Como Fazer Palestra Espirita

40.498 visualizações

Publicada em

http://www.forumespirita.net/fe/artigos-espiritas/como-fazer-palestras-espiritas/

Publicada em: Espiritual
0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
40.498
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
24.483
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
470
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Como Fazer Palestra Espirita

  1. 1. COMO FAZER PALESTRA ESPÍRITA
  2. 2. O EXPOSITOR E TAREFA A
  3. 3. A PESQUISA ALLAN KARDEC <ul><li>O LIVRO DOS ESPÍRITOS </li></ul><ul><li>O LIVRO DOS MÉDIUNS </li></ul><ul><li>O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO </li></ul><ul><li>O CÉU E O INFERNO </li></ul><ul><li>A GÊNESE </li></ul>
  4. 4. A PESQUISA ALLAN KARDEC <ul><li>O QUE É O ESPIRITISMO </li></ul><ul><li>VIAGEM ESPÍRITA EM 1862 </li></ul><ul><li>A OBSESSÃO </li></ul><ul><li>REVISTA ESPÍRITA – 12 volumes – 1858 a abril/1869 </li></ul>(As traduções)
  5. 5. CLÁSSICOS LÉON DENIS <ul><li>Depois da morte </li></ul><ul><li>No invisível </li></ul><ul><li>Joana D´arc </li></ul><ul><li>O problema do ser, do destino e da dor </li></ul><ul><li>O grande enigma </li></ul><ul><li>Cristianismo e espiritismo </li></ul><ul><li>O além e a sobrevivência do ser </li></ul><ul><li>O porquê da vida </li></ul><ul><li>O gênio céltico e o mundo invisível </li></ul><ul><li>O espiritismo na arte </li></ul>
  6. 6. CLÁSSICOS <ul><li>A alma é imortal </li></ul><ul><li>O espiritismo perante a ciência </li></ul><ul><li>A evolução anímica </li></ul><ul><li>O fenômeno espírita </li></ul><ul><li>A reencarnação </li></ul>GABRIEL DELANNE
  7. 7. CLÁSSICOS <ul><li>As casas mal assombradas </li></ul><ul><li>O desconhecido e os problemas psíquicos - 2 vol. </li></ul><ul><li>Deus na natureza </li></ul><ul><li>Estela </li></ul>CAMILLE FLAMMARION <ul><li>O fim do mundo </li></ul><ul><li>A morte e o seu mistério - 3 vol. </li></ul><ul><li>Narrações do Infinito </li></ul><ul><li>Urânia </li></ul>
  8. 8. CLÁSSICOS CÉSAR LOMBROSO <ul><li>Hipnotismo e mediunidade </li></ul>
  9. 9. CLÁSSICOS ALEXANDRE AKSAKOF <ul><li>Animismo e espiritismo - 2 vol. </li></ul><ul><li>Um caso de desmaterialização </li></ul>
  10. 10. CLÁSSICOS ERNESTO BOZZANO <ul><li>Animismo ou espiritismo? </li></ul><ul><li>A crise da morte </li></ul><ul><li>Os enigmas da psicometria </li></ul><ul><li>Fenômenos psíquicos no momento da morte </li></ul><ul><li>Metapsíquica humana </li></ul><ul><li>Pensamento e vontade </li></ul><ul><li>Xenoglossia </li></ul><ul><li>Os animais têm alma? </li></ul>
  11. 11. POR EXTENSÃO: ARTHUR CONAN DOYLE <ul><li>A nova revelação </li></ul><ul><li>História do espiritismo (espiritualismo) </li></ul>
  12. 12. OS MEDIÚNICOS Divaldo Pereira Franco 170 obras Francisco Cândido Xavier 400 obras J. Raul Teixeira 26 obras Yvonne Pereira 12 obras
  13. 13. INVESTIMENTO CULTURAL Dicionário Enciclopédia Bíblia Livros da atualidade
  14. 14. OBJETIVO DA PALESTRA PÚBLICA <ul><li>Espíritas! amai-vos, este o primeiro ensinamento; instruí-vos, este o segundo. </li></ul><ul><li>O evangelho segundo o espiritismo, cap. VI, item 5. </li></ul>Digo-vos que, se eles (os discípulos) se calarem, clamarão as mesmas pedras. Lc, 19:40. Reconhece-se o verdadeiro espírita pela sua transformação moral e pelos esforços que emprega para domar as suas más inclinações. O evangelho segundo o espiritismo, cap. XVII, item 4.
  15. 15. AS AFIRMAÇÕES INDEVIDAS <ul><li>Não pretender ser mais espírita do que o Codificador </li></ul><ul><li>anjos – demônios </li></ul>O livro dos espíritos perg. 128 a 131 – Anjos e demônios – perg. 490, 495, 504 – Anjos de guarda O evangelho segundo o espiritismo – cap. XXVIII item 11 (Preces) Aos anjos guardiões e aos Espíritos protetores O céu e o inferno – pt. 1 cap. 8 – Os anjos - cap. 9 - Os demônios - cap. 10 - Intervenção dos demônios nas modernas manifestações
  16. 16. AS AFIRMAÇÕES INDEVIDAS O livro dos espíritos – perg. 1012 e ss. – Paraíso, inferno e purgatório O céu e o inferno – pt. 1 – cap. 3, 4 céu – inferno
  17. 17. AS AFIRMAÇÕES INDEVIDAS morte O livro dos espíritos – perg. 149 e ss. – A alma após a morte perg. 197 e ss. - Sorte das crianças depois da morte perg. 320 e ss. - Comemoração dos mortos perg. 941 e ss. -Temor da morte O Céu e o inferno – pt. 1, cap. 2 – Temor da morte
  18. 18. IGREJA Grego enklesía Latim ecclesia assembléia de fiéis assembléia de cidadãos Igreja Católica Apostólica Romana - séc IV
  19. 19. NÃO EXTERNAR PRECONCEITOS O único objetivo de toda música deve ser a glória de Deus e uma recreação agradável. - Bach Bach – 1685 (Alemanha) – 1750 (julho) Para ele, a música era um ato de adoração, como se as notas, depois de saírem do alcance do ouvido humano, continuassem a subir para os céus, num hino de louvor. Peter Farb – A música de Bach falava a Deus Música sacra
  20. 20. NÃO EXTERNAR PRECONCEITOS
  21. 21. NÃO EXTERNAR PRECONCEITOS <ul><li>homossexualismo </li></ul><ul><li>sexualidade </li></ul><ul><li>machismo </li></ul><ul><li>feminismo </li></ul>
  22. 22. NÃO PRETENDER FALAR DO QUE NÃO ENTENDEU “ ...o professor não ensina senão o que aprendeu: é um revelador de segunda ordem...” A gênese – cap. I, item 5
  23. 23. ATENDER À FIDELIDADE DO CONTEÚDO DOUTRINÁRIO Todos os homens são médiuns. Kardec: “Pode, pois, dizer-se que todos são, mais ou menos, médiuns.” O livro dos médiuns, item 159
  24. 24. Preferível repelir 99 verdades do que admitir uma única mentira. Erasto (espírito): Melhor é repelir dez verdades do que admitir uma única falsidade, uma só teoria errônea. O livro dos médiuns, item 230
  25. 25. O mal é ousado, o bem é tímido. Os espíritos: “...Os maus são intrigantes e audaciosos, os bons são tímidos. Quando estes o quiserem, preponderarão.” O livro dos espíritos, perg. 932.
  26. 26. Kardec afirmou: Nascer, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei. União Espírita Belga a ofereceu para ser colocada no túmulo (dólmem) em 1870.
  27. 27. Todos os homens serão espíritas, um dia. Kardec: O Espiritismo se tornará crença comum, ou ficará sendo partilhado, como crença, apenas por algumas pessoas? Os espíritos: Certamente que se tornará crença geral e marcará nova era na história da humanidade, porque está na natureza e chegou o tempo em que ocupará lugar entre os conhecimentos humanos....” O livro dos espíritos, perg. 798
  28. 28. Possessão é o mesmo que subjugação. Aliás, não é termo utilizado por Allan Kardec. Kardec: Na possessão, em vez de agir exteriormente, o Espírito atuante se substitui, por assim dizer, ao Espírito encarnado... ...é sempre temporária e intermitente... Na possessão pode tratar-se de um Espírito bom que queira falar e que, para causar maior impressão nos ouvintes, toma do corpo de um encarnado, que voluntariamente lho empresta... A gênese – cap. 14, itens 47 e 48
  29. 29. Precaver-se de afirmações extremistas: Fez – pagou. Bateu – levou. Kardec: Disse Jesus: Quem matou com a espada, pela espada perecerá. Estas palavras não consagram a pena de talião e, assim, a morte dada ao assassino não constitui uma aplicação dessa pena? Os espíritos: Tomai cuidado! Muito vos tendes enganado a respeito dessas palavras, como acerca de outras. A pena de talião é a justiça de Deus. É Deus quem a aplica... Mas, não vos disse ele também: Perdoai aos vossos inimigos? E não vos ensinou a pedir a Deus que vos perdoe as ofensas como houverdes vós mesmos perdoado, isto é, na mesma proporção em que houverdes perdoado, compreendei-o bem? O livro dos espíritos – perg. 764
  30. 30. Os pais são sempre culpados pelas faltas de seus filhos.   Os Espíritos: ...os Espíritos dos pais têm por missão desenvolver os de seus filhos pela educação. Constitui-lhes isso uma tarefa. Tornar-se-ão culpados, se vierem a falir no seu desempenho. O livro dos espíritos – perg. 208
  31. 31. Kardec: São responsáveis os pais pelo transviamento de um filho que envereda pelo caminho do mal, apesar dos cuidados que lhe dispensaram? Os Espíritos: Não; ... O livro dos espíritos – perg. 583 .
  32. 32. AFIRMAÇÕES TOLAS <ul><li>Quando morrer, desejo ir para Nosso lar! </li></ul><ul><li>Quem me dera ser atendido no Sanatório Esperança! </li></ul><ul><li>Quem sou eu para merecer o apoio dos bons Espíritos? Imagine!! </li></ul>
  33. 33. Kardec: Graças, porém, à proteção e assistência dos bons Espíritos que incessantemente me deram manifestas provas de solicitude, tenho a ventura de reconhecer que nunca senti o menor desfalecimento ou desânimo... Obras Póstumas, Minha missão, 12.6.1856
  34. 34. AFIRMAÇÕES FANTASIOSAS <ul><li>Fulano é a reencarnação de Beltrano </li></ul><ul><li>Quem é Camilo ? </li></ul><ul><li>Quem é André Luiz? </li></ul>
  35. 35. AFIRMAÇÕES FANTASIOSAS Onde estão ....   Paulo de Tarso Simão Pedro Madalena Kardec
  36. 36. AS IMAGENS DO EVANGELHO É mais fácil que um camelo passe pelo buraco de uma agulha, do que entrar um rico no reino dos céus. – Jesus. Marcos X, 25.
  37. 37. AS IMAGENS DO EVANGELHO (após a entrada triunfal em Jerusalém) E Jesus entrou no templo de Deus, e expulsava todos os que vendiam e compravam no templo; e derrubou as mesas dos banqueiros e as cadeiras dos que vendiam pombas; e disse-lhes: Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração; mas vós fizestes dela covil de ladrões. Mateus, XXI, 12-13.
  38. 38. AS IMAGENS DO EVANGELHO E, tendo entrado no templo, começou a expulsar os que vendiam e compravam nele, dizendo-lhes: Está escrito: A minha casa é casa de oração, e vós fizestes dela um covil de ladrões. Lucas, XIX, 45,46.
  39. 39. AS IMAGENS DO EVANGELHO (logo após as Bodas de Caná) E tendo feito um como azorrague de cordas, expulsou-os a todos do templo, e as ovelhas e os bois, e deitou por terra o dinheiro dos cambistas e derrubou as mesas. João, 2, 15.
  40. 40. As línguas de fogo estão sobre as vossas cabeças. Ide e pregai a palavra divina. Ide e pregai.
  41. 41. Convosco estão os Espíritos elevados. Certamente falareis a criaturas que não quererão escutar a voz de Deus, porque essa voz as exorta incessantemente à abnegação.
  42. 42. Pregareis o desinteresse aos avaros, a abstinência aos dissolutos, a mansidão aos tiranos domésticos, como aos déspotas!
  43. 43. Faz-se mister regueis com os vossos suores o terreno onde tendes de semear, porquanto ele não frutificará e não produzirá senão sob os reiterados golpes da enxada e da charrua evangélicas.
  44. 44. Ide e pregai! Homens simples e ignorantes, vossas línguas se soltarão e falareis como nenhum orador fala.
  45. 45. Ide e pregai, que as populações atentas recolherão ditosas as vossas palavras de consolação, de fraternidade, de esperança e de paz.
  46. 46. Ide, pois, e levai a palavra divina...
  47. 47. Arme-se a vossa falange de decisão e coragem! Mãos à obra! o arado está pronto; a terra espera; arai!
  48. 48. Ide e agradecei a Deus a gloriosa tarefa que Ele vos confiou... Erasto – O evangelho segundo o espiritismo, cap. XX, item 4.

×