde; poço de infiltração; bacia de retenção; trincheira de retenção.  Atividades  de conscientização para a sustentabilidade:  Campanhas de sensibilização dos usuários;  treinamento de funcionários; envolvimento da comunidade do entorno; produção de material educativo e eventos comemorativos sobre meio ambiente.
  III - Índices de Certificação DIMENSÃO ÁGUA  
  III - Índices de Certificação DIMENSÃO ENERGIA - 1  
  III - Índices de Certificação:  DIMENSÃO ENERGIA - 2  
  III - Índices de Certificação DIMENSÃO ENERGIA - 3  
  III - Índices de Certificação DIMENSÃO EMISSÕES ATMOSFÉRICAS  
  III - Índices de Certificação DIMENSÃO RESÍDUOS  
   IV – Simulação: HOTEL – (Água) Peso Eficien- cia Média ponderada               MECANISMOS Tecnologias Economizadoras Recirculação Dispositivos de Aguas Pluviais Fontes Alternativas Controle de Vazamentos   PRINCIPAIS TECNOLOGIAS DE ALCANCE DA SUSTENTABILIDADE     Captação de Agua de Chuva para irrigação de jardim     PESO PARA O ÍNDICE DE MODELAGEM 7 0 0 2 1   SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL GERADA (Ìndice de eficiência) 43.5% 0% 0% 20% 10% Escores  MÉDIA ARITMÉTICA PONDERADA  35.45%         da  Margem de Erro 10% 10%         Modelagem   31.91%           Desvio Padrão Aceitável (negativo) 0.02           ÍNDICE P+L FINAL 31.27%           INDICADOR DE RESULTADO Percentual de redução no consumo de água 30%          FORMA DE CÁLCULO Média Computada na conta da COPASA/Relatórios  antes do controle: após controle: APROVADO     UNIDADE DE MEDIDA Consumo anual m³ por hóspede   Vaso sanitário com caixa acoplada  50 30 Torneira com sensor 50 30 Chuveiro com redutor de vazão 35 30 Equipamentos (ozonizador de piscina, lavadora de roupa etc) 30 10 43.5 100
  IV – Simulação: HOTEL – (Resíduos sólidos) Alcançado (%) MAX (%) Alcançado (%) MAX (%)   A definir UNIDADE DE MEDIDA   APROVADO após controle: antes do controle: Média Computada  FORMA DE CÁLCULO       100  pontos  Percentual de redução na geração e de Reciclagem INDICADOR DE RESULTADO         106.9 pontos ÍNDICE P+L FINAL         0.02 Desvio Padrão Aceitável (negativo)           Modelagem       10% Margem de Erro 10% da        97 pontos MÉDIA ARITMÉTICA PONDERADA  Escores  48 pontos 39 pontos 0 10 pontos SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL GERADA (Ìndice de eficiência)   50% do passível de compostagem 70% do passível de ser reciclado 30% do total resíduos 30% do total resíduos PESO PARA O ÍNDICE DE MODELAGEM     Interna à atividade     PRINCIPAIS TECNOLOGIAS DE ALCANCE DA SUSTENTABILIDADE   Coleta Seletiva  (orgânicos) Coleta Seletiva  (Inorgânicos) Reutilização Redução MECANISMOS             5 1 Otimização operacional   5 1 Melhoria na qualidade dos insumos 5 1 Conscientização ambiental 10 2 Vidro 20 5 Plástico 10 3 Papel e papelão 15 5 Metal 10 3 Óleo cozinha 15 5 Compostagem
 
 
 
Obrigado pela atenção! [email_address]

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estre Paulínia/LO Cetesb
Estre Paulínia/LO CetesbEstre Paulínia/LO Cetesb
Estre Paulínia/LO Cetesb1962laura
 
Delta A/Licença Cetesb LO 16/17
Delta A/Licença Cetesb LO 16/17Delta A/Licença Cetesb LO 16/17
Delta A/Licença Cetesb LO 16/17Laura Magalhães
 
Manual de-gestao-de-residuos-solidos
Manual de-gestao-de-residuos-solidosManual de-gestao-de-residuos-solidos
Manual de-gestao-de-residuos-solidosRosangela Henauth
 
Gerenciamento de Resíduos Sólidos
Gerenciamento de Resíduos SólidosGerenciamento de Resíduos Sólidos
Gerenciamento de Resíduos SólidosCA Tce Ifpb
 
Resultados Alcançados com o Processo AQUA - Brookfield Horizon
Resultados Alcançados com o Processo AQUA - Brookfield HorizonResultados Alcançados com o Processo AQUA - Brookfield Horizon
Resultados Alcançados com o Processo AQUA - Brookfield HorizonproActive Consultoria
 
Ferramentas de certificação ambiental na construção civil
Ferramentas de certificação ambiental na construção civilFerramentas de certificação ambiental na construção civil
Ferramentas de certificação ambiental na construção civilLara Esmeraldo
 
EcoGestus Information
EcoGestus InformationEcoGestus Information
EcoGestus Informationecogestus
 
Estre/Licença Cetesb operação parcial
Estre/Licença Cetesb operação parcialEstre/Licença Cetesb operação parcial
Estre/Licença Cetesb operação parcialAnita Rocha
 
Bruno bedinelli apresentação sustentar 2012 - sustentabilidade diedro
Bruno bedinelli   apresentação sustentar 2012 - sustentabilidade diedroBruno bedinelli   apresentação sustentar 2012 - sustentabilidade diedro
Bruno bedinelli apresentação sustentar 2012 - sustentabilidade diedroforumsustentar
 
Planejamento e Gestão de Empreendimento Sustentável - Eng. Dr. Clarice Degani
Planejamento e Gestão de Empreendimento Sustentável  -  Eng. Dr. Clarice DeganiPlanejamento e Gestão de Empreendimento Sustentável  -  Eng. Dr. Clarice Degani
Planejamento e Gestão de Empreendimento Sustentável - Eng. Dr. Clarice DeganiproActive Consultoria
 
Rt brt-ov-00-pb-amb-001 - ouro verde - r1
Rt brt-ov-00-pb-amb-001 - ouro verde - r1Rt brt-ov-00-pb-amb-001 - ouro verde - r1
Rt brt-ov-00-pb-amb-001 - ouro verde - r1Francis Zeman
 
Angela machado 3systems (2)
Angela machado   3systems (2)Angela machado   3systems (2)
Angela machado 3systems (2)Tacio Rafael
 
Apresentação p+l una 1
Apresentação p+l una 1Apresentação p+l una 1
Apresentação p+l una 1forumsustentar
 

Mais procurados (19)

Estre Paulínia/LO Cetesb
Estre Paulínia/LO CetesbEstre Paulínia/LO Cetesb
Estre Paulínia/LO Cetesb
 
Delta A/Licença Cetesb LO 16/17
Delta A/Licença Cetesb LO 16/17Delta A/Licença Cetesb LO 16/17
Delta A/Licença Cetesb LO 16/17
 
Manual de-gestao-de-residuos-solidos
Manual de-gestao-de-residuos-solidosManual de-gestao-de-residuos-solidos
Manual de-gestao-de-residuos-solidos
 
Abes rs.pptx
Abes rs.pptxAbes rs.pptx
Abes rs.pptx
 
Gerenciamento de Resíduos Sólidos
Gerenciamento de Resíduos SólidosGerenciamento de Resíduos Sólidos
Gerenciamento de Resíduos Sólidos
 
Resultados Alcançados com o Processo AQUA - Brookfield Horizon
Resultados Alcançados com o Processo AQUA - Brookfield HorizonResultados Alcançados com o Processo AQUA - Brookfield Horizon
Resultados Alcançados com o Processo AQUA - Brookfield Horizon
 
Apresentação GR Engenharia - Meio Ambiente
Apresentação GR Engenharia - Meio AmbienteApresentação GR Engenharia - Meio Ambiente
Apresentação GR Engenharia - Meio Ambiente
 
Ferramentas de certificação ambiental na construção civil
Ferramentas de certificação ambiental na construção civilFerramentas de certificação ambiental na construção civil
Ferramentas de certificação ambiental na construção civil
 
EcoGestus Information
EcoGestus InformationEcoGestus Information
EcoGestus Information
 
Estre/Licença Cetesb operação parcial
Estre/Licença Cetesb operação parcialEstre/Licença Cetesb operação parcial
Estre/Licença Cetesb operação parcial
 
Apresentação do Processo AQUA
Apresentação do Processo AQUAApresentação do Processo AQUA
Apresentação do Processo AQUA
 
Bruno bedinelli apresentação sustentar 2012 - sustentabilidade diedro
Bruno bedinelli   apresentação sustentar 2012 - sustentabilidade diedroBruno bedinelli   apresentação sustentar 2012 - sustentabilidade diedro
Bruno bedinelli apresentação sustentar 2012 - sustentabilidade diedro
 
Planejamento e Gestão de Empreendimento Sustentável - Eng. Dr. Clarice Degani
Planejamento e Gestão de Empreendimento Sustentável  -  Eng. Dr. Clarice DeganiPlanejamento e Gestão de Empreendimento Sustentável  -  Eng. Dr. Clarice Degani
Planejamento e Gestão de Empreendimento Sustentável - Eng. Dr. Clarice Degani
 
Rt brt-ov-00-pb-amb-001 - ouro verde - r1
Rt brt-ov-00-pb-amb-001 - ouro verde - r1Rt brt-ov-00-pb-amb-001 - ouro verde - r1
Rt brt-ov-00-pb-amb-001 - ouro verde - r1
 
Angela machado 3systems (2)
Angela machado   3systems (2)Angela machado   3systems (2)
Angela machado 3systems (2)
 
Apresentação encomenda copa_ufpr
Apresentação encomenda copa_ufprApresentação encomenda copa_ufpr
Apresentação encomenda copa_ufpr
 
Tomo vi apendice 5
Tomo vi apendice 5Tomo vi apendice 5
Tomo vi apendice 5
 
Apresentação p+l una 1
Apresentação p+l una 1Apresentação p+l una 1
Apresentação p+l una 1
 
Certificados e selos de qualidade
Certificados e selos de qualidadeCertificados e selos de qualidade
Certificados e selos de qualidade
 

Destaque (20)

2º semestre 2011
2º semestre   20112º semestre   2011
2º semestre 2011
 
Daniel Certificate
Daniel CertificateDaniel Certificate
Daniel Certificate
 
Bcom Law Certificate
Bcom Law CertificateBcom Law Certificate
Bcom Law Certificate
 
agr0.PDF
agr0.PDFagr0.PDF
agr0.PDF
 
2023
20232023
2023
 
Era de las revoluciones
Era de las revolucionesEra de las revoluciones
Era de las revoluciones
 
AlliedBartonLetter
AlliedBartonLetterAlliedBartonLetter
AlliedBartonLetter
 
GatewayDreamBannerRS
GatewayDreamBannerRSGatewayDreamBannerRS
GatewayDreamBannerRS
 
Growing Up_FINAL-A 21
Growing Up_FINAL-A 21Growing Up_FINAL-A 21
Growing Up_FINAL-A 21
 
Galina_Malareva_Diploma_1993_First_page
Galina_Malareva_Diploma_1993_First_pageGalina_Malareva_Diploma_1993_First_page
Galina_Malareva_Diploma_1993_First_page
 
Hunkler Ltr. May2015
Hunkler Ltr. May2015Hunkler Ltr. May2015
Hunkler Ltr. May2015
 
Eletiva 1º encontro (12-3-2015)
Eletiva 1º encontro (12-3-2015)Eletiva 1º encontro (12-3-2015)
Eletiva 1º encontro (12-3-2015)
 
TCC
TCC TCC
TCC
 
Реклама юристов: типичные ошибки и как их избежать
Реклама юристов: типичные ошибки и как их избежать Реклама юристов: типичные ошибки и как их избежать
Реклама юристов: типичные ошибки и как их избежать
 
O Morro Ama!
O Morro Ama!O Morro Ama!
O Morro Ama!
 
Palestra de Marketing Digital para o Sudoeste Paulista
Palestra de Marketing Digital para o Sudoeste PaulistaPalestra de Marketing Digital para o Sudoeste Paulista
Palestra de Marketing Digital para o Sudoeste Paulista
 
Oracle_Certification
Oracle_CertificationOracle_Certification
Oracle_Certification
 
Climate Smart Approaches for Agriculture
Climate Smart Approaches for AgricultureClimate Smart Approaches for Agriculture
Climate Smart Approaches for Agriculture
 
Redes sociais
Redes sociaisRedes sociais
Redes sociais
 
Crane opperation S&L
Crane opperation S&L Crane opperation S&L
Crane opperation S&L
 

Semelhante a Apresentação weber coutinho sustentar 2011

Proposta Técnica Comercial BOILER TECH rev1.pptx
Proposta Técnica Comercial BOILER TECH rev1.pptxProposta Técnica Comercial BOILER TECH rev1.pptx
Proposta Técnica Comercial BOILER TECH rev1.pptxFilipeQuintino5
 
Gestão de Emissões Atmosféricas na Petrobras – A experiência com inventários ...
Gestão de Emissões Atmosféricas na Petrobras – A experiência com inventários ...Gestão de Emissões Atmosféricas na Petrobras – A experiência com inventários ...
Gestão de Emissões Atmosféricas na Petrobras – A experiência com inventários ...Ambiente Energia
 
Gestão ambiental totvs 2010
Gestão ambiental totvs 2010Gestão ambiental totvs 2010
Gestão ambiental totvs 2010Rafael Marega
 
SIA - Planta Sustentável para Indústria Metal-mecânica
SIA - Planta Sustentável para Indústria Metal-mecânica SIA - Planta Sustentável para Indústria Metal-mecânica
SIA - Planta Sustentável para Indústria Metal-mecânica Marco Coghi
 
Política Municipal de Enfrentamento às Mudanças Climáticas de Belo Horizonte ...
Política Municipal de Enfrentamento às Mudanças Climáticas de Belo Horizonte ...Política Municipal de Enfrentamento às Mudanças Climáticas de Belo Horizonte ...
Política Municipal de Enfrentamento às Mudanças Climáticas de Belo Horizonte ...forumsustentar
 
Aula 4 prevenção a poluição
Aula 4   prevenção a poluiçãoAula 4   prevenção a poluição
Aula 4 prevenção a poluiçãoGiovanna Ortiz
 
Ct136 AuditóRio 2 Francisco Salvador
Ct136   AuditóRio 2   Francisco SalvadorCt136   AuditóRio 2   Francisco Salvador
Ct136 AuditóRio 2 Francisco SalvadorFrancisco Salvador
 
O Sistema de Gestão do Empreendimento AQUA – a espinha dorsal da Alta Qualida...
O Sistema de Gestão do Empreendimento AQUA – a espinha dorsal da Alta Qualida...O Sistema de Gestão do Empreendimento AQUA – a espinha dorsal da Alta Qualida...
O Sistema de Gestão do Empreendimento AQUA – a espinha dorsal da Alta Qualida...Fundação Vanzolini
 
Palestra Créditos de Emissões Atmosféricas e o Mercado Paulista de Compensação
Palestra Créditos de Emissões Atmosféricas e o Mercado Paulista de CompensaçãoPalestra Créditos de Emissões Atmosféricas e o Mercado Paulista de Compensação
Palestra Créditos de Emissões Atmosféricas e o Mercado Paulista de CompensaçãoFabricio Soler
 
Seminário construções sustentáveis 19-11-2010 - apresentação de andré aranh...
Seminário construções sustentáveis   19-11-2010 - apresentação de andré aranh...Seminário construções sustentáveis   19-11-2010 - apresentação de andré aranh...
Seminário construções sustentáveis 19-11-2010 - apresentação de andré aranh...FecomercioSP
 
Sistema de gestao ambiental para uma casa de shows
Sistema de gestao ambiental para uma casa de showsSistema de gestao ambiental para uma casa de shows
Sistema de gestao ambiental para uma casa de showsmonica silva
 

Semelhante a Apresentação weber coutinho sustentar 2011 (20)

Weber coutinho 08 30.
Weber coutinho 08 30.Weber coutinho 08 30.
Weber coutinho 08 30.
 
Proposta Técnica Comercial BOILER TECH rev1.pptx
Proposta Técnica Comercial BOILER TECH rev1.pptxProposta Técnica Comercial BOILER TECH rev1.pptx
Proposta Técnica Comercial BOILER TECH rev1.pptx
 
Gestão de Emissões Atmosféricas na Petrobras – A experiência com inventários ...
Gestão de Emissões Atmosféricas na Petrobras – A experiência com inventários ...Gestão de Emissões Atmosféricas na Petrobras – A experiência com inventários ...
Gestão de Emissões Atmosféricas na Petrobras – A experiência com inventários ...
 
Apresentação maria cristina de sá oliveira matos brito - seminário cianobac...
Apresentação   maria cristina de sá oliveira matos brito - seminário cianobac...Apresentação   maria cristina de sá oliveira matos brito - seminário cianobac...
Apresentação maria cristina de sá oliveira matos brito - seminário cianobac...
 
Portfólio empresa verde e parceiros
Portfólio empresa verde e parceirosPortfólio empresa verde e parceiros
Portfólio empresa verde e parceiros
 
Gestão ambiental totvs 2010
Gestão ambiental totvs 2010Gestão ambiental totvs 2010
Gestão ambiental totvs 2010
 
Usina de asfalta
Usina de asfaltaUsina de asfalta
Usina de asfalta
 
ambienteenergia_petrobras
ambienteenergia_petrobrasambienteenergia_petrobras
ambienteenergia_petrobras
 
SIA - Planta Sustentável para Indústria Metal-mecânica
SIA - Planta Sustentável para Indústria Metal-mecânica SIA - Planta Sustentável para Indústria Metal-mecânica
SIA - Planta Sustentável para Indústria Metal-mecânica
 
Política Municipal de Enfrentamento às Mudanças Climáticas de Belo Horizonte ...
Política Municipal de Enfrentamento às Mudanças Climáticas de Belo Horizonte ...Política Municipal de Enfrentamento às Mudanças Climáticas de Belo Horizonte ...
Política Municipal de Enfrentamento às Mudanças Climáticas de Belo Horizonte ...
 
Aula 4 prevenção a poluição
Aula 4   prevenção a poluiçãoAula 4   prevenção a poluição
Aula 4 prevenção a poluição
 
Ct136 AuditóRio 2 Francisco Salvador
Ct136   AuditóRio 2   Francisco SalvadorCt136   AuditóRio 2   Francisco Salvador
Ct136 AuditóRio 2 Francisco Salvador
 
O Sistema de Gestão do Empreendimento AQUA – a espinha dorsal da Alta Qualida...
O Sistema de Gestão do Empreendimento AQUA – a espinha dorsal da Alta Qualida...O Sistema de Gestão do Empreendimento AQUA – a espinha dorsal da Alta Qualida...
O Sistema de Gestão do Empreendimento AQUA – a espinha dorsal da Alta Qualida...
 
Redução de perdas em sistemas de abastecimento de água
Redução de perdas em sistemas de abastecimento de águaRedução de perdas em sistemas de abastecimento de água
Redução de perdas em sistemas de abastecimento de água
 
Seminário Desafios Ambientais Contemporâneo - Mesa 3 Lilian Sarrouf - Sustent...
Seminário Desafios Ambientais Contemporâneo - Mesa 3 Lilian Sarrouf - Sustent...Seminário Desafios Ambientais Contemporâneo - Mesa 3 Lilian Sarrouf - Sustent...
Seminário Desafios Ambientais Contemporâneo - Mesa 3 Lilian Sarrouf - Sustent...
 
Palestra Créditos de Emissões Atmosféricas e o Mercado Paulista de Compensação
Palestra Créditos de Emissões Atmosféricas e o Mercado Paulista de CompensaçãoPalestra Créditos de Emissões Atmosféricas e o Mercado Paulista de Compensação
Palestra Créditos de Emissões Atmosféricas e o Mercado Paulista de Compensação
 
Apresentação do Processo aqua
Apresentação do Processo aquaApresentação do Processo aqua
Apresentação do Processo aqua
 
Avaliacao De Programas
Avaliacao De ProgramasAvaliacao De Programas
Avaliacao De Programas
 
Seminário construções sustentáveis 19-11-2010 - apresentação de andré aranh...
Seminário construções sustentáveis   19-11-2010 - apresentação de andré aranh...Seminário construções sustentáveis   19-11-2010 - apresentação de andré aranh...
Seminário construções sustentáveis 19-11-2010 - apresentação de andré aranh...
 
Sistema de gestao ambiental para uma casa de shows
Sistema de gestao ambiental para uma casa de showsSistema de gestao ambiental para uma casa de shows
Sistema de gestao ambiental para uma casa de shows
 

Mais de forumsustentar

Minas Gerais e os Objetivos do Milênio - Ronaldo Pedron
Minas Gerais e os Objetivos do Milênio - Ronaldo PedronMinas Gerais e os Objetivos do Milênio - Ronaldo Pedron
Minas Gerais e os Objetivos do Milênio - Ronaldo Pedronforumsustentar
 
PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf
PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf
PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf forumsustentar
 
Metas do Milênio - Fernanda Borger
Metas do Milênio - Fernanda BorgerMetas do Milênio - Fernanda Borger
Metas do Milênio - Fernanda Borgerforumsustentar
 
Sustentabilidade na Vereda - Izabela Barata
Sustentabilidade na Vereda - Izabela BarataSustentabilidade na Vereda - Izabela Barata
Sustentabilidade na Vereda - Izabela Barataforumsustentar
 
Objetivos Globais de Desenvolvimento Sustentável - Claudio Boechat
Objetivos Globais de Desenvolvimento Sustentável - Claudio BoechatObjetivos Globais de Desenvolvimento Sustentável - Claudio Boechat
Objetivos Globais de Desenvolvimento Sustentável - Claudio Boechatforumsustentar
 
ODM: Erradicar a extrema pobreza e a fome - Rogerio Ruchel
ODM: Erradicar a extrema pobreza e a fome - Rogerio Ruchel ODM: Erradicar a extrema pobreza e a fome - Rogerio Ruchel
ODM: Erradicar a extrema pobreza e a fome - Rogerio Ruchel forumsustentar
 
Brasil, Brasis: Vetores de Transformação - Luciana Aguiar
Brasil, Brasis: Vetores de Transformação - Luciana Aguiar Brasil, Brasis: Vetores de Transformação - Luciana Aguiar
Brasil, Brasis: Vetores de Transformação - Luciana Aguiar forumsustentar
 
Programa Dignidade - FDC - Izabela Mello
Programa Dignidade - FDC - Izabela Mello Programa Dignidade - FDC - Izabela Mello
Programa Dignidade - FDC - Izabela Mello forumsustentar
 
Parceria entre Universidade do Kansas e Projeto Bichos do Pantanal - Chris Brown
Parceria entre Universidade do Kansas e Projeto Bichos do Pantanal - Chris BrownParceria entre Universidade do Kansas e Projeto Bichos do Pantanal - Chris Brown
Parceria entre Universidade do Kansas e Projeto Bichos do Pantanal - Chris Brownforumsustentar
 
Objetivos do Milênio e do Desenvolvimento Sustentável - Cyrille Bellier
Objetivos do Milênio e do Desenvolvimento Sustentável - Cyrille BellierObjetivos do Milênio e do Desenvolvimento Sustentável - Cyrille Bellier
Objetivos do Milênio e do Desenvolvimento Sustentável - Cyrille Bellierforumsustentar
 
Invepar - Claudia Jeunon
Invepar - Claudia Jeunon Invepar - Claudia Jeunon
Invepar - Claudia Jeunon forumsustentar
 
Fundação Vale - Andreia Rabetim
Fundação Vale - Andreia Rabetim Fundação Vale - Andreia Rabetim
Fundação Vale - Andreia Rabetim forumsustentar
 
OBJETIVOS DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: UMA AGENDA URGENTE E DE IMPORTANC...
OBJETIVOS DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL:  UMA AGENDA URGENTE E DE  IMPORTANC...OBJETIVOS DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL:  UMA AGENDA URGENTE E DE  IMPORTANC...
OBJETIVOS DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: UMA AGENDA URGENTE E DE IMPORTANC...forumsustentar
 
Indicadores de Sustentabilidade em Agroecossistemas - ISA
Indicadores de Sustentabilidade em Agroecossistemas - ISA Indicadores de Sustentabilidade em Agroecossistemas - ISA
Indicadores de Sustentabilidade em Agroecossistemas - ISA forumsustentar
 
Case: Projeto Bichos do Pantanal Bacia do alto Rio Paraguai - Claumir Muniz
Case: Projeto Bichos do Pantanal Bacia do alto Rio Paraguai - Claumir Muniz Case: Projeto Bichos do Pantanal Bacia do alto Rio Paraguai - Claumir Muniz
Case: Projeto Bichos do Pantanal Bacia do alto Rio Paraguai - Claumir Muniz forumsustentar
 
O Rio Paraopeba e o programa HELP - Breno Carone
O Rio Paraopeba e o programa HELP - Breno Carone O Rio Paraopeba e o programa HELP - Breno Carone
O Rio Paraopeba e o programa HELP - Breno Carone forumsustentar
 
SERVIÇOS AMBIENTAIS E A VALORAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS - Albano Araújo
SERVIÇOS AMBIENTAIS E A VALORAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS - Albano Araújo SERVIÇOS AMBIENTAIS E A VALORAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS - Albano Araújo
SERVIÇOS AMBIENTAIS E A VALORAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS - Albano Araújo forumsustentar
 
Sustentabilidade Ambiental em Escolas Infantis
Sustentabilidade Ambiental em Escolas Infantis Sustentabilidade Ambiental em Escolas Infantis
Sustentabilidade Ambiental em Escolas Infantis forumsustentar
 
PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO EM SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL - Weber Coutinho
PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO EM SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL - Weber Coutinho PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO EM SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL - Weber Coutinho
PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO EM SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL - Weber Coutinho forumsustentar
 
A Energia Solar em Belo Horizonte Estudo de Caso: Aquecimento Solar e Geração...
A Energia Solar em Belo Horizonte Estudo de Caso: Aquecimento Solar e Geração...A Energia Solar em Belo Horizonte Estudo de Caso: Aquecimento Solar e Geração...
A Energia Solar em Belo Horizonte Estudo de Caso: Aquecimento Solar e Geração...forumsustentar
 

Mais de forumsustentar (20)

Minas Gerais e os Objetivos do Milênio - Ronaldo Pedron
Minas Gerais e os Objetivos do Milênio - Ronaldo PedronMinas Gerais e os Objetivos do Milênio - Ronaldo Pedron
Minas Gerais e os Objetivos do Milênio - Ronaldo Pedron
 
PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf
PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf
PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf
 
Metas do Milênio - Fernanda Borger
Metas do Milênio - Fernanda BorgerMetas do Milênio - Fernanda Borger
Metas do Milênio - Fernanda Borger
 
Sustentabilidade na Vereda - Izabela Barata
Sustentabilidade na Vereda - Izabela BarataSustentabilidade na Vereda - Izabela Barata
Sustentabilidade na Vereda - Izabela Barata
 
Objetivos Globais de Desenvolvimento Sustentável - Claudio Boechat
Objetivos Globais de Desenvolvimento Sustentável - Claudio BoechatObjetivos Globais de Desenvolvimento Sustentável - Claudio Boechat
Objetivos Globais de Desenvolvimento Sustentável - Claudio Boechat
 
ODM: Erradicar a extrema pobreza e a fome - Rogerio Ruchel
ODM: Erradicar a extrema pobreza e a fome - Rogerio Ruchel ODM: Erradicar a extrema pobreza e a fome - Rogerio Ruchel
ODM: Erradicar a extrema pobreza e a fome - Rogerio Ruchel
 
Brasil, Brasis: Vetores de Transformação - Luciana Aguiar
Brasil, Brasis: Vetores de Transformação - Luciana Aguiar Brasil, Brasis: Vetores de Transformação - Luciana Aguiar
Brasil, Brasis: Vetores de Transformação - Luciana Aguiar
 
Programa Dignidade - FDC - Izabela Mello
Programa Dignidade - FDC - Izabela Mello Programa Dignidade - FDC - Izabela Mello
Programa Dignidade - FDC - Izabela Mello
 
Parceria entre Universidade do Kansas e Projeto Bichos do Pantanal - Chris Brown
Parceria entre Universidade do Kansas e Projeto Bichos do Pantanal - Chris BrownParceria entre Universidade do Kansas e Projeto Bichos do Pantanal - Chris Brown
Parceria entre Universidade do Kansas e Projeto Bichos do Pantanal - Chris Brown
 
Objetivos do Milênio e do Desenvolvimento Sustentável - Cyrille Bellier
Objetivos do Milênio e do Desenvolvimento Sustentável - Cyrille BellierObjetivos do Milênio e do Desenvolvimento Sustentável - Cyrille Bellier
Objetivos do Milênio e do Desenvolvimento Sustentável - Cyrille Bellier
 
Invepar - Claudia Jeunon
Invepar - Claudia Jeunon Invepar - Claudia Jeunon
Invepar - Claudia Jeunon
 
Fundação Vale - Andreia Rabetim
Fundação Vale - Andreia Rabetim Fundação Vale - Andreia Rabetim
Fundação Vale - Andreia Rabetim
 
OBJETIVOS DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: UMA AGENDA URGENTE E DE IMPORTANC...
OBJETIVOS DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL:  UMA AGENDA URGENTE E DE  IMPORTANC...OBJETIVOS DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL:  UMA AGENDA URGENTE E DE  IMPORTANC...
OBJETIVOS DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: UMA AGENDA URGENTE E DE IMPORTANC...
 
Indicadores de Sustentabilidade em Agroecossistemas - ISA
Indicadores de Sustentabilidade em Agroecossistemas - ISA Indicadores de Sustentabilidade em Agroecossistemas - ISA
Indicadores de Sustentabilidade em Agroecossistemas - ISA
 
Case: Projeto Bichos do Pantanal Bacia do alto Rio Paraguai - Claumir Muniz
Case: Projeto Bichos do Pantanal Bacia do alto Rio Paraguai - Claumir Muniz Case: Projeto Bichos do Pantanal Bacia do alto Rio Paraguai - Claumir Muniz
Case: Projeto Bichos do Pantanal Bacia do alto Rio Paraguai - Claumir Muniz
 
O Rio Paraopeba e o programa HELP - Breno Carone
O Rio Paraopeba e o programa HELP - Breno Carone O Rio Paraopeba e o programa HELP - Breno Carone
O Rio Paraopeba e o programa HELP - Breno Carone
 
SERVIÇOS AMBIENTAIS E A VALORAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS - Albano Araújo
SERVIÇOS AMBIENTAIS E A VALORAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS - Albano Araújo SERVIÇOS AMBIENTAIS E A VALORAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS - Albano Araújo
SERVIÇOS AMBIENTAIS E A VALORAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS - Albano Araújo
 
Sustentabilidade Ambiental em Escolas Infantis
Sustentabilidade Ambiental em Escolas Infantis Sustentabilidade Ambiental em Escolas Infantis
Sustentabilidade Ambiental em Escolas Infantis
 
PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO EM SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL - Weber Coutinho
PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO EM SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL - Weber Coutinho PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO EM SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL - Weber Coutinho
PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO EM SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL - Weber Coutinho
 
A Energia Solar em Belo Horizonte Estudo de Caso: Aquecimento Solar e Geração...
A Energia Solar em Belo Horizonte Estudo de Caso: Aquecimento Solar e Geração...A Energia Solar em Belo Horizonte Estudo de Caso: Aquecimento Solar e Geração...
A Energia Solar em Belo Horizonte Estudo de Caso: Aquecimento Solar e Geração...
 

Apresentação weber coutinho sustentar 2011

  • 1.
  • 2. SMMA : Antônio Sergio Braga GPLA: Weber Coutinho GRHI: Sônia Knauer GESIA : Cyleno Guimarães GESTEC : Maurício Barbosa EQUIPE TÉCNICA Jurema Pereira – Energia e Emissões Atmosféricas Silmara Teixeira – Água Wagner Moravia – Resíduos Cássio Martins – Tecnologia da Informação APOIO: COMITÊ MUNICIPAL SOBRE MUDANÇAS CLIMÁTICAS E ECOEFICIENCIA Secretária Executiva: Anna Louzada - Júnia Marcia Bueno Neves - Letícia Maria R. Epaminondas COMITÊ EXECUTIVO DA COPA 2014 - Presidente: Tiago Lacerda - Gerente dos Projetos da Copa: Flávia Rolfhs - ASCOM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - Prodabel
  • 3.
  • 4. I – Histórico POLÍTICA PARA REDUÇÃO DA EMISSÃO DOS GASES DE EFEITO ESTUFA 1) Criação do Comitê Municipal sobre Mudanças Climáticas e Ecoeficiencia - DECRETO Nº 12.362 - MAIO / 2006 I - uso de fontes renováveis de energia; ; III - melhoria da eficiência energética e uso racional de energia; IV - promoção da redução, reutilização e reciclagem de resíduos ; 2) Aprovação da Deliberação Normativa n.º 66 (2009) “ institui o Programa de Certificação em Sustentabilidade Ambiental e estabelece medidas de sustentabilidade, combate às mudanças climáticas e gestão de emissões de gases de efeito estufa no âmbito da prefeitura municipal de Belo Horizonte e dá outras providências ” 3) Elaboração do Inventário dos Gases de Efeito Estufa do Município de Belo Horizonte (2009) 4) Concepção do Programa de Certificação de Sustentabilidade Ambiental (2009 a 2011) 5) Elaboração do PREGEE – Plano de Redução dos Gases de Efeito Estufa e atualização do Inventário (2011/ 2012)
  • 5. I - Estrutura e Funcionamento do Programa  
  • 8. I - Estrutura e Funcionamento do Programa   Sistema de Informática de Certificação de Sustentabilidade Ambiental de Empreendimentos FORMULÁRIO DE CARACTERIZAÇÃO DE EMPREENDIMENTO DE IMPACTO – FCEI CADASTRO SIASP: 01 - IDENTIFICAÇÃO DO EMPREENDEDOR / SOLICITANTE NOME: CNPJ/CPF: ENDEREÇO: BAIRRO: CEP: TELEFONE: FAX: E-MAIL: RESPONSÁVEL LEGAL: CPF: 02 - IDENTIFICAÇÃO DO EMPREENDIMENTO A SER LICENCIADO RAZÃO SOCIAL: NOME FANTASIA (nome mais conhecido): CNPJ / CPF|: INSCRIÇÃO MUNICIPAL : RESPONSÁVEL PELO LICENCIAMENTO: □ SÓCIO □ ADMINISTRADOR □ CONSULTORIA □ TÉCNICO □ OUTRO: NOME: CPF : CONTATO: TELEFONE: FAX : E-MAIL: 03 - LOCALIZAÇÃO DO EMPREENDIMENTO A SER LICENCIADO ENDEREÇO (RUA, AV.) : N.º : COMPLEMENTO: BAIRRO: REGIONAL : QUADRA(S) (CTM): CADASTRO DE PLANTAS (CP): QUARTEIRÃO(ÕES): LOTE(S): ÍNDICE CADASTRAL DO IPTU (de todos os lotes utilizados – utilizar verso, se necessário): ZONEAMENTO DE USO DO SOLO NO LOCAL DO EMPREENDIMENTO: □ ZPAM □ ZP1 □ ZP-2 □ ZP-3 □ ZAR-1 □ ZAR-2 □ ZAP □ ZC-ZHIP □ ZC-ZCBH □ ZC-ZCBA □ ZC-ZCVN □ ZA □ ZEIS-1 □ ZEIS-2 □ ZE □ AEIS-1 □ AEIS-2 □ ADE(TIPO OU NOME);___________________________ □ OUTRO: ­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­___________________________________ Á REA DE INTERESSE DO PATRIMÔNIO: □ NÃO □ SIM: □ FEDERAL □ ESTADUAL □ MUNICIPAL 11 - PROGRAMA DE CERTIFICA Ç ÃO EM SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL □ NÃO □ SIM : Declaramos interesse em participar do programa de Certifica ç ão em Sustentabilidade Ambiental, institu í do por meio da Delibera ç ão Normativa 66/09, apresentando projeto preliminar que contempla as diretrizes estabelecidas na citada Delibera ç ão Normativa. Optamos por certifica ç ão nas seguintes dimensões: □ Á GUA □ ENERGIA □ RES Í DUO S Ó LIDO □ REDU Ç ÃO DAS EMISSÕES ATMOSF É RICAS
  • 9. I - Estrutura e Funcionamento do Programa   Sistema de Informática de Certificação de Sustentabilidade Ambiental de Empreendimentos Portal de Serviços e Informações
  • 10. I - Estrutura e Funcionamento do Programa   Sistema de Informática de Certificação de Sustentabilidade Ambiental de Empreendimentos SAC Web – Entrada de Dados do Empreendimento
  • 11.
  • 12. II – Mecanismos Promotores da Sustentabilidade Ambiental  
  • 13. II – Mecanismos Promotores da Sustentabilidade Ambiental  
  • 14. II – Mecanismos Promotores da Sustentabilidade Ambiental   Mecanismo1 Componentes do Módulo Fotovoltáico Mecanismo2 Biomassa Sólida Mecanimo3 Biomassa Líquida - Biodiesel Mecanismo4 Biomassa Líquida - Etanol Mecanismo5 Biomassa Gasosa
  • 15. II – Mecanismos Promotores da Sustentabilidade Ambiental  
  • 16. II – Mecanismos Promotores da Sustentabilidade Ambiental  
  • 17. II – Mecanismos Promotores da Sustentabilidade Ambiental  
  • 18. II – Mecanismos Promotores da Sustentabilidade Ambiental   BOAS PRÁTICAS São ações ambientais que quando adotadas causam um resultado importante para a consolidação do processo de Certificação. Mecanismos de Gestão de Águas Pluviais : pisos permeáveis, telhado verde; poço de infiltração; bacia de retenção; trincheira de retenção. Atividades de conscientização para a sustentabilidade: Campanhas de sensibilização dos usuários; treinamento de funcionários; envolvimento da comunidade do entorno; produção de material educativo e eventos comemorativos sobre meio ambiente.
  • 19.   III - Índices de Certificação DIMENSÃO ÁGUA  
  • 20.   III - Índices de Certificação DIMENSÃO ENERGIA - 1  
  • 21.   III - Índices de Certificação: DIMENSÃO ENERGIA - 2  
  • 22.   III - Índices de Certificação DIMENSÃO ENERGIA - 3  
  • 23.   III - Índices de Certificação DIMENSÃO EMISSÕES ATMOSFÉRICAS  
  • 24.   III - Índices de Certificação DIMENSÃO RESÍDUOS  
  • 25.   IV – Simulação: HOTEL – (Água) Peso Eficien- cia Média ponderada               MECANISMOS Tecnologias Economizadoras Recirculação Dispositivos de Aguas Pluviais Fontes Alternativas Controle de Vazamentos   PRINCIPAIS TECNOLOGIAS DE ALCANCE DA SUSTENTABILIDADE     Captação de Agua de Chuva para irrigação de jardim     PESO PARA O ÍNDICE DE MODELAGEM 7 0 0 2 1   SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL GERADA (Ìndice de eficiência) 43.5% 0% 0% 20% 10% Escores MÉDIA ARITMÉTICA PONDERADA 35.45%         da Margem de Erro 10% 10%         Modelagem   31.91%           Desvio Padrão Aceitável (negativo) 0.02           ÍNDICE P+L FINAL 31.27%           INDICADOR DE RESULTADO Percentual de redução no consumo de água 30%          FORMA DE CÁLCULO Média Computada na conta da COPASA/Relatórios antes do controle: após controle: APROVADO     UNIDADE DE MEDIDA Consumo anual m³ por hóspede   Vaso sanitário com caixa acoplada 50 30 Torneira com sensor 50 30 Chuveiro com redutor de vazão 35 30 Equipamentos (ozonizador de piscina, lavadora de roupa etc) 30 10 43.5 100
  • 26.   IV – Simulação: HOTEL – (Resíduos sólidos) Alcançado (%) MAX (%) Alcançado (%) MAX (%)   A definir UNIDADE DE MEDIDA   APROVADO após controle: antes do controle: Média Computada FORMA DE CÁLCULO       100 pontos  Percentual de redução na geração e de Reciclagem INDICADOR DE RESULTADO         106.9 pontos ÍNDICE P+L FINAL         0.02 Desvio Padrão Aceitável (negativo)           Modelagem       10% Margem de Erro 10% da       97 pontos MÉDIA ARITMÉTICA PONDERADA Escores 48 pontos 39 pontos 0 10 pontos SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL GERADA (Ìndice de eficiência)   50% do passível de compostagem 70% do passível de ser reciclado 30% do total resíduos 30% do total resíduos PESO PARA O ÍNDICE DE MODELAGEM     Interna à atividade   PRINCIPAIS TECNOLOGIAS DE ALCANCE DA SUSTENTABILIDADE   Coleta Seletiva (orgânicos) Coleta Seletiva (Inorgânicos) Reutilização Redução MECANISMOS             5 1 Otimização operacional 5 1 Melhoria na qualidade dos insumos 5 1 Conscientização ambiental 10 2 Vidro 20 5 Plástico 10 3 Papel e papelão 15 5 Metal 10 3 Óleo cozinha 15 5 Compostagem
  • 27.  
  • 28.  
  • 29.  
  • 30. Obrigado pela atenção! [email_address]

Notas do Editor

  1. a
  2. a
  3. a
  4. a